Quantcast
PplWare Mobile

Coronavírus: testes com vacina de Oxford são interrompidos após paciente ter “adoecido”

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Joaquim Sobreiro says:

    Penso saber que os testes são feitos com voluntários.
    A negociação entre governos e farmaceuticas dos lotes de vacinas em que base de segurança e responsabilidade de efeitos indesejáveis será feita?
    Que riscos serão tomados em conta entre ser ou não vacinado?
    A morbilidade da gripe é diariamente apresentado e atualizada, e dos possíveis efeitos secundários a curto e médio prazo quando será feito? Por quem? Pelo vendedor ou pelo comprador que aceite assumir os riscos?
    As possíveis vantagens ou riscos serão garantidamente de quem for vacinado, pela liberdade de decisão.

    • AlexX says:

      Sim, os testes são com voluntários que assinam um termo de responsabilidade.
      Quando houver vacina disponível, será como todos os demais produtos farmacêuticos, vão incluindo os efeitos secundários no folheto à medida que estes vão surgindo e o grupo farmacêutico fica sempre isento de responsabilidade sobre esses efeitos secundários.

  2. recondicionado says:

    O coronav-19, tb conhecido por sars-corona-2, veio para ficar por muuuuuito
    tempo. Resolve muitos problemas: acagaça as populações subempregadas –
    os escravos do séc. 21 – acabou com os coletes amarelos – Macron, esse grande Timoneiro, já pode dormir 9 horas seguidas – e como experiência social a nível mundial no controlo e manipulação das mentalidades tem sido um total sucesso. É ver os italianos presos nas suas casas, com um medo irracional duma alegada doença, mal amanhada em todas as bocas
    ligadas à medicina, e cujas informações chegam pelos fake media todos muito bem sincronizadimhos.
    Boris Johnsson apanhou – alegadamente andou ás beijocas aos alegados covidados – o cv-19, mas está mais reluzente que nunca. E sem ventilador!
    Um bom hajj a todos, aqui deste estado/regime – mete água de – Luso.

    • Hélio Musco says:

      Duvido muito que os chefes de estado estejam contentes com vírus. Não só parou a economia em vários sectores, como dividiu ainda mais certas populações (e.g. ver EUA com as eleições a tenderem para Biden. Sem o vírus, muito provavelmente Trump não estaria tão à rasca).

      Sobre Boris Johnson. No início, ele queria todos fora de suas casa para o país ganhar imunidade de grupo. Rapidamente viu que era um caminho perigoso e avisou a população para ficar em casa. Até mesmo há pouco tempo, tinha Portugal na lista negra para se viajar. Se ele achasse mesmo que o vírus era uma brincadeira, não estaria a colocar novas regras: https://www.bbc.com/news/uk-54081131

      • Spoky says:

        Pesquisa por nova ordem mundial. Tens muito que aprender…

        Poder é conhecimentos é um deles.

        • Hélio Musco says:

          Teorias da conspiração. Existem tantas e para todos os gostos, e a nova ordem mundial é uma delas. Diria que está a taco a taco com o 5G em termos de comédia.

          Nem o G8 consegue encontrar um consenso em certos temas quanto mais uma nova ordem mundial com tanta polaridade entre os vários líderes mundiais.
          Quando houver imagens do Trump, Putin e Xi Jinping de mãos dada (à lá conferência de Yalta), aí sim podes começar a sonhar mais a sério com essa teoria. Até lá, podes dormir descansado.

          • Joaquim Sobreiro says:

            No club de Bilderberg não se discutem tendências políticas de esquerda ou direita, há marionetes para todas as cores. A questão é poder económico e controlo mental.

      • TJ says:

        todos esquecem a Suecia que c&%$u para confinamentos e olhem que nao esta pior que ninguem.

        • Hélio Musco says:

          A Suécia comparada com os seus vizinhos (Finlândia, Noruega e Dinamarca) está muito mas mesmo muito pior.
          Portugal comparado com Espanha está muito melhor.

    • PTO says:

      Estes tretas das teorias da conspiração são extraordinários. Nunca se prova nada do que dizem, todos os factos os desmentem, nenhuma das suas alegações beneficia alguém, mas no entanto conseguem tapar os olhos a eles próprios com uma eficiência notável. Conseguem viver naquele seu universo paralelo de fantasias durante uma vida inteira. Deve ser precisamente isso que a frase “a ignorância é uma benção” significa.

      • AlexX says:

        Várias disso que chamas “teorias da conspiração” não são teoria.
        Ignorante não é aquele que desconhece. É aquele que recusa conhecer e prefere ficar na sua zona de conforto vivendo a mentira onde tudo é belo, os passarinhos cantam e o céu é azul. Por isso a ignorância é uma bênção. A verdade pode ser cruel e levar pessoas à depressão. Tens um diálogo muito famoso que reflete isso na perfeição entre as personagens de Jack Nicholson e Tom Cruise num tribunal, e que está considerado entre as 50 melhores cenas de sempre no cinema. Não é por acaso, até porque a representação em si não é nada de especial. É pela mensagem que passa e poucos, uma imensa minoria, compreende.

      • Joaquim Sobreiro says:

        Esses tipos das teorias da conspiração são uns chatos. Muitos deles até tiraram cursos científicos, podiam ter vivido do sistema, mas não. Temos mesmo que os censurar. É a nossa profissão.

        • AlexX says:

          Pois, quando os “conspiradores” fazem ondas demais há que tirar-lhes a razão A Bem Da Nossa Civilização, como cantou Jorge Palma. O azar dos defensores da narrativa oficial é que são cada vez mais aqueles a abrir os olhos para o mundo em que estão.
          Podemos tentar salvar os “anti-conspirações” da dor, da verdade e da escolha, pedindo-lhes que voltem a dormir como cantou Maynard J Keenan A Perfect Circle – counting bodies like sheep to the rhythm of the war drums

      • Petrus says:

        Normalmente são bem construídas e obedecem a uma lógica imaculada, mas… partem de uma premissa dogmaticamente aceite como verdadeira e, não raras vezes, impossível (ou muito difícil) de provar. Outras são completamente ridículas, claro!

        • AlexX says:

          É tudo um show. Entertenimento. Ninguém nesta vida vai contar toda a verdade… Cabe a cada um descobri-la e resolvê-la, a verdade não anda lá fora (muito menos na tv), vem de dentro 🙂

  3. Hélio Musco says:

    Tiraste esses números de onde?
    Hoje em dia, todos são especialistas em vacinas…

  4. Samuel MG says:

    A OMS estimou que só para o fim de 2022 é que existirá uma vacina para todos. Eu penso que será mais 3 anos a usar mascara e que vou ganhar uma doença respiratória devido a mascara, sufoca tento que parece que tenho uma fita a tapar a boca e nariz.

    • AlexX says:

      Se és obrigado a usar máscara no teu posto de trabalho e acreditas que tens um sistema imunitário que é útil e serve para algo, usa uma máscara em algodão bem poroso. Pede que te façam várias a partir duma t-shirt velha por ex, e troca a cada 4 ou 6h máximo.

      • Abreu says:

        Temos que levar com elas Samuel, o que fico mais naquela e que, o vírus e porteiro? Será que pertence a uma empresa de segurança?
        E que quando vou a pastelarias e restaurantes só na porta e que tens que usar máscara, lá dentro e na boa!

        • AlexX says:

          A lei não prevê uma norma quanto à máscara a usar. Podes também escolher um tecido de cor igual à máscara cirúrgica e fazer cópias, inclusive marcar as pregas com um ferro de engomar. Ninguém nota a diferença a não ser que te apalpa a máscara. Claro que o Samuel tem razão, os níveis de oxigénio inspirado estão no nível crítico para o ser humano com uma máscara cirúrgica e isso é mensurável. Usá-la 7 ou 8h por dia é envenenarem-se lentamente. Tentar correr 10km com ela é quase pela certa cair morto pelo caminho.
          Nem duvido que a máscara passe a ser obrigatória em muitos locais mesmo após a vacina. Andaram meses a repetir a expressão “nova normalidade” para que o programa fosse instalado com sucesso. Em todos os idiomas, por todo o mundo. O mesmo que dizer que muito dessa “nova normalidade” veio para ficar, pelo menos nos grandes centros.

    • ZéBoss says:

      o que a OMS diz não se escreve.. aliás.. não se lê..

  5. Petrus says:

    Também não me sinto muito disposto a levar essa vacina. Ninguém faz qualquer ideia do que poderão ser os seus efeitos a longo prazo. Talvez seja altura de se olhar mais atentamente para a Sputnik V sem preconceitos políticos. Ou esperar pelos resultados dos testes da sua fase III que deverão estar disponíveis até novembro próximo.

    • Spoky says:

      Ora aí está… Além de que estás a por uma vacina que vai alterar genericamente como o teu sistema age perante um vírus e/ou proteína..

      Não sabem os efeitos e claro que nunca iriam afirmar que não é segura.

    • PTO says:

      Ou seja, preferes uma vacina que só foi testada em 78 pessoas, todas elas militares pagos pelo governo, uma vacina que nem sequer fez a fase final de testes, do que uma vacina feita com todas as fases, testada em dezenas e dezenas de milhares de pessoas em três continentes e que é monitorizada ao ponto de ser suspensa temporariamente para analisar um eventual problema?

      Ok, faz todo o sentido, sem dúvida.

  6. ToFerreira says:

    60% ? Não são 63% ?
    Já agora, não queres adivinhar também os números do Euromilhões?

  7. art says:

    hehehehe….acho que já deves ter começado a ter falhas ,, mas mentais…..

    • art says:

      mas dizes algo verdadeiro …se todos , ou quase todos , se vacinarem, e as vacinas forem eficazes…quase de certeza que não precisas de tomar nada …para estares protegido….ainda estou a pensar que rumo seguir….

      • Hélio Musco says:

        Coloca-te nos extremos. Se todos tomarem a vacina, fica tudo bem. Se ninguém tomar a vacina (porque partilham da tua ideia), continua tudo na mesma. Preferes ser parte da solução ou continuar a ser parte do problema?

  8. Jotas says:

    Porque refere que a vacina vai provocar problemas renais, hepáticos ou cancro? As vacinas estimulam o sistema imunitário através da indução da produção de anticorpos específicos para, neste caso, o vírus COVID-19. Como isso vai provocar cancro ou mau funcionamento do rim ou do fígado?

    • Jotas says:

      Se não tiver conhecimentos de Biologia, pode sempre consultar o site https://www.mdsaude.com/doencas-infecciosas/vacinas/ onde encontra uma explicação simples, mas precisa, acerca do processo de vacinação.

      • Jotas says:

        As vacinas podem realmente causar problemas que tem a ver com a produção ou com os excipientes usados, como pode ser observado em https://www.mdsaude.com/doencas-infecciosas/vacinas/#Pacientes_alergicos_aos_componentes_das_vacinas.

      • Joaquim Sobreiro says:

        Posso até ter algum conhecimento de biologia, mas, principalmente saber mais que o que me querem ensinar. Assim, tratei de saber como foram criadas as vacinas, sua história e aceitação pelos médicos da altura, com quem foram testadas e resultados, material coadjuvante das vacinas, queixas em tribunal nos EUA pelos efeitos indesejáveis provocados, testes em campanhas de vacinação em países subsidiados economicamente. Um pouco de leitura da muita documentação publicada por médicos que vão além da teoria microbiana de Pasteur. Como sugestão o Dr. Enric Costa Vercher.

        • Jotas says:

          Para o iDroid – Relativamente ao modelo explicativo do funcionamento das vacinas, houve evolução significativa do conhecimento científico relativamente ao mecanismo molecular, aprofundando ainda mais o modelo referido, como pode verificar no site da DGS. Logo o meu conhecimento não está errado, pois o modelo geral em que se baseia a vacinação (reação antígene-anticorpo) continua válido. Em Biologia, não há assim tantas alterações nos modelos gerais. Em regra, os existentes são aprofundados com novos conhecimentos.

    • Spoky says:

      Hahaha jotas jotas… Segues as tendências.

      Meu caro todas as alterações por vacinas são perigosas. Para o ser humano. Nunca se sabe os efeitos a longo prazo.

  9. Spoky says:

    Hahaha é agora teorias da conspiração é? E não fica por aqui, esperem até aparecer pessoas com problemas mais graves e doenças autoimunes

    Teorias da conspiração!!
    TIC TOC Tic toc….

    • OutravezTeoriaDaConspiracao says:

      Mais grave que o teu problema não deve de haver. Foste vacinado em criança e os efeitos colaterais foi ficares assim tolinho? Guarda lá a tua sabedoria para ti ó iluminado, aqui ninguém compra o que andas a vender porque todos acabaram a 4ª classe…

      • Spoky says:

        Dei umas valentes gargalhadas, geralmente quem comenta a vida dos outros ou usa como “argumento” problemas mentais, escolaridade no fundo no fundo estão se a descrever a si próprios, ou neste caso alguem próximo de si.

        Não posso negar, o facto de muito concretamente teres feito, por sua vez e devido ao teu grau de complexidade, expressão polivalente neste mesmo instante, posso afirmar que as gargalhadas não foram poupadas.

        • OutravezTeoriaDaConspiracao says:

          Tanta faladura e não disseste nada. Nem usares palavras caras para o teu discurso parecer mais importante do que aquilo que realmente é, disfarçou o facto de nem uma frase saberes construir. Mas partilha lá conosco meros mortais, quais são as tuas fontes de informação sobre medicamentos, farmacêuticas, empresas, governos, conspirações de grupos secretos, telecomunicações como meio de dominar as massas, etc. Certamente não serão pesquisas no Google feitas no computador que tens no sotão da casa dos teus pais a que chamas quarto. Alguém tão influente como tu, de certeza que tem insiders infiltrados por tudo o que é sítio importante, e a tua vida deve de ser um verdadeiro corropio, sempre a viajar de lado para o outro para confirmares junto das tuas fontes toda a informação top secret que recebes. Aliás, deves de estar tão ocupado que de certeza não vais dizer nada sobre isso e me vais mandar pesquisar eu, que não estás para “fazer o trabalho de casa” por mim, ou vais-te limitar a postar 3 ou 4 links de sites obscuros com informação totalmente especulativa e não confirmada, como prova de como o que dizes é inegável. Mas não te dês ao trabalho: como disse, ninguém quer saber das tuas teorias pá. Agora vai lá que a tua mãe está-te a chamar para o almoço…

  10. Spoky says:

    Eu não vou tomar vacina nenhuma. É ridiculo. O corpo é meu, quem decide sou eu.

    • Jotas says:

      Com a vacina consegue-se a famigerada “imunidade de grupo” sem a população ficar doente. Pode não tomar a vacina, não correndo o risco de ficar doente, se 60 a 80% da população tomar a decisão contrária à sua. É uma opção…

    • Hélio Musco says:

      Não é bem assim. O corpo pode ser teu mas existe uma responsabilidade que tens de ter para com a sociedade. O mesmo quando vais, agora, a espaços públicos é obrigatório usar máscara para proteger a ti e aos outros.

  11. Carlos Sousa says:

    Testes em 30 mil pessoas e adoece um e pararam os testes?
    Só mesmo por maldade é que não continuam. Os russos testaram 42 pessoas e já têm a vacina à venda.

    • Joaquim Sobreiro says:

      Talvez não parem, a indústria farmacêutica, não tem maldade. Se o desejares talvez te ofereçam vacina grátis, já sem efeitos secundários.
      Efeitos secundários que para mim são primários porque não os desejo e não são saudáveis.

      • Hélio Musco says:

        Recomendo a não leres nenhuma bula de nenhum medicamento, pois ouvi dizer que até uma aspirinazinha tem efeitos secundários terríveis!

        • Spoky says:

          O melhor é não tomar, evitar ao máximo meter químicos e toxinas dentro do nosso corpo. Não obrigado.

        • Joaquim Sobreiro says:

          Medicamento que cura não é rentável.
          É dos efeitos não desejáveis e dos “para toda a vida” que existe a relação de mercado, procura-oferta.
          Iatrogenia é uma das maiores causas de morte.
          Ter uma vida saudável fisica e mentalmente deveria ser o estado natural do ser humano.
          Os medicamentos para estados pontuais de urgência são uma medida eficaz.
          Para ser rentável patentar um medicamento tem que já haver muitos clientes/doentes e não ser demasiado acessível. Ex. Medicamentos órfãos e o tal produto químico que não pode ser nomeado, nem estudado pela indústria farmacêutica ou pelo poder que a alimenta.

          • Hélio Musco says:

            Depende da doença. É claro que não existe um medicamento que cure a depressão só com um comprimido.
            Mas tens “medicamentos” que curam certas doenças, como é o caso das vacinas (e.g. Hepatite B).
            Também hoje em dia, com a tecnologia que tem vindo a ser desenvolvida (e.g. CRISPR), cada vez mais vais ter curas disponíveis.

            A wikipédia indica que morreram 142,000 pessoas no ano 2013 em todo mundo devido à iatrogenia . Um número bastante abaixo quando comparado com o top10 (ou seja, não é uma das maiores causas de morte): https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/the-top-10-causes-of-death

    • paulo says:

      pode ser por causa das eleicoes do trump ou ensaios sabotados para outra empresa passar a frente! ja nao digo nada!

    • PTO says:

      Foram 78 pessoas e não está à venda. Aliás só compraria aquela vacina quem fosse doente mental.
      E qto ao facto de pararem os testes? Se não sabes qual o principio e razões subjacentes então nem sequer tens nível de conhecimento suficiente para comentar seja o que for sobre este assunto.

  12. Joaquim Sobreiro says:

    Alguém pode confirmar se foi com mielite transversa que adoeceu?

    • Tony says:

      Ninguem daqui pode confirmar uma coisa dessas, espera que a confirmacao seja publica e nao boatos es especulacoes…

    • Vítor M. says:

      A mulher voluntária no Reino Unido sofreu sintomas consistentes com uma rara mas grave inflamação da coluna. Diagnóstico não foi ainda confirmado, mas participante nos ensaios clínicos da AstraZeneca está a recuperar e deverá ter alta do hospital ainda esta quarta-feira.

      • Spoky says:

        Desde quando ter alta é um sinal positivo? Quantos pacientes saem de la com alta com doenças autoimunes? Não quer dizer nada Vitor.

        Eu gosto de ver comentários de pessoas a tentar levar a vacina para os lados “positivos” sabendo que existe RISCOS a longo PRAZO que não são estudados e podem provocar doenças ou efeitos adversos, nos quais nunca ninguém irá responsabilizado sendo provocado pela Vacina 🙂

        Já agora, poderias dizer-me se a longo prazo um paciente após levar a Vacina ter efeitos adversos ou ter criado uma doença auto-imune se alguém é responsável? Vamos pensar que a causa é a Vacina, quem se responsabiliza?

        Todos cruzam os braços, encolhem-se quando o problema sobe a tona e dizem “não sei” “não sabemos”

        Pensa um pouco, sei que existe aqui pessoas que são A FAVOR das Vacinas, mas será que é assim tão benéficas? E já que és uma pessoa de livre arbítrio, poderias equacionar ler este livro https://amzn.to/2DPHpoq 🙂

        • Vítor M. says:

          Pois, mas isso tens de perguntar aos médicos que a estão a acompanhar. São eles que lhe vão dar alta. Se os médicos e os cientistas que a estão a acompanhar não sabem, quem vai saber? Não achas? Vamos esperara para ver, as coisas pelo menos não estão paradas, tudo é conhecimento acrescentado.

        • joka says:

          Há estudos validados cientificamente que confirmem a relação das vacinas com doenças auto-imunes ou outras relacionadas?
          As vacinas são usadas massivamente há dezenas de anos…

        • PTO says:

          “E já que és uma pessoa de livre arbítrio, poderias equacionar ler este livro https://amzn.to/2DPHpoq

          Claro, é que é já a seguir. É mesmo de levar em conta a opinião de um jornalista que quer é vender livros a rodos em vez da experiência de milhares de cientistas no ultimo século.

          Venha quem vier as vacinas já salvaram e continuam a salvar a vida a inúmeros milhões de pessoas todos os anos. E afirmar o contrário só demonstra a ignorância gigantesca de quem o diz.

  13. Sardinha Enlatada says:

    Voces recordam-se da gripe A ? Nao sabemos bem como surgiu a vacina para essa gripe mas li uma noticia que alguem falou que a OMS alertaram para uma falsa pandemia (e ate concordo) pode-se dizer que este covid e a versao 2 da gripe A. Alem disso tambem falaram que essas vacinas foram fabricadas com celulas cancerigenas. Bom se isso e verdade ou nao nao sei, mas tambem quem quer saber o que a comunicacao social fala ? Nesta altura do campeonato ja descredibilizou para mim.

    • Algo says:

      É verdade, eles trazem uma pandemia de 10 a 10 anos, um ano antes da década seguinte.

      Tudo isto por dinheiro pois os banqueiros e bilionários lucram com o caos e têm mais controlo sobre as massas.

      Antigamente isto se fazia com as guerras, mas em tempos modernos eles adotam estas gripes , o que coincidentemente leva as nações em recessão.

      É aqui que os banqueiros riem.

      • PTO says:

        Uma pandemia de 10 em 10 anos? É curiosa essa tua afirmação.
        Já passaram muitos ciclos de 10 anos na minha vida e esta é a primeirissima pandemia que me apareceu.
        Querem ver que nem me apercebi das outras todas anteriores? Estranho.

    • Joaquim Sobreiro says:

      Da gripe A denunciou a dra. e religiosaTeresa Forcades, tornando público como foi tratada pelas farmacêutica. Recordar as encomendas de Tamiflu que não tiveram utilização.
      Depois disto a OMS alterou os parâmetros para a definição de pandemia.
      Será que agora com a/s vacina/s para o covid se passará o mesmo?
      A falta de confiança na vacina é tão grande que os que se pretendem vacinar não se sentem suficientemente protegidos pela vacinação e receiam o contágio dos que não queiram ser vacinados.

  14. recondicionado says:

    Ui… o Macron, numa sala cheia de estudantes mascarados, tira a máscara, entrega a máscara a um mascarado, e recebe dele uma taça de água, bebe, devolve a taça, tosse violentamente para o punho, estica o braço com a mão
    atafulhada de perdigotos e recebe a máscara, sempre do mesmo mascarado.
    Põe a máscara, no fuci* – na cara, na cara – e … pronto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.