PplWare Mobile

Cientistas querem que Plutão volte a ser um Planeta

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Ana Sofia Neto


  1. Sergio J says:

    Os cientistas planetarios, ou pelo menos boa parte, nunca deixaram de o considerar um planeta, pois consideravam que reunião todas as condições. Para eles um planeta anão, é a apenas uma definição como a de um planeta gigante.
    A exclusão de planeta foi feito pelos astrónomos.
    Podemos dizer um astrónomo olha para o tecido cósmico, enquanto os cientistas planetarios olham para um planeta como uma entidade individual.

  2. SANDOKAN 1513 says:

    E porque não ?? Sempre assim o foi.Eu aprendi sempre que eram 9 os planetas,tal como a tabuada,os rios,etc. Mercúrio ; Vénus ; Terra ; Marte ; Júpiter ; Saturno ; Urano ; Neptuno ; Plutão. Para mim nunca deixou de o ser,mesmo subconscientemente.

  3. Miguel Montes says:

    O Sistema Solar tem 8 planetas. Plutão é um planeta anão. Foi uma boa decisão terem criado esta distinção e melhorado a definição de planeta. Eu acompanhei ao pormenor as alterações da UAI em 2006, mas eu acho que eles depois falharam na escrita da definição.

    A maneira como a definição está escrita ainda permite dúvidas, tanto para profissionais como para leigos. Pois está incompleta.

    Falta explicarem melhor um pormenor e é isso que a UAI devia corrigir. Não voltar atrás e classificar Plutão como planeta principal novamente, isso não. Corrigir para explicar melhor o que se quer dizer. Não sei porque é que falharam em escrever isto na definição, mas prontos…

    Especificamente, o parâmetro de “limpar” a vizinhança orbital. O que a definição não acrescenta é que “limpar a vizinhança orbital”, é limpar a vizinhança orbita de OBJETOS DE TAMANHO IDÊNTICO OU MAIOR. É isto que falta acrescentar à definição: https://en.wikipedia.org/wiki/Clearing_the_neighbourhood

    Vamos testar?

    Não há nenhum objeto de tamanho parecido ao da Terra, ou maior que a Terra, na vizinhança orbital da Terra.
    Não há nenhum objeto de tamanho parecido ao de Júpiter, ou maior que Júpiter, na vizinhança orbital de Júpiter.

    E assim por diante para os outros seis.

    Vamos testar Plutão?
    Não há nenhum objeto de tamanho parecido ao de Plutão, ou maior que Plutão, na vizinhança orbital de Plutão?

    Ai isso é que há! Neptuno!

    A órbita de Plutão entra na órbita de Neptuno, pelo que falha neste parâmetro: https://en.wikipedia.org/wiki/Pluto#/media/File:TheKuiperBelt_Orbits_Pluto_Polar.svg).

    Também pode ser argumentado que Caronte tem um tamanho muito idêntico ao de Plutão (metade do seu tamanho). O que é único no Sistema Solar. Tanto que há quem quisesse chamar “planeta binário” ao sistema.

    A nossa Lua “parece grande” (é a maior lua do Sistema Solar em termos de comparação com o seu planeta) e podia assim “falhar” na análise da Terra como planeta (na tal coisa de limpar a vizinhança) mas, em comparação, é 4 vezes mais pequena, não 2 como Caronte para Plutão.

    https://en.wikipedia.org/wiki/Double_planet#/media/File:Pluto_&_Charon,_Earth_size_comparison.jpg

    Os outros restantes satélites nem têm comparação para entrar nesta discussão.

    Em resumo: se eu pertencesse ao comité da UAI, o que eu fazia era melhorar a definição atual para estar melhor explicada. Não voltar atrás. Nunca voltar atrás.

  4. IKAROS says:

    Se é grande e tem gravidade suficiente para ser redondo (ou arredondado) é um planeta.
    Para mim nunca vai mudar.

    • Hélio Musco says:

      A Lua é grande e tem gravidade suficiente para ser redondo mas não é um planeta.

      • Manuel da Rocha says:

        A Lua orbita um corpo maior que a segura nessa órbita em volta do Sol… daí ser um satélite.
        Plutão e Caronte possuem um centro baromético, que os faz orbitar como se fosse um para de dança, em volta do Sol.
        Tecnicamente Caronte até pode ser classificada como planeta.

      • IKAROS says:

        lol, claro que é um planeta!
        Fosse um pouco maior e seria do tamanho de Marte!
        É um planeta claro.

  5. Tonheco says:

    Cada um pode pensar o que acha melhor, mas que se queira ou não que Plutão seja um planeta a verdade é esta:

    Plutão é planeta: Não muda nada na vida de ninguém
    Plutão não é planeta: Não muda nada na vida de ninguém

  6. says:

    Porque não resolvem as coisas à Americano? Just nuke the damn thing e já não é necessário tomar uma decisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.