Quantcast
PplWare Mobile

Chicxulub: Harvard tem nova teoria sobre o que provocou o extermínio dos dinossauros

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Pirata das cabernas says:

    sabem lá eles se houve dinossauros ou se houve galinhas que voavam.. isso é o que eles dizem, mas nunca vão saber o que realmente aconteceu

    • scp says:

      Vai a um museu e informa-te. A não ser que os museus mintam à humanidade.

      Como é que sabes que existiram pessoas há 3000 anos? Porque descobrimos os seus esqueletos.

      • Artur Peralta says:

        Um museu? Encontram um par de ossos e estrapulam todo o animal? Pele e tudo?!!

        Não tens nenhum esqueleto completo, por isso são teorias sim.

        • Pirata das Tabernas says:

          Estas completamente enganado. Existem esqueletos completos, tanto de dinossauros e seres humanos da pre historia.
          Ainda assim, não precisas de ter um esqueleto completo de um dinossauro para saberes que este existiu.

          • Artur Peralta says:

            fonte?

          • Pirata das Tabernas says:

            Vai a procura, lol, tens uma coisa interessante chamada Google que ajuda imenso a procurar por essas fontes, dou-te uma dica, escreve “Esqueletos completos de dinossauros”

          • Artur Peralta says:

            ahhha, grande resposta. Já te descreveste na perfeição.

          • Pirata das Tabernas says:

            Pois ja, que não sou teu professor e que não te tenho de estar para aqui a comprovar nada com fontes, lol. Queres te educar vai a procura de o fazeres por iniciativa própria. Queres fontes vai procura-las, hoje em dia é muito fácil encontrar a informação comprovada sobre os mais variados assuntos, basta procurar. A Universidade é tambem um bom meio para estudar estes aspetos científicos. Basta querer.
            Ah, quando falo em universidades, não estou a falar do Instituto Superior de Ciências do YouTube.

          • Artur Peralta says:

            Falaste tanto e não disseste nada. Eu apenas te perguntei por uma fonte. Falar o que se quer é fácil, quando se pergunta para provar o que se fala, manda-se este tipo de bocas que estás a fazer. Só me deste razão sem quereres…

            Em relação ao “Instituto Superior de Ciências do YouTube”, suponho então que o canal da nasa, national geographic, … no youtube é tudo fake, certo? É que estás a por tudo no mesmo “saco”.

            São esses tipos de falta de honestidade que corrompe todo o conhecimento e tu estás acabaste mais uma vez de te descrever!

            Eu estou no meio acadêmico/científico em vários países e sei bem como funcional as coisas e os estudos. A maioria são encomendados para dar aquela conclusão. Quem não toca ao som da música é “cancelado”

            Não precisas de responder, pois será mais do mesmo. Caso respondas, pode ser bom para outras pesosas, mas eu ignoro.

          • Maria says:

            Oh Artur precisa de fonte para?
            Só há uma questão e essa é assumida, que são as cores atribuidas aos dinossauros, com base na similaridade e potenciais características dos ecossistemas.
            Agora… Fonte para esqueletos?

          • Pirata das Tabernas says:

            Estas??? Meu deus, então a tua comunidade cientifica é muito intrigante. É que eu tambem estou estou inserido nas comunidades cientificas, ate ja tive de comprovar varias teorias que foram criadas com a minha co-ajuda, e em lado nenhum li sobre a possibilidade de a terra ser plana, nem sequer faz o mínimo sentido em vários aspetos, que não vou mencionar aqui senão o comentário fica extenso.
            La esta, educa-te um bocado antes de falares barbaridades que claramente não percebes e o que vais tentando perceber é através do YouTube (e não, não falo dos canais da Nasa e outros canais realmente científicos e conceituados, sabes bem do que falo). Sabes qual é a ironia? É que eu próprio ja estudei uma dessas teorias “conspirativas” no sentido de provar que estava correta porque existia uma pequena possibilidade de terem acertado em algo interessante para outros estudos, no entanto esbarrei no “os facto não são teorias” (deves conhecer esta frase).
            Como te disse anteriormente, o mundo hoje em dia possui mesmo muita informação a mão de semear para todos, vai ler e foca-te em canais fiáveis, eu não sou um professor para te andar a ensinar, nem tu es o meu orientador para eu ter disponibilizar fontes.
            Quantos aos dinossauros, sim, existiram, existem esqueletos completos dos mesmo e dano são teorias, são factos 😉
            Pirata das Cabernas (Oficial), brother, trouxeste o Rum?

        • PeterJust says:

          Há quem ponha em causa que a terra é redonda mas por em causa a existência dos dinossauros compete ao mesmo nível do ridículo, mas em todos os assuntos tem de haver sempre um gajo que acha que só ele é que está certo e os outros é que estão todos a delirar com teorias da conspiração de ordem mundial.

      • Pirata das Cavernas ( Oficial ) says:

        eu nao sei de nada, sou ouvi falar…

    • int21h says:

      looooooooooool mete mais tabaco nisso troll

      • Artur Peralta says:

        Essa da terra plana já é um pouco infantil… Todo o pensamento diferente do que “aceite” é terra plana?

        Não sou terra planista, mas gosto de ouvir e entender todas as partes, e uma coisa que eles estão bem à frente é que falam de coisas observáveis e experimentáveis, e se a “ciência moderna” quisesse acabar a discussão, faria o mesmo, mas tudo que apresenta são teorias e mais teorias…

        • Pirata das Tabernas says:

          falam de coisas observáveis e experimentáveis tipo o que? Que de um avião de baixa altitude não observam a curvatura da Terra?

          • Artur Peralta says:

            Planicidade das águas do mar. Visão de coisas que deveriam estar escondidas pela curvatura do mar. O giro das estrelas no ceu, …

          • Pirata das Tabernas says:

            Para já, não sei se sabes, há uma “coisa” chamada gravidade. Depois, proponho-te a seguinte experiência para tirares essas duvidas da cabeça, arranja um amigo com um barco e vão os dois para a praia, o teu amigo zarpa com o barco em direção ao horizonte e tu ficas na praia na mesma posição sempre a olhar para o barco, dependendo da velocidade do barco pode demorar muito ou pouco tempo ate este desaparecer do teu horizonte, desta forma simples, comprovas a existência da curvatura do mar/ terra. Se esta não existisse tu irias conseguir observar o barco sempre. Ah, utiliza uns binóculos ou telecospio se achares necessário. Quanto ao giro das estrelas, epa, estou a rezar para não ser o que estou a pensar, se for, epa, vais estudar um bocado, começa com álgebra e é só seguires o caminho que te leva ao estudo de rotação da terra.

          • Artur Peralta says:

            Não tens memso noção… enfim…

          • Pirata das Tabernas says:

            Não tenho? Então elucida-nos.

          • Artur Peralta says:

            Como dizia um outro senhor… “Não sou teu professor”.

    • Pirata das Tabernas says:

      Os acontecimentos são validados com uma data de variáveis tendo em conta o que conhecemos até agora, podendo existir erros de calculo, mas por norma esses erros são pequenos.
      Quanto à existência de dinossauros ou outros animais no passado, isso não possui probabilidade de erro devido ao facto de existirem fosseis para o comprovar.

    • LuisBorges says:

      Claro… Havard, premios Nobel, so’ gente inculta, coitadinhos… Dizem a primeira coisa que lhes passa pela cabeca! 😀

  2. Manuel Paulo says:

    “Nova teoria”, really?

  3. Miguel says:

    “Como sabemos, o seu impacto foi absolutamente devastador, provocando a extinção em massa dos dinossauros”

    Quem é que sabe?
    Essa é uma das teorias, mas não é a única.

  4. L says:

    Pela 3 vez, questiono o pplware, se não é possível atualizar a aplicação para Android 11, afim de poder ler e escrever comentários!

  5. JLS says:

    Gosto da forma como o Amir Siraj aparou as sobrancelhas, parece que estão alinhadas com os aros dos óculos…

  6. Francisco Santos says:

    “foi esmagada pelo campo gravitacional de Júpiter durante a sua órbita e enviada para perto do Sol, onde se partiu em pedaços.”
    Foi o que aconteceu com o cometa Shoemaker-Levy em 1994
    https://youtu.be/CiLNxZbpP20

  7. spyvspyaeon says:

    Eu só vim ler os comentários hahahahaha. Melhor que ir a um stand up comedy.

    Humor tuga que acha que sabe tudo é demais. Aqui nem pago bilhete 😛

  8. AlexX says:

    Ainda existem dinossauros, na ilha ou continente do King Kong. Os outros encolheram e viraram galinhas, tartarugas, iguanas, camaleões, dragões de comodo, lagostas, etc… Imaginemos que há gaziliões de anos não existiam oceanos nem desertos e a vegetação abundava por todo lado. Temos o dinossauro como sendo um bitxo de grande porte que precisava comer no mínimo duas dúzias de kilos de vegetação ou outros animais por dia, mas os maiores precisavam comer umas toneladas por dia, que fossem duas toneladas. Com milhões de dinossauros povoando isto, esgotaram todos os recursos num ápice e não havia crédito nem sequer alimentação geneticamente modificada. Pobre da Ti Lucy Macaca quase ficava sem bananas! Que seria de nós se anos mais tarde não tivesse caído outro calhau enorme do céu carregado de sementes de girassol que se transformaram em macieiras, laranjeiras, kiwis, cenouras, tomates…… Quanto aos ossos de dinossauro em museu, quem acredita que um osso, por grande que seja, ou um dente que é mais resistente, aguenta 60 milhões de anos enterrado na terra, mais lhe vale acreditar também que os cavalos são descendentes de unicórnios voadores que pousaram cá para descansar durante uma migração intergaláctica…

  9. informado says:

    porque raio falam tanto destas coisas neste site ? Há algum tipo aí a escrever que é vidrado por coisas destas ? Eu detesto estas coisas .

  10. nmma says:

    Ok, isto aqui vais uma confusão…..
    digamos que cada um tem um certa razão…. Porquê?!

    1°) Já alguém ouvir falar no DESCAIMENTO RADIOATIVO , por exemplo , DO URÂNIO-238?!
    Este serve para medir a idade de uma rocha…. imaginemos uma garrafa de água de 500ml cheia de Urânio-238.
    A meia idade do Urânio-238 tem 4.5 bilhões de anos , ou seja 250ml da nossa garrafa de água… não vou explicar senão nunca mais saio daqui… Mas matematicamente a TERRA não tem mais que 6000 ou 8000 anos. Uma questão. Como estes “cientistas modernos” chegaram a 66 Milhões de anos que NÓS todos aprendemos na escola?!

    2°) Na chamada ERA DOURADA havia mais oxigénio na TERRA, logo as plantas eram maiores, os animais eram maiores e, sim os humanos eram miores…. Vejamos por exemplo um esqueleto de mamute encontrado na Rússia à uns anos. Este pertence à última geração dos grandes animais. Ele já era 1/4 maior que o actual elefante…. Outro exeplo dissio são os monumentos encontrados em Petra, a cidade sagrada dos beduínos, entre outros…. Mas na escola NÃO nos contam as coisas todas, E pr experiência própria digo que a mior parte dos professores não sabem….

    3°) Sim são teorias, projectos e não passa disso mesmo. Na realidade NÃO há factos.

  11. Pedro Oliveira says:

    Um Mundo Infestado de Demónios
    Carl Sagan
    Gradiva

    Crio que não valerá a pena a recomendação… mas fica a sugestão, de qualquer modo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.