Quantcast
PplWare Mobile

Testes mostram que o Apple M1 Max é 55% mais rápido do que o M1 em multi-core

                                    
                                

Fonte: BenchLeaks

Autor: Marisa Pinto


  1. Zé Fonseca A. says:

    “Ainda que não seja muito correta a comparação com os chips Intel e AMD Windows 10 e Windows 11 x86, algumas fontes indicam também que o novo Apple M1 Max consegue um desempenho superior ao AMD Ryzen 9 5800X, ao Intel Core i9-11900K e ao Core i9-10900K nos testes multi-core listados no Geekbench 5.”

    Se isto se confirmar é gravissimo para a intel e amd, é ver um CPU ARM mobile com um TDP muito inferior ultrapassar os big boys, imagine-se o que conseguirão fazer num CPU desktop.
    Finalmente o Steve Jobs depois de morto a demonstrar que a compra da P.A. Semi tinha mais escondido que um mero CPU para smartphones.
    Isto vai deixar a concorrência aos papeis durante os proximos 5 anos.
    Vamos ver se é desta que eu deixo de sentir saudades dos meus PowerPC.

    • Tadeu says:

      Há que ter cuidado com essas comparações!
      Muitas vezes acabam a comparar uma média de resultados com um resultado individual.
      As médias costumam ser significativamente mais baixas do que um teste em condições, já que existem muitos resultados de testes feitos com outras aplicações a correr ou com outras definições de performance, etc…

      • Zé Fonseca A. says:

        Claro, por isso daqui a 2/3 semanas teremos informações com cenários real world.
        Pessoalmente só posso estar entusiasmado, que desde o meu ultimo PowerPC que não sentia gosto por ter mac, espero que voltem a trazer a conjugação perfeita entre SO e hardware como era no tempo dos PPC, a mudança para intel só veio ajustar na massificação mas a qualidade perdeu-se, até na construção.

        • B@rão Vermelho says:

          Eu acho que a concorrência está completamente a vontade, há espaço para todos, a Apple não é concorrência para jogos, o mercado foco da Apple é outro.
          O que não falta por ai é pessoas que compram Apple para ir ao FB e trabalhar em Office, vai se lá saber o porquê, mas devido aos preços não está ao lacam-se de todos e o mercado empresarial é por normal mercado Windows.

          • EC says:

            “não é concorrência para jogos” … para já não… mas é uma questão de tempo.
            Também não era para a música portátil (Sony dominava)
            Não era para os telemóveis (Nokia dominava)
            Não era para o relógios (vende hoje mais relogios que todos o fabricante Suíços juntos)

          • Tadeu says:

            A intel não mostra estar completamente à vontade com a Apple!

          • :-) says:

            Não é concorrência para jogos? O mercado de jogos mobile é brutal e a Apple faz parte dele. Se estiveres a falar do mercado desktop, aí já vai ser mais complicado pelo facto do M1 ser ARM.

  2. Secadegas says:

    Se nem o software consegue correr como deve de ser, estas comparações são para rir.

    • Tadeu says:

      ? há imenso software que consegue correr

      • lapizazul says:

        Imenso não significa tudo. Ao contrario dos CPU Intel ou AMD que correm tudo o tipo de software, os M1 não o fazem.

        • Tadeu says:

          Não é preciso correr tudo para se tirar bom proveito!
          Certamente não achas que precisas de correr todo o software do mundo no teu computador, e se imaginas que consegues correr todo o software do mundo num qualquer CPU Intel ou AMD, lamento mas estás enganado.

        • Zé Fonseca A. says:

          É uma questão de tempo, quando a apple mudou de powerpc para intel lançou o Rosetta para emular apps PowerPC no intel.
          Agora podes fazer o mesmo com Intel e Apple Silicon com o Rosetta 2, por isso não sei de que te queixas, tens algum software que não corra no Rosetta 2, ou és afanado da virtualização?
          São periodos de transição de arquitecturas, levam o seu tempo.

    • Crow- says:

      Um grande número de apps já corre nativo no chipset da Apple. E mesmo as que correm em Rosetta 2 algumas correm mais rápido que no processador Intel.

  3. Tadeu says:

    ” macOS 12.4. De salientar, no entanto, que surge com a variante Macbook Pro 18.2, sendo que apenas foram apresentadas as de 14,2 e 16,2.”
    MacbookPro18,2 é uma identificação de geração de modelo, não é uma indicação do tamanho do ecrã! O MacBook Pro com o M1 lançado no ano passado é o MacbookPro17,1
    O estranho é indicar macOS 12.4 quando o macOS 12 só agora é que vai ser disponibilizado.

  4. Gil Reis says:

    aquele marketing do costume, espero que não se venha a saber que houve manipulação nos resultados à semelhança do que já aconteceu no passado

  5. Filipe C says:

    Bem, o M1 ficou no lugar 55 dos processadores de laptop , vamos ver se estes novos M1 conseguem ficar nos 10 mais rapidos do mercado dos laptops.
    Sem duvida que sao imbativeis num grande ponto: eficiencia energetica. com menos TDP conseguem um desempenho bastante bom, que permite mais autonomia e menos calor, no entanto e ao contrario do tipico marketing Apple, nao sao o cpu de portatil mais poderoso do mercado nem pouco mais ou menos. Mas sao uma lição de como com menos uso de energia se consegue um excelente compromisso de performance, e a aposta de CPUs estilo mobile pode vir a dar frutos no mundo dos computadores.

    Claro que é pena ver tal categoria de hardware estar limitado ao MacOS e a um publico mais multimédia e ediçao de foto e video, porque estes produtos a poderem correr em PCs ou portateis com outros SOs que sao mais usados na industria, no mundo da programaçao, e no mundo gaming, eram uma enorme revolução, mas infelizmente são excelentes produtos mas destinados devido às limitações do SO, a um nicho de mercado muito especifico.

  6. Crow- says:

    De referir que em termos de CPU performance o Max e do Pro são iguais, as diferenças estão ao nível do GPU, e a maior memory bandwidth e memory support do Max, assim como o Max suportar 4 displays em vez de 2.

    • Tadeu says:

      não será bem assim! É expectável que haja algumas diferenças na performance do CPU entre o Max e o Pro, isto porque o Max terá o dobro do tamanho de cache de sistema, o que beneficia algumas tarefas ao usar o CPU.
      O aumento da largura de banda da memória RAM também poderá ter alguns benefícios mas imagino que sejam mais raros do que o efeito do tamanho da cache.

  7. Cristina Rodrigues says:

    WTF UM PROCESSADOR PORTATIL COM MELHOR PERFORMANCE QUE O RYZEN 7 5800X?

    Wow.
    Finalmente a apple a inovar.

  8. traveller says:

    Com tanta velocidade e baixo consumo querem ver que isso vai dar para minerar melhor que placas gráficas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.