Quantcast
PplWare Mobile

AirTags: Polícia afirma que involuntariamente a Apple criou um dispositivo de perseguição

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. TraumatologiaeOrtopedia.com.br says:

    Já já irão fazer o air chip e todo mundo vai achar normal…

  2. says:

    “involuntariamente” hahahaha anjinhos.

    • rjSampaio says:

      achas que foi propositado?
      queres acreditar que a apple fez isto para si ou a pedido porque nao conseguem rastriar os proprios equipamentos?

      • says:

        Claro que a Apple fez para si própria. Achas que toda a gente tem um iPhone no bolso? Mas uma airTag na mochila, no carro, nas chaves de casa, nos filhos, isso já sim.

  3. Keyboardcat says:

    Segundo os especialistas da caixa de comentários a polícia não sabe o que fala. Toda gente sabe que as AirTags não são nada inovadoras, visto antes disso já existirem os claramente superiores dispositivos com GPS e cartão SIM.

  4. Unknown says:

    Este dispositivo é um atentado a privacidade… e vindo de uma empresa cuja bandeira é a privacidade. 25 euros permitem localizar carros, pessoas, crianças, com algo bastante dificil de procurar pelo tamanho e que so 20% dos dispositivos moveis no mundo vao alertar de algo, ou seja 80% dos telemoveis que sao Android não têm forma de alertar nativamente para este problema.
    Nem sempre a tecnologia é usada para aquilo a que se destina e a Apple sabe disso, não são precisos estudos para se saber que um dispositivo localizador com boa autonomia e design bem discreto seria usado para o crime.
    A solucao nao é fazer 80% dos telemoveis existentes instalarem uma app para algo que a Apple criou sem pensar, é sim este tipo de dispositivos acabar porque so servem para afetar a privacidade. Numa era cada vez mais digital ate no mundo das chaves de carros e casas, nao me venham dizer que o mundo precisava de um porta chaves com localizaçao, para chaves de casa e afins.

    • Zé Fonseca A. says:

      Ja existem há décadas, e com gps, o que dizes não faz qualquer sentido, inclusive avisam se estiverem perto de alguém sem consentimento dessa pessoa. Uso AirTags em tudo hoje em dia e nos carros tenho sistema com gps integrado com muito mais capacidade de intrusão que um simples AirTag, Chipolo ou outro.

    • Vítor M. says:

      Filipe… aceita que vais passar melhor 😀 andaste a dizer que o dispositivo da Samsung fazia o mesmo, depois la viste que afinal a Apple criou uma rede enorme, única e que engloba funcionalidades únicas, como a deteção do iPhone mesmo desligado ou os AirPods e… vens agora dizer que o AirTag é um atentado à privacidade:D és uma comédia 😀

      • Galo says:

        Vitor M., sim o Galaxy SmartTag+ faz o mesmo…
        …obviamente que numa região onde os idevices sejam mais populares, como nos USA, a rede da Apple será maior…não tem a ver com propriamente com “rede enorme, única e que engloba funcionalidades únicas” criada pela Apple.
        Se numa zona os galaxy forem mais populares, o problema aqui reportados colocar-se-á às SmartTags.
        Se for numa zona onde idevices não sejam os mais populares, esta rede não existem assim como o problema.
        Muito gostas tu de elevar a imarca, é mais forte do que tu 🙂

        • Vítor M. says:

          Repara que nem era para ti e tu não conseguiste, a doença é tal que tu até vieste defender o Filipe. 😀

          Mas não, a conversa não é contigo és uma carta fora deste baralho 😉 . O assunto é com o Filipe que, na altura do lançamento do AirTag (e respetiva análise) veio a terreiro dizer que não era nada de especial que a Samsung tinha igual. Disse-lhe, na altura, que não. Que o sistema da Apple, pela quantidade de iPhones e pelo software desenvolvido (além da Rede Encontrar, a tal plataforma) era algo que nenhuma outra marca conseguiria fazer. Pelo menos para já. A explicação serve para ti também.

          Tecnologia Apple continua a fazer-te muita comichão 😉

          • Galo says:

            Estarei cá sempre (quando deixares claro) para “policiar” 😀

            A diferença para já está no facto da Apple obrigar todos os clientes a ter Apple id, enquanto a Samsung não, pelo que logo à partida a rede da Apple será maior. Essa é “a” diferença. Não queiras passar a ideia de “superioridade” da tecnologia inerente 🙂

          • Vítor M. says:

            É a tal comichão 😀 que a apple te faz.

            Sobre o assunto, a Apple obriga e bem, as pessoas a terem Apple ID, aliás, é uma forma de responsabilizar quem usa de forma errada os AirTags. Ponto favorável para a Apple.

            Depois a plataforma da Apple é muito superior, mas muito, nem é de todo parecida. Além de ter a Rede Encontrar muito enraizado no ecossistema, com vários dispositivos capacitados para serem detetados, ainda introduziu o sistema de deteção nos iPhones mesmo estes estando ou sendo desligados. O que é muito bom.

            Alem disso, o projeto da Samsung não tem qualquer expressão. Assim como deixou de ter o TILE. Isso tem muito a ver pela qualidade deste sistema da Apple, que é muito bem pensado. Claro, é tão bom que pode ser usado para outros fins.

  5. Jota says:

    A polícia diz que foi involuntariamente, eu acho que sempre foi essa a intenção!

  6. Jaime Fernandes says:

    Involuntaria?
    Your personal data is money..!

  7. Ironi5 says:

    Airtitles, samsung tags, android phones, sao tudo devices de perseguição que existem ha 15 anos mas agora a policia acordou! So 15 anos atrasados va la…nem durmo a pensar como vou controlar a minha mulher agora

  8. Strato says:

    A Apple nao inventou este dispositivo, ja existiam muitos identicos no mercado, mas pronto, esta empresa tem as costas grandes e algumas pessoas gostam de destilar o seu odiozinho…

  9. Miguel F. says:

    Recomendo a APP airguard para Android para detectar airtags e reportar

  10. Vitor says:

    Se o problema é saber onde estão as pessoas e as localizar… é melhor arranjar uns pombos e comprar uma casa no meio do nada…

  11. eu2 says:

    Então e se o AirTag apitasse quando o dono tenta localizá-lo?

    • Vitor says:

      o AirTag apita quando nao esta ao alcance do dono… outro utilizador da rede ve uma mensagem a dizer que a airtag de xyz esta ao alcance e a localizacao esta a ser partilhada

  12. Bruno says:

    Nem tenho nenhum dispositivo Apple mas pela mesma lógica os automóveis também foram inventados para poluir.

  13. Inês says:

    A Apple não pode informar quem é o proprietário através do nr de série! O que torna isto ainda pior

    • Daniel Paiva says:

      “A única coisa que podem fazer se o localizador for descoberto é contactar a Apple com o número de série e descobrir quem é o proprietário.”
      Estás a dizer que esta afirmação no artigo não é verdade?

  14. Filipe says:

    Mas qual “comichão que a apple faz”? Só este facto “deteção do iPhone mesmo desligado” já vos deveria deixar com a pulga atrás da orelha. Mas fazer querer que a apple é a melhor marca do mundo e arredores está acima de toda a coerência.

  15. Jorge Gomes says:

    Este é um falso problema, pois bastaria reduzir o raio de ação do produto, e o impacto já não era o mesmo. Realçou que existe um produto português – Lapa , com muito sucesso embora com menos notoriedade que a Apple ! 🙂

  16. Jorge Gomes says:

    Este é um falso problema, pois bastaria reduzir o raio de ação do produto, e o impacto já não era o mesmo. Realçou que existe um produto português – Lapa , com muito sucesso embora com menos notoriedade que a Apple ! 🙂

  17. eu says:

    todos estes dispositivos podem ser usados desta forma, não e exclusivo dos airtags

  18. Luís Oliveira says:

    Mais publicidade gratuita para a Apple…. Mas desde quando é que isto é novidade??! Antes da Apple lançar essa treta já o AliExpress estava carregado de dispositivos idênticos aos anos….

  19. Jonhy says:

    Grande coisa ..um simples celular com conta google activa e escondido no carro, dá pra saber onde anda …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.