PplWare Mobile

O Windows desde… sempre! – Parte #7 (Windows 2000 / NT 5.0)


O gosto pela tecnologia despertou sentimentos únicos que levaram a escrever umas palavras e a premir o obturador.

Destaques PPLWARE

  1. Sun II says:

    “Desta versão em diante, dentro das versões NT, considero que o “campeonato” aumentou consideravelmente de nível e os contornos principais são já bastante semelhantes com o que usamos hoje dia (e já foi há 10 anos!).”

    Esta serie de postes está simplesmente espetacular.
    Assistir assim à evolução do Windows. Como a vivi, não tinha bem noção do espaço temporal. É como se o 2000 ainda estivesse bastante presente.

    Sinceramente, vendo assim, arrisco-me a dizer que a Microsoft apesar de todas as criticas até deu uns valentes e grandes passos na evolução do Windows.

    (10 anos? já? bolas…)

    • Vítor M. says:

      É verdade. O tempo passa muito rápido, mas eu ainda tenho um servidor a funcionar desde 1998 com o NT4… sempre ligado, 365 dias por ano, 24 horas por dias, 7 dias por semana.

      Noutro servidor já passou o Server 2000, depois o Server 2003 e neste momento tem o Server 2008.

      O tempo passa de facto. 🙂

  2. arkan says:

    oh saudade….q nao tenho do win2000 e winME

  3. Antonio says:

    Para mim foi o o melhor sistema operativo que a Microsoft lançou, ainda que o 7 com um ou dois service pack talvez se aproxime.

    Robusto, consumia pouca memória entre outras particularidades. Outra coisa: ainda é utilizado hoje em milhares de caixas multibanco.

    Viva o win 2000!

  4. Lycanthrope says:

    Boas, tenho acompanhado com muita satisfação os posts do “windows desde sempre”. Visto que só utilizei o 95, 98, XP, Vista e 7, tem havido algumas surpresas :).

    Não sei se já foi dito aqui, se sim desculpem lá. Mas depois era óptimo se pudessem fazer a seguir ao windows, o MAC OS e o Ubuntu (p.e.). O prob do MAC é que secalhar não iriam puder disponibilizar as imagens para VB, mas não há mal, só de saber a evolução por mim seria bom 🙂

    Cumps e keep up the good work

  5. Jose says:

    Este também é um dos melhores, que a Microsoft lançou.

    Até hoje os melhores SO’s da Microsoft são:

    Windows 2000, XP e 7.

  6. Ivo says:

    E uma análise ao Windows ME??? Tanta dor de cabeça me deu..

  7. BlinZk says:

    Grande versão! Fui uma das que mais gostei!!

  8. Ricardo O. says:

    Boas,
    Mais uma vez bom artigo hugo continua ! 😉

  9. viperbruno says:

    Foi neste momento em que se ficou a conhecer a sigla NT por Nice Try. Lançar um produto a saber-se que tinha 65000 falhas, era mesmo falta de concorrência na altura (a Apple estava adormecida pelos motivos que conhecemos e Linux nunca vingou, apesar da própria MS ter feito um Windows baseado em Linux que nunca foi para a frente)…

    Dez anos passados, foi o tempo necessário para que finalmente se lançasse algo em condições de origem, sem necessidade de estar a espera de um SP, sim falo do Windows 7. Esperemos que não se volte a estes tempos (Windows 2000, XP, Vista – mais estáveis e/ou seguros (acho que apenas o Vista o foi em relação aos antecessores) em cada versão mas menos “polidos”).

    Em relação ao artigo acho que faltou uma referencia deste genero:

    “Nesta edição também foi implementada a ideia de Serviços (ou Processos), no qual o sistema operacional trabalha a partir de serviços, tendo assim menores chances de travar, pois era possível reinicializar apenas um serviço ao invés da máquina por inteiro.”

    De resto, mais um artigo espetacular que serve para relembrar e/ou saber como foram os antecessores do Windows para quem não teve a oportunidade de mexer nestes super PCs da altura :p

  10. DoContra says:

    Tenho neste momento uma “cobaia” (PC 933MHz / 512Kb RAM / HDD 60Gb / gráfica Intel 8Mb) em que instalei ontem o Windows 2000 Professional SP4 e até voa!

    Vou meter-lhe um segundo HDD, instalar lá o Mint 9 “Isadora” (dual boot com o W2K)e fazer alguns testes comparativos.

    Uma coisa já sei: em Windows consigo “sacar” da gráfica (monitor Samtron 15″) 1027×768 / 16bit color / 75Hz enquanto que em Linux (Ubuntu 10.04 ou Mint 8) nunca consegui passar dos 800×600 / 60Hz. Há algum motivo para o Linux não conseguir “puxar” mais pela gráfica, ou é mesmo falta de drivers?

  11. 2000Fan says:

    Só uma expressão “O melhor de sempre!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.