Quantcast
PplWare Mobile

Tags: regolito

A NASA está a comprar pó da Lua, o Regolito, por 1 dólar

A NASA fechou contratos com quatro empresas na quinta-feira para recolher amostras lunares. Pelo solo lunar recolhido, a agência espacial norte-americana vai pagar de 1 dólar a 15.000 dólares. Estes “preços baixos” visam abrir um precedente para a futura exploração de recursos espaciais pelo setor privado.

O regolito que será recolhido nos próximos anos será usado para preparar a missão Artemis.

A NASA está a comprar pó da Lua, o Regolito, por 1 dólar


Missão espacial chinesa chega ao destino e envia fotos a cores da Lua (vídeo)

No passado dia 23 de novembro, a China enviou para a Lua uma sonda que tem como objetivo recolher material da superfície lunar e regressar à Terra. A Chang’e-5 pousou suavemente na terça-feira no Oceanus Procellarum. Depois de conseguir algo marcando quatro décadas de exploração lunar, a sonda começou a transmitir para a Terra imagens a cores do processo de alunagem.

Esta missão irá recolher dados do solo lunar que a China usará para as suas futuras missões ao satélite natural. Há já imagens interessantes da ação dos equipamentos a perfurar a Lua.

Imagem da Lua a cores da sonda da China


NASA dá 150 mil euros a quem consiga resolver um problema “poeirento” da Lua

A superfície da Lua está coberta por uma poeira estranha e “pegajosa” que se agarra a tudo à sua volta. Conforme já foi anteriormente referido, este pó, à primeira vista inofensivo, ao microscópio revela-se, grão a grão, tremendamente afiado e áspero como uma lixa. O grão é tão pequeno que se entranha em qualquer canto ou recanto dos fatos dos astronautas. Além disso, provoca um cheiro estranho e leva as pessoas a espirrar compulsivamente.

Assim, para tentar resolver este problema, a agência espacial dos EUA oferece 180.000 dólares a estudantes universitários que proponham ideias para proteger as missões espaciais do pó da Lua.

Imagem astronauta da NASA na Lua e o pó do solo lunar


ESA quer fazer bases na Lua a partir de urina de astronauta

Soa estranho, parece estranho e é mesmo estranho! Contudo, recentemente foi publicado um estudo que revela que uma combinação de chichi e solo lunar pode fornecer material de construção adequado para os viajantes espaciais. Sabemos de antemão que no Espaço nada se perde e tudo se transforma.

Depois de usarem o chichi dos astronautas para converter em água potável, agora este fluído humano tem outra serventia.

Imagem de astronauta na base da Luna que usará a sua urina para construir


Cientistas da ESA criam método para extrair oxigénio do pó da Lua

A NASA quer já em 2024 fazer pousar um homem e uma mulher na superfície da Lua. Assim, depois da missão Apollo 17 em 1972, a Artemis colocará dois astronautas no solo lunar. Nesse solo existe regolito, um pó que a ESA acredita poder ser usado para retirar oxigénio.

A Lua poderá ser a base de abastecimento das futuras naves a caminho de Marte. Pelo menos a agência espacial europeia pensa assim.

Imagem de base na Lua que NASA e ESA querem criar