Quantcast
PplWare Mobile

Tags: NOS

MEO, NOS, Vodafone poderão oferecer pacotes “low cost”

A oferta de “pacotes de comunicações” em Portugal não é muito diversificada, pelo menos ao nível do preço. De acordo com os dados da Anacom, cerca de 78% das famílias portuguesas têm contratado um “pacote de comunicações”  mas os clientes não têm pacotes à medida daquilo que necessitam ou realmente utilizam.

Mas tal cenário pode vir a mudar brevemente e as principais operadoras nacionais poderão vir a disponibilizar pacotes low cost.

tv_03


Preços das chamadas da MEO, NOS e Vodafone vão aumentar

Ano novo… preços novos! Com a chegada de 2016, aumenta já em Janeiro o salário mínimo, fixando-se nos 530€, mas aumentam também os transportes públicos, as portagens, a água, electricidade, gás, leite, pão e as telecomunicações.

Ao nível das telecomunicações os preços vão aumentar significativamente, podendo chegar aos 4%.

preços_02


Depois da Vodafone, NOS lança canais 4K

O 4K é definitivamente a tendência para o segmento televisivo no mundo e Portugal não deixa passar essa oportunidade de igualmente oferecer conteúdos numa resolução extrema, onde somente alguns equipamentos estão preparados (ainda) e que só alguns operadores estão aptos a fornecer essa resolução.

Depois da Vodafone ter anunciado o primeiro canal com qualidade 4K, a NOS vem agora lançar também a sua oferta 4K.

pplware_nos4k_00


NOS lança novo tarifário “Tudo” – Internet sempre à mão

A NOS lançou, durante o dia de hoje, um novo tarifário pré-pago, designado de “Tudo”, que inclui Internet móvel.

Este é o primeiro tarifário da operadora no segmento dos pré-pagos que inclui 500 minutos de conversação, SMS ou MMS, para todas as redes (fixas e móveis), variando apenas a dotação de tráfego de internet: 200 MB (9,90 euros/mês), 500 MB (12,90 euros) ou 1GB (16,90 euros).

 

NOS_03


NOS é a operadora com mais queixas

A Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) recebeu 78.239 reclamações em 2014, mais 8,9% do que no ano anterior. A maioria das reclamações, 66.017, respeita aos serviços de comunicações eletrónicas (84,4% do total), que aumentaram 13,4% face ao ano anterior.

A Operadora NOS é a que reúne mais queixas junto da ANACOM.

NOS-1024x564