PplWare Mobile

Apple pode estar prestes a entrar na lista negra da China


Imagem: Yahoo

Fonte: Bloomberg

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Sxac says:

    “… Vale relembrar que o governo Americano pode legalmente requerer, a qualquer momento, que a Apple, Google, Microsoft, colabore com as entidades estatais.”
    Convido-vos a descobrirem as diferenças, com o post do Bacelar.

  2. Jacs says:

    n pode não.

    • mad says:

      olhe que até pode, o exemplo é a restrição imposta pelo fed act do trump que impede as empresas americanas de fazer negocio com o huawei, não estamos a ver nenhuma empresa a se opor judicialmente a esta imposição do governo dos estados unidos assim elas estão a colaborar porque se fez uma lei que teem de cumprir.

        • MarioM says:

          E não só com o argumento que o Trump usa sobre a Huawei pode ser usado sobre qualquer empresa da UE, ou do Japão que ele considere prejudicial aos USA os USA a fazer chantagem, manipulação e controle.
          Aquilo que acusam a China os USA estão a fazer o mesmo só não vê quem não quer

          • Gevanildo Mendes says:

            Os EUA, vigiam, manipulam dados e invadem a privacidade não respeitando a soberania de ninguém na maior cara dura. Lembrem das armas de destruição do Iraque e o caso envolvendo a NSA

          • Paulo Pereira says:

            Ainda bem que a China não tem lá uma NSA para nos espiar a todos. A China é uma democracia tão avançada, mas tão avançada, que não faz espionagem 🙂

  3. Fixo says:

    20% das receitas da Apple de 2018 vieram da China. E o iPhone representou 60% das receitas da Apple.
    Como os iPhones são fabricados na China a Apple deve lá deixar uma grossa maquia.

    Não acredito que a venda de iPhones venha a ser proibida pelo Governo chinês. Mas os chineses são nacionalistas, pode ser organizada uma campanha de boicote de retaliação, mesmo que não seja, formalmente, ordenada pelo governo.

    • Daniel says:

      Grossa maquia… ingénuo. Achas que se deixasse uma tão “grossa maquia” (e não fosse substituível) a fábrica da Foxconn em Shenzhen teria uma tão alta taxa de suicidios? Viste o video dos jornalistas infiltrados? Pois, também achei que não. O que a fábrica não fabricar para a Apple, altera a produção para outra qualquer empresa, tão simples quanto isso.

      Eu duvido que venha a ser proibido, mas não tenho a mínima dúvida que se for preciso o governo Chinês proiba produtos Apple e nem sequer pestaneje ao fazê-lo. Eles baniram reciclagem de lixo (que consequentemente agora foi retornado pela Malásia aos países provenientes) e era um negócio bem mais lucrativo (e debatívelmente igualmente poluente).

  4. R!cardo says:

    RIP Apple

  5. Albano Silva says:

    Se a China e não só, proibirem a Apple, lá se vai o Trump…

  6. Necro says:

    Este Trump nem deve perceber que ao proibir a venda de produtos e serviços americanos às empresas chinesas está a prejudicar as vendas e a economia americana também – hoje vivemos numa economia mundial, um smartphone pode ser fabricado na China mas é composto por hardware e software de empresas presentes em vários continentes. Empresas chinesas que ele acusa sem provas, quando existem tantas provas que os EUA espiam todos os outros países, inclusive os seus aliados…

    • Gevanildo Mendes says:

      Quando o mundo estiver com todos seus equipamentos ligados por redes 5G, desde carros, edifícios inteiros(dos elevadores, serviços de segurança, às cafeteiras), relógios e etc, aquele que controlar essa tecnologia terá o controle da vida de todos. Por isso os EUA estão tentando derrubar a concorrência para ele deter todo esse controle de massa. Nesse cenário os EUA, China e Rússia(talves a Índia no futuro) serão os únicos países livres de influência externa, o resto ficará a mercê dessas potências

  7. Albano Silva says:

    Se a China e não só, proibirem a Apple, lá se vai o Trump…

  8. Jorge Rodrigues says:

    Os Americanos andam cada vez mais burros e o seu presidente é um excelente exemplo de que burro + burro não há….
    Com tanta mariquice sem nexo habilitam-se a arranjar uma guerra tecnológica da qual não sobreviverão…
    Havia de ser hilariante ver um iphone feiro nos EUA sem qualquer input dos chineses, seja para componentes ou matéria prima… se a ser feito na china custa + de 1 100 € então feito nos EUA custaria o quê ? o triplo, quadruplo?
    Eles que não se deixem de manias e teorias que vão ver como a musica toca.

    • MarioM says:

      Acho que tens razão e o Trump o que fez a Huawei levanta a antenas a muita gente todo os software é quase USA e estas proibições vão provocar a criação de SO alternativos, o Trump abriu uma cx de surpresas e pode vir a constituir um tiro nas empresas de software dos USA a pressa e a ignorância é mãe de todas as asneiras, e posso estar enganado mas os chineses quando responderem ao Trump vai cheque mate.

      • Rui says:

        Foi exatamente o que disse noutro post… Estás decisões vão abrir os olhos dos chineses… O monopólio de software made in USA Vai estar seriamente em perigo… Aliás acho que já não há volta a dar… Os chineses não vão querer mais estar nas mãos de decisões de políticos tipo Trump.

    • Jorge Carvalho says:

      “Havia de ser hilariante ver um iphone feiro nos EUA sem qualquer input dos chineses, seja para componentes ou matéria prima”

      Como por exemplo ?

      Abc

  9. pedro passos coelho says:

    Esta brincadeira dos estados unidos vai-nos sair do bolso. Em vez de investirem no 5g tentam condicionar a concorrencia que está a anos-luz. Só porque vão perder o control do mundo digital.

  10. sakura says:

    Bloquear a apple para que… se eu la estivesse era mais divertido bloquaer o asseco a Alibaba Cloud, e ver a apple a pagar 10x? mais em servicos cloude a google era uma samgria em custos de operar na China, mais com a minha “Great Firewall of China” até me portava bem ao estilo “net neutrality” como na UE.
    aah.. afinal não á proplema … acho que o iTumes vai acabar.

  11. João Paulo says:

    Apple está banindo hawei, combinado com dolnad Trump porque hawei está com tecnologia melhores

    • Francisco Pinto says:

      Lol.

      Huawei com tecnologia melhor….. 🙂

      É tam melhor que se isto for avante a Hawei deixa de ter tecnologia para fazer um smartphone..

      -Dexia de ter acesso a ARM-
      – Dexia de ter acesso ao Wi-Fi
      -Deixa de ter acesso ao Bluetooth
      – Deixa de ter acesso aos SD
      – ETC
      TUdo tecnologia Hawei…ups ups

      • Gevanildo Mendes says:

        São esses monopólios que estão atrasando nosso desenvolvimento tecnológico, deixando de investir em novas tecnologias. O SD a Huawei já não precisa mais (e acredito que pouca gente precise), para o ARM já existem outras opções, para o wifi e Bluetooth já faz tempo, só não é adotado pela indústria justamente pela tendência imposta por algumas empresas. Espero que essa guerra entre EUA e China seja útil para trazer novas e mais avançadas opções ao mercado

        • Francisco Pinto says:

          Isso até pode ser verdade.

          Agora realidade é que sem essas tecnologias a huawei não tem como desenvolver um smartphone competitivo e ao ter de adotar outras tecnologias vai ficar isolada. Depois nenhuma delas está pronta para ser usada de um dia para o outro 🙂

  12. Cortano says:

    “vingança”, ainda que tentadora, significaria que os iPhones deixariam de ser produzidos na China. As consequências de tal para a economia do país são óbvias e traduzir-se-iam em vagas de novos desempregados.”

    A Apple mesmo que mude a produção de pais continuará a depender da China.
    O autor que se informe melhor sobre o impacto dessa eventual mudança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.