PplWare Mobile

Tags: China

Depois da Huawei, governo dos EUA boicota empresas chinesas de supercomputadores

O impasse comercial entre os EUA e a China continua, depois de ter culminado com o bloqueio à Huawei. O mais recente boicote do governo dos Estados Unidos é referente a empresas de supercomputadores chinesas.

O departamento comercial dos EUA indicou na passada sexta-feira que empresas chinesas de supercomputadores não poderão comprar componentes a empresas americanas sem a autorização do governo.


Apple pode deslocar até 30% da produção para fora da China

A Apple está a ponderar mover entre 15 a 30% da produção de hardware como o iPhone e os Mac para fora da China. A hipótese é agora avançada pela agência Nikkei, tendo a fabricante de smartphones iOS pedido aos seus parceiros, a Foxconn, Pegatron e Winstron para avaliar a exequibilidade de tal medida.

É, portanto, o mais recente capítulo na escalada de tensões entre os EUA e a China.

Apple Tim Cook iPhone China EUA smartphones iOS mac Huawei


Telegram acusa a China de ser responsável por poderoso ataque DDoS

O fundador do serviço de comunicações instantâneas, Pavel Durov, apontou o dedo à China, imputando-lhe a culpa por um recente e “poderoso ataque DDoS”. O Telegram, plataforma rival do WhatsApp, foi alvo de um ataque em larga escala, mas para o executivo não há grandes dúvidas quanto à sua autoria.

Com a maioria dos endereços de IP a serem oriundos da China, eis o que sucedeu.

Telegram WhatsApp ataque DDoS China


Huawei: a ameaça para a segurança é fruto da sua escala, diz estudo

O risco colocado para a segurança nacional dos EUA pela Huawei está intrinsecamente ligado à escala da empresa. De acordo com uma análise à fabricante de smartphones Android por parte da agência Recorded Future, este é a principal causa para o “perigo” representado pela tecnológica sediada na China.

Este estudo toca em alguns pontos cruciais, sobretudo na organização empresarial da Huawei.

smartphones Android Huawei China


China já tinha alertado a Huawei dos possíveis caprichos dos EUA

Com o futuro cada vez mais incerto, a Huawei vê-se cada vez mais encostada contra a parede. Assim sendo, a fabricante de smartphones Android sediada na China passará, já em 2019, a ser uma fabricante Oak OS, apelido dado ao seu sistema operativo, a solução in extremis perante o bloqueio total dos EUA.

De igual modo, os seus objetivos de superar a Samsung já foram descartados e o pior está para vir…

Huawei Smartphones Android EUA China