Quantcast
PplWare Mobile

Tesla Model Y traz uma bomba… que ninguém contava!

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. vestel says:

    Vitor, parece-me que não interpretaste bem o conceito de bomba de calor….. O manual não coloca a bomba, mas sim o compressor HVAc perto do motor dianteiro..O efeito de bomba de calor, é motivado por uma pequena peça que altera a pressão de funcionamento.

    • Vítor M. says:

      Hmmm, segundo o que eu percebi, é que foi descoberto que a Tesla descreve no manual explicitamente uma bomba de calor como parte do sistema HVAC. A fonte de calor onde esta bomba atua, poderá (que não está explicito) ser perto do motor dianteiro. Não será isso?

      Se a bomba de calor faz parte do sistema HVAC, sim estará tudo perto do motor dianteiro. Aqui a referência à localização da peça tem a ver com a tal possível fonte de calor agora com este componente dedicado. Pelo menos foi assim que interpretei.

    • Daniel says:

      Não altera a pressão , altera o sentido de circulação do gás. Por isso é que um chiller é também uma bomba de calor , não deixando de ser um compressor

  2. vestel says:

    E foi bem interpretado… É um pouco dificil exlicar isto por poucas palavras, mas para ser mais facil de entender, o principio é o mesmo do ar condicionado residencial, que faz calar no inverno e frio no verão. Como o carro eletrico não pode aproveitar o calor da água de arrefecimento do radiador, ele vem de outro lado, do compressor HVAC, que nos carros de combustão, apenas fazia frio. Acho que assim, em poucas palavras, dá para entender.

  3. falcaobranco says:

    Para leigos… lembram-se dos carros antigos que tinham um tubo que vinha dos colectores de escape?

    Esse tubo ajudava a aquecer mais depressa o carro nos dias mais frios…

    Esta bomba de que a Tesla fala é nesse sentido… é mandar o calor para peças mais frias para que uma peça não esteja a 5ºc e a outra esteja a 30ºc… perceberam?

    • Sérgio Salgado says:

      Não é bem assim. Uma bomba de calor (em inglês heat pump) é um dispositivo termodinâmico constituído por um evaporador, um condensador, um compressor de fluido frigorigénio e uma válvula). Através da circulação do fluido frigorigénio dentro deste sistema (entre o evaporador e o condensador, por acção do compressor), consegue-se que o fluido absorva calor do meio envolvente (o ar) no evaporador (por mudança de fase do estado líquido para o gasoso) e o liberte no condensador para o ar (novamente por mudança de fase, do estado gasoso para o líquido), aquecendo assim a bateria por um sistema de tubos e ventilador. Este é o princípio de funcionamento de um vulgar ar condicionado ou um frigorífico. A grande vantagem deste sistema é ser muito mais eficiente do que uma resistência eléctrica, não necessitando de tanta energia eléctrica para obter calor. Tipicamente consegue-se obter 4 a 8 vezes mais calor com a mesma quantidade de energia eléctrica que seria absorvida por uma resistência eléctrica.

  4. Paulo Lagarto says:

    Uma bomba de calor é um dispositivo reversível no aquecimento/arrefecimento neste caso com recurso a um compressor de gás, ou seja, se estamos a aquecer no interior, estamos a ir buscar a energia ao exterior, assim temos ar frio a ser libertado, que pode servir para arrefecer o(s) motores. Se queremos arrefecer no interior, temos que liberar o calor (energia) no exterior, e aqui é que é o problema, pq nesta altura tb deveríamos arrefecer os motores! Contudo é um sistema mais económico em energia, só gasta o compressor, mas as temperaturas ideais têm os seus limites, pq no verão com temperaturas extremas no exterior torna-se difícil arrefecer o interior e libertar a energia nesse exterior, e vice versa! Ficamos que funciona muito bem em climas amenos.

  5. Paulo Lagarto says:

    Uma bomba de calor é um dispositivo reversível no aquecimento/arrefecimento neste caso com recurso a um compressor de gás, ou seja, se estamos a aquecer no interior, estamos a ir buscar a energia ao exterior, assim temos ar frio a ser libertado, que pode servir para arrefecer o(s) motores. Se queremos arrefecer no interior, temos que liberar o calor (energia) no exterior, e aqui é que é o problema, pq nesta altura tb deveríamos arrefecer os motores! Contudo é um sistema mais económico em energia, só gasta o compressor, mas as temperaturas ideais têm os seus limites, pq no verão com temperaturas extremas no exterior torna-se difícil arrefecer o interior e libertar a energia nesse exterior, e vice versa! Digamos que funciona muito bem em climas amenos.

  6. iSad says:

    Tendo em conta o que se passa no present podem meter a bomba onde o Sol não brilha.

  7. Manuel Fonseca says:

    E fantástico o alarido que se da a uma marca que não tem uma rede de concessionários ou qualquer tipo de logística de apoio ao cliente. Para se efectuar a manutenção e/ou resolução de uma avaria tem de se enviar a viatura para Lisboa ou Madrid!
    Ja para não falar na qualidade de construção e dos materiais aplicados equiparados a um veiculo da gama de de pequenos familiares (tipo Opel Astra ou Ford Focus) mas a um preço de uma marca Premium…
    Enquanto que o tempo de vida de um motor de combustão interna tem uma viabilidade de 20 anos a mesma utilização de um Tesla poderá chegar eventualmente ao 10 anos sendo que depois disso, o custo da troca do “motor” / baterias tem um custo tao ou mais elevado do que uma viatura nova!
    Apoio o investimento de alguns nestas tecnologias que poderão virar o mundo automóvel da combustão interna para eléctricos mas não entendo como podem equiparar a qualidade de construção e prazer de condução de qualquer outra viatura de preço equivalente e dizer apenas que a TESLA e melhor! Incrível o que o Markenting consegue fazer a maioria das mentes humanas…

    • IonFan says:

      Já conduziu um Tesla?

      • Manuel Fonseca says:

        Ja. Um Model S 100d e um Model 3. O interior do Model 3 equipara-se a um Focus e o Model S a um Octavia.
        O conforto e idêntico a estas referencias, dando ainda como exemplo o interior de um Peugeot 508 tem mais qualidade e conforto que um Model S mas o preço não.
        Volto a referir que apoio totalmente o investimento dos cidadãos na eletrificacão do automóvel como apoio ao desenvolvimento desta solução que acredito ser o futuro da industria mas apelidar a Tesla como um excelente fabricante, isso já e pura idiotice pelas razoes enumeradas acima e muitas outras que não vale a pena mencionar aqui.

        • IonFan says:

          Reservo me ao direito de não acreditar que já conduziu um Tesla. Digo isto porque a descrição que faz não é compatível com a minha experiência, e eu tenho conhecimento na primeira pessoa. Tenho um Tesla Model 3 e já tive um Opel Astra e, inclusivamente, fiz um test drive no novo antes de optar pelo Model 3. O Model 3 está a anos luz do Astra em termos de performance, conforto e materiais.

          Se acha que o que faz um bom veiculo são os materiais e acabamentos, aconselho-o a visitar o Museu dos Coches. Vai certamente encontrar veículos excepcionalmente bem construídos e apenas com os materiais de primeira.

          Na minha opinião, os seus comentários demonstram um profundo desconhecimento sobre o assunto dos veículos eléctricos e acho mesmo que a sua opinião é apenas baseada em noticias e artigos sensacionalistas e imprecisos.

          Ainda que tenha muito para melhorar, penso que é unânime que, neste momento, a Tesla é a melhor fabricante de veículos eléctricos.

          Pode não concordar, mas é a minha opinião.

        • luis araujo says:

          É só rir. Equiparar o interior de um m3 a um focus é estar a subvalorizar o focus que é superior nesse campo. Por alguma razão sou proprietário de carro eléctrico e me recusei determinantemente a comprar um Nissan em 2017. É inconcebível o custo do veículo versus o conforto e qualidade oferecidas. Só mesmo de quem não conduziu carros de valor equivalente é que pode falar isto. E não ao contrário. Quanto à Tesla, reconheço o esforço, o software, mas nem o comercial sabe responder sobre o consumo do veiculo em kWh por cada 100km.

          • IonFan says:

            Claro, um Focus, ainda por cima um carro Americano tal como o Tesla. Tal como a maioria dos que vêm para aqui comentar, nunca deve ter entrado num Tesla…

            Vá lá perguntar ao vendedor da Ford se sabe quantos litros é que o Focus gasta aos 100km na realidade. É o mesmo em todo lado, a diferença é que o comercial da Tesla não o quis enganar com um número de uma qualquer homologação.

            Mas vou voltar a dizer o mesmo. Se acham que um bom carro é aquele que tem mais botões ou é todo forrado a cabedal, força, vão lá comprar os Focus! Ninguém vos obriga a comprar Tesla…

  8. paulo g. says:

    O Zoe também tem uma bomba de calor, mas apenas “substituir” o ar condicionado.

  9. Dani Silva says:

    Este modelo (Y) é simplesmente o melhor carro do mercado europeu. Depois de passar esta fase do vírus, vai vender que nem papel higiénico!

    • O que é "melhor"? says:

      LOL. Estás a ser sarcástico, não? Se não estás passa no stand da Porsche e dá uma olhada no Taycan se quiseres ver um EV de qualidade. Ou passa na Mercedes e dá uma olhada no EQC400. E depois “melhor” é um conceito muito vago. O que é “melhor” para uma família pode não o ser para um tipo solteiro que goste de velocidades…

      • IonFan says:

        O que é o EV de qualidade? Para mim, a qualidade de um EV mede-se pela tecnologia das baterias e motores, eficiência, performance (embora mais discutível) e, o mais importante, a autonomia e velocidade de carregamento (em km/h e não em kW).

        Ou seja, para mim o Model Y é efectivamente o melhor EV do mercado.

        Se dás mais importância a outros factores, gostava de perceber quais e quais os EV melhores do que este nesses mesmos factores.

        • Especificações vs. Qualidade says:

          Pois, mas isso são especificações técnicas. Um veículo pode ter as melhores especificações do mercado que ficam muito bem no papel, mas que no mundo real são irrelevantes se o produto não funcionar como se espera. Qualidade é algo diferente. Se eu sair do stand e o carro fizer ruídos parasitas, ou deixar entrar água pelas borrachas das portas, ou a pintura evidenciar defeitos e não tiver assistência do fabricante, etc. isso é falta de qualidade. Um veículo eléctrico é antes de mais um veículo. Como tal posso medir a qualidade do veículo avaliando factores como qualidade dos materiais usados, durabilidade dos mesmos, construção, etc. Em relação ao meio utilizado para a deslocação do veículo, existem vários, como sabemos. A tua admiração pessoal pelos produtos da Tesla faz-te perder a objectividade no julgamento. O Y poderá ser um bom veículo, mas afirmar que é o “melhor” EV do mercado é exagerado. Convém que tenhas dados concretos que suportem essa afirmação. Tens esses dados? Foi feito esse estudo? Podes partilhar as tuas fontes? Porque eu genuinamente gostava de os consultar. Se forem as tretas habituais do Marques Brownlee escusas de nos maçar.

          • IonFan says:

            E pronto, tinha que vir o fantástico e absolutamente coerente argumento de que ser fã faz perder a objectividade no julgamento…

            Eu comprei um Tesla porque fiquei fã e fiquei fã depois de um julgamento objectivo. Não sou fã porque comprei um e agora quero convencer-me que fiz a melhor escolha. Eu sei que isso é o mais normal por aqui, mas eu não o faço.

            Apesar de não ter razões de queixa acerca de ruídos parasita, entrar agua ou da qualidade da pintura e, da única vez que usei a assistência (mudar os filtros do habitáculo), ter tido uma experiência 5* (foi feito sem me deslocar sequer), sei que há gente com razões de queixa. Também sei que nas outras marcas existem os mesmos tipos de queixas, e basta confirmar nos fóruns e grupos dedicados. Não podemos é pensar que as queixas em fóruns e grupos nas redes sociais, que funcionam como caixas de eco, representam uma amostra fiável.

            Eu já disse o qu,e para mim, é um EV de qualidade e, por isso, acho que o Model Y é o melhor. Baseio-me em dados concretos, anunciados pelos fabricates e validados na homologação.
            Podes ler sobre o assunto aqui: https://thespring.io/tech/tesla-efficiency-the-gold-standard/
            Também podes dar uma olhadela nesta tabela: https://external-preview.redd.it/lMOq49OaMPTJ-kwogwmdmj36g9jUDDsLLIt8GdAT84c.png?auto=webp&s=98d03a477eb416ccc96ab203c7aaa09cd05b7ee3

            Mas se achas que a qualidade se mede em ruídos parasita e que se um carro não os tiver até pode gastar o dobro e fazer metade dos kms com uma carga, então força, compra um EQC ou um Taycan!

          • Daniel says:

            Se o automóvel faz X km em vez de Y então é um dado quantitativo e não qualificativo e isto é tudo dado na escola . Qualidade e quantidade são palavras distintas e a homologação e dados de fabricante não o definem também . Só o feedback do seus utilizadores é que poderá representar a qualidade do mesmo

      • Daniel says:

        Não se esqueça do factor preço . Face ao preço é o melhor mas não o melhor sem olhar a preço

      • Paulo Santos says:

        EQC400? É para rir, só pode. Autonomia fraquíssima e limitação de velocidade a 180Km/h.
        Porsche é demasiado caro para a autonomia que oferece, mas compreende-se pois é um carro com um público muito fiel com a marca.
        Agora o Mercedes?

        • Para rir... says:

          Podes rir o quiseres… Mas de qualquer forma dá uma vista de olhos nos videos, ou ao vivo se puderes. Se continuares a ter vontade de rir tanto melhor!

          Mercedes EQC 400 4Matic 300kWh – 408cv 5,1s 0-100km/h 180 km/h. Autonomia 417km (WLTP) Bateria 80kWh. Preço: Desde €78 500.

          • Paulo Santos says:

            Meu caro, como proprietário de um E220cdi, um E300 hybrid e um E350 coupé, a primeira opção de compra obviamente que caiu no EQC. Até fiz simulação de compra e ficaria em 96k. Mas para quem faz cerca de 300km por dia, essencialmente em AE, obviamente que os km anunciados nunca chegariam., o que está demonstrado em vários testes que fizeram.
            Por isso digo e repito, o EQC da Mercedes é uma anedota. Da mesma forma que vendem os interiores à Tesla para o model S e X, de início poderiam equipar o EQC com baterias e motores Tesla.

  10. Sérgio Salgado says:

    Uma bomba de calor (em inglês heat pump) é um dispositivo termodinâmico constituído por um evaporador, um condensador, um compressor de fluido frigorigénio e uma válvula). Os nossos frigoríficos caseiros ou o ar condicionado presente nas nossas viaturas ou casas funcionam segundo esse principio., pelo que não é de todo novidade a sua utilização num carro. Através da circulação do fluido frigorigénio dentro deste sistema (entre o evaporador e o condensador, por acção do compressor), consegue-se que o fluido absorva calor do meio envolvente (o ar) no evaporador (por mudança de fase do estado líquido para o gasoso) e o liberte no condensador para o ar (novamente por mudança de fase, do estado gasoso para o líquido), aquecendo assim a bateria por um sistema de tubos e ventilador. Este é o princípio de funcionamento de um vulgar ar condicionado ou um frigorífico. A grande vantagem deste sistema é ser muito mais eficiente do que uma resistência eléctrica, não necessitando de tanta energia eléctrica para obter calor. Tipicamente consegue-se obter 4 a 8 vezes mais calor com a mesma quantidade de energia eléctrica que seria absorvida por uma resistência eléctrica.

    • Paulo Lagarto says:

      Uma bomba de calor não é a mesma coisa do nosso frigorífico, ou seja, uma bomba de calor através da válvula inversora tem a capacidade de inverter o ciclo de aquecimento/arrefecimento, coisa que o nosso frigorífico não tem, isto porque se tivesse seria possível aquecer no interior e arrefecer cá fora. Nos veículos a combustão, temos a vantagem de ir buscar a energia necessária para aquecer no interior em dias frios, ao motor, pela libertação de calor (perda energética) na combustão, já nos veículos eléctricos o aquecimento libertado pelos motores não é suficiente para aquecer no interior em tempo frio, assim, a solução é recorrer a resistências elétricas, que gastão muito mais energia, ou utilizar o sistema de bomba de calor, muito mais eficiente. Mas continuo a dizer que funciona bem em dias amenos, e não em condições extremas de temperatura exterior.

  11. Hélder Martins says:

    É mesmo fixe ouvir comemtários de pessoas que não têm um tesla e quase que posso apostar que nunca andaram em um, dizer que não têm qualidade! Afinal o que é qualidade? É dizer que não têm um quadrante em frente ao condutor? EX model 3… tenho um model 3 e têm muita qualidade interior os materiais são moles, mesmo nas partes inferiores têm todos extras nwcessários, não tive problemas de pintura como muita gente diz entre outras coisas…. e para que não venham iluminados falar, também tive um vw golf 4 durante 14 anos e mesmo sendo um otimo carro o interior era bem mais fraco, como por ex os plásticos.
    Conduzo um série 1 2018 e o volante já está coçado e bancos desconfortáveis entre outros exemplos. Quem diz que um tesla, pelo menos no meu caso model3, não têm qualidade ou não percebe nada ou têm uma grande dor…

  12. Daniel says:

    Não percebo em primeiro lugar pq que haters fazem questão de vir falar mal . Muitos suspeito que seja só por dor de cotovelo …. Não tenho nenhum Tesla nem eles me pagam mas por amante de automóveis consigo ver a evolução que eles têm tido e isso é muito bom para a industria automóvel e em particular os EV’s porque o consumidor é quem mais ganha com a concorrência actual . Seja como for , em preço\qualidade eles continuam muito fortes pelo o produto que oferecem” , têm problemas de construção embora grande parte tenha sido resolvida e obviamente têm muito a aprender ..ainda estão a aprender . Só quem não percebe nada disto é que vem comparar um carro de 50\60mil por um carro de 150\200 mil €’s

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.