PplWare Mobile

Tesla Model S Plaid já faz tempos mais rápidos do que o Porsche Taycan em Nürburgring


Fonte: Auto Motor und Sport

Redator

Destaques PPLWARE

  1. Miguel Duarte says:

    Era uma questão de afinações e acertos, se a performance logo à partida é superior já era de esperar este resultado. Tesla veio para ficar e redefinir o mercado automóvel ao contrario do que muitos (ainda) pensam.

    • Luis carreira says:

      Achas mesmo??? Tens de comparar setups iguais e não se comparar um carro de estrada com um “kitado” ao que parece para a pista. Consta-se de pneus slick, despido interiormente com rollbar e rebaixado… Se é verdade não sei…

        • Luis carreira says:

          Atenção que eu disse “consta-se”. Realmente os pneus não são slicks. Quanto ao interior não se consegue ver nas fotos de tão escuros que os vidros estão.

      • Filipe F. says:

        E os travoes? O tamanho daqueles discos é surreal. Tudo modificado provavelmente com alterações no software e até nas bateria para aguentarem. Este combate será tão válido que os donos do Porsche podem pegar no seu taycan e ir tentar fazer o Record da Porsche mas os do Tesla não terão essa capacidade porque o telas de produção não aguenta ali 7 min a fundo. É como comparar um Clio de estrada contra um Clio de rally. Tesla a provar que so vence se fizer marosca e os alemães a rirem-se por essa incapacidade. Na verdade o Tesla sempre foi muito bom em reta mas em estrada pura não tem chassis e segurança para tal

        • Nuno says:

          este tesla vai sair no proximo ano tal como o taycan tambem ainda nao saiu, se nao for um carro de produçao nem sequer à record de nada portanto

        • Joao says:

          nao percebo qual é a parnoica com os travoes ja viste os do porsche e ate podem por um travao do tamanho da roda desde que saia no carro de produçao é igual se nao sair este record nem sequer é oficial

        • Paulo Santos says:

          Filipe, és um poeta.
          Para tua informação, quem está bem à frente em baterias e autonomia é a Tesla.

        • Carlos says:

          Este tesla vai ser comercializado no próximo ano.
          Fez menos 20 segundos, a porsche nem que fizesse mil e uma modificações chegava lá, e certamente que a porsche foi com o melhor que conseguia tirar dele, se não fez melhor foi porque não dava. O tesla não faz só retas, não fale sem andar em um. É obvio que a tesla está a anos luz em relação às outras marcas no que toca a carros eletricos, não percebo qual é a dúvida de quem fala sem sequer conhecer um tesla.

          • Gaspar Oliveira says:

            Achas que a porsche se quiseres fazer um carro eléctrico para ter o record desta pista não o fazia? Vai ver os records nos ultimos anos neste pista, alternando entre varias marcas e voltando muitas vezes a porsche, com gt2… gt3…

          • George Moreira says:

            Absolutely correct, software so advanced from Silicon Valley 20 years ahead of the poor Germans. The model 3 as a simple button “TRACK MODE” and destroys AMG Mercedes and M Bmw on the track. E preciso um Ferrari ou um Godzilla para bater o menino 3.

        • Ricardo Silva says:

          Se soubesses o que dizes….. Se tivesses ao menos um tesla podias comentar…

          • Paulo Santos says:

            Gaspar, o problema não é “se quisesse”. O problema é “conseguir”.

            Pois se fosse assim tão fácil, assim o faria. Mas não conseguiu fazer.

      • Paulo says:

        Mas eu sei… que és burro…

  2. joao rodrigues says:

    Mais barato, mais rápido, há no mercado para entrega, tem rede própria de carregamentos própria em vários países do mundo.
    Ou seja nos luz de distancia.

    • Mario Guedes says:

      Será mesmo assim? É melhor leres bem a noticia porque o carro q la está nao está nem estará nunca no mercado. Já agora se estao assim tão avançados não sei porque é que o musk anda tão nervoso desde que o Porsche foi apresentado…

      • José Carlos da Silva says:

        Nervoso? Por ir vender tantos mais Teslas por mês do que a Porsche Taycans num ano? São segmentos totalmente diferentes. E, na verdade, o que importa um recorde em pista? Não vai ser essa a utilização normal de nenhum dos carros, seja de que marca for.

        A Porsche tem provas mais do que dadas no que diz respeito a automobilismo. A Tesla igualmente, no que toca a tecnologia e performance eléctrica. Faz é comichão a muita gente haver um carro familiar de cento e poucos com uma performance equivalente, ou superior, à de muitos carros que são N vezes mais caros.

        • Mario Guedes says:

          Quando souberes o preço do carro que está a correr logo vemos se são cento e poucos 🙂 E já agora, estamos só a comparar a empresa que mais lucro tem no setor com a que mais prejuizo tem…

          • Daniel says:

            Esse prejuízo foi planeado e faz parte da estratégia da marca. Eles dão mais importância à confiança do consumidor, e mais tarde com modelos de gama mais baixa, como o Model 3 e o futuro model Y, vai comecar a dar lucros à empresa.

        • Marcelo Nascimento says:

          O Taycan realmente não incomoda a Tesla, mas deixa o grupo VW (e os outros) acertarem seus carros pra ver se a imensa rede de lojas não faz diferença…

      • Diogo says:

        “Elon Musk afirmou ainda que, superior ao Ludicrous, haverá o Plaid a chegar ao mercado em 2020.” Acho que tu é que tens de ler bem a notícia. É o Plaid que está no circuito.

      • Toni da Adega says:

        Só se for outra notícia porque esta diz que estará à venda.
        “Esta versão modificada do atual Tesla Model S – e que se espera que seja disponibilizada ao público no próximo ano – está já a fazer tempos severamente inferiores ao anunciados pela Porsche! “

        • Mario Guedes says:

          Peço desculpa, quando disse “ler a noticia”, era ler em sites da especialidade, onde é claramente referido que os pneus são de competição, os discos dos travões são alterados, aileron traseiro, e estã tudo montado à pressa numa versão protótipo que ainda não existe oficialmente. De resto continuo a estranhar muito a comichão que começou a reinar pelos lados da tesla desde a apresentação do taycan. Aguardemos pelos próximos episódios 🙂

          • Joao Correia says:

            Qual foi a parte que não percebeste que este Model S será o de produção do final de 2020, mas como é óbvio ainda está em protótipo…

          • Joao Cordeiro says:

            Entao para ti, a vantagem da Porsche é em tudo menos no motor. Pois este claramente dá abada.
            Não sei se a Porsche ia ficar contente com essa tua defesa.

      • Nuno says:

        nao estara no mercado ahahahah este model s plaid vai sair para o ano ahah informa te melhor antes de fazeres figuras

      • Gaspar Oliveira says:

        Porque os tesla ao inicio parece engraçado, ao final de 2 semanas aquele design ja cansa, monótono. E claro que porsche é porsche pelo mesmo valor escolhia fácil porsche.
        Sou um grande fa do musk, mas nos ultimos 2 anos este tem desiludido bastante, lança produtos demasiado verdes no mercado, parece que usas os clientes como cobaias, não falo do sector dos carros

  3. Tiago says:

    a diferença para mim, é que o taycan bate o aos pontos em estetica.

    • ravager says:

      E sejamos sinceros, ninguém vai comprar um Tesla quando pode comprar um Porsche no mesmo segmento..

      • Joao Correia says:

        Só quem não tem ou não andou num tesla é que diz isso.
        – 610km de autonomia vs 450km
        – rede de superchargers por todo o lado
        – uma é uma empresa de Silicon Valley com alta expertise em software e hardware. A outra faz carros muito bons mas a nível de desenvolvimento de software estão bem atrás
        – a Tesla está constantemente a mudar e a melhorar com updates de software. Sim a Porsche também “terá” mas sabemos qual a experiência em software que têm.
        – a Tesla está a 1 ano de ter o software de condução autónoma total pronto com mais de 500.000 carros na estrada a obter informações para melhorar a neural net e inteligência artificial. A outra pouco tem de condução autónoma

        Enfim. Vou ficar por aqui

        • ravager says:

          A Apple dos eléctricos pode saber uma coisa ou duas sobre software, mas no que toca à produção de carros em si, é uma marca que não ensina rigorosamente nada a uma Porsche.

          Basta entrar num qualquer Porsche e logo de seguida entrar num Tesla para se perceber que a nível de qualidade geral do carro, materiais, refinamento, acabamentos etc, estamos a comparar a estrada da beira com a beira da estrada.

        • Gaspar Oliveira says:

          Temos de ver se algumas coisas são assim tão uteis, aposto que 90% que esta aqui a postar, durante os últimos 10 anos conta pelos dedos de uma mão se num dia fez mais de 450km.
          Rede de superschargers? daqui a nada com a massificação não vai faltar oferta.
          A tesla e as empresas do musk ultimamente lançam actualizações e produtos ainda num estado muito verde, usa as pessaos como cobaias, como dizes no ultimo paragrafo

          Já agora a minha escolha e espero que ganhe mercado vai para fuel-cell

      • Ricardo Silva says:

        Nota-se que nem um nem outro vais ter… mas gostas de dar bitaites

  4. Miguel says:

    Quero ver onde andam aqueles que diziam que em Nürburgring a história era diferente…

  5. art says:

    Tanto comentário para uma coisa que nem está confirmada….rumores …diz-se que…..até estar tudo oficializado são só balelas….e depois está-se a comparar um carro já em produção com um que ainda não existe…..Para já é um protótipo…..resta saber se o protótipo vai ser igual ao de produção….tantos ses….que me fico pelos porsche

  6. Polo says:

    Para bater o record de carro de produção tem que ser um carro de produção, não percebi a confusão de o carro ser “kitado” desde que seja uma opção para o público.

  7. Pedro says:

    Musk não precisa de andar nervoso! Nem anda!…
    Simplesmente gosta de gozar com a concorrência.
    Se até ao momento não havia berlina desportiva de produção capaz de o bater em comportamento e performance agora há.
    Porém a nível de rendimento energético a Porsche ainda lhe falta muito para as baterias e motores elétricos suplantarem a tecnologia da Tesla.
    Basta sair o roadster e o Semi truck para toda a Europa e o resto do mundo coçar a cabeça com valores de rendimento e autonomia além de performances.
    Aquando da apresentação de ambos economistas e analistas de mercado curiosos e etc já criavam equações e hipóteses de como Musk faria tal, contando que a tecnologia evolua e o custo desça ao ponto de ser viável os preços que Musk diz que irá práticar.
    Se o model S possui um chassi capaz de ser devidamente afinado e com os três motores elétricos do modo plaid bater o taycan é isso que andam a testar em circuito não implica obrigatoriamente que o model S que venha para o público deixe o taycan a 19 segundos de diferença .
    E quanto a aguentar ou não o model 3 já possuía motores elétricos mais eficientes que estão agora em uso no model S. É apenas uma questao de sucessão, algo mais eficiente substitui algo mais limitado, das baterias aos motores, passando por suspensões e acertos assim como gestões eletrônicas sem ter de criar algo totalmente novo.

    • Cortano says:

      “Basta sair o roadster e o Semi truck para toda a Europa e o resto do mundo coçar a cabeça com valores de rendimento e autonomia além de performances.”

      Espera sentado então.

  8. Filipe says:

    Querem comparar um stock com um carro que foi claramente e visivelmente modificado. Ai Tesla Tesla… Querem ser a Apple dos veículos, mas vão cair primeiro que esta: não é com mentiras que “compram” clientes.
    O model s plaid com uns “pozinhos” como este que foi utilizado neste “teste” não estará nunca à venda ao público, pois a tesla não vende carros para pista, sem nada no interior (nem sequer rollbar, no caso de ser para pista). Por isso deixem-se de tretas, pois como já foi dito noutro comentário e é a dura realidade para esta empresazeca: com outras alternativas de marcas mais conceituadas (tanto em fiabilidade e qualidade de construção como também esteticamente), ninguém irá comprar tesla tendo porsche no mesmo segmento.
    A mercedes e a volvo vêm logo atrás.

    Quem é que irá comprar “teslas” tendo um leque de escolhas superiores no mesmo segmento? Quem, tal como os fanáticos pela maçã, só os possui apenas para show-off.

    • Joao Correia says:

      Qual foi a parte que não leste que este carro é o protótipo do Model S do ano que vem e que entrará em produção no ano que vem? É que se alguém NÃO faz protótipos para ficarem “ a gaveta” é a Tesla. Já os outros é só concepts que nunca vêm a luz do dia (não estou a falar do Taycan como é óbvio)

      • Mario Guedes says:

        Para o ano que vem na Tesla tem muitos ses. Ficamos a espera desse ano que vem…principalmente os investidores 🙂 E já agora pelo preço desse novo Model S com modo Plaid, sim porque não será certamente o preço do model S atual.

        • Paulo Santos says:

          E deve custar muito alterar o model S atual. A sério?
          A base está lá. É só fazer as alterações que fizeram para o circuito. E aumentar o preço.

      • Cortano says:

        Existem muitos concept cars que não são para ir para produção, são para apenas mostrar conceitos de tecnologia ou de design.

    • Joao Cordeiro says:

      Tudo depende do preço.

    • Paulo Santos says:

      Filipe, uns pontinhos para esclarecer:

      1º Está tanto à venda esta versão modificada do Tesla, como o Taycan.

      2º O preço do Taycan mais económico será de 158k, que são mais 34k que o Model S atual.

      3º O Taycan que fez aquele tempo é o de 190k, logo o mais kitado.

      4º Nunca deves ter entrado num model S, senão saberias que o principal fornecedor de peças é a Daimler. E pessoalmente (por experiência própria) posso dizer-te que nota-se ligeiramente que a Tesla apenas tem 7 anos de mercado. Mas muito ligeiramente.

      5º Se não fosse a Tesla a puxar pelo mercado, nenhuma grande marca teria ainda entrado nos elétricos.

      6º Qualquer pessoa que não seja fanboy, fica contente com toda esta concorrência. Quem beneficia é o consumidor.

      Quanto ao show-off, a sério que pensas isso? Então não é mais show-off ter um Porsche?

    • Ricardo Silva says:

      Se tivesse um tesla nao trocarias nenhum Tesla por qq porsche… mas pronto.. nota-se que falas do que nao sabes !!!

    • Carlos says:

      Então a tesla não faz carros para pista? A porsche faz e mesmo assim menos quase 20 segundos que o tesla. Isto é mais um comentário de quem não sabe o que diz. É pena julgar marcas pelo nome sem conhecer o produto, depois temos comentários infelizes como o do Filipe. Falar sem conhecimento. Então e os preços??? E a porsche chegar à tecnologia dos motores e baterias da tesla?? Voces estão a fundamentar-se pelo nome da marca mas esquecem-se que estão a ser lançados eletricos com capacidade e eficiência dos teslas de à 7 anos. Ainda assim é bom termos outros marcas a entrar no mercado dos eletrocos ficamos todos a ganhar.

  9. João Coelho says:

    E ainda perdem tempo com este Sr.?!?!

  10. Ilmari says:

    É engraçado discutir brinquedos a pilhas como quando éramos pequenos… O meu é melhor que o teu… São brinquedos a pilhas minha gente. A única vantagem aqui esta para o Porsche não por ser Porsche mas por ser um fabricante com historia de produzir carros(!) de qualidade que agora resolveu por qualidade num brinquedo a pilhas (não discutindo performances). De novo… São brinquedos a pilhas!!! Pilhas caras… Mas Pilhas! abram os olhos minha gente…

    • Carlos says:

      Carros a pilhas que com poupança de combustivel e manutenção ficam mais barato que carros a combustão com o passar dos anos. Abram os olhos quem tem carros a combustivel que são “roubados” cada vez que abastecem. Abram os olhos quando os camionistas fazem greve e vai toda fazer filas intermináveis para encher os bolsos da gasolineiras. Nem vou falar de poluição ou de performance. Não são brinquedos meu caro, são o futuro e basta fazer as contas e perceber as vantagens, coisa que o ilmari não sabe nem conhece de todo.

      • Ilmari says:

        Quando resolverem o problema do peso, preço, autonomia, distribuição, reciclagem das pilhas, etc… voltamos a falar e sou o primeiro a dar o braço a torcer.
        Futuro, não digo sim mas talvez. Não neste modelo, Garantidamente! Abr. Sr. Carlos.

        • Carlos Silva says:

          Compreendo Ilmari, contudo, eu tenho um tesla model 3, quanto ao peso? penso que não faltam bmw serie 6 e 7 ou mercedes que pesam mais que o tesla (pesa cerca de 1600kg).
          Relativamente à autonomia, não é um problema, acima de tudo, quem tiver como carregar em casa (basta uma tomada convencional), é só deixar carregar durante a noite para o dia a dia e para viagens longas tem os superchargers da tesla (nem é preciso considerar os postos públicos, que também são opção).
          O preço, tendo em contas as poupanças, já justifica, eu fiz bem as contas quando procurei um carro, e de facto já compensa comprar um eléctrico, pelo menos para mim pessoalmente é uma diferença enorme nas poupanças em combustível.
          Agora se me perguntar que tudo é perfeito, naturalmente que não, a distribuição é um dos aspectos a melhorar, ainda assim acredito que quase 100% das pessoas que compraram um tesla, não se arrependeram da aposta que fizeram e vivem uma experiência de condução muito diferente da convencional.

          cumps

          • Ilmari says:

            Com 1600kg é o modelo Standard salvo erro de 50Kw? Para maior autonomia juntam-se pilhas e ai vai o peso por ai acima…
            Autonomia e distribuição continuo a dizer que o modelo esta errado e não é sustentável. O problem de carregar em casa? É um apartamento… Vou passar uma extensão da janela da sala? Usar super-carregadores é bom… mas não resulta. Destrói a longevidade da bateria e demora sempre pelo menos uns 20min! imagine as filas se todos tivéssemos Teslas à espera numa bomba (que nem que tivesse 20 carregadores) para abastecer…
            Autonomia tb aqui não é modelo. Autonomia expectável é a velocidades medias de 90km/h… ora… sabemos que isso não acontece…
            Querem um modelo sustentável já disse. Invistam sim em electrificar as estradas principais usem indução para transferência. Usem baterias pequenas para estabilizar e motores a gasolina eficientes. Todos os problemas ficam resolvidos. Ai sim acredito numa sustentabilidade.
            Já conduzi vários Teslas de Model 3 a Model X mais recentemente. Experiencia de condução não sei se lhe posso chamar isso. É um instrumento para me mover the A a B… Não consigo ter “prazer” na condução. Sente-se peso… não se sente carro. É artificial… Mas no que a isso toca estamos no campo dos gostos… Abr. e boa sorte ai com o pilhinhas! 🙂

        • Paulo Santos says:

          Ilmari, está um pouco equivocado. Poderá não passar pelas baterias o futuro, mas os motores elétricos vieram para ficar.
          Com os carregamentos a serem cada vez mais eficientes e rápidos, o futuro imediato serão as baterias. Depois logo se verá.

          • Ilmari says:

            Não discordei dos carros eléctricos (gostos à parte). Apenas do modelo que não é sustentável e não o vejo sustentável ate países decidirem deixar de brincar a ecologia e investir à séria! Abr.

        • Carlos says:

          Ilmari, não é de 50kw, tem 62kw, esse de 50kw só é produzido nos estados unidos, para já. De resto acho que em relação ao que disse não me revejo, porque você está a dar a sua opinião, eu estou a dizer o que vivo no dia a dia, e só para que conste nem tomada tenho na garagem, carrego em postos publicos e no superchargers e até agora nunca tive problemas. Gosto de brincar ás pilhinhas, e não volto a comprar carros a combustivel. A sua ideia de eletrificar estradas é boa, penso que já existe um projeto na Alemanha, mas se isso fosse para a frente só daqui a 100 anos, é impossivel de aplicar a curto prazo, até podem vir a produzir carros que voam, mas já não vamos estar cá para ver de certeza.
          Se não tem “prazer” em conduzir, é da opinião de cada um, nem falei disso, só disse que era uma experiência diferente. Ainda assim quando vem aquele condutor chateado não sei porquê a querer apertar e a achar que é o rei da estrada, não sinto peso nenhum, já o outro condutor é que parece que sente algum peso quando o vejo do retrovisor.

          • marco says:

            Gosto da parte que mete retrovisor…! Ecologia? comportamento sensato? qual quê, toca de por a carne toda no assador, só para me mostrar que o dele é melhor que o meu 2.1 disel de 75m! Se fiquei incomodado? não, nem um pouco! Deixei-o ir, nos meus 4,9l/km e zero emissões! Conheço a estrada e sabia que a brincadeira ia dar mau resultado! E assim foi! Foi o tempo todo à minha frente sem poder acelerar, que os camiões também lá andam e continuo não deixou, para no fim chegar ao destino ao mesmo tempo que eu, e com a certeza absoluta de que naquela viagem gastou e poluiu bem mais do que eu! carros eléctricos são os utilitários, não estas berlinas exibicionistas e extravagantes…

  11. boam memoria says:

    então o taycan não era TURBO?

  12. Dani Silva says:

    Esta é uma excelente forma da Tesla mostrar que o Porsche Taycan, mesmo ainda antes de ser lançado no mercado, já está ultrapassado!

    Os directores da Porsche já devem estar a puxar os cabelos, pois focaram-se tanto na performance deste carro contra o Tesla…

  13. IonFan says:

    A Porsche cometeu um erro infantil: Desenvolveu um carro para sair em 2019, focado em bater um Tesla que saiu em 2012. Numa marca com as responsabilidades e história da Porsche, não é admissível que “esperassem” que a Tesla ficasse parada à espera da concorrência.
    Possivelmente acreditaram que a próxima versão do Model S tivesse penas pequenas melhorias. No fundo é normal que acreditem nisso. Afinal é o que os fabricantes têm feito há décadas: vender a mesma maquina com apenas uns pequenos melhoramentos, mas com um auto-rádio bastante melhor que o anterior. Depois o pessoal fica babado com “CarPlays” e GPSs e acha que comprou uma máquina de última geração quando, na verdade, o que custou a maior parte do dinheiro é 95% igual ao que se comprava há 20 anos atrás…
    Bem vindos ao novo mundo dos automóveis, cortesia da Tesla. Quem ganha são os consumidores.

  14. Vasco says:

    Ninguém fala do gerador a diesel….. Pensei que aquilo carregava com energias renováveis….

    • IonFan says:

      Mesmo assim é mais eficiente do que por o mesmo diesel num tanque de um carro equivalente. Se ali não há infraestrutura, como é que acha que a Porsche carregou o Taycan?

  15. Paulo Santos says:

    Tanta gente a falar mal quando não sentaram o rabo num elétrico. Primeiro sentem-se, depois conduzam e por fim comentem com conhecimento de causa.
    E fiquem contentes com este tipo de disputas entre marcas. É salutar e benéfico para os consumidores.
    E pessoalmente quero que a Tesla bata o recorde e logo de seguida a Porsche ou outra marca faça o mesmo. Ganhamos todos.

  16. falcaobranco says:

    Que é bem mais bonito que um Tesla normal… lá isso é… então aquelas jantes…brutais…esquece lá os 19 segundos a menos… é muito bonito o carro!

  17. João Coelho says:

    A noticia no observador… confirma que estará mesmo a cavalgar a onda…! Continuo á espera para ver! O comportamento da Tesla está a ser o previsível, mas o da Porsche não…!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.