PplWare Mobile

Porsche Taycan: conheça o primeiro carro elétrico da marca de Estugarda


Fonte: Porsche

Redator

Destaques PPLWARE

  1. JL says:

    Não é o primeiro, o primeiro já foi lançado à 121 anos atrás.

  2. Paulo Baptista says:

    Já reservei o meu. Reserva já o teu.

  3. Quim says:

    Não percebi as vossas contas.
    93,4 de bateria
    26 de consumo
    Só dá 350km de autonomia!!!!

  4. Quim says:

    A tesla entretanto vai lancar o model S com autonomia para 1000km. 3 vezes mais que este taycan…
    Brincadeira tem hora, porsche…

  5. Nuno says:

    resumindo perde em tudo para o model S é mais caro e saiu 8 anos depois excelente trabalho porsche

    • Nuno V says:

      Achas mesmo que o Tesla Model S é o Taycan são do mesmo segmento? O Model S é um sedan desportivo, o Taycan é um super desportivo. Se achas mesmo que o Taycan perde em tudo para o Model S, compara os tempos numa pista entre ambos os carros, e vais ver que chegas a uma conclusão totalmente diferente. Aliás este é o calcanhar de Aquiles do Model S, a dinâmica. Muito rápido em linha recta, mas de resto,…

  6. Nonnus says:

    “No entanto, fica um pouco desajustado quando falamos de carros elétricos.”

    Será que fica? Quem não se lembra há muitos anos atrás os PC´s tinham um botão “Turbo” que aumentava a frequência do processador. Hoje em dia também o fazem só que é automático, e os PC´s também são eléctricos.

    • Nuno V says:

      Turbo é uma palavra que diz respeito a um compressor de ar movido por uma turbina (daí o nome turbo).

      O botão turbo originalmente foi criado por motivos de compatibilidade. Muito software, maioritariamente jogos, antigamente faziam uso do clock do cpu para o timing, À medida que foram aparecendo cpus mais rápidos, o que acontecia é que o jogo ficavam tão rápido que tornava-se impossível jogar este. Daí a introdução do botão turbo, quando estava activo o cpu funcionava à velocidade normal deste, quando estava desactivo funcionava a 4.77 MHz. Existiam alguns computadores que era o inverso, clicavas no botão turbo e este revertia para 4.77 MHz. A palavra turbo usada na informática foi inspirada no turbocompressor, mas não tem nada a ver com o turbo. A Porsche usou o nome turbo meramente como uma tática de marketing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.