Quantcast
PplWare Mobile

Opel Mokka-e, um novo carro eléctrico da marca alemã com autonomia de 322 Km

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Filipe Rocha says:

    Marcas Europeias a lançar carros nos próximos anos com autonomia inferior a um Zoe de 2019 é no minimo risório.

  2. aj says:

    automóveis a pilhas não convence, muito menos a custo €€€ em comparação aos a combustível

  3. eu says:

    Mais um carro com baixa autonomia, tempo de carga, que ao fim de 5 ou 6 anos cobram 90% do preço do carro para a substituição das “pilhas” e para rematar o preço do carro menos o preço do carro equivalente a gasolina, daria autonomia para 10 ou 15 anos de gasolina, sabendo que dificilmente qualquer um dos veículos chegará lá.

    Mas pronto, daqui a pouco os fanboys eletrocutados da cabeça virão tentar malhar para justificar-se a si mesmo dos disparates.

  4. Smirt says:

    Não chega nem perto de um Kia Soul/Niro…A ver o preço

  5. PeterSnows says:

    O meu já tem 1 ano 30mil kms.
    E ate agora sempre a poupar
    Gasóleo: 30000/100*6*1.2= 2180
    Electricidade: 30000/100*13*0.10 = 390
    1790€ poupados +ou-

    • Smirt says:

      Pra esses km ou ate um pouco menos, compensa claramente. Falando de preços de carros novos

    • Rui says:

      Tem de me dizer qual é o operador que lhe faz 10 cêntimos por kw/h já com IVA.
      E já agora quantos KVA tem instalado em casa e quanto paga só pelo contador/potência instalada?
      Não é de certeza com 6,9KVA senão tem de andar de vela acesa em casa e só pode andar de carro dia sim/dia não!

      Ah, e outro pormenor, não esqueça da amortização da bateria! Dura quanto? 100 000km? 200 000km? E depois custa quanto a substituir? 10 ou 20 000€?

      • José Carlos da Silva says:

        E não continua a compensar, mesmo que o preço por kw não seja esse?

        Convém juntar à equação que nunca vai precisar de trocar fluidos e que mesmo o sistema de travagem irá durar bastante mais, coisas que muita gente se esquece – até porque muitos não fazem a manutenção devida aos carros…

        E se houver necessidade de troca de baterias ao abrigo da garantia de 8 anos ou 160.000km, também não vejo que haja um problema por aí.

      • Miguel says:

        Procura tarifas bi-horarias…
        Enquanto dormes gastas muita eletricidade em casa??
        E gasóleo a 1,20???
        E outro pormenor: 160.000 de *garantia*. (dura.. muito mais…)

        Carro elétrico só não compensa a quem nem faz km que justifiquem carro.

      • PedroN says:

        Vê-se logo que percebe pouco de eletricidade e nada de carros elétricos. 6,9 KVA chega e sobra… Ligado a uma tomada normal (schuko), faz 10A x 230v = 2,3 kW de potência. Ou seja, fica disponível 6,9 – 2,3 = 4,6… Dava para carregar mais um carro e ainda sobrava para o standby dos eletrodomésticos e frigorífico durante a noite.

        E também não precisa de só andar de carro dia sim dia não. Se faz 30000 Km / mês então faz em média 100 km / dia. Se gasta 13 kWh aos 100 Km então necessita de carregar 13 kWh / 2,3 kWh = 5,6 horas por dia. Arredonde para 6 horas para eventuais perdas de eficiência.

        A matemática é tramada…

      • PeterSnows says:

        Correccao nao coloquei o IVA
        Electricidade: 30000/100*13*0.10 = 468
        1712€

        Potencia igual à que tinha 6.9kva
        Isso é um falso tema para mim durante 5 meses usei uma tomada normal 12A.
        E carregava dia sim dia nao.
        Carregar a 2600W
        Em 10 horas consigo carregar 26kW. Da para andar 200kms (13kw aos 100km)

        Quanto tema de substituição nao sei o valor que vai ser.
        Pelo os testemunhos da Noruega e Corei do Sul que vi, espero que dure bem mais que 200mil kms

        Pelas minhas contas o carro vai se pagar a ele proprio, so na poupanca de custo dos combustiveis, Ter em conta que se comprei atravbes da empresa.
        Se comprasse a nivel privado, compraria um em segunda mao.

        De qualquer maneira nao quero convencer ninguem a comprar electricos , cada 1 compra o que quer.

        Ate agora está a trabalhar como o esperado.
        E estou super satisfeito.

      • Rui says:

        Eu só vejo experts no assunto!!!!
        À um mês atrás estive eu a falar com um vendedor oficial da Renault em Viseu, pedi-lhe orçamento para um ZOE (no meio de orçamentos para uma carrinha de 5 lugares diesel). Expliquei-lhe que faço pelo menos 100km por dia, mas posso fazer de uma só vez 200 ou 300km.
        O próprio vendedor disse-me logo para esquecer o ZOE, para além deste exigir pelo menos 10,2KVA se for um carregador semi-rápido para empresa, a demorar 8 horas a carregar, porque se utilizar a tomada doméstica, o carregamento do ZOE demora umas 16 horas!!!!! Para a próxima tenho de dizer ao vendedor que ele não percebe nada do que diz, porque o “people” aqui do Fórum é que sabe!!!!

        Mas os experts falam em carregar o carro em 6 horas com 6,9KVA e nem pensam que é no horário económico que se utilizam as máquinas de lavar a roupa, louça, secar roupa……. ou não têem nada disso em casa? Ou não vêem tv, filmes, trabalham até tarde!?

        • Pedro says:

          Sim, demora 16 horas se carregar do 0 a 100% numa tomada doméstica. Mas não deve deixar nunca ir o carro a 0 nem necessita de carregar a 100% para fazer os 100 Km. E também é verdade que os vendedores tradicionais percebem muito pouco de carros elétricos.

          Sim, sou expert porque tenho carro elétrico à 4 anos, com perto de 100.000 Km, e em casa e carrego 4-5 horas à noite para fazer uns 70 Km no dia seguinte. Chego com 30% e carrego até perto de 80%. Tenho bi-horário e programo para carregar à noite juntamente com a máquina de lavar. E sim, tenho 6,9 KVA de potência contratada e nunca me falhou a luz.

          Como o vendedor de carros não tem um, não lhe soube responder a essa dúvida básica… Será que deixa sempre o carro a combustão até à última gota de gasolina e depois vai encher o depósito até não caber mais nenhuma gota?

        • IonFan says:

          Eu tenho um Tesla Model 3 LR AWD e uma média global de 17kWh/100km em 37.000km.
          Faço 120km por dia, tenho 6.9kVA contratados e carrego a 16A (sobra para ligar qualquer outra máquina cá em casa, onde tenho tudo eléctrico) entre as 0h e as 7h a 10 cêntimos (com IVA) com a tarifa verde EDP + 20% desconto por ter EV.
          Já fiz várias viagens de mas de 500km seguidos sem qualquer problema.

          Provavelmente devia ouvir mais os “experts” que têm experiência própria do que os “experts” que trabalham em stands que ganham a vida a vender a manutenção que o ZOE quase não precisa…

        • PeterSnows says:

          Disses-te bem.
          Os experts estão aqui, não no stand.
          Os experts:
          – compraram carro
          – deduzira os impostos
          – receberam ou nao ajuda do estado
          – utilizam o carro todos os dias
          – instalaram posto electrico
          – activaram cartões para comprar energia

          Qualquer questão … pergunta

    • Miguel says:

      Quanto pagaste a mais por ser eletrico? Uns 10.000€. Deves estar a poupar muito deves.

      • PeterSnows says:

        25.2 mil
        Kauai custa 42mil.
        Depois de deduzir o IVA fica em 34mil.
        Pago menos 6.8mil de IRC (sem tributação autónoma)
        E o governo ainda me deu uns 2mil.
        34-6.8-2 = 25.2 mil

        • darksantacruz says:

          Exemplo de empresa nao me parece valido para a discussao. Se falares em termos particulares e o que faz sentido pois nem todas as pessoas terao empresas. e outra coisa essa de pagares menos 6.8 mil de IRC parece-me algo estranho.

          • IonFan says:

            Eu posso dar o meu exemplo que fiz a compra como particular.

            Comprei um Model 3 LR AWD por 60k. Tem 400cv e tracção integral. Onde é que posso comprar um carro do segmento D com estas características e mais barato (ou até mesmo a este preço)?

          • PeterSnows says:

            Eu estou a transmitir a minha experiência, não a tua nem de outra pessoa.
            Achas que existem poucos carros ligeiros no mercado, que são comprados por empresas ?

            Quanto ao IRC, fala com um contabilista.
            Mas só dá para empresas que dão lucro. Não para empresas que na próxima década dêem sempre prejuízo.

          • darksantacruz says:

            Acho que seria mais relevante um exemplo particular como o do IonFan. Quanto ao IRC o que falas nao e retirar 6.8mil ao valor da viatura mas sim poupar 6.8 mil em tributacao autonoma se comprasse uma viatura a gasolina/gasoleo o que sao coisas diferentes! o valor final nunca sera 25.2mil mas sim 34mil.

          • darksantacruz says:

            IonFan bom para ti teres uma viatura de 60k e bom ter altos ganhos para ter viaturas com esse valor. A minha opiniao seja eletrico ou gasolina/gasoleo para valores assim tao elevados ha outros investimentos que valem a pena um carro e sempre um mau investimento. Quanto ao carro eletrico em si a minha opiniao nao muda penso que ainda estamos numa fase de testes dentro de 10/15 anos serao a verdadeira alternativa e ai assim teremos um futuro muito interessante seja no design seja na performance seja a tecnologia.

          • IonFan says:

            @darksantacruz, não tenho altos ganhos. Sei é fazer contas e moro longe do trabalho 😉 Caso contrário tinha que esperar pela paridade de preços no segmento C.

            Tens razão. Um automóvel nem sequer pode ser considerado um investimento, mas sim uma despesa.
            No meu caso é uma despesa necessária porque moro a 60kms do local de trabalho. Tendo isso em conta e com um orçamento de 30k para um diesel, fiz as minhas contas e iguala o custo do Tesla em 6~7anos. Faço intenções de ter o carro mais tempo, mas mesmo que só ficasse os 6~7 anos, preferia dar o dinheiro à Tesla do que às “Galps” e “Norautos”…

          • PeterSnows says:

            O que estamos a comparar é gasolina/diesel vs eléctrico.
            E com o eléctrico pago menos uns 6.8mil que se comprasse gasolina/diesel .
            Por isso retiro ao valor sim, pois ele é 100% amortizável.

          • darksantacruz says:

            PeterSnows bem me parecia que eram essas as contas que estava a fazer ou seja retiras os 6.8mil como comparacao mas isso nao entra nas contas o valor final sao 34mil que e o que conta contabilisticamente agora se disseres que Poupas 6.8 isso sim estou de acordo.

          • PeterSnows says:

            Alias um a gasolina/diesel também se amortiza, paga-se é TA.
            Cada caso é um caso. É necessário fazer contas.

            O video explica melhor.

            Eu como não pago TA, só entro em conta com o valor que amortizo, que é 100%. E poupo os 21% sobre esse valor. Eu até fiz 20% e não 21%.

            No meu caso o custo do carro e 34mil
            E no final de 4 anos poupei mais 6.8mil em IRC

            Como tal digo que o custo é de 25mil (cashflow ao final de 4 anos)

  6. Smirt says:

    Não chega aos calcanhares de Kia soul/niro

  7. José Rodriguez says:

    Falam-se nas manutenções caras dos carros a combustão, mas as manutenções dos eléctricos também não é nada barata pelos casos que se tem visto por aí. Mas convencem sempre os mais tapados das quais estão a ser iludidos. Mas claro é o futuro, de ir sempre ao bolso do zé povinho.

  8. Rui says:

    a pessoa que desenha os carros electricos deve ser a mesma para todas as empresa, é um mais feio que outro

  9. Backonline says:

    Cada caso é 1 caso!
    Só compensa pra quem tem onde carregar em casa e pode carregar no trabalho e pra quem anda a baixo do limite de velocidade!!
    É só ver teslas a andar a 100km/h ou menos! ter 1 carro electrico pra andar a poupar ao máximo e ter atenção onde o posso carregar, não obrigado!!!

    • Miguel says:

      Isso é dos combustíveis serem baratos…

    • darksantacruz says:

      +1. Vejo isso constantemente até fico pasmo.

    • eu2 says:

      Fogo, um tesla ultrapassou-me, não consegui apanhá-lo, perdi-o de vista

    • José Carlos da Silva says:

      Deviam andar todos a 200. Assim já não havia problemas nem a mesma teoria de sempre para justificar conversa da treta.

    • PeterSnows says:

      Para mim basta que seja possível carregar em casa ou no trabalho (uma tomada normal 12A é suficiente para mim).
      Acho um factor importante para ter um EV.
      Mas isso é para mim.

      Quanto a Tesla a andar a 100km/h é conversa da treta.
      Eu por vezes ando mais devagar, porque quero. Não por falta de energia.

      O que me dei conta é que a quantidade de carros a combustível a andar em uma auto estrada a 80/100 kms/h é enorme. Principalmente nas saidas da cidade de LIsboa (A2,A8,A1…) até um raio bastante grande (80/100Kms)

    • IonFan says:

      É só malta rica neste país! Cada vez que o gasóleo sobe 1 cêntimo anda tudo a praguejar nas redes sociais, mas depois não se importam de gastar mais 2 ou 3 l/100km para ir a 140 km/h…

      Mas também não é de admirar. É a mesma malta que comprou um diesel por mais 3.000€ ou 4.000€ porque o combustível era 20% mais barato, mas agora não dá mais 10.000€ ou 15.000€ por um eléctrico que custa 1/5 a fazer os mesmos km (carregando em casa) ou, na pior das hipóteses, 1/2 na rua…

      • Smirt says:

        10000/15000€ é dinheiro… Se calhar nem todos podem passar de um carro de 25/30k pra um de 40/45. Tirando isso, plenamente de acordo.

        • IonFan says:

          O único entrave pode ser o financiamento não ser aprovado. As poupanças cobrem perfeitamente os juros também. Para quem faz os kms suficientes para optar por um diesel ao invés de um a gasolina, certamente faz os suficientes para optar por um eléctrico ao invés de um dos outros. Se o banco emprestar o dinheiro, a única diferença é que, em vez de deixar uma boa parte do ordenado na bomba de combustível, deixa-se uma boa parte do ordenado no banco. Depois de estar pago é dinheiro em caixa…

        • PeterSnows says:

          Se for para empresa compensa largamente.
          Kauai custa 42mil.
          Depois de deduzir o IVA fica em 34mil.
          Pago menos 6.8mil de IRC (sem tributação autónoma)
          E o governo ainda me deu uns 2mil.
          34-6.8-2 = 25.2 mil

    • Paulo Santos says:

      Lá está mais um a falar do que não sabe.
      9 meses, 51000Km, média de 26,5Kw/100Km.
      Cerca de 300 Km/dia com 280 em autoestrada.

      E carrega em casa à noite. Dá e sobra.

      Mas como você deve fazer 500 Km por dia, aí recomendo um a combustão.

  10. Smirt says:

    Loll !! É um entrave significativo…

  11. Smirt says:

    Ando. Não estou a falar desses. Também vejo muitos Renault, Opel, Peugeot, Seat, Citroen…

    • IonFan says:

      A electrificação, como todas as novas tecnologias, entrou no mercado por cima. A seu tempo chegará a essas gamas e com preços semelhantes à gasolina. Até lá não podemos (nem devemos) mudar todos ao mesmo tempo.

      • Smirt says:

        Pois certo. Muitas vezes a escolha por um EV é pra quem pode, não pra quem quer…

        • IonFan says:

          Isso aplica-se a qualquer carro…

          • Smirt says:

            Nem por isso. Um a combustão está, em preço, acessível a muita mais gente.

          • IonFan says:

            Nem por isso? O que tu escreveste confirma o que escrevi. Muita gente é diferente de toda a gente, logo um (qualquer) carro é para quem pode, não para quem quer…

            É verdade que, no caso da combustão, há mais gente a poder, mas, como já escrevi aqui, isso vai mudar num futuro próximo.

            Muitos caiem na “falácia da estagnação” e acham que, só porque os EVs são mais caros agora, vão ser sempre mais caros. Isto não é verdade e o conjunto motriz eléctrico tem potencial para ser mais barato que um equivalente a combustão. Tudo depende do preço das baterias e, se continuar a descer ao mesmo ritmo, daqui a 5 anos temos paridade.

            Em alguns segmentos essa paridade já foi atingida. Não consegues comprar um BMW série 3 com 400cv e tracção integral pelos 60k€ que custa um Model 3 com essas características.

          • Smirt says:

            Ja vi que não queres entender…

          • IonFan says:

            @Smirt, tens razão. Um EV não é para qualquer carteira.
            Apenas quiz deixar claro que, com menor incidência, isso é verdade para qualquer carro novo.

            Há uns anos um EV com 400kms de autonomia custava 100k. Agora custa 35k. Ainda não está ao alcance de todos, mas a trajetória é clara. Nunca vai chegar aos 5k que muitos podem pagar por um carro em segunda mão, mas, uns anos depois de chegar aos 15k ou 20k, vão começar a aparecer no mercado de segunda mão a valores que qualquer família vai poder suportar.

            Neste momento cada um tem que fazer as suas contas e tomar em atenção que a rede de carregamento pública ainda está subdesenvolvida, ou seja, ou está disposto a sofrer para carregar na rua ou tem que ter garagem ou lugar com acesso a electricidade.

  12. Jdpow says:

    Cais sempre em todas como um pato !! Incrivel.

    • IonFan says:

      Estou mesmo a esforçar me para perceber este comentário. Além não ter visto aqui ninguém a cair como um pato, não encontro nada que tenha sido acrescentado… Será que caí que nem um pato? Se caí é incrível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.