PplWare Mobile

Lexus UX 300e: primeiro 100% elétrico da marca com 10 anos de garantia da bateria


Autor: Vítor M.


  1. SANDOKAN 1513 says:

    10 anos de garantia da bateria ?? Isso é demais.Os carros elétricos são o futuro(no presente,se me faço entender),e medidas destas só ajudam o consumidor.Muito bem. 🙂

    • Henrique Morais says:

      A Toyota e a Lexus oferecem sempre 10 anos de garantia da bateria nos seus hibridos, se fizeres as manutenções na marca onde eles a cada ano fazem testes de desempenho

  2. Dani Silva says:

    O melhor Lexus que o dinheiro pode comprar.

    Só é pena não terem sido mais ambiciosos na autonomia do carro. Um carro deste tipo seria mais utilizável com uma bateria maior.

  3. TugAzeiteiro says:

    E eu que vinha aqui ler os velhos do Restelo a dizer que os seus Tdi do açu é que era bons… que os carros a pilhas tinham de trocar as baterias ao fim de 2 anos… que as mesmas ficavam viciadas e custavam mais que o carro…. Afinal a Lexus/Toyota dá garantia de 10 anos ou 1milhão de km’s! (e não quer dizer que ao fim de 10 anos não estejam boas). E não é que também já vieram dizer que as baterias são 100% recicláveis e que a pegada do eléctrico face ao combustão é logo abatida em 1 ano?! Epahhhhh e agora?? Espera… ainda há uma que podem dizer… o eléctrico é mais caro que o modelo semelhante a combustão…. mas……. também convém fazer contas, e não ser como aqueles que dão mais 6 ou 7mil € pela motorização diesel e depois fazem 10mil km’s ano, só porque o gasóleo é mais barato!

    • IonFan says:

      Felizmente as mentalidades estão a mudar. Cada vez que vejo um desses comentários, só penso na vergonha que essa pessoa vai sentir daqui a uns anos quando comprar um eléctrico e perceber que, em cada um daqueles comentários, estava a mostrar orgulhosamente e para toda a gente ver a sua própria ignorância.

    • Abreu says:

      Era mais barato … Agora é vê-los por aí a fazer fumaça preta e com limites de entrada em zonas da cidade. Deveriam também ser proibidos de estacionar em garagens fechadas em zonas de elevada concentração potencial de gases de escape.

      • Seca Adegas says:

        O fundamentalismo nunca deu em nada.
        Passo a tentar explicar, uma vez que não está informado.
        O preço do combustível diesel até pode ser superior ao preço da gasolina, mas os motores a diesel vão sempre superar os a gasolina, sabe porque ? Porque têm maior eficiência energética. Dai compensar comprar diesel em vez de a gasolina.
        Outra situação é só falar nos antigos motores diesel e não falar dos NOVOS motores diesel.
        Actualmente os modernos motores a gasolina poluem tanto como os motores diesel actuais.
        A única diferença é que no diesel, a combustão produz mais NOX e os a gasolina produzem mais CO2.
        Para limitar os efeitos do NOX os fabricantes utilizam catalisadores de três vias e catalisador acumuladores de NOx.
        Caso tenha acompanhado a evolução do CO2 na Europa, desde que se diabolizou o diesel, as emissões de CO2 têm aumentado de ano para ano na Europa.

    • Seca Adegas says:

      Que confusão vai nessa mente.
      Os veículos eléctricos vão ser o futuro ?
      Sim, mas não os a baterias, a não ser para percursos pequenos ou citadinos.
      O futuro passa por as Células de combustível/hidrogénio ou outros que poderão vir a ser inventados.
      Baterias é apenas uma transição.
      Para quem parece que descobriu os motores eléctricos no século 21, pasme-se que no ano de 1828 (seculo 19), Ányos Jedlik começou por desenvolver o 1º motor eléctrico, que no ano de 1835 (sec. 19) Thomas Davenport construiu o 1º veiculo eléctrico e em 1899 o carro eléctrico La Jamais Contente construído por Camille Jenatzy, atingiu a fabulosa velocidade de 105,882 km/h em Paris.
      Como tudo na vida existe a evolução, e quem pensa que as baterias são um fim em si mesmo vivem no passado.
      Mas que o eléctrico é o futuro sem duvida.

      • Paulo Santos says:

        Estás a contradizer-te, pois da mesma forma que os motores (elétricos e a combustão) evoluiram, as baterias também têm evoluído e continuarão a faze-lo. O falar de hidrogénio, para os veiculos ligeiros, atualmente (não quer dizer que mude de futuro) é uma falácia por causa da ineficiencia energética ao requererem um processo extra de conversão em eletricidade no veículo. As células de combustível, essas sim, parecem ser uma fonte de energia com futuro. Imagina uma celula que garanta 1000km e substituivel em alguns segundos.

  4. Lelo says:

    Magnifico ! Qualidade Lexus, boa rede de assistência. Se tiver a autonomia do Kia e-niro…quase perfeito. Falta o preço…

  5. Joao says:

    É pena ainda não haver electricos que satisfação as minhas necessidades de autonomia.

  6. Jose says:

    A verdade é que a Toyota cada vez que lança um carro arrasa. Nenhuma marca faz carros tão avançados.

  7. Abreu says:

    A Lexus sempre foi a melhor marca de automóveis.

  8. João Cunha says:

    Patilhas no volante??
    Sinceramente o carro é bonito, mas “transpira” demasiado a ICE, não passa de uma adaptação ao invés de inovação.
    A não ser os 2 anos a mais de garantia da bateria, não vejo mais nenhum trunfo face à concorrência, muito pelo contrário.
    Não me julguem mal, pois por pouco dinheiro eu ficava já com ele 😀 , mas de Woow como querem fazer crer aqui, não tem nada face aos KIA e mesmo os Zoe para cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.