Quantcast
PplWare Mobile

Hacker garante que consegue controlar mais de 25 carros elétricos da Tesla no planeta

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Zanas says:

    “Uma nova situação surgiu agora e dá conta de que um hacker garante ter acesso a 25 carros elétricos da Tesla pelo mundo. Este garante ter a capacidade de controlar estes carros remotamente e sem limites.”

    “As already stated in some other replies, it is not „full remote control“ as in being able to remotely control steering or acceleration & braking.”

    O que é isto? CM TV?

    • FreakOnALeash says:

      Não!
      É sobre a permeabilidade dos veiculos mais recentes de poderem ser hackeados, lá por que não ha controlo sobre a condução em especifico, eu acho que poderem desligar-te as luzes do carro enquanto conduzes extremamente perigoso…mas como tocou no teu Deus Elon ficaste enfonado!
      Também aprecio a Tesla o seu CEO mas não o idolatro.
      Presumo que a vulnerabilidades que se encontram nos Teslas tenham equivalentes nos ID desta vida e outros que tais. Um bom serviço que este jovem fez ao avisar a Tesla, espero que os outros construtores tomem nota!

    • Manuel da Rocha says:

      E? Se um hacker te controlar o telemóvel, não precisa de fazer chamadas com ele. Basta poder ver o que fazes e sacar os ficheiros de acesso ou colocar uma gateway que irá filtrar todo o tráfego.
      Uma das coisas que dizem controlar é poder bloquear a chave por telemóvel. A Tesla resolve isso… em 3 a 4 horas. Nesse tempo, ou usam a chave física ou ficam sem carro.

  2. Miguel says:

    O carro não deve ser um gadjet, não o transformem nisso….

    • TugAzeiteiro says:

      Já vai tarde…. há +10 anos que o é… e não é por ter um motor elétrico ou a combustão…

    • Realista says:

      O problema é transformarem o carro num eletrodoméstico… e ainda por cima cada vez mais descartável.

      • RC says:

        Onde ? para ver se vou lá buscar peças.

      • Miguel says:

        Não é electrodoméstico, tentam transformar é num gadget, ora vê um exemplo para um novo modelo:
        – Mais bateria
        – Ecrã maior
        – Novas apps, como por exemplo auto drive
        – Updates garantidos durante x anos

        Tudo isto não devia ser importante em carros (excepto a bateria)

        • RC says:

          Updates garantidos durante x anos ? onde é que está isso ?

          • Miguel says:

            Não vai ser para sempre

          • RC says:

            É até o hardware que tem suportar nem meter em risco o funcionamento, no entanto lembro que a tesla atualiza o hardware de versões antigas.

            O exemplo são os primeiros model S até +- 2015 que traziam o AP1 MCU1, o primeiro é o computador do sistema de assistência à condução e o segundo é o ecrã 17″ central, neste momento já metem o AP2.5 e o MCU2 que vem nos carros a partir de 2015.

            Já tinha dito que a tesla não é uma empresa comum.

          • Miguel says:

            Mas isso significa que quem tem um carro de 2015 tem de trocar para ter AP2

          • RC says:

            Não, isso significa que quem tem carro de 2015 pode trocar o AP1 por AP2, ou AP2.5, que é o ultimo para um model S, por exemplo.

            Obviamente que nem tudo dá para atualizar, num carro de 2015 não vai poder atualizar para um Plaid. Tudo o que seja alterações de características do documento único ou do COC não dá.

          • Miguel says:

            Isso é boa prática realmente, sou a favor de tudo o que ajuda na durabilidade 😉

  3. B@rão Vermelho says:

    Isto até pode ser uma boa notícia, se és proprietário de um Tesla e chagas a casa tarde e com manchas de batom no colarinho, agora podes sempre dizer que foi um hacker que desviou o Tesla do caminho de casa e levou-te para o bar da Tina Choucha, não tinhas como escapar desta armadilha 🙂

  4. Manso says:

    E novidades, há?

  5. zapateroc says:

    Escrito pela mesma pessoa – This is not a vulnerability in Tesla‘s infrastructure. It‘s the owners faults. ^

    =

    Pessoa deixa porta aberta, copia chaves que cariam ao chão etc..

    • Hugo Pinto Calhau says:

      Esta notícia é enganosa…leva a crer que a culpa é da Tesla..e não é…segundo o hacker, a culpa é dos donos e não da marca..daí ele não ter acesso a “todos” os Teslas..

  6. o verdadeiro says:

    pois, deve ser proprietário de todos eles 🙂

  7. Há cada gajo says:

    Quando tudo está ligado ao mundo virtual, tudo é possível. Não há hipótese. Não existem impossíveis.

    • RC says:

      Mas não está, o carro está ligado diretamente aos servidores da tesla por vpn, entrar nas redes moveis até chega ao carro, enfim, não é pedir muito, mas é algo onde a probabilidade de lhe cair um meteorito em cima é maior.

      É só mais um que diz o que quer.

  8. DrFrank says:

    A coisa que mais li neste artigo é “carros elétricos” não sei quantas vezes repetidas.
    Até parece que o pplware quer dar a entender que apenas carros elétricos estão sujeitos a falhas de segurança.
    Caso contrário, porquê repetir tantas vezes? Não bastava simplesmente referir “carros”?

  9. secaya says:

    Os Teslas pararam no tempo. Parecem os Nokias 3310…

    • RC says:

      Sim, são os únicos que fazem atualizações sem ir à marca, coisa mais antiga, realmente as outras marcas não deviam evoluir tanto.

      • secaya says:

        Fazer atualizações constantes = produto subdesenvolvido 😉

        • RC says:

          Não, porque cada vez que saem novas versões vêm com novas funcionalidades, é sim um desenvolvimento constante, carros de anos anteriores ficam com as mesmas funcionalidades dos novos.

          Coisa que as outras marcas não fazem, lançam o mesmo carro ano após anos com alguma coisa mais só para desvalorizar os anteriores, dai a tesla ser tão odiada.

          • Miguel says:

            Aí tens a razão do meu “– Updates garantidos durante x anos” acima.
            Será como um gadget, passados alguns anos deixam de fazer updates, se quiseres tens de comprar a versão nova.
            Seja porque o hardware “já não permite” ou porque já não conseguem manter tantas versões.

          • RC says:

            Miguel, não é bem assim, a tesla atualiza o hardware do carro e portanto passa a ser compatível com novas atualizações, leia o outro comentário.

          • Miguel says:

            Actualiza? mas para novos clientes?

          • RC says:

            Sim, a tesla faz atualizações de hardware do carro desde que não implique alterações de características do certificado de conformidade, inclusive do tamanho ou capacidade da bateria.

            Lembra-se do famoso problema dos chips de memória ? pois, é a única ou das poucas marcas que além de reparar o MCU (onde está o chip) metendo um novo, coisa que nunca vi nenhuma marca fazer, já que a maioria dos problemas das centralinas ou ECU’s é o mesmo, mas enfim, só da tesla é que falam, permitem também que faça um upgrade a essa unidade pagamos menos 1000 euros do que ela custa nova, ou seja, nova custa 2500, o upgrade custa 1500.

          • RC says:

            Não só para novos clientes, mas também para clientes existentes.

  10. Zed says:

    Mais de 25? 25,1? 25,5?

  11. Luis says:

    Eu comprei o model 3 ha 2 meses e estou a adorar. Em lisboa ja se veem alguns mas ha muita menina universitaria a pedir me boleia com curiosidade de ver o carro em autopilot. Admito que ja consegui umas quantas gracas ao tesla mas neste mundo interessa e viver eheh

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.