Quantcast
PplWare Mobile

Empresa norueguesa de transporte marítimo proíbe carros elétricos a bordo

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. secalharya says:

    Boa medida. Segurança acima de tudo.

  2. Ifm says:

    Tenho a solução para o transporte de carros elétricos a bordo de navios.

    Os veículos são colocados num gênero de rampa de injeção, se o veículo começar a arder, a lateral abre e o carro é lançado ao mar.

    Haaa e o impacto ambiental, vamos largar carros no mar..
    Não, o carro quando é colocado a bordo é preso uma bóia com um cabo de aço.

    Depois o respectivo dono do carro, paga a uma empresa para ir buscar a baía com o seu carro, para o ir reciclar em terra.

    Impacto ambiental vai sempre haver… Um carro ardido seja no mar ou em terra vai poluir e não é pouco, mas ao menos não pega fogo ao resto dos carros a volta, e o impacto é sempre menor

  3. RC says:

    Também limitaram para outros veículos, tal como diz a noticia:

    “While the company will continue to transport fossil-fuel cars, they have also decided to limit the boarding and disembarking of private vehicles to only Bergen and Kirkenes, and not intermediate ports on the route. They said they would make exceptions for service vehicles for personnel who are doing necessary work on board the company’s ships and for emergency vehicles. ”

    https://maritime-executive.com/article/havila-bans-electric-and-hydrogen-vehicle-transport-due-to-fire-danger

  4. RC says:

    Posto isto agora vou vender os meus carrinhos a pilhas pois estão sujeitos a pegar fogo na garagem e atear fogo há casa…

    Os gajos dos barcos até tem razão e eu que ainda pensei levar o carro no avião para o Dubai…

  5. Samuel MGor says:

    Deviam era proibir era os Teslas abordo pois esses pegam fogo mesmo estando parados num parque de estacionamento.

  6. Yamahia says:

    Eles tomaram a decisão certa. Os seus navios navegam sobre água salgada e a mistura de componentes elétricos e água salgada é a receita para o desastre. A água salgada corrói os componentes da bateria que fica na parte inferior do carro. Daí a um curto circuito e possível incêndio vai uma pequena distância.
    É que apagar o incêndio de um carro elétrico é muito mais complicado do que um veículo movido a combustão, pois o incêndio pode persistir por diversas horas ou dias. Sendo que mesmo que consigam dominar o incêndio antes do carro arder por completo, só se poderá cantar vitória qd a bateria tiver sido consumida na totalidade; O fantasma da reignição estará sempre presente.
    Também nunca se sabe por onde andou o BEV antes de entrar no navio. Ele pode ter feito a Marginal em dias de mar alterado, ele pode ter rebocado o barco do seu proprietário até à marina para o meter na água, ele pode ter andado nas estradas da serra onde foi usado sal para derreter o gelo, Até pode ter permanecido por várias semanas numa zona de veraneio sujeito a humidade carregada de salitre… Sabe-se lá. O incêndio pode acontecer no imediato, a curto, a médio e a longo prazo. Impossível prever. Estou-me a lembrar daquele caso da família cujo BEV apanhou água do mar e uns dias depois foram de férias e quando chegaram não tinham carro nem casa. Ardeu tudo.
    Portanto é melhor prevenir do que remediar.

    Querem substituir os os carros com motores de combustão interna pelos carros de combustão espontânea. É o progresso eheheh.

    • RC says:

      Se tivesse lido em vez de salientar o seu preconceito, escusava de inventar tanto disparate, o que lhes falta são os sistemas para este tipo de incêndio, simples assim?

      Então porque limitaram também o transporte dos a combustão? Combustão ? Loool, veículos que trabalham com combustão??!! Então parece que estes é que estão sempre em combustão espontânea.

      Já agora, as baterias são estanques.

      • Yamahia says:

        Nem em terra os bombeiros os conseguem controlar, qt mais dentro de um navio.
        Os carros a combustão embarcam sem problemas.

        Portanto se vc quiser fazer férias pelos fiordes deixa o carrinho a pilhas em casa e aluga um carro como deve ser ou então anda a pé!

        • RC says:

          Ou simplesmente apanho outro navio de outra companhia.

        • RC says:

          Não conseguem quando não usam os equipamentos correctos, fale com os bombeiros de Alcacer do Sal e pergunte qual a dificuldade de os apagar.

          • SM says:

            Você é mesmo o expert nº 1 do Mundo em carros eléctricos. Qualquer assunto que envolva esta super tecnologia, você vem a terreiro com inaudita e fulminante sapiência.
            Já agora que estamos aqui, explique lá, por amor da santa, como é que, vivendo num apartamento ou estando em viagem, se carrega a coisa sem risco de não encontrar uma tomada disponível antes que a bateria fique sem carga?

          • RC says:

            Então e você é aquele que aparece aqui para fazer perguntas simples que não lembra o diabo, ou está aqui para ajudar a festa ?

            Respondendo, se não tiver garagem carrega num posto, se não tiver um posto, procura outro, ou então no trabalho, se nao quiser isso, continue como está, já que não entendi a relevância da pergunta para o assunto em questão, e se a ideia é tentar fazer alguma pressão para eu mudar de assunto, acho mais fácil você mudar de assunto.

  7. Ab says:

    O pessoal dos fumarentos até cresceu com esta notícia!!!

    Aqui na madeira já tem mais de 2000 viaturas elétricas e ainda não vi nenhuma a pegar lume.

    Tem alguma petrolífera por detrás destas notícias

    Abc

    • rui says:

      e foram a nado para aí que os barcos não os levam 🙂

      • Yamahia says:

        Se forem dentro de contentores ao abrigo das regras IMO para o transporte marítimo penso que o risco será reduzido
        Até fogo de artifício vai para Madeira (em contentor)
        Este tipo de cargas viaja obrigatoriamente no convés do navio num slot o mais próximo possível da borda .
        Caso dê problemas esse tipo de carga é atirada ao mar. O carregador paga as despesas resultantes dessas operações.

    • RC says:

      Mesmo, até crescem, mas enfim, há que lhes dar uma felicidade de vez em quando, já que ao que parece, têm falta disso. Lol

    • secalharya says:

      Como está o buraco de 6 mil milhões da Madeira?

      É fácil falar quando a Madeira receber mil e uma regalia do Estado Português. É só derreter dinheiro…

  8. TugAzeiteiro says:

    Tendo a Noruega uma adopção de veículos elétricos massiva, cheira-me que essa empresa de transporte marítimo, se grande percentagem do seu negócio depender do transporte de veículos particulares, irá abrir falência no decorrer deste ano!

    • Yamahia says:

      Também transportam mercadorias e passageiros.
      Ainda assim a grande parte dos veículos na Noruega ainda são a combustão, pelo que o negócio da empresa não estará em causa!
      Este ano a Noruega anulou grande parte dos incentivos aos BEV, a exemplo da Alemanha. Vamos ver se essa adopção massiva se mantém.

      • RC says:

        Quais é que anulou ?

        E quais impostos aumentou nos a combustão ?curiosamente até por peso pagam.

        • Yamahia says:

          https://observador.pt/2023/01/21/alemaes-matam-mesmo-os-phev-e-reduzem-apoios-aos-electricos/
          Quem devia pagar por peso era os BEV’s esses bisontes de + de 2TONS a desgastar o alcatrão!

          • RC says:

            Então mas estava a falar da Noruega ou Alemanha ?

            Sim sim, até deixam um rasto de destruição atrás.

            Vê, híbridos condenados, a seguir vão os hidrogénio e combustíveis sintéticos, já que têm problemas de energia. Loool

          • Yamahia says:

            Falei nos 2. Alemanha e Noruega.
            Deixei-lhe a info da Alemanha. Agora é a sua vez.
            Pq é que acha que houve uma corrida aos electricos naquele país até Dez de 2022?
            Exacto, pqrque os incentivos iriam termonar em Janeiro deste ano.

            E o espertalhão do Musk aproveitou logo para vender mais umas sucatas e conseguir mais uns créditos de carbono. Acho que ele só á conta deates creditos faz para a despesa e ainda vende alguns eheh

          • RC says:

            Na Noruega não reduziram. LOL

            Mas o que isso tem a ver com o assunto ? eles reduzem quando vêm que deixam de fazer sentido.

            Houve uma corrida ? Onde ?

            O Musk baixou o preço foi este ano, para o mundo inteiro, nada tem a ver com estes 2 paises.

            Incrível as voltas que você dá para cair sempre no mesmo erro.

            Não compre, compre um a hidrogénio. LOOOOOOL, até pode ir buscar muitos a Alemanha, já que ninguém os quer.

          • Yamahia says:

            O que é que isto tem a ver com o assunto?. Então eu falo no facto de uma forma circunstancial e vc é que se picou e quis tirar despique e agora vem perguntar o que é que isto tem a ver com o assunto? looloooloool

            Olhe tome lá
            “Até aqui, os eléctricos registados na Noruega não estavam sujeitos ao IVA de 25% a que estão expostos os outros produtos, a começar pelos veículos a combustão. Esta é uma das vantagens que o Governo está a tentar eliminar, estando neste momento em cima da mesa um plano em que o imposto varia consoante o preço do veículo.”
            IN http s://observador.pt/2022/12/30/nao-falta-energia-na-noruega-com-20-de-electricos/

            Já percebeu porque o Musquetas impingiu 80% dos BEV vendidos na Noruega no último trimestre de 2022?

            E já conseguiu que a sua mente enviesada alcance o porquê da Tesla ter baixado drasticamente o preço do Model 3 e do Y para ~49000, em vez de andar praí a inventar que o homezito é bonzinho e distribui os lucros pelos clientes qd não precisa deles?! lolloool Fez-se luz? Ou quer lhe lhe faça um desenho?!

        • RC says:

          Está em cima da mesa, então tem presidido essa mesa ? Loool

          Olhe a toyota baixou o preço do mirai e no ano de 2022 vendeu 7, epá o mundo anda mesmo maluco.

          Então mas o Musk baixou o preço este ano para vender no ano passado na Noruega, é isso ?

          Eu é que tenho mente enviesada?

          • yamahia says:

            Estava em cima da mesa em DEZ do ano passado.
            Em JAN/23 passou a ser efectivo. Aliás há meses q se falava disto. Não foi surpresa nenhuma.
            A ver se com um trecho do outro artigo VC chega lá…
            “Todos os veículos BEV transaccionados por menos de 40.000€ (antes de impostos), vêem os incentivos à aquisição baixar de 6000€ para 4500€. Para os veículos 100% a bateria que estão posicionados entre os 40.000€ e 65.000€, o apoio que até final de 2022 era de 5000€ cai agora para 3000€. Sabe-se ainda que, em 2024, apenas os veículos eléctricos até 45.000€ terão acesso ao bónus ambiental, cujo valor volta a baixar, desta vez para 3000€.”
            Ou seja model’s 3 e Y com os extras da praxe já não teriam direito aos incentivos caso continuassem com o preço de tabela.
            O mesmo na Noruega com o IVA em cima. Passariam a levar com a taxa máxima.

            Em ambos os casos iriam perder vendas para a concorrência directa cujos valores PVP estão dentro do range elegível.

            Esta nova abordagem vai-se estender por todos os estados que praticam subsídios à ME.

            Acredite, ao baixar o preço dos carros ele não lhe está a dar nada. Ele precisa desesperadamente dos créditos de CO2 para poder vender a quem os compra e que já confessaram sem preconceito serem seus grandes clientes nesta área…GM, FCA e Ford.
            Por isso ele fica doente qd perde uma venda e por isso houve sangue ao constactar que os objectivos do ano transacto não foram atingidos.
            Não tenha a mínima dúvida que se os incentivos baixassem para carros até 30000 q ele baixava os modelos em questão para 30000. Ele ganha mais com os créditos do carbono do q propriamente com os carros.
            Isto é do mais imoral que existe pq hoje em dia o BEV polui mais que o ICE.
            Portanto há aqui muitos interesses envolvidos e muitos milhares de milhões e os que contribuem para alimentar a situação não passam de meros fantoches nas mãos desses srs. que os fazem acreditar que estão a salvar o planeta. Tal é o poder da lavagem cerebral.
            Continuem eheh

          • RC says:

            Bem, no final acaba no por confirmar toda a anedota que esteve a escrever, você realmente tem imaginação fértil, não há dúvida.

            Ok, fiquei a saber que a tesla baixou os preços em Portugal para vender mais na Noruega . Loooool

            É isso é , até na Noruega anda tudo enganado, o mundo anda todo enganado e você é que esta certo acerca da poluição .

            Tamahia – o ambientalista. Loooooooll

            Viva ao governo Norueguês por baixar os incentivos, assim cá temos carros mais baratos. Loooool

          • Yamahia says:

            Nem com a papinha feita vc chega lá…
            Vc não tire as palas que não é preciso, não looloolool

          • RC says:

            Chego, qualquer um chega, ao tamanho filme que você faz em redor disto.

            Se fosse como diz, não tinham aumentado os mesmos durante 2021 e 2022.

            Baixaram por razões simples, o custo diminuiu e o lucro aumentou, logo há que baixar, afinal são a marca que mais ganha por carro, por razões simples, as partes caras são todas produzidas por eles.

            Só quem não vê o óbvio é que vem dizer que a tesla baixou os preços no mundo inteiro para vender mais na Noruega e Alemanha, que já eram mercados mais que comidos por eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.