Quantcast
PplWare Mobile

Ao viajar de carro elétrico, onde posso carregar a bateria em Portugal?

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Shout says:

    Boas, num posto publico, o que acontece a quem põe o carro a carregar de manhã e só o vai tirar ao fim do dia?…bem depois de ele ter terminado a carga total.

    • rui says:

      se tiver a sinalização correta só lá pode estar estacionado enquanto estiver a carregar.
      Agora o tempo que a polícia demora a vir e se lhe apetece rebocar ou algo do género já é relativo, como em qualquer outro estacionamento incorreto.

      • Shout says:

        Nestes postos de carregamento públicos mas de uma empresa privada, os fiscais podem multar?… A PSP pode bloquear?…. É que nunca vi nenhuma situação dessas.

    • mlopes says:

      muitos cenários são possíveis.
      se alguém ligar para a polícia e reportar a situação, leva coima. contudo também já vi agentes da psp dizerem que não têm conhecimento para saber se o carro está a carregar ou não e por isso não vao levantar o auto.
      há outros casos em que a polícia passa, vê o sinal verde no posto e levanta o auto.
      há ainda casos em que os postos estão a funcionar mas não existe sinalética no local e por isso a políia não pode autuar.
      há outros em que a sinalética está lá mas os postos não funcionam.
      um dos problemas para um utilizador determinar o momento do fim da carga á que o sistema de email de aviso não é fiável. umas vezses recebe-se o aviso outras não

  2. André says:

    O grande problema é que não existe um lugar específico comum com o preço do carregamento(s) , não existe coesão, muita falta de informação, neste momento parece tudo segredo! apenas no final do mês, vem a fatura para pagar.
    Sendo utilizador de carro eléctrico, posso dizer que muitos carregadores rápidos espalhados por Portugal, o preço por km fica igual ou se não pior que um carro a gasóleo. E claro, aquelas surpresas maravilhosas de ter os carregadores avariados ou apenas 1 ou 2 para uma panóplia de carros eléctricos!
    Outra nota que ponho, muito cuidado as estações de serviço das autoestradas, muitas não tem carregadores nos dois sentidos, apenas num…
    Da aplicação acima falada, uso e até recomendo.

    • King Banido says:

      André,

      N users juram a pés juntos que isso não é nenhum problema! Que nem sequer gastam dinheiro nos carregamentos e que nenhum está avariado!

      Ion, eu sei que tas a ver isto… comenta ai a tua experiencia magnifica e desmente já o André, isto é um ultraje aos EV’s!

      • IonFan says:

        Ora bem. Fui passar o fim de semana fora e dai a demora na resposta.
        Mas ainda bem que fui passar o fim de semana fora porque posso trazer mais uma experiência na primeira pessoa.

        Foram cerca de 700 kms em dois dias. Saí com 90% de casa. À ida foi à velocidade legal e sem paragens para carregar, apenas muitos desvios para visitar pontos de interesse. Carga de 2h30 no hotel enquanto estava na piscina interior e depois jantava. No dia seguinte mais umas voltas para conhecer o local e, finalmente a viagem de volta para casa. Uma paragem de 5 min no Supercharger da Mealhada e outra de 10 min no de Fátima. Podia ter carregado 15 min na Mealhada e ter feito directo, mas como tenho que parar de qualquer forma por causa das crianças, preferi duas paragens. Vim entre os 140 e os 150 km/h, consoante me parecia seguro e cheguei a casa com 40% de bateria.
        Posso acrescentar que o percurso em AE foi feito em Autopilot 99% do tempo e gastei uns 3.5eur a repor os 50% (90%-40%) em casa. Cada vez estou mais feliz com a escolha de um Tesla.

        Esta é a minha experiência e é a partir dela que posso formar opinião. Se as vossas experiências são diferentes, façam o favor de as descrever para ter-mos perspectivas diferentes.

        • mlopes says:

          sim, mas de teslas não se faz a história dos veículos elétricos especialemente em países com poder de compra como portugal.
          para o comum dos mortais portugueses o cenário dos veículos elétricos ainda é algo penoso e caro (especialmente pelo preço dos veículos), o que é uma pena.
          e sim, há imensos postos avariados, desligados, vandalizados, etc. para quem não tem carregamento em casa e no trabalho, carregar um ev em portugal pode ser uma saga

          • IonFan says:

            É verdade que carregar nos postos públicos é uma saga, por isso é que optei por um Tesla. Eu não programo as minhas deslocações a contar com a rede publica.
            No meu caso consigo justificar o maior “investimento” devido aos kms que faço anualmente, mas acredito que a realidade vai mudar nos próximos anos e a mobilidade eléctrica vai ficar acessível a tanta gente quanto a mobilidade fossil é acessível hoje.
            Digo isto porque os preços dos EV tem vindo e vai continuar a descer mas principalmente porque a rede publica vai passar a ser paga. Um rede paga acaba com os abusos, avarias e vai aumentar o número postos disponíveis. Vai ser sempre mais caro do que carregar em casa mas, pelo menos nos postos normais, deve ser bem mais barato do que o diesel.

  3. King Banido says:

    “Portugal tem mais de 1600 pontos de carregamento”

    funcionais?

    Era fixe terem complementado a noticia, com os que realmente estão usaveis… É que quem veja isto, tem uma ideia totalmente errada da atualidade.

    • Vítor M. says:

      Tem colocados, depois avarias são para serem reparadas (a não ser que sejam desligados propositadamente!!). Mas, ok ok, estamos em Portugal dirás tu e com muita razão 😉

      • mlopes says:

        onde vivo há postos que estão avariados (segundo a movi.e diz) muitos e muitos meses. conheci dois que estiveram assim durante praticamente um ano, não obstante os multiplos reportes da situação.
        depois há aqueles que nunca sabe como estão já que estão tal é a variabilidade do seu estado. então os postos da primeira geração são um lixo autêntico

        • Vítor M. says:

          Que te posso dizer… sabemos como as coisas funcionam. Infelizmente…. é uma realidade triste. Certa altura, passava numa rua numa cidade a norte e alguém foi ter com um técnico que estava a reparar um posto de carregamento e disse “só vai reparar esse, os 4 estão sem funcionar?”, o técnico responder “sim, só me disseram para reparar este”. Portanto…

  4. Sérgio Gomes says:

    Temos uma APP ” nossa” de Aveiro – MIIO – excelente com toda a informação que possa precisar, como preços, locais, disponibilidade, etc. Apenas tem informação de Portugal. A electromaps tem a vantagem de apresentar dados fora de Portugal.

  5. Albisilvense says:

    Já agora, como se consegue carregar no estrangeiro. Já perguntei à MObie, à GALP, à PRIO, à EDP, e ninguém me sabe dizer como posso ir a espanha e carregar o meu carro, ou a outro pais que não seja portugal

    • Ricardo says:

      Os carregamentos no estrangeiro, são diferentes de Portugal porque não existe uma entidade agregadora que torna possivel o acesso com único.
      O que existe lá fora vai depender do pais e até da região do pais para que seja possivel carregar.
      Na grande maioria bastar instalar a aplicação do operador para carregar e pagar ou por uma ter uma aplicação do tipo electromaps e chargemap (entidades que fazem acordos com os operadores), para também ser possivel carregar e pagar através de aplicação.
      Em conclusão, o mais simples é antes de ir para fora fazer um planeamento da viagem e verificar onde precisa de parar carregar e verificar os requisitos dos operadores. Um bom planeamento permite reduzir muitos custos, uma vez vez que ainda é possivel encontrar postos de carregamento grátis. Claro que se estivermos a falar de um Tesla, tudo é mais simples, uma vez que usando apenas a rede de SUC’s e DC, se pode chegar a qualquer lado sem problemas e complicações com pagamentos

  6. Jota says:

    e se por exemplo de Lisboa ao porto, que se levam, vamos dizer 3h. Ao pararmos numa estação de serviço para carregar, vamos dizer 40mim… se tivermos um carro à frente, só um que seja, …80 min.
    Ora na altura do Verão… Sai-se de manhã pelas 3 ou 4 e levamos quantas horas para chegar!?
    Valerá a pena? Ou os carros eletricos serão – para já – apenas e s+o veiculos urbanos?

    • King Banido says:

      Para alem do Tesla, que é a unica que tem superchargers o EV é puramente urbano.

      Varios users dizem que os superChargers carregam 80% em coisa de 15/20 min, e o Tesla não é propriamente um carro que toda a gente tenha, logo haverá mais facilidade em achar lugar livre ou com pouca gente nos super.

      • Ricardo says:

        A resposta a essa questão vai depender muito do VE que se irá utilizar na viagem, para fazer pouco mais de 200km, já existem muitos VE’s que o fazem sem ter necessidade de carregar.
        Dizer que os VE’s são carros citadinos é um mito urbano 🙂 Porque um VE com uma autonomia anunciada de 250km, que faz ao fim de 3 anos 170.000km é tudo menos citadino…
        Dizer que um Tesla em 15/20min carrega 80% é pouco mais do que não dizer nada, a Tesla tem basicamente 3 modelos, com bateria que vão dos 50 kWh aos 100 kWh e que suportam diferentes níveis de potência, por isso, tudo vai depender do VE em questão e de mais fatores.

    • Sérgio Gomes says:

      Terá que utilizar uma APP ou RFID de uma operadora espanhola, seja Iberdrola, electromaps ou outra. Adiciona um cartão de crédito e assim carrega onde precisa.

  7. Sérgio Gomes says:

    Comentário errado acima.
    Lisboa Porto faço várias vezes e levo cerca de 4 horas incluindo paragem de 30 min.
    Caso tenha um carro a frente, sigo para o próximo carregador. Se este estiver também ocupado sigo para o seguinte.
    A utilização de um carro elétrico requere planeamento da viagem e ter sempre um plano B para não ter que estar a espera para carregar. Por vezes acontece, num ano tive apenas 2 situações em 29000km.

    • SANDOKAN 1513 says:

      “Caso tenha um carro a frente, sigo para o próximo carregador. Se este estiver também ocupado sigo para o seguinte.
      A utilização de um carro elétrico requere planeamento da viagem e ter sempre um plano B para não ter que estar a espera para carregar.” Excelente comentário,do melhor que já vi sobre este assunto.Fossem todos como você,muito bem.

  8. Miguel C says:

    Mais de 20000 na Holanda!
    Pensar que não somos inferiores a estes gajos em nada a não ser na categoria de quem gere, dá-me um nó no estômago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.