Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft confessa que vendeu todas as consolas Xbox com prejuízo

PUB

                                    
                                

Fonte: IGN

Autor: Marisa Pinto


  1. Ficolixado says:

    Qual o espanto?
    Toda a gente sabe que a M$ bem como a Sony vendem sempre as consolas com prejuízo… Não é novidade nenhuma.

    • Sam says:

      Exacto. Mas por aqui uma notícia destas é melhor do que falarem que já se pode jogar (versão beta) no Xbox Cloud no PC e IOS =)

      • Filipe says:

        Amigo, tudo muito lindo com xcloud, ps now e stadia, todos a apregoar que jogos via stream/cloud são o futuro. Não. Está muito longe disso. Não sejas fanboy, já agora, pois não é só a tua xbox que tem jogos via stream. Na concorrência há serviço melhor já há vários anos. Até o serviço via cloud da nvidia é melhor.

    • Daniel Costa says:

      “Por outro lado, salvo alguns casos, o hardware de videojogos é normalmente vendido com prejuízo. No caso da Nintendo, por exemplo, a marca tem tentado ao longo dos anos vender as suas consolas com lucro, como a Switch. E isso tem sido possível. Também a PS4 deu frutos para a Sony.”

      Parece-me que não leste tudo 🙂

  2. Vitor says:

    No mundo da tecnologia isso é normal desde sempre…”oferecem” o suporte para depois ganharem nos “acessórios”! A Google (quase) não tem serviços pagos…no Facebook é (quase) tudo de borla…a Apple “dá” o sistema operacional! Depois têm lucros astronómicos com os acessórios,lojas de apps,publicidade,etc! Não vejo onde é que a Microsoft comete algum “pecado”…

  3. Eu sei lá says:

    Vendem as consolas com prejuízo, ganham nos jogos.
    Grande surpresa. É o mesmo que a HP perder dinheiro nas impressoras e ganhar nos tinteiros.

  4. filipe santos says:

    o artigo apesar de ser sobre a microsoft, foge ao ponto que a Epic quer provar, a Apple age um pouco como a máfia, sacando proveitos astronómicos, quando não tem gastos assinaláveis. Digamos que a tabela média na indústria é de 30%de fee por jogo , torna-se falacioso a apple aproveitarse disso porque na industria há produção, e a apple na store não produz.
    a PS, XBOX, Nintendo cobram 30% nos jogos, porque providenciam o hardware com prejuizo. a Apple vende o hardware com lucro, logo não precisa dos 30%, pode ser menos.
    se a Epic provar abuso de posição, pode bem ganhar o processo.

  5. EC says:

    No mundo dos smartphones acontecem o mesmo, por exemplo, a Xiaomi com alguns modelos de baixa-gama têm prejuízo ou perto disso. Recuperam nos patrocínios embutidos dentro dos competentes do S.O. e nas nalgumas apps pré-instaladas.

  6. andre says:

    Cá esta, mandei a critica e agora vem noticias, mas ainda não são as boas.
    Mas e um bom começo.
    Podem falar do xbox live gratuito para game free-play, fps-boost para 60 jogos( devem estar a espera que PS5 anuncie um jogo com o fps-boost para criar a ideia que foram os primeiros, como quase todas as notícias de consolas).

  7. Miguel says:

    Alguém falou em “dumping”???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.