PplWare Mobile

Agência Espacial Europeia confia no SUSE, a NASA no Ubuntu


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Lodi says:

    Gostava de saber que placas gráficas usam naqueles portáteis, visto que os drivers para Linux, tanto da NVIDIA como da AMD são uma bela b****!

    • Guerreiro says:

      Deve ser intel.

    • André Pereira says:

      Desculpa discordar mas uso os binários da NVIDIA no meu portátil com um velhinha Go 7300 e nunca tive problemas e mais, apesar de terem sido descontinuada, o suporta da mesma continua por parte da NVIDIA com correções de bugs e updates de compatibilidade com o Xorg…

      • Só um gajo says:

        Mau era se uma gráfica com quase 10 anos não tivesse suporte decente no Linux. O pessoal queixa-se do suporte para NVidia porque o suporte para gráficas com tecnologia optimus não trazem suporte out of the box, tens que instalar o bumblebee para a coisa começar a dar como deve ser.

        Claro que estar aqui a falar de placas gráficas quando se fala de missões espaciais, é o mesmo que discutir o sexo dos anjos.

        • Juliano Eduardo says:

          “Só um gajo”, desculpe-me discordar de você nas atualmente a NVidia e sua tecnologia Optimus ja está disponível para Ubuntu.
          Eu mesmo tenho dois notebooks, um com a placa GT-540M e outro com GT-630M e ambos funcionam tranquilamente no Ubuntu. Quando se instala o driver proprietário NVidia o mesmo instalar um Software chamado NVida Settings o qual você pode alternar entre as placa de vídeo, porém o único inconveniente é que após a alternância, deve-se reiniciar o Sistema ou reiniciar a seção.
          Obs: Desculpe meu dialeto, é que sou do Brasil.

    • Nuno Vieira says:

      Pelo menos no caso da nVidia as drivers não são uma b**** como indicas. As driver são bastante estáveis. O único problema e a grande queixa dos utilizadores da nVidia no Linux é a falta de suporte do Optimus.

      Quanto a AMD, não faço a mínima ideia porque não utilizo nenhum GPU deles.

  2. lmx says:

    O cerne apesar de ter o cientific linux, usa Debian massivamente para controlo de maquinas virtuais…

    Usando uma tecnologia desenvolvida pela NASA e pelo UBUNTU,de nome JUJU, que permite de uma forma muito simples controlar maquinas na cloud, criar maquinas com diferentes características, etc…

    Tudo de uma forma muito simples…

  3. Prof. Karamba says:

    A introdução deste post faz-nos pensar que estas instituições passaram a usar o Linux por causa do desaparecimento do windows xp! Não é verdade. Estas instituições e muitas outras sempre usaram Linux praticamente desde o seu aparecimento. Antes do Linux usavam UNIX. Nunca usaram windows xp.

  4. Marco says:

    nao se esqueçam q apesar da use ter sido comprada pela Novell, a suse é uma empresa europeia.

  5. delaorden says:

    Pera aí …. NASA e Agência Espacial Européia migraram para Ubuntu e Suse por conta do “desaparecimento” do XP ? hahahahaha … desculpa, mas isso foi hilário.

    • lmx says:

      não foi poer conta do xp, mas porque querem o trabalho feito, e para isso, tem que ser um unix ou derivado…

      Estas agencias assim como o cerne lidam com volumes colossais de informação, e teem que usar SO’s que sejam capazes de lidar com tanta info, sem cracharem, etc.

      O Outro motivo é que se queres ser tu a definir o futuro da tua organização, obrigatoriamente tens que usar formatos abertos, senão estás tramado…

  6. ro301 says:

    Infelizmente são necessário estes artigos para as pessoas abrirem os olhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.