Quantcast
PplWare Mobile

TV Pirata: PJ detém homem pela prática de Cardsharing

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Ricardo Gonçalves says:

    Faziam um Bundle desporto SportTV HD elevensports HD Benfica TVHD tudo por 10 euros/mes e mais ninguém se ia dar ao trabalho de piratear, digo eu que iriam triplicar as receitas não sei

    • Louro says:

      Sim porque da mesma forma que acontece com o pessoal que vende IPTV(Ilegal) e cardsharing, as operadoras…
      – Nao pagam direitos de transmissao dos canais,
      – Nao pagam impostos,
      – Nao pagam funcionários e os respectivos impostos inerentes,
      – Nao pagam publicidade,
      – Nao pagam vendedores e por aí fora,
      – Nao pagam por infraestroturas,

      Se fosse tudo assim, acredito que as operadoras pudessem vender pacotes com todos os canais disponiveis a nivel mundial por 10Euros/Mes sem qualquer problema.

  2. jonas oliveira says:

    Cardsharing WTF.
    Estamos em 2019.

  3. Hugo says:

    Usurpar sinais alheios para lucro próprio, é uma actividade ilegal à qual esta pessoa está sujeita às consequências. Contudo, eticamente, não sei quem são os maiores ladrões. Estas pessoas que tentam meios alternativos para conseguir uns trocos, ou algumas operadoras, nomeadamente a Sport Tv, que praticam preços pornograficamente desajustados para a oferta, e enriquecem em sistema de oligopólio com a complacência do Estado…

    • Nuno says:

      Essas operadoras pagam pelas licenças muito caro, também é claramente ilegal vender de forma organizada e estruturada acesso a esses canais. Quem quiser pode ir a um café ver os jogos pelo preço de um café. Talvez fazer uma puxada do cabo do vizinho, furando a parede divisória ou a laje do piso e dividir o custo seja menos grave, mas isso é como vender droga a uns quantos conhecidos e já não ser considerado crime.

  4. sabichao says:

    Fazenda Pública???
    Esta expressão ainda se usa em Portugal?

  5. Jorge says:

    Onde vivo:

    MEO: só ADSL a 12 Mbps (cada Box ligada em SD tira 2.5 Mbps, e em HD quase 6), com um router com problema que limitava Wifi a 5.5 Mbps e se recusaram subatituir. Aluguer das boxes adicionais, sem possibilidade de compra, ficou em quase 800 € desde que aderi em 2008.
    Ao fim de 5 fidelizações, continuam a aumentar preço em 15€/mês para obrigar a refidelizar.

    NOS: com cabo de fibra (HFC) à frente da casa em poste da EDP, estão a recusar ligar casa durante 2 anos. Serviço satélite com bom preço caso aceite net 3G a 2 Mbps. Caso rejeite essa net, cobram mais 5€ de mensalidade, e mais 4€ do aluguer de box que só faz gravações e só tem guia tv quando lhe apetece, e recusam corrigir problema. Como recusei a net que descrevi, cobraram mais 40€ da instalação da 2° box, e mais 20€ da ativação.
    Ah, e como recusei ter só os 2Mbps de net da NOS, também me cortaram o acesso à app NOS TV.

    Vodafone: só tem 4G, que varia dos 10 aos 25 Mbps consoante o tráfego nas antenas. Esrive 15 dias sem internet porque não encontravam a minha morada no mapa, mas encontraram-na para enviar a 1° factura. Ao fim de 4 meses a tentar portabilidade do n° fixo, tive de desisitir, tal foi a incompetência e burocracia.

    Conclusão: tenho à escolha ou tv com gravações automáticas e net a 6Mbps em média, ou tv satélite sem gravações e net 4G a 18Mbps em média e míseros 100GB de tráfego mensal máximo após os quais a Vodafone CORTA a net. Por um total mensal perto dos 60€ e… 24 meses de fidelização “para justificar o investimento e a inovação”.

    Ah, e não posso ter só net

    O “pirata” foi preso, mas os 7 ladrões (os “concorrentes” Altice, NOS, Vodafone; os legisladores PS, PSD, CDS; e o “regulador” Anacom) continuam à solta.
    #AtéDáVómito

    PS: e nem vou falar dos 30€ da SportTv, 10€ da BTV, e 10€ da ElevenSports, que é preciso pagar para ver todos os jogos do nosso clube nas condições mínimas: em HD.

    PS2: ou do meu caso em que, com limite de tráfego da Vodafone, a Netflix fica fora de questão, e tenho assim de pagar a TVCine para ter um pingo de conteúdo decente de forma legal…

    PS3: e para acabar, o caso recentemente conhecido de que NOS e Altice diminuem a velocidade da Net a TODOS os clientes durante as horas dos jogos de futebol dos 3 grandes…

    • Jorge says:

      “Ah, e não posso ter só net, porque Anacom decidiu que sítios só com cobre (Adsl) da Altice, têm de pagar mensalidades mais altas e ainda a assinatura do telefone fixo. Preço de net 12 Mbps ficaria em cerca de 40 €/mês, quando o mesmo serviço numa Zona C (ex Zona Sapo) fica em 15 €/mês ou menos…
      Obrigado Anacom, obrigado máfia cartelizada das telecomunicações, e obrigado legisladores do sistema: PS, PSD, e CDS.

      • Mateus Pinto says:

        Adiciona aí que a TV/Netcabo há muitos anos me cobrou 400€ de GB extra quando toda a família esteve de férias no estrangeiro, o router desligado, casa individual e impossibilidade de alguém usar; pedi na altura o registo das comunicações com o router (os router por cabo tinham um ip fixo e comunicava cada vez com a Central e ficava registrado). O meu router na altura essas férias deu como desligado (Como é óbvio) no entanto perante que eu tinha provas de que não estava em casa, a própria empresa tinha registo que durante esse tempo o meu router esteve desconectado e mesmo assim a Netcabo e a ANACOM disseram que não havia nada de errado e tinha que pagar. Quando perguntei como era possível eu fazer 400€ extras com o meu router desligado não me respondiam e reenviavam a conta. A ANACOM limitava -se a dizer que não sabia cimo era possível, mas se a Netcabo dizia que tinha que pagar, eles acreditavam?! (Ainda hoje tenho as cartas digitalizadas).

        A partir desse momento vi que as telecomunicações, eletricidade, etc são uma máfia que faz o que quer e tem a ANACOM comprada. A partir desta altura a credibilidade deles ficou a zero e nunca mais paguei por extras, tv box, etc. Vão ser x.los lá fora…

  6. NoFait says:

    Vou ser crucificado mas…. Não há dinheiro, não há vicios!
    Aposto que muita gente gostaria de ter um carro de alta cilindrada… um Ferrari ou um Lamborghini ou mesmo um Veyron… Não têm porquê? Caro demais não é? Não pagam uma mensalidade para andar com um sequer alugado pois não? Nem roubam um, certo?
    Então o que muda aqui? Acham o preço desajustado? Não consumam. Não obtenham o serviço deles… Eventualmente eles acabam por baixar o preço e ajustá-lo à carteira dos clientes.
    Outro belo exemplo… iPhones… O preço deles é absurdo, e porquê? A malta paga 1’000 € por um telefone e nem pestaneja! Porque é “da moda”…
    A culpa está no consumidor… Dá prioridades a coisas que deviam ser secundárias e deviam ser postas de lado quando o preço não é o certo…
    Espero que não me levem a mal… afinal de contas é apenas a minha opinião.

    • dqdd says:

      há dinheiro, mas é pouco.. faziam 10 eur/mês para os canais de desporto e estava resolvido o problema.

    • Joao says:

      escolheste um mau exemplo o doa carros ha montes de escolhes em vez de andares um ferrari andas com um renault aqui nao ha escolhas ou pgar 70€ por mes para teres um entertenimento que tu gostas ou nao ves é esta a escolha tendo em conta que eles nos roubam a nos porque e que eu nao vou roubar quanto mais pessoas usarem estes serviçoes menos pessoas eles teem e quando tiverem muito poucas talvez baixem o preço ate la venha a iptv é que muita gente aqui nao se importava de pagar 20€ por mes para ter um serviço legal em vez de ilegal mas 20€ esta bem longe dos preços praticados

  7. Paulo Santos says:

    Realmente em Portugal o crime comum não compensa. Mais depressa se apanha esta malta toda que os corruptos que todos sabem quem são.

  8. buckethead says:

    Só uma palavra a dizer…IPTV.
    Barato, super fácil de obter e acima de tudo, funciona.
    Cardsharing já é ultrapassado….
    30 euros ou lá o que é pela Sporttv…nem 10 quanto mais 30. Andam a roubar para encher os clubes de futebol de dinheiro com contratos de milhôes e mais milhôes e depois os preços são o que são.
    Esperem aí deitados se pensam que mesmo sem sinal pirata eu iria aderir aos canais pagos, é que era logo a seguir.

  9. João Dias says:

    Isso é paysharing , o verdadeiro cardsharing não envolve € apenas trocar.

  10. Diogo says:

    Pirataria vai sempre existir quer vocês optem por usar ou não. Eu uso e estou feliz c isso, pago 60€ ano e tenho todos os canais pagos, prefiro dar estes trocos ao meu “fornecedor” do que a qualquer operadora ( obviamente que tenho de pagar pela internet ao operador para poder aceder ao serviço )

  11. Blue Beast says:

    Aquilo por Aveiro é uma trafulhice,Deus me livre !! Deve ser só gatunos por lá !! Quantas vezes me lembro que há coisas destas da pirataria pela prática de “cardsharing” lembro-me logo de pensar que é em Aveiro.Mas é que é sempre.Curiosamente,quem se lembrar destes casos nota que eu digo sempre que são tipos lá para os lados de Aveiro.Caramba,naquele distrito o pessoal só vive destas artimanhas,que gatunada. 😐

  12. Sérgio Camilo says:

    O que há mais é polícias com smartboxs em casa, garantidamente.

  13. ItsMeMickey says:

    Acho um piadão a toda a gente que diz “Não há dinheiro, não há vícios”!

    No entanto parece que as pessoas esquecem o puder que tem colectivamente!
    Se as operadoras cobram preços “pornográficos” por um serviço limitado é porque eles sabem o quanto os seus clientes estão dispostos à pagar.

    Se o mesmos clientes recusarem-se a pagar os valores actualmente aplicados desistindo das subscrições e os operadores começarem a ver um declínio nas subscrições dos pacotes desportivos só assim é que eles irão mudar, e fazer preços mais acessíveis!

    Porque enquanto houver quem esteja disposto a pagar de 24 à 30€ por um pacote de SportTv as operadoras não irão ver qualquer problema, agora se houver um declínio colectivo na sua adesão, aí sim é que eles irão ser obrigados a repensar nos valores a cobrar para tornar os pacotes mais apetecíveis!

    …ou não! 🙂

  14. Rodrigo says:

    No Brasil ,temos esse problema TB com a net ,isso e uma mafia dessas operadoras, de canal a pago ,eles acham melhor ter poucas pessoas pagando absurdo ,ou a maioria pagando pouco ,a anatel no Brasil e a mesmo coisa,

  15. Eduardo says:

    Os próprios operadores podem acabar, quer dizer.. proteger seu conteúdo com outros sistemas de segurança sem a necessidade de usar as autoridades, no fundo.. não há como acabar com isso basta consultar o olx, aliexpress, ebay e outros sites de leilão que vão encontrar equipamentos já funcionais e quase a borla, no meu caso não preciso pagar preços astronómicos uma vez que meu ordenado não passa os 600€, notícias e programações locais há o TDT a bombar e gratuito, noticias e programações da minha terra há a tv record e record news a borla e HD e programações em tempo real no hispasat ou no astra uma vez que minha smart tv esta preparada para aceitar satelite, tv globo assisto em tempo real na box android e gratuito não preciso pagar 9,90 na globo now onde as programações so vem passar aqui depois de uma semana, se eu perder algum programa vou a app youtube da smart tv e assisto o que perdi e mais alguma coisa, filmes e series? vou na app netflix tem tudo que os operadores aqui oferece e mais alguma coisa, entretanto os operadores aqui tem que repensar seus preços, cumps.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.