PplWare Mobile

PJ desmantela rede internacional de distribuição ilegal de sinal TV


Autor: Pedro Pinto


  1. Gustavo says:

    Aqui, no Brasil, começaram a aparecer inúmeros anúncios de venda de decodificadores piratas nos últimos meses. Também notei um crescimento no número de sites que transmitem a programação das TVs pagas pela Internet de modo ilegal.

  2. tavares says:

    Entre Portugal,Brasil e “outros Países da Europa” e só com dez mil clientes?? Ou eram novos na “atividade” ou tinham um produto muito fraco… para combater a pirataria é só as operadoras baixarem os preços!!

  3. rui jorge silva says:

    Calma, ainda faltam as boxes KAON ethernet, que andam para ai a rondar umas centenas. Nao tarda muito. Mas eu avisei na altura quem deu dinheiro por elas. Tambem nunca fui santo…

  4. kokoloko says:

    Diz a PJ que esta actividade ” atinge a economia nacional e prejudica a exploração e sustentação financeira do negócio nesta área específica de mercado”. Ora aqui está! Fico a saber que a PJ está mais preocupada com a sustentabilidade financeira das empresas do que com a sustentabilidade financeira dos contribuintes que lhes pagam os ordenados. De facto, porque é que a PJ não investiga o roubo que foi, é e há-de continuar a ser a TDT em Portugal?

    • Sergio J says:

      E quem paga aos contribuintes?

    • darth says:

      que raciocionio mais parvo. a pj esta preocupada com a lei, nao com o teu pseudo-socialismo da tanga, que alias aqui nao incide sobre um bem essencial. e quebrar incriptacao de filmes e desporto tem o que a haver com a tdt?

      • Sérgio. M says:

        Tem que ver com serviço multimédia e transmissão de conteúdos. Ele não está errado de todo. Prejudicou a – economia nacional – dos contribuintes no geral e, mais especificamente dos que se viram obrigados a aderir aos serviços de cabo para terem acesso aos canais gratuitos e os que tiveram que comprar antenas/receptores. Não é a mesma coisa, mas pertence à mesma área. O Kokoko não está errado de todo.

  5. Wistfultale says:

    Já como o meu pai diz: “Não há nada como me deitar e descansar com a cabeça tranquila”, quando lhe falam de pirataria. E essa é uma verdade! O barato sai caro.

  6. Xinuo says:

    Não sei bem quais são as provas e as leis envolvidas mas tenho uma opinião não muito favorável para as operadores de TV paga.

    O fato é que o sinal chega na casa do indivíduo, mesmo ele não assinando, e este têm o direito sobre o seu corpo, sua casa. Ele pode sim, pegar um aparelho e decodificar o sinal que passa por ele. Para mim isso não é um ato ilegal. Uma operadora, desde que autorizada a operar pode emitir sinal e pode codificá-lo, etc. etc. Isso não dá o direito dela proibir alguém de decodificar. Para mim a operadora só poderia reclamar se mandasse o sinal somente para casa dos assinantes, daí se alguém, não assinante, fosse na casa do vizinho para roubar-lhe o sinal, então aí seria um ato ilegal, pois no mínimo haveria uma invasão de propriedade.

    O que talvez fosse uma saída para as operadoras é que o governo tornasse ilegal a comercialização de equipamentos não homologados para assistir TV.

    • Sergio J says:

      O cabo da electricidade entra na tua casa. O que te impede de fazer um baixada antes do teu contador? Pergunta parva sem pensar muito no assunto.

      Outra pergunta parva. Falas de invasão de privacidade do vizinho, mas no entanto não falas da invasão de privacidade do conteudo do cabo. Estranho. O Cabo até poderia ser teu, mas o contéudo que lá passa não.

    • sómaisum says:

      (não trabalhando eu na área, posso já dizer uma barbaridade.. sorry)
      O sinal, suponhamos um prédio, chega até á box que esta no predio (aquilo tem um nome e noa me lembro). Depois são feitas as devidas ligações lá dentro para permitir, ou não, que o sinal chegue às respectivas casas. Logo, não é por chegar a porta do teu predio que tens permissão para aceder.

      Agora um exemplo mais prático: lá porque apanhas a wi-fi do vizinho, podes usar e abusar dela?

      • Socio Nº1 says:

        Acho que o que ele quer dizer com o sinal é enviado para todos, é pq este tipo de esquema é via satelite e não o tipico cabo no predio. Por isso ele diz que o sinal está ai e quem quiser descodifica.
        Não é igual ao wi-fi do vizinho, pq ai já usas o serviço dele. Usas o router dele, aumentas a carga no router, usas o trafego. O Sinal de satelite chega todos os dias cá abaixo, quer uses quer não 🙂

  7. Silva says:

    Ate no facebook havia anuncios destes.
    Agora basta apanhar o responsavel que ele vai denunciar todos os “assinantes” e dar as mensagens trocadas.
    Nao tenho pena de nenhum lado.

  8. Hélder says:

    Não raro por vezes encontramos áreas em que há controle territorial dessas organizações aqui no Rio de Janeiro. Já ouvi caso de técnicos/instaladores das operadoras enfrentando resistência de criminosos.

  9. nope says:

    Tenho cabo mas “ILEGAL” é o que acontece com a TDT e a ANACOM a dizer que toda a gente tem sinal digital de TV em Portugal. Quando alguém “toca” nos rendimentos das TV por cabo, que rendem à pala da falta de TDT, aí ninguém “desmantela” nada.

  10. panhonhas says:

    Isto não pode ser considerado actividade criminosa, isto é partilha.
    E depois fazem isto, a este pessoal que realmente ajudam os outros a ter canais de todas as operadores e países a um preço mais justo, não consigo perceber. Isto é muito triste.

    • Pedro Lino says:

      Partilha, é não cobrar nada… Outra é cobrar. Estes individuos, cobram cerca de 5€ por mês por linha. Se são 10 mil, são +- 50 mil euros mês… Que rica partilha.

      • panhonhas says:

        Está bem mas ao menos é mais barato que pagar a uma operadora e tem-se os canais todos que se quer. Se pudesse era isso que faria para ganhar a vida, melhor que trabalhar, e fazia algo que gostava.

    • miguel says:

      partinha nao envolve valor monetário, isto é enriquecimento ilícito

    • André says:

      Partilha é troca direta. Dás o teu cartão (pelo qual pagas 60 euros mensais) e eles dão-te o cartão deles (pelo qual pagam 60 euros mensais a outra operadora). E ficas com 2 conjuntos de canais. Isto pode escapar por causa da lei vigente… agora ter um cartão e distribuir sinal a 10000 casas, já é crime. Porque está a receber 15 euros por cada linha que disponibiliza… a maioria destas situações tiram mais de 250000 euros por mês, pagando 300 euros às operadoras de cabo. Belo lucro… não declarado.

  11. josendt says:

    Ainda funciona! lol

  12. Ozias says:

    Querem combater a pirataria e bem simples e pratico é só as operadoras abaixarem os preços que mas e mas pessoas vão começar a pagar pelo sinal homologado, mas enquanto essa ditas operadoras continuarem a praticar preços inaceitáveis e absurdos para maioria da população. o povo vai continuar pirateando o sinal.

  13. Marco M says:

    Eu não me importava de pagar o serviço MEO (iptv) desde que pudesse trazer a box para o país onde actualmente estou a morar e ela funcionasse.

    • Gr0ove says:

      Tecnicamente até podes fazer isso quer dizes nos serviços de satélite, basta teres uma parabólica direccionada para o satélite correcto em cada uma das tuas residências. As operadores é que não gostam muito lol mas também não precisas de lhes dizer… lol

    • Gr0ove says:

      Já no caso de IPTV por cabo aí, que eu tenha conhecimento, não tens hipótese de ter esse serviço no estrangeiro pois terias que estar ligado directamente na rede do operador (adsl, fibra óptica ou coaxial)

    • Zeca Baleiro says:

      Marco M, isso é possível, através de Satélite, caso estejas num país Europeu.

      Basta informares-te numa loja MEO, e explicam-te como se faz.

    • André says:

      Podes fazer isso, desde que tenhas cobertura do Hispasat. (países europeus) O cartão funciona cá como em qualquer sítio onde tenhas cobertura desse satélite. Basta levares a box, antena e cartão, apontares ao hispa e continuares a pagar a mensalidade.

  14. says:

    Se por um lado se compreende o efeito que a pirataria tem para quem vende um produto, também se compreende o efeito que os preços praticados têm na carteira de quem compra. Sempre disse que o melhor para combater a pirataria é baixar os preços.

    • Palavra do Senhor says:

      Meu caro, só compra quem quer!! Se eu meter batatas À venda por 200 euros o quilo, tu compras? Claro que não!!! No limite podias protestar para eu baixar o preço. Agora não ias à noite roubar-me só porque sim!!

      É por a malta pensar assim que este país não sai da cepa torta! O tuga tenta sempre arranjar uma forma de dar a volta ao sistema!! DEpois ficam chocados quando o sistema lhes corta os benefícios! É bem feita!

  15. ozi says:

    A PJ faz o trabalho dela, nada a acrescentar, mas há aqui uma questão muito importante, que já foi falada e não é descabida de todo. A primeira são o preço das operadores, dou um exemplo, como moro numa zona complicada, tenho ADSL 24 Mb, só que é impossível ter mais de 11 mb, e pago cerca de 50€ ( como não quero renovar, as promoções estão a acabar). Ora 11 mb – 50. 50€ é um completo exagero para o serviço que é oferecido.

    Outra questão é o TDT, em que há pessoas que se viram obrigadas a se fidelizarem a uma empresa para poderem ver televisão, quando antes não pagavam nada.

    Depois admiram-se que haja pirataria. A netflix vai estrear em PT, eu com 10 ou 11mb vou aderir? Não me importava, mas como é óbvio, não vai funcionar bem, tendo duas boxes (- 4 mb) mais o netflix. O que vou fazer é continuar a descarregar ilegalmente filmes e séries em FHD.

    • André says:

      11mb estás muito bem… (e para que é que gastas tráfego a sacar em 1080, quando consegues a mesma qualidade nas televisões (a não ser que tenhas um ecran de 180 polegadas para cima…) com a versão de 480 ou 720?)

      Estou a menos de 10 minutos da Ponte sobre o Tejo e tenho ADSL a 2mbs porque é o máximo que consigo ter aqui. Mesmo as redes móveis ficaram-me demasiado caras e a qualidade do sinal… era porcaria. (boas velocidades mas, falhas na ligação de hora a hora)
      Não tenho televisão e são 22 euros por mês. (com televisão seriam 40 por mês e ficava com 1 box para uma parabólica para 1 televisão em casa)

  16. B@rão Vermelho says:

    Mas para ter os serviços piratas não tens obrigatoriamente ter internet?
    Então já estamos a pagar um serviço, não estamos pura e simplesmente a roubar tudo, hora o roubo é relativo, hoje em dia quem é que quer os canais dos filmes, quase ninguém acho que o que faz falta a malta é os canais de desporto isso sim é um roubo e dos grandes.

    • André says:

      Também é verdade só que em vários locais, consegues ter internet por 12 euros e ficares com televisão como se tivesses um pacote de 150 euros mensais, ficando a pagar 27 euros (12 euros pelo cartão de internet móvel e 15 por quem cede a linha(25 se tiveres 3 ou 4 televisões)) por mês.

      Isto não é streaming… a net só serve para activar o cartão em cada operação de descodificação. Os cartões verdadeiros fazem essa operação automaticamente. Os falsos, precisam da ligação a um verdadeiro para se validarem e continuarem a funcionar.

  17. me and me says:

    mais um apagao….

  18. Palavra do Senhor says:

    Eu fico parvo com estes comentários.
    Amigos, eu também acho que se paga muito por ter sinal…mas não é por isso que vou agora a correr comprar uma solução pirata só por ser mais barata.

    Isto é o mesmo que voces acharem que o preço da carne está muito alto, então bora lá roubar!! Se a carne está cara, vão comprar batatas. Protesta-se e tal mas não se rouba.

    Ler comentários como “Isto não pode ser considerado actividade criminosa, isto é partilha.
    E depois fazem isto, a este pessoal que realmente ajudam os outros a ter canais de todas as operadores e países a um preço mais justo, não consigo perceber. Isto é muito triste” faz-me perceber como é que a coligação voltou a ganhar!!!

    Por esta ordem de ideas, vou fazer uma puxada de electricidade do meu vizinho. Não é ilegal, é partilha!!

    Por amor de deus, tenham noção quando escrevem essas barbaridades!!!!

  19. Pituína says:

    A PJ devia ir ao Luxemburgo, Suica e outros para ver que a maioria dos tugas tem tudo pirata.
    Só no Luxemburgo tem potenciais 100.000 tugas a pagar todos os meses para ver os canais tugas.

  20. Curioso says:

    Sabe-se o nome destes dois irmãos cabecilhas da rede?

  21. Só uma coisa says:

    Entretanto, a TDT portuguesa continua a ser a mais pobre da Europa e uma da piores do mundo.

    Dica: Kodi

  22. Satelite says:

    Pessoal isto da piratia nunca vai acabar acreditem porque existe muitas redes que so partilham cartoes em troca outros sem lucros que pj vai fazer eles?
    Isto ja e uma guerra bem antiga e se não houvesse piratia mercados receptores ia falencia,mercado das parabolicas atras.As operadoras gostam da pirataria sempre que ah um apagao alguns clientes ficam cansados das falhas e fazem contrato com eles.
    Ja pensaram um individo quer ter todos canais satelite se fosse ter todos cartoes como ia ser?
    SKY iventou sistema infalivel diziam eles mas ja ah soluçoes.
    Esta chegar nagra 4 ja existe soluçoes.
    Quem amar mundo de servico satelite vai sempre procurar possibilidades de visualizar todos canais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.