PplWare Mobile

Stallman: A Apple algema os seus utilizadores


Autor: Ana Narciso


  1. Paulo Oliveira says:

    A origem deste post? Por favor…

  2. arkan says:

    nao gosto da apple, desde q ela começou a enviar dados de utilizaçao do itunes qndo eu tinha uma carroça de ipod.

    mesmo com firewall ativado, ela insistia em perseguir minhas mp3s.

    • Vítor M. says:

      Pois, isso pode ser chato : a operadora de telemóvel guarda o teu histórico, a Google guarda os teus mails, as tuas navegações, por onde andas e com quem te comunicas, a Microsoft sabe o que conversas e o que usas em cima do Windows, a Apple sabe que música descarregas ou ouves e sabe as tuas preferencias. A unicre comunica ao teu banco a tua actividade do cartão e levantamentos de dinheiro, o teu banco sabe o que compras e o que vendes e quanto ganhas… depois o resto, és tu que contas online. Que bela porcaria, verdade?

  3. Nuno Pinto says:

    Concordo. Por essas e outras políticas monopolistas é que tenho uma aversão à Apple e outras empresas do mesmo género.
    A Apple não vê nem mais um tostão meu.Hardware muito mais caro que hardware para PC, com caracteristicas inferiores mas com um preço muito mais elevado. Uma enorme limitação de expansibilidade e tudo é pago a preço de ouro quando estamos a comprar por vezes latão.
    Tenho tido sempre PCs Windows e resolvi tentar a Apple uma vez só, e nunca mais.
    Apple é apenas ornamento para a sala ou escritório para meninos mimados e/ou “ricos”.

    • Luis says:

      Nuno Pinto, uma palavra, lol.

      • Dlencastre says:

        Lol? Através-te a dizer que é mentira? É sim latão a preço de ouro, bem ornamentado com marketing de platina e bem regado com o sentido de culto. Usa o Linux e vez o que é bom software. Usa um pc Windows e usa todo o potencial do hardware. Apple vende chouriços bem embalado e caso necessites de assistência técnica, estas fo…. Como eng. Electrónico digo que a Apple faz as coisas de forma a que se avariem em 24 meses e seja quase impossível reparar. Queres um exemplo? As baterias dos seus aparelhos moveis são soldadas… PS escrevi isto de um iPad que avariou e fui eu que o reparei após a Apple ter dito que queria 400€ por um ecrã. Gastei 39$. Lol

      • Nuno Pinto says:

        Quem ri por último ri melhor, diz o ditado popular. E aqui o ultimo a rir é a Apple, de afficionados como tu que usam palas e só vêm numa direcção.
        Tenhi já mais de 2 décadas de experiencia ligado ao mundo informático (hardware e programacao), por isso sem bem o que digo.
        Já agora, sabias que o Mac OS tem como base o UNIX? A mesma base do Linux. Mais uma mostra que Apple DEVERIA ser mais barato que os normais PCs, pois como diz aqui um outro utilizador, Apple é uma máquina de MArketing muito bem montada (o que não justifica as politicas, as limitacoes a qualidade e os preços dos seus produtos)

      • Dinis says:

        é assim…. “lol” nao é uma palavra…

    • flavio says:

      e porque windows? Tens linux

    • Padiña says:

      Pois… A Apple é que é má. Todas as outras são empresas muito “honestas e respeitadoras”. Sobretudo a Microsoft! Estes fanboys!!!

    • Vítor M. says:

      Nuno Pinto, pc’s com Windows? O Windows de facto é mais barato que o Mac OS X… Lol

      E mais… não dás ao gato? Ora, dás ao rato… Lol

      É para meninos mimados? Uiiii, olha que deve ser ao contrario, não deve ser é para putos chorões!!! 😉

      Desde quando uma ferramenta de trabalho ou lazer é motivo para sectarismo?

      • Fábio Marques says:

        Pagas o OSX no preço do hardware. Pagar 1000€ por um PC com licença Windows ou pagar 1100€ por um MacBook com características inferiores ou idênticas ao anterior e com OSX é escolha do consumidor.
        Mas facto é que pagas, e pagas bem.

        • Vítor M. says:

          Aaaa então traz à luz da discussão outras vertentes: durabilidade, performance, estética e ecossistema… afinal dás-me razão, tens um produto em conta quando pomos isto tudo no prato da balança.

          • Carlos says:

            Durabilidade é um ponto interessante… Já instalaste a última versão do OS X num Mac com 10 anos? É que eu instalei o a última versão do Windows num Acer com 10 anos, literalmente a cair aos bocados, e funciona perfeitamente.

          • Dlencastre says:

            LoL… Sabes como sei que percebes muito pouco de Apple? Lendo os teus comentários regados de propaganda. Esse mito de que fazem as coisas para que seja xpto é para rir… Basta ver a qualidade da RAM, dos condensadores e resistências, das placas de rede… Alias ler os teus comentários é hilariante.

          • Fábio Marques says:

            Durabilidade depende de fabricante para fabricante e da própria utilização. Tenho um Sony Vaio com 3 anos, já caiu ao chão umas 2 vezes e funciona como novo e vai funcionar durante mais uns quantos (No entanto tive de lhe trocar a ventoinha há poucos meses e pagar 80€ por isso).
            Perfomance do meu pc é superior a um MacBook do mesmo ano da aquisição deste pc.

            A estética é uma questão que cada vez mais começa a ser menos importante visto que os fabricantes cada vez mais se preocupam mais com a estética dos seus pc’s.

            Ecossistema não tem só a ver com Apps.

            Mas o que eu disse é que pagavas de facto pelo OSX, o preço não é indicado, mas pagas e não é nada pouco. Depois fazes atualizações anuais de 20€ e no Windows tinhas os Services Packs gratuitos e atualizavas por 120€ ou lá que era para a nova versão do Windows passado 3 ou 4 anos.
            Lá por a forma de venda ao consumidor ser diferente, o facto é que a diferença não será assim tão pouca no preço final. É claro que isto é a minha opinião. Não digo que um MacBook não seja uma boa compra, porque é. Mas dizerem-me que o OSX é mais barato que o Windows é balelas…

          • Vítor M. says:

            Dlencastre, não chegou lá, até porque, como diz o adágio popular “vozes de burro não chegam ao céu”…

            O que tu sabes… a mim já esqueceu 😉

            Tu com pouco mostraste muita ignorância, ao apontares algo e não dizendo nada de nada. Condensadores? Ram, resistências?

            Toma algo mais forte sff.

      • Mira says:

        Cada vez mais uma ferramenta de trabalho ou de lazer é motivo para sectarismo.
        Basta olhar à nossa volta, sem muito cuidado para perceber isso.

    • Bruno says:

      Acabo de descobrir que sou um menino mimado e/ou rico.

      MMMMMAAAAAAAEEEEE da-me uma nota de 50€ para limpar as lágrimas

      • Daniel says:

        Eu tambem, tenho um mac sou um mimado porque trabalhei para o poder comprar e usufruir de um sistema que ate agora ainda nao me deu chatices e tem servido perfeitamente para o meu trabalho, tenho-o ha 3 anos…

  4. david says:

    eu acho que este sr. devia ia ao médico. tb defendo o software livre, mas é preciso ter contenção para n cair no ridículo.

    desde quando é que um backdoors é uma funcionalidade?

    • Pedro A. says:

      Quando são colocadas propositadamente. Pode não o ser para ti, mas para quem o criou é sem duvida alguma uma funcionalidade.

    • Vítor M. says:

      Ele caiu no ridículo há 10 anos atrás, o mal dele é o exagero. Pena não contar ao público quanto ganha á pala do Linux… 😉

      • Carlos says:

        Completamente de acordo. O homem é tão fanático que tirando um pequeno grupo de fiéis, ninguém lhe liga nenhuma. O facto de simplesmente se recusar a responder à questão de do que viveriam então todas as pessoas que ganham a vida a desenvolver software comercial (não podemos todos viver de sermos professores universitários efetivos e de palestras aos fiéis) diz tudo.

      • João Fernandes says:

        Porque raio é ele fanático ou ridículo? Ele defende um ideologia, ponto. Ele tem noção da falta de “praticidade” da sua ideologia, mas não é por isso que a vai deixar de defender, sendo qualquer pequena batalha ganha uma vitória.

        Ele ganha ao pala do Linux o quê? De que forma? Por lhe pagarem para fazer de orador? Se as pessoas lhe querem pagar para ele ser orador, achas que não o devia aceitar? Ele não é nenhum comunista, não tem qualquer tipo de aversão ao dinheiro. Podes vender código GPL pelo preço que te apetecer… Já agora, não queres partilhar com o pessoal quanto fazes à pala deste blog?

        • Vítor M. says:

          Começando logo pelo teu ponto errado: eu aqui não faço à pala do blog, o blog existe à minha pala e da minha grande equipa e, acima de tudo, graças ao que podemos oferecer aos visitantes.

          No caso deste senhor, a quem como é óbvio vejo grande poder intervencionista e grande postura defensora, o Linux é que o mantém “vivo” na esfera ideológica… mas ele quando nasceu já se usava Unix para “ganhar dinheiro”, para gerar receita, para dar emprego, o que ele muitas vezes aponta como “pecado” é o que gera movimento neste mundo, seja ele na batuta da Microsoft, da Apple, da IBM, da Google… e em muitas verdades estou convicto que ele está certo, mas noutras o exagero e o tom de comunista sobressai em exagero.

          É isso que eu, aponto como ridículo, não nele mas nesse seu tom de exagero. Mas não é só nele, seja como for, e não desfazendo da sua utilidade, tudo o que é demais é erro!

          Ele vive do Linux, ele dá muito ao Linux mas, provavelmente, o Linux da-lhe muito mais a ele. Pensa nisso.

          • João Fernandes says:

            Vitor, claramente não entendes a mensagem como ela é transmitida. Software livre e comunismo partilham o conceito de bem comum, ponto. É um conceito base da humanidade, não de uma ideologia. Volto a repetir, tu podes ir para a rua vender CDs com software GPL a 1000€ cada. Se alguém quiser comprar, fixe! Não estás de qualquer forma a violar a licença se o código fonte lá estiver.

            Não é preciso Wikipedia para saber que o Stallman nasceu antes do Unix… quando o C foi criado, e portanto o Unix reescrito, o Stallman até já era adulto. Isto só para te mostrar que estás a apontar para uma pessoa por vezes com pólvora seca.

            Eu não tenho nada a ver com o dinheiro que fazes ou deixas de fazer com este blog. Se fizerem algo, fico feliz! Se não fizerem, agradeço o esforço. Agora vir recriminar alguém por fazer dinheiro por ser orador, parece-me um argumento muito “rasco”. O dinheiro não é a principal preocupação dele, mas sim as garantias de liberdade. Não é óbvio concluir isso do discurso dele?

            Ele não deu simplesmente muito ao Linux. Ele e todos os que contribuem para comunidade software livre deram e dão muito ao mundo. É preciso ter em conta que, generalizando, todos nós no nosso dia-a-dia usamos software livre, seja na forma de um browser, kernel, compilador, suite office, shell, servidor web, etc.

          • Vítor M. says:

            João, eu tenho, como já referi, lido algumas coisas que ele vai deixando e não estás a entender o meu ponto de vista quando critico a sua actuação rude contra certas esferas desta mundo da tecnologia.

            Repara que alguns gurus do mundo Linux não lhe dão grande atenção, pelos seus exageros. Não falo no que ele tira de proveito enquanto orador, não, volto a dizer que não entendeste o meu ponto de vista, eu claramente detesto o lado dele fascista:

            “The free software movement aims for a social change: to make all software free so that all software users are free and can be part of a community of cooperation. Every non-free program gives its developer unjust power over the users. Our goal is to put an end to that injustice.”

            Tenho dito.

    • Nuno Silva says:

      Houve lá ó camarada. Tu sabes quem é o Sr. Stallman? Se soubesses ficavas calado. Mas nem sequer vou perder tempo a explicar-te. prefiro que fiques na ignorância. Eu ainda posso dar desconto a algumas “calinadas” e “bacuradas”, que aqui são ditas, eu também dou algumas. Agora quando um gajo diz que o Sr. Stallman cai no ridículo ao falar de software…. Pronto, lá se foi a credibilidade toda.

      • Carlos says:

        Tens toda a razão. Mas, já agora, o que é que ele fez de relevante na área nos últimos dez anos?

        • Carlos Carvalho says:

          Bom dia ,

          Carlos , se não sabes o que é que o Homem fez durante este 10 últimos anos nem deverias ter opinado , eu estou quase de acordo a 100% com o que ele diz e ao contrário do que queres fazer passar o Homem não é nenhum alucinado , é bom que existam várias alternativas / pontos de vista / caminhos que podem ser seguidos pelos Humanos no que tecnologia de computação diz respeito .

          Este post no fundo ainda até ao momento não foi comentado como deveria ter sido .

          Aceitem os meus sinceros cumprimentos

          Carlos Carvalho

          • Carlos says:

            Pois, bem me parecia, não fez nada.
            Eu estava a perguntar especificamente o que ele contribuiu na área de desenvolvimento de software e/ou sistemas operativos, e a tua resposta foi zero, preferiste chutar para canto.
            Sim, criou o projeto GNU, mas isso for há quase 30 anos. De lá para cá fez o quê?

            E bom, se não concordas a 100% com ele, não és mais que um traidor da causa, um vendido ao software proprietário que quer limitar a liberdade dos outros.

      • lmx says:

        Boas…
        Existem algumas coisas, que de facto acho exagero…

        Mas meus Senhores acho que deveriam ter um pouco mais de respeito pela pessoa em causa…
        É que todos nós juntos a nível de engenharia informatica e de capacidade mental não lhe conseguimos chegar aos calcanhares…
        existem pessoas de facto que são diferentes…

        Um é o Linus, o stallman, o Tenenbaum, denis Rechie, entre alguns mais são a mais pura nata!!!

        Por favor não comparem estes senhores com um Bill Gates, ou com o Jobs, estes estão a anos luz a nivel de conhecimento dos citados acima…

        Para terem ideia o Stallman é considerado o ULTIMO GRANDE GURU do MIT(Massachusetts Institute of Technology- para quem não sabe a Univ mais conceituada a nivel Mundial)…vejam a idade do homem e agora digam-me que com a idade que tem se ja não era suposto alguém o ter substituido….há pois é, não existe ninguém a altura desde a sua formatura para ocupar essa designação!!!!

        Podia estar podre de Rico o triplo do Gates, ou de Outro qualquer, mas devido aos seus valores morais, tem feito muito pela Humanidade e isso deveria ser reconhecido por todos…pelo menos por mim é…

        O meu muito obrigado Stallman.

        ps: Existem pessoas que deveriam sofrer um castigo divino, iternamente!!

        cmps

    • Dlencastre says:

      Quando se percebe que algorítmica nao é programação. Ò pá devo dizer que águia nadam muitos meninos que se julgam informáticos porque sabem ler revistas ou tiraram cursos de sistemas de informação… Desde quando é que uma backdoor nao é uma funcionalidade? Queres que te fava um visio? Pode ser que com uml chegues lá… Este gajo nao é o Estevão trabalhos. Este sabe programar…

      • Dlencastre says:

        Onde diz águia leia-se “aqui” e onde diz nadam é “andam” … Onde está fava … É faça 😉

      • Jose says:

        True Story.. Portugal tem muitos wannabe’s, são poucos os que sabem os basicos de informatica.

        • Vítor M. says:

          Discordo totalmente. Há muitos fantásticos informáticos que dominam tanto o conceito como a história implícita nestes muitos segmentos tecnológicos. Pena que esses muitos não possam ser mais apoiados pelas instituições e tenham, muitas vezes, de vencer lá fora. Há muitos dos maiores projectos neste mundo com portugueses associados ao sucesso.

          Portugal tem dos melhores profissionais nesta área que saem todos os anos das nossas faculdades. Per capita devemos ser dos melhores do mundo.

    • Luis says:

      Eu ouvi dizer que ele até mora num gruta e o problema é o numero de janelas que as casas têm, porque permitem que as outras pessoas vejam o que se passa la dentro!

  5. António Pereira says:

    Eu nem entro em lojas por causa das câmaras, nem deixo a minha mãe dizer ao telefone onde me encontro.

    Por falar nela, nunca mais me trás o raio do jantar ao quarto …

  6. fornost says:

    adorei o artigo. Concordo em muito com as opiniões. Sou um dos poucos que não possuem conta no Facebook.
    Tive um problema sério com uma perseguição em meados de 2006… desativei a conta e tive uma epifania… da periculosidade, desnecessidade, mediocridade etc desse tipo de serviço… recentemente criei uma empresa e me utilizei disso pra divulgar meus produtos…desse ponto de vista é interessante.
    mas, sinceramente, criar/cultivar amizades numa espécie de 2ª vida é simplesmente a idéia mais estúpida do mundo…(em minha opinião)

  7. Mario Junior says:

    Esse cara já saiu do estado normal pro estado neurótico. Eu heim…

    • lmx says:

      um dia destes estás a dizer que está possuido pelo demonio e que tal por exemplo como Geordano Bruno(que afirmava que a terra era redonda e foi morto…a mando do PAPA Lẽao VI)…vais colocar na mesa a hipotse de internamento, ou algo pior lol…

      A nossa Historia é fertil em casos destes big lol.

      Quando as pessoas não teem capacidade para perceber alguém mais avançado que nós…ou se apelida de maluco, ou se goza com ele, quando na verdade deveria ser o contrario!!

      A nossa espécie esta por isso e não só ameaçada…estima-se que no futuro a nossa raça será mesmo BURRA…pudera!!

      cmps

  8. i always win says:

    Concordo com algumas das suas ideias, mas acho que ele é radical de mais com as atitudes anti-espionagem… nos ainda não assistimos á verdadeira espionagem, as marcas usam os nossos dados para vender estatísticas, para fazer publicidade, e melhorar os produtos deles, a verdadeira espionagem vai ser quando os governos quiserem impor um perfil de utilizador a cada cidadão para aceder á internet, o futuro da internet tem sido discutido nestes dias, deixo a sugestão ao pplware para fazerem um artigo sobre isso.

    ps: as marcas são todas iguais no que toca a privacidade…

    Cumps

  9. Nuno Pinho says:

    Boa tarde Sr. Nuno Pinto:

    ” Apple é apenas ornamento para a sala ou escritório para meninos mimados e/ou “ricos”.”

    O meu nome é Nuno Pinho. Sou utilizador Apple. Tenho um Imac, um Ipad, um Iphone, um Ipod e uma Apple TV. Utilizo o Icloud, o Iworks, O Itunes Match (Pago a subscrição anual) e vivo no que designaram por …. Ecossistema Apple!
    Em relação á frase que escreveu e transcrevo no inicio deste comentário, a unica coisa que lhe digo, é que tem a liberdade de não gostar da Apple (a sua liberdade é a mesma que a minha por gostar….) só revela uma coisa: Falta de Educação Pura e Simples! Cresça e APAREÇA!!! (se tiver coragem).
    Em relação a este senhor, o tal de Stallman, vamos todos viver a nossa vida digital com tudo grátis. Vamos trabalhar em Hardware, Software, em enormes Infraestruturas e dar tudo de graça….. Sim porque é muito mais romantico!!!!!
    Depois, quando necessitarmos de comer, vestir, etç….. com os resultados económicos que as nossas empresas vão ter, pois trabalharemos todos de graça, vamos pedir o pão a este Senhor!!!

    • Pedro Domingues says:

      Existe forma de ganhar dinheiro com o software livre: http://www.thondomraughts.com/2009/03/making-money-with-free-software.html

      • Daniel says:

        mas é obvio que se toda a gente usar esse sistema, mais tarde ou mais cedo as consequencias chegam… é preciso pensar bem no que se diz antes de falar…

    • João Tavares says:

      Sem dúvida o melhor comentário de todos! Completamente de acordo!

    • Nuno Silva says:

      Não percebeste mesmo nada do que foi dito nesta noticia, pois não? Eu faço-te um desenho. Tu, quando compras um carro, ele passa a ser teu, certo? Achavas bem, que a marca enviasse um mecânico fazer alterações no dito carro sem a tua autorização? Ou que colocasse um dispositivo para saber a que horas conduzes e a que velocidade andas? Enquanto o software proprietário se preocupa com a atividade do cliente/utilizador, o software livre apenas se preocupa com o bom desempenho, aquele para o qual foi criado. Aliás todo o software livre, tem muito mais atualizações do que o software proprietário. Software livre tem como objetivo, cada vez melhor. O software proprietário tem como objetivo sacar informação e hábitos de quem pagou, para depois utilizar em formas de sacar mais dinheiro aos utilizadores, com novas versões que tem por base essas estatísticas limitadoras da liberdade e segurança.

      • Carlos says:

        O teu exemplo do carro é mesmo bom. Porque evidentemente sabes que há carros que registam uma quantidade enorme de dados quando são usados, e quando vais à revisão o fabricante saca tudo. E aproveita para trocar peças e corrigir defeitos entretanto descobertos sem te dizer nada.
        Um ótimo exemplo, sim senhor!

    • says:

      Percebe a filosofia deste homem, antes de dizeres disparates.

      Software Livre é completamente diferente de Almoços grátis, ele está sempre a dizer isso.

      O problema é que as pessoas confundem software livre com software grátis, o que é completamente diferente.

      Este homem discute questões de liberdade, não questões económicas.

      Ele não ataca as organizações pelas suas contas bancárias ou pelo seu peso na sociedade, só pelas suas práticas, que podiam muito bem não tê-las, estas organizações podiam muito bem ter uma atitude diferente.

      Este homem está muito à frente do seu tempo, o problema é que a maior parte das pessoas não percebe. Basta confundirem dinheiro com software livre e empresas que acham que fizeram muito pela tecnologia esquecendo as práticas que as mesmas praticam para isto ser uma lastima de comentários a atacar uns aos outros, até pelas próprias pessoas responsáveis pelo pplware, em vez de estarmos a compreender o que o homem quer mesmo transmitir.

      Quem o acha extremista,não está mesmo a compreender onde ele quer chegar e andam a meter muitos conceitos na mesma panela que não tem nada haver.

    • Daniel G says:

      Caro Sr Nuno Pinho
      Um reparo…
      Ninguem “falou”, nem “fala” em viver a “nossa vida digital” com tudo gratis. O facto the usar “open software” ou “software livre” não significa que seja gratis…
      Significa que, entre outros, quem compra o producto, pode abrir o “capô do carro e ver, reparar, alterar, etc, o motor (ou ate mesmo o carro inteiro)” livremente (e á sua responsabilide).
      A minha opinião… Acho que este e o melhor caminho para a evolução da tecnologica… Se prefere usar “isto” ou “aquilo”?! Fica ao gosto de cada um.
      EU julgo que o avanço tecnologico seja mais rapido, se incluirmos o facto de qualquer pessoa possa poder contribuir para o teste e desenvolvimento de novas tecnologias.

    • Dlencastre says:

      LoL. Cada burro, como eu, come palha. Mas uns orgulham-se de comer com a pá…

  10. fernando martini says:

    eu diria que Richard Stallman esta deveras mais preocupado com seguranca ja que usa software livre e oconsidera tao superior a Windows e Apple com suas brechas que ficou paranoico, a anos uso o Windows, sei que nao é o S.O perfeito, porem a maior culpa é do usuario, e memso no software livre se vc nao souber configura-lo tera brechas igualmente; bem como no facebook vc se expoe porem nao vai dibvulgar cada passo seu por lá, mas enfim, ao ler tudo isso ao menos essa foi a minha opinio, odem descordar, mas a internet em si nao é segura, afinaç é feita e controlada por homens

    • Pedro Domingues says:

      As falhas de segurança que ele se refere são causadas pela própria Microsoft. Eles usam o próprio SO para nos espiar e isso já foi confirmado várias vezes. É quase como dizer que só usas uma versão pirata do SO porque eles te deixam…

  11. luis says:

    O facebook e a falta de privacidade pode ser usado para o bem e para o mal. Lembram-se das miudas que espancaram uma outra nas traseiras de um prédio em Benfica. Colocaram o vídeo na net e descobriu-se tudo sobre elas e os amigos delas que ajudaram à festa . Foram os próprios putos que andam na net e ficaram indignados com o vídeo que fizeram printscreens das conversas entre eles no facebook a combinarem tudo e que ajudou a polícia a perceber o que se passou .

  12. Dat55 says:

    Stallman não usa telemóvel, não usa software não livre , não se regista em sites e muito menos tem uma conta no Facebook.

    Será que ele não sabe o que é Android?

  13. Pedro says:

    O Stallman não está a afirmar nada de novo. Ele só está a expor que o caminho que estamos a tomar é o mesmo caminho que está evidênciado no livro “1984” de George Orwell…
    É a pura da realidade e não é nenhum fanatismo como muitos aqui afirmam…

  14. Francisco Castro says:

    Porra, este gajo tem mesmo uma mania incrível da perseguição!

  15. Pedro Domingues says:

    Começa a ser complicado fugir à perseguição digital, até pelo MAC address já fazem geo-localização desde 2009.

    Há quem se pergunte: “Epa somos tantos, eles podem até conseguir registar toda a nossa actividade, mas o que vão fazer com ela? Entre mil milhões de pessoas vão-me chatear a mim?”

    Se virmos desta forma, então dá *muito* menos trabalho ignorar o assunto e deixar-se perseguir, do que viver obcecado no assunto e não aproveitar o que a tecnologia nos trás de bom. Nisto depois há gente que tem muito ou pouco a esconder, mas lá está, em milhões de humanos, era de uma pura “egocentrice” achar que somos valiosos para eles.

    Mas, agora vem o lado B da questão, o que eles vão fazer/fazem com os dados não é saber se o tipo está em A ou B, se visitou este ou aquele site, se mora aqui ou no monte, etc… O que eles fazem com isto tudo são estudos estatísticos de tendências sociais. Com base nestes dados e em algoritmos muito poderosos (por exemplo redes neuronais artificiais só para começar) para realizarem data mining conseguem extrair conhecimento do ontem, do hoje, e por consequência, do amanhã.
    Graças a isto quem tiver nas mãos este conhecimento poderá controlar massas e decidir, literalmente, os destinos do mundo.

    Até agora estas técnicas só têm sido utilizadas para fins comerciais e para “afinar” o negócio, mas esperem até as mentes mesquinhas (como as que existiram na 2ª Guerra Mundial) começarem a fazer uso desta tecnologia para manipulação a sério.

    • Daniel G says:

      Gosto da analise… Ate porque ja ha algum tempo que comecámos a falar de “fins comercias” e nao de “avanços tecnologicos”. Na base de, ter mais dinheiro e poder é bem melhor que ter melhor qualidade de vida.

      Mas nao nos podemos deixar intimidar pelo que de mal pode surgir… No sou ingenuo ao ponto de ignorar o perigo, mas não podemos simplesmente “deixar de sair a rua so porque podemos ser atroplelados”…. Seria bom que as pessoas começassem por dar mais atençao as leis que sao aprovadas (a nivel mundial- quanto menos uniao europeia) e ao seu significado…. Assim como aos serviços (e as suas contrapartidas) a que subscrevem….

  16. JP (djlinux) says:

    Tudo o que Srº Richard Stallman disse é verdade, a maneira de dizer é que o faz cair um pouco no ridículo. Mas convém ler a entrevista completa, para perceber onde ele quer chegar. Ler algumas frases já parece a primeira pagina dos jornais…

    Numa outra entrevista ele também afirma que instalar Ubuntu é como instalar spyware, por isso como podem ver ele não fala mal só de M$ e Apple… E continua a ter a sua razão…

  17. JP (djlinux) says:

    Basta ler alguns comentários para ver que mais de metade não faz a minima de quem o Srº Richard Stallman, escrevem com uma falta de respeito incrível.

    É verdade que ele ganha muito com o que faz, mas já deu mais ao mundo do Software Livre do que nos todos juntos uma vida inteira. No minimo merece mais respeito.

    • Vítor M. says:

      Verdade, totalmente de acordo, mas… basta ler um pouco sobre as suas posições, por vezes extremistas, face a uma indústria que impulsiona este mundo, para percebermos que, tem alturas, que ele exagera e é arrogante, em termos de comentários com o que não é da cor dele.

      • lmx says:

        Ele não é arrogante…é directo e dá a opinião dele!!
        Se apregoasse cuisas más…criticava-o, assim como apregoa e faz muito por todos nós…tenho que o repseitar e agradecer o facto de ter existido…eu neste momento não imagino um mundo sem o stallman!!

        cmps

      • JP (djlinux) says:

        Sim tens razão Vítor M. . Ele exagera muito na maneira de falar, mas a maior parte do que diz é verdade, doa a quem doer. Não é porque falar mal da M$, ou da Apple, ou da Canonical que perde razão.

        Só disse o que disse porque estou um pouco cansado de ler comentários a falar mal deste ou de aquele quando nem sequer conhecem as pessoas, alguns foi a primeira vez que leram o nome deste Srº, com toda a certeza. Enfim.

        Para os mais “Noobs”… É graças a pessoas como o Srº Richard Stallman que existem aplicações gratuitas tão boas ou melhores que algumas pagas…

        GNU GPL !!!

        • Vítor M. says:

          JP (djlinux) sem dúvida que ele é um grande impulsionador do software livre e ele tem muita responsabilidade no crescimento sustentado deste mercado, apenas acho que é bruto quando se refere a um sistema mercantil que é o garante deste mundo da tecnologia.

          A minha opinião e eu gosto de ler algumas coisas do Stallman (só algumas coisas, poucas), é que nos dias de hoje ou se é aguerrido a desenvolver tirando obviamente proveitos de servir bem as pessoas, ou tudo o resto pára, a sustentabilidade do desenvolvimento do software livre stá na produção em grande escalada de software pago e serviços igualmente pagos.

          Para rematar: Para os mais “Noobs”… É graças a pessoas como o Srº Richard Stallman que existem aplicações gratuitas tão boas ou melhores que algumas pagas…

          GNU GPL !!!”

          O que dizes é verdade, mas só existem essas aplicações gratuitas graças às muitas pagas que foram desenvolvendo o mercado 😉

          • JP (djlinux) says:

            Sim, também é verdade, muitas aplicações gratuitas são baseadas nas que são pagas. Mas também acontece o contrario. 🙂

          • Vítor M. says:

            Sim sim, e eu é nisso que me refiro, sustentabilidade. O mundo do software pago é que financia o outro, como alguém disse nos comentários, os programadores têm de comer.

            O equilíbrio é o que se pretende e é nesse ponto que, este senhor, por vezes se passa da bola!

  18. Paulo says:

    respeitar os outros, como gostaríamos que nos respeitassem a nós.

    cada qual usa o que quiser.

    Mas sim, há jogadas para lucro. Todos têm dessas jogadas, até o mero e pequeno empresário.

    Vitimizações e opiniões angelicais devem ser tomadas em outros foruns e não neste.
    Respeito a opinião de Stallman, mas não estou de acordo com tudo o que diz.

  19. mafc says:

    Tenho respeito pelo trabalho do Stallman com a sua FSF, mas mal era se toda a gente seguisse-o à letra (aconselho a lerem os hábitos deste homem quanto ao uso de comunicações). Nem o Torvalds lhe dá grande importância.

    • lmx says:

      O Linus fez muita coisa por nós também…a diferença é que o linus e apesar de me sentir muito agradecido, é um ditador de primeira…ja houve developers que trabalhavam no kernel Linux que se suicidaram a seguir a conversas com o Linus…isso para mim é inaceitavel!!!

      Eles fala mal um do outro…é tudo uma questão de EGOS muito grandes,e de principios…o Linus quer os créditos todos para ele, enquanto que o Stallman, diz e bem que os créditos não são todos do Linus!!

      Eu respeito os dois , mas vejo que existem nos limites posturas quer de um quer do outro que deveriam ser corrigidas!!
      Mas com grandes cérebros é sempre assim!!

      cmps

      • Carlos Carvalho says:

        @LMX ,

        Bom dia , a pouco tempo li algumas coisas acerca do Linus e de facto fiquei a simpatizar muito pouco com ele , isso também se nota nas entrevistas que ele dá , o homem está desfasado da realidade actual e depois diz uma barbaridade que já não é a primeira e certamente não será a última , a comunidade já ganhou vida própria e isso cada vez se nota mais .

        Abraço

        Carlos Carvalho

  20. Texugoelectrico says:

    Meh…

    1º- Não tenho nada contra o software “fechado”, cada um trabalha como quer e desde que seja bom acho bem que exista mercado para todos, é uma das maravilhas do mercado livre.

    2º- Se querem criticar isso acho bem que critiquem aqueles que realmente fecham mais o seu software, sempre achei injusto falar-se tanto da Microsoft sabendo que a Apple sempre fez “pior”.

    3º- Em relação às permissões e tal, é sempre a mesma conversa, nós permitimos todo o tipo de “invasão” mas para mim a única questão aqui é que os utilizadores percebam no que se estão a meter. Ou seja, ninguém lê os testamentos dos termos de utilização mas seria importante que os utilizadores percebessem melhor os pontos mais importantes do que estão a permitir que cada software faça ou até mesmo do que os “donos” do software possam fazer com essa informação. Como exemplo dou o Facebook que deveria ter bem explicita a parte em que diz que as informações das pessoas podem ser “vendidas” a terceiros (entre outras).
    Talvez assim este tipo de acção fosse melhor aceite pois nos moldes actuais faz parecer que escondem isso aos utilizadores nas “letrinhas pequenas”.
    Dito isto, acho piada como os que se queixam mais deste tipo de coisas são os que depois vão roubar os dados aos inocentes utilizadores da Sony, trabalhadores do estado, etc, dados que ninguém sabe o que é feito com eles, brincam com o dinheiro de quem não tem culpa nenhuma mas como são eles que o fazem pela calada aí já está tudo bem.

  21. Navyseal says:

    Também criticou o Ubuntu e desaconselha a utilização do mesmo.

    • lmx says:

      sim e com razão…eles incluiram um “Spyware” da amazon salvo erro no ubuntu…relacionado com pesquisas e sei la mais o quê!!
      Claro as pessoas devem ser avisadas disso, e se concordam devem usar se não concordam desactivam as funcionalidades…
      Mas devem ser avisadas disso mesmo!!

      cmps

      • Carlos Carvalho says:

        Bom dia já o tinha dito na passada semana num post que fiz no Pplware a Canonical enveredou por um caminho no mínimo obscuro e estará neste preciso momento a violar a licença GNU/LINUX .

        Cumprimentos

        Carlos Carvalho

  22. csw says:

    A teoria do software livre é optima, mas se autores de programas como eu, metiamos tudo de borla e codigo aberto, iamos viver do que? este senhor ia nos pagar as contas no final do mes? pois claro que é fixe usufruir das coisas de borla, os outros que façam por nós para nos usufruirmos a nosso bel prazer, como este sr tanto gosta de apregoar, para isso ja nos basta a pirataria. Já agora muito desse software livre é feito por voluntarios em part-time e por carolice, duvido que muitos vivam so daquilo, pois é, há contas para pagar…

  23. Daniel says:

    Nem tudo ao mar nem tudo à terra,tal como dizia o meu avô!
    Penso que o caminho deve andar algures entre o que este senhor defende e o que o Steve Jobs defendia. No meio é que deve de andar a virtude!
    Se as pessoas não querem ser espiadas, controladas ou ludribiadas, é simples, não criem perfis no facebook, não tenham contas bancárias, andem tapados na rua para não serem reconhecidos pelos sistemas de video vigilancia, etc…
    É claro que nos dias de hoje viver assim é no minimo um pesadelo, logo cabe a cada um gerir da melhor maneira como partilhar a sua informação. Se não gosta que saiba que musica ouve, compre CD’s em vez de o fazer online, e pague em dinheiro, se gosta de o fazer sentadinho em casa, habitue-se a pagar o preço da comodidade!
    Quer falar com os amigos use o telefone fixo, ou mande cartas, os CTT agradecem! Se quer comunicar ao mundo qualquer coisa durante aqule momento de retroespecção sentado na sanita, não pode esperar mais cinco minutos e tem de twitar ou postar no Facebook com o samrtphone, habitue-se a ideia que o que escrever vai ficar registado e 30 sitios diferentes! Mais uma vez o preço da comodidade é cobrado!
    Em resumo, SOMOS NÓS utilizadores da tecnologia que nos temos auto regular, não podemos confiar essa tarefa a mais ninguém!! Cada palavra, cada bit de informação que introduzimos na nuvem é vasculhado até ao atmo e pode ser usado contra nós, logo temos de ser nós a filtrar e a escolher aquilo que queremos que os outros saibam de nós!!

  24. JJ says:

    “Stallman admite que é difícil espiá-lo, dado que apenas se liga à Internet em casas de amigos ou cafés.” – Isto é que é um bocado ridículo… ele esta com medo do que?

    E já agora… ele ganha a vida a fazer o que? Software Livre? A configurar software livre em empresas? Arranjar computadores? Fazer conferencias?

  25. Evaristo toca-me isto says:

    “Hardware muito mais caro que hardware para PC, com caracteristicas inferiores mas com um preço muito mais elevado.”
    by nuno pinto

    Esta célebre premissa é das mais ridículas de sempre. Apenas prova que tu és mais um de muitos que não sabem comprar computadores. Não há, atualmente (espero que venha a haver), nenhum PC no mercado que se compare a um Mac. Muito simples: não são comparáveis. Podes comparar máquinas com as mesmas características e funcionalidades, e nesse aspecto Mac e PC diferem bastante ainda. Como se não bastassem questões de hardware, o OSX faz muito melhor gestão dos componentes do que um Windows, por isso o mesmo CPU tem desempenhos diferentes num Mac e num PC.

    Mas pronto, não vou argumentar mais sobre esta questão. É muito difícil fazer alguem ver as vantagens dum Mac quando vêm com o preconceito pré estabelecido de que compram um PC igual ou melhor que um Mac por menos umas centenas de euros. É chaço!

    Deixo só duas bocas no ar:
    – Tanto um Mac como um PC não são apenas um CPU, disco rígido, Memória RAM e gráfica.
    – Tu e muitos outros dizem que os computadores de topo da só empresa mais valiosa do mundo não prestam.

    Hasta!
    PS: Não, não sou um fanboy da apple. O meu primeiro produto apple até só o tenho há duas semanas.

    • Imagina se Fosses... says:

      Acusar os outros de falta de conhecimento apenas expõe a tua falta de conhecimento…

      Quanta agressividade…

      • Evaristo toca-me isto says:

        Colega, a não ser que sejas tu próprio, tu nunca vais conhecer a totalidade do conhecimento da pessoa com quem tu estás a discutir.

        Além disso, eu limitei-me a responder a algo que o utilizador disse. Que expôs a sua opinião relativamente a um dado assunto com certeza influenciada peo seu conhecimento de alguma forma.

        Mas bem, deixemo-nos de “espertisses” que não levam a lado nenhum…

    • Micose Crónica says:

      Boas, penso que há uma pequena confusão do teu lado: é possível adquirir computadores que sejam iguais em especificações de hardware às disponibilizadas pela Apple. No entanto, verifica-se uma melhor optimização de recursos pela Apple porque desenvolve o seu S.O. tendo em consideração o hardware específico com que vai trabalhar. A Microsoft, pelo seu lado, é mais generalista, pois mostra compatibilidade com mais hardware (não quer dizer que seja optimizado).
      Suponho que se a Microsoft adoptasse o estilo da Apple, desenvolvendo só o Windows para aquelas gamas de hardware, quase que aposto que terias uma performance muito similar nos dois sistemas.

      • Evaristo toca-me isto says:

        Não há confusão. Quando compras um computador estás só a comprar hardware? Não. O problema é mesmo esse. As pessoas têm tendencia a esquecer-se que quando compram um computador não estão apenas a comprar harware. Por isso o preço dos Macs é também inflacionado pelas restantes partes. No caso dos Macs, até o detalhe e qualidade de construção da máquina tem de ser considerado.

        É verdade o que disseste, o windows é mais generalista. Em tudo. hardware, software. Agora isso tem desvantagens e vantagens. O que interessa é que o facto de PC e Mac terem perspetivas diferentes, o tal mais generalista ou não, torna os seus equipamentos não comparáveis.

        • Glink says:

          por acaso o Mac OS X suporta muito mais hardware do que a apple trabalha, daí que os hackintosh são possíveis em muitos casos, contudo não corre em cima de qualquer hardware…

      • Pedro Domingues says:

        Concordo.
        É injusto fazer estas comparações, e o mesmo digo para o Android e IOS. O IOS pode parecer muito melhor que o Android, mas não é, porque o Android está desenhado para correr em quase todos os smartphones (bons ou maus) e o IOS sonha pelo dia de vir a poder fazer o mesmo, com a fiabilidade com que o Android faz.

        Ou seja, IOS funciona bem no hardware onde está instalado (que são smartphones duo ou quad cores e afins, grandes canhões), o Android com menos hardware faz o mesmo, talvez com mais um ou outro bug, mas ainda assim é um preço razoavel a pagar em relação as suas capacidades.

  26. Marco says:

    E noutro assunto completamente não relacionado a não ser pela Apple: Polícia pede à população que não utilize mapas do iPhone. A polícia australiana advertiu hoje para a utilização dos mapas incluídos na nova atualização do iPhone, depois de ter resgatado várias pessoas perdidas em lugares recônditos por terem seguido indicações erróneas do sistema cartográfico da Apple. http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=2937591&seccao=Tecnologia

    😛

  27. Só discordo em relação a privacidade. O que venho ensinando aos pequenos é ;quem não deve não teme , ou então não publique nada que lhe comprometa (do contrario é apenas falta de inteligência) tipo o que aconteceu com a Carolina Dieckmann aqui no Brasil.

    saudações a todos.

  28. Alex says:

    Li a notícia, e o Sr. entrevistado tem razao em alguns aspectos, noutros nem tanto.

    Quanto à discussao de comparar apple com pc, estao todos a dormir processadores iguais, alias componentes iguais ou um i5 num mac nao é igual ao de um pc?

    Se quiserem discutir o interface tudo bem mas ai o windows nem cheira nem linux nem osx…

  29. Cap says:

    Quem não deve não teme. As pessoas não querem Linux porque não disponibiliza uma boa experiência. As pessoas normais já nem querem PCs. Querem um aparelho amigável. Quanto à segurança, só é mesmo importante nas empresas. As fotos e os comentários na facebook são sobrevalorizados podem espiar à vontade.

  30. redefoca says:

    Há alguns fenómenos que se passam na atualidade que ultrapassam o software que ainda não li aqui no pplware (o que é estranho porque eles costumam estar atentos).

    Os novos mac’s vêm completamente selados. Eles usam parafusos que não existem no mercado, as ram’s são soldadas, etc. Tudo para dificultar reparações e upgrates.

    Nós deixamos há muito tempo de adquirir um produto que passa a ser nosso depois da compra. Já à muito tempo que compramos produtos para ajudar empresas a vender mais e os governos a conhecerem os nossos hábitos. E ainda por cima deixamos de ter poder em pesquisar o produto abrindo-o e fazermos as alterações que quisermos. Isso é muito preocupante. O capitalismo selvagem está a mostrar as unhas.

    O que me choca mais é ver a tendencia ser globalizada. Não me importo que saibam o que pesquiso na internet (não acho correto mas não é das coisas que mais me importo). O que tenho receio é de ultrapassarem esse patamar. O que já se anda a passar. As webcam’s que se ligam sozinhas, os micros que começam a gravar, os gps dos smartphones que acompanham o nosso trajeto… isso é muito preocupante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.