PplWare Mobile

Do Windows 1.0 ao Windows 10 numa viagem de GIF


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Miguel says:

    Só gostava de saber quem ensinou a Micro$oft a contar… ‘-‘

    • Paulo Fernandes says:

      mesmo a serio… o win 2000 o milenium ficaram na gaveta…

    • Imparc1al says:

      Uma coisa é o nome comercial do sistema operativo (Windows 95, Windows 2000, Windows XP, Windows 7, Windows 10), outra coisa é a versão do sistema operativo.

      No Windows, na linha de comandos (ou WINKEY + R) e escrevendo “winver” (sem aspas) consegue-se ver a versão do Windows. O Windows 7, por exemplo, é na verdade o Windows 6.1. Se fizeres isso em todas as versões do Windows desde o Windows 95, e acredito que antes também, vais ver os números a crescer devidamente.

  2. Baptista Batos says:

    O Windows surgiu como uma cópia do MacOS para PC’s, e sempre o será.

    • censo says:

      E com esse comentário ganhaste a noite, não é ? Então parabens !

    • Bruno says:

      E não foi o sr. Steve Jobs que “roubou” o principio de funcionamento do sistema operativo da Xerox para usar no MacOS?

    • Darth says:

      E macos sera uma copia de…

    • Felipe Teixeira says:

      Xerox …

    • Imparc1al says:

      Aprende a pesquisar por ti mesmo e não a pagagaiar aquilo que os outros dizem. Os primeiros S.O com janelas tal como se conhece hoje nõ foram nem da Apple nem Microsoft mas sim da Xerox. Isso conta a história. Se alguém aqui tem direito a reclamar a originalidade é a Xerox, não a Apple. Enquanto a Apple anda com a mania de patentear ideias dos outros (não patenteadas) para processar os outros, a Xerox orgulha-se por ver as suas ideias aproveitadas e usadas para produzir produtos mais interessantes.

      A Apple também cria, inova e tem as suas inovações usadas para outros projectos. Mas neste assunto, não foi criou, aproveitou uma ideia já existente.

      • Pedro says:

        muito bem dito…não esquecer que o Sr. bill Gates foi a IBM para tentar vender o software e eles não quiseram por causa do rato do PC (que hoje utilizamos), foi gozado, danado, bill gates desenrascou-se e hoje temos o império MICROSOFT.

      • Baptista Batos says:

        Tretas.

        O papagaio és tu.

        #1 Steve Jobs pagou para ter acesso à tecnologia. A Xerox processou a empresa que era muito mais pequena na altura, e perdeu

        #2 O que a Xerox tinha, era uma ideia mínima, que nem sequer era deles completamente, a Apple é que desenvolveu tudo que foi copiado pela microsoft.

      • acs says:

        a xerox diz que se orgulha mas tem é grande vergonha porque quedo apresentou o foz lhes mostrou o primeiro pc pensarem que aquilo era lixo assim como todas as outras tech inventadas por cientistas seus nos tempos livres que para xerox era lixo mas alguém foi visionário e viu utilidade naquilo. Se fosse pel xerox o mouse, interfacegrafica e mesmo o pc ainda estavam na gaveta. Isto é a prova que não basta só ter boas ideias é preciso saber o que fazer com elas.
        E sobre o que disseram sobre o windows é verdade. O Bill trabalhou na apple como informático e criou uma copia do SO da apple chamada DOS, o windows surgiu algum tempo depois quando ele foi humilhado pelo Jobs pois o osx da apple era bem melhor que o dos, foi então que o gates deu alta volta na miscrosoft er criaram o windows com interface gráfica.

  3. Nuno Almeida says:

    Porque é que saltam sempre o desastre do windows me (milenium). O meu computador tinha esse SO.

    • Censo says:

      Desastre porquê? Só porque o teu pc não o corria em condições?

      • No sence says:

        não, porque o windows ME foi o windows com mais bugs lançado até hoje. E não vale a pena dizer o contrário, foi admitido pela própria M$ que foi um erro lançá-lo.

      • Nuno Almeida says:

        Para mim era fantástico, nunca tive um único ecrã azul coisa q o XP me dava todos os meses.
        Rodava qualquer coisas que lhe metesse. Chegou a rodar o GTA vice city que saiu muito depois.
        Acabei por ter o XP porque o PC queimou num pico de tensão durante uma trovoada.

  4. Pedro Alves says:

    Fantástico este artigo de artigos… Parabéns.

  5. luis says:

    Se formos a ver o windows pouco mudou. Se metessem agora o windows 1 e o windows 10 nos 80’s ninguém estranhava.

  6. Pedro BS says:

    Esqueceram-se de mencionar as versões “plus” dos sistemas operativos com “evoluções” gráficas e de apresentação

  7. Miguel says:

    Só um reparo o Windows 1.0, 2.0, 3.0 e 3.1 não eram SO’s. Eles corriam no MS-DOS esse sim um verdadeiro SO

  8. Vitor Correia says:

    Ainda me lembro do meu “PC” um 088 da schneider. Ja com drive 3.5, disco de 20mb, placa vga e um monitor policromático… Corriam os tempos do ms-dos 5… Ainda me lembro de experimentar o dr-dos e de instalar o windows 1.0…. Wordperfect, era o topo, até mesmo comparando com o word 2.0…. Tempos de andar com floppies atrás, caixas e caixas delas…. Grandes tempos!

  9. Arlindo Pereira says:

    A usar Windows desde o 3.1. Bons tempos. Mas o SO que mais usei foi o 95, depois o 98 Bsod que veio a ser substituído pelo fantástico 98SE. Para mim houve 5 grandes sistemas gráficos, chamemos-lhe assim, porque os Windows sem msdos, no corriam. Windows 1,0 por ter sido a estreia. Windows 3.1 porque ser uma versão óptimizada, corrigida e atualizada do obsoleto 1.0, Windows 95 por ter sido um salto de gigante para o visual que passamos a ter no Windows. Windows 98se por ser uma versão final corrigida e melhorada do Windows 95 e mais tarde do 98. Windows XP e 2000 server marcaram um standard de qualidade e estabilidade, que se mantém até hoje, depois do falhado ME. Depois veio o falhado Windows vista que veio a ser sucedido por uma versão novamente revista e melhorada., o estável Windows 7, depois voltou a aparecer novos Windows, o 8 e uma tentativa de um melhorado 8.1 à imagem do 98 e 98se. E finalmente o mais poderoso Windows 10. Isto para dizer o seguinte. Até aos Windows 10, todos os Windows como é o caso do Windows 2.0, Windows 3.0, Windows 98, Windows ME, Windows vista e 8.0, na minha opinião foram previews. Uma espécie de Microsoft insiders. Porque foi a partir da barracada de problemas que esses deram que criaram os outros mais estáveis. E este tipo de comportamento já faz parte do ADN da empresa. Por isso a partir do ME (o meu último erro) só tive XP, Seven, e agora 10. Já aprendi a evitar os preview. 🙂

  10. miguel says:

    Até aqui o Me foi a ovelha negra!!!! Não pode ser!!!! Será que vai haver um só para o ME???!!!

    • Carpet Mancha says:

      O Me e o Vista, eu passei pelos dois e ainda fico durido só de ouvir esses nomes… Não sou tão old school como algum pessoal aqui, mas do win 3.1 até ao 10 usei todos. Para mim a melhor decisão da micosoft de sempre continua a ser a morte do clip.

  11. Croky says:

    Os mais antigos tornaram-se abandonware . Este site, que é legal, permite descarregar os vários OS’s : https://winworldpc.com/library/

    Utilizem um virtualizador para experimentar 😉

  12. Intuitiv says:

    Ninguém se lembrou do OS2 da IBM.

  13. FP says:

    Acho que utilizei um sistema antes do Windows versão 3, mas não tenho a certeza, certeza mesmo é que o 3 usei bastante, e o 3.1 e o 3.1.1… Já passaram tantos anos? xD
    Os sistemas que mais gostei foram o 95 (pela inovação) e o XP (pela estabilidade e ser intuitivo), o 7 foi suficientemente bom, mas espero que com o 10 fique ainda melhor. Para já, o meu PC (de 2011) com o 10 ficou mais estável e rápido (tinha o 7), a ver como se desenrola a experiência nos próximos anos de utilização…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.