Quantcast
PplWare Mobile

China usa reconhecimento facial para impedir as crianças de jogar entre 22h e 8h

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Zé Fonseca A. says:

    Quando uma ditura trás beneficios 😀

  2. Osgas says:

    O Vitor, conta lá como é que a tua empresa favorita vai fazer em relação a isto?
    Vai impedir a captação de imagens? Ou vai, como qualquer empresa, comer e calar com o que as diversas disposições legais que existem nos mais variados paises em que operam os obrigue?
    Estou mesmo muito curioso. Será que aqui já não é preciso “proteger” os utilizadores do big brother?

    • Vítor M. says:

      😀 era top se desses aperto numa troca de ideias, mas não é o caso. Não conheces a tecnologia Face ID.

      Isto porque esta ação é com os jogos da Tencent e, tal como outras aplicações, a empresa pode ter acesso ao Face ID. O Face ID não permite que o dado biometrico saia do dispositivo. E é encriptado dentro deste. Não analisa se é adulto, jovem ou criança. Apenas regista com mais de 30 mil pontos projetados no rosto a identidade do utilizador, além de outras características.

      Portanto, não tem a ver se a Apple cumpre ou não as determinações das leis da China. Tem a ver com o que a tecnologia permite. 😉

      • Osgas says:

        Eu estou claramente aberto a uma troca de ideias, não de propagand.
        E portanto, mede os pontos, encripta nao sei o que… e depois como é que a empresa em questão/governo Chines sabe mesmo que a pessoa que está á frente da maquina nao é uma criança?

        • Vítor M. says:

          Essa parte só com o acesso à câmara. Mas tal como disse o Tadeu, depende da autorização do utilizador. Não tem nada a ver com a Apple.

          • Osgas says:

            Pronto, viste como chegas lá.
            Obviamente que na China manda o governo de lá, e vai ser obrigatório ligar a camera.
            Ora claramente nao pode depender do utilizador querer, ou não ligar a camera, porque ninguém quer, portanto, ou o governo chines ficava sem poder aplicar a sua lei, ou a Apple tem de permitir que a camera se ligue com as aplicações indicadas pelo governo Chines, ou os telemoveis da Apple nao vão poder serem vendidos e utilizados em solo Chines, o que significa muitos milhões de perdas para a Apple.
            Agora imagina lá qual vai ser a solução?
            Fico a aguardar a tua ideia de solução 🙂

          • Vítor M. says:

            Eu cheguei lá? Não, tu é que aprendeste algo. Porque já estavas a querer dizer que a Apple iria facilitar algo, e era uma completa asneira. A Apple não muda o iOS (nestas questões de segurança) só para a China, isso não tem cabimento e nunca o faria, como já tentaram e não conseguiram. Portanto, não inventes cenários que não existem.

            Tudo o que seja segurança, esquece, ninguém lhe mexe. Se for, como no Japão em que em determinada altura não se poderia tirar o som do obturador da câmara fotográfica, ok, a Apple aí alterou o sistema. Se for como na China onde o iOS aceita dois cartões SIM físicos num iPhone, OK aí a Apple aceita, mas do que isso, esquece.

          • Osgas says:

            SIm sim, musica amigo.
            Mas não disseste qual vai ser a opção, e eu sei porquê.
            Já agora, se algum dia fores á China, pede a uns nativos para te mostrarem os seus telemoveis, de preferência com ambos os sistemas operativos, android e da apple, e depois perguntas por uma tal de Weixin, mais conhecida aqui como Wechat, que adivinha de que empresa gere a app.
            Vais ficar surpreendido com a tua marca de eleição.
            Vais cair na real, é tudo uma questão de milhões.
            É transparente a marca, modelo e sistema operativo do telemovel para o governo chines, totalmente transparente, e o Wechat é na pratica quase a API entre telemoveis e serviços de recolha de dados do governo.
            Continuo á espera da tua ideia de qual será a opção 🙂

          • Vítor M. says:

            Outra vez? Primeiro não sabias o que era e como funcionava o Face ID. Logo, atiraste à sorte. Querias dar música, mas aprendeste alguma coisa. Já te disseram como poderia ser e que não é a Apple a colocar o sistema, é a Tencent. Que se não sabes o que é, lê o artigo. Depois vens com tretas e mais não sei o quê…. não dizes nada de proveitoso, porque não é a Apple a implementar, é a empresa dos jogos. Mania de perseguição, porra. Cada um!

          • Osgas says:

            Tens aqui para ficares um bocadinho triste

            https://news.cgtn.com/news/2020-08-14/WeChat-or-iPhone-95-of-Chinese-users-choose-the-former-SWIyP7QY9O/index.html

            Mas não desesperes, a tua marca de eleição gosta mais de dinheiro que tu de batatas fritas, portanto, sim, na China todos são controlados, independentemente dos faceID desta vida, isso é so fachada para dizer que existe privacidade.

            E antes que digas que o problema é que os chineses não querem abandonar a app, não é verdade, eles não podem abandonar a app, pois são forçados a ter a app porque sem isso na China, pelo menos nas cidades (isto tenho a certeza), não se mexem, funciona tudo pela app, mesmo tudo, desde pagamentos, autenticações para tudo, transportes, tudo.

          • Vítor M. says:

            Porra jovem, tu és mesmo teimoso. Primeiro não sabias como funciona o Face ID, expliquei-te. Depois expliquei-te, assim como o Tadeu, como a empresa, a Tencent, poderá usar a câmara para “saber a idade do utilizador”. Mas apenas se o utilizador deixar. Aliás, com os mais recentes iOS, cada vez o utilizador tem mais controlo na câmara e microfone.

            Depois, birrento, vens lá com um artigo do arroz de quinze como se isso quisesse dizer algo 😀 Se a China conseguisse controlar o que a Apple faz ou deixa de fazer, a Apple não tinha a soberania que tem https://bit.ly/3k1YIFp e não podemos esquecer que a Apple é uma das grandes forças empregadoras no país. Isso de obrigar a Apple a alguma coisa… não é assim que a vida funciona meu caro 😉 A Apple lá vende muitos milhões, mas dá trabalho a muitos milhões também. https://bit.ly/3e28Bis

            Depois, muito provavelmente, a Tencente vai apostar no Android onde tem a maioria dos seus jogos, visto que na Apple, as regras não são à balda, ainda recentemente a Apple deu uma palmada forte na Tencente e noutras do género: https://bit.ly/2TLHHEV . E como na China não existe Play Store, as stores que lá existem, essa sim, podem ter os jogos para Android com a marca do regime.

          • Tadeu says:

            Osgas, tanto filme, santo Deus! E que tal o óbvio? Não poder usar a aplicação! O problema é com quem cria a aplicação e os utilizadores, não do sistema operativo. Se uma pessoa não autorizar a aplicação é considerado um menor, e fica vedado fora de horas!
            Segundo ponto, não é o Governo Chinês que estabeleceu esta prática, não há nenhuma lei que obrigue a isto. A única lei chinesa é sobre a obrigatoriedade de utilizadores de certos serviços usarem a sua identificação oficial.

          • Tomás says:

            Santa paciência, então quer dizer, no Android, em que se a pessoa não permitir a APP usar a câmera, ou o GPS, a APP também não funciona, mas aí é um sistema operativo mau.
            Na Apple, se o utilizador permitir que a APP use a camera, ou o GPS, porque senão não funciona, aí sim é seguro e amigo do utilizador.
            Vai aqui uma coerência incrível.
            Só especialistas em segurança aqui.

          • Vítor M. says:

            Não leste, porque se leres verás que no caso das apps para Android na China elas não passam pelas regras da Google, porque não tem Play Store da China. Já no caso da Apple não é assim, a App Store China tem as regras da Apple.

            Devias ser mais atento e ler com cuidado antes de comentares.

          • Tadeu says:

            Tomás, o que descreves não tem nada a ver com o sistema operativo mas com as aplicações! Não é o sistema que decide se a aplicação é funcional ou não, é o código da aplicação, sendo que ao que parece a aplicação até é funcional dentro de certa medida.
            O que poderias falar era sobre uma aplicação destas ser aceite na loja.

      • Tadeu says:

        Nenhuma empresa tem acesso ao FaceID, apenas pode requerer ao sistema de autenticação do iPhone que confirme que é o dono do iPhone (e isso pode ser por FaceID, TouchID, ou meramente o código).
        Uma aplicação poderá aceder à câmera, mas isso não é o mesmo que o FaceID, e requer que o utilizador dê autorização.

    • Tadeu says:

      Acho que é bastante claro no iPhone que uma aplicação para usar a câmera requer autorização do utilizador. Parte por isso do utilizador determinar se quer usar a aplicação com a câmera ligada, não é a Apple que tem que mudar alguma coisa.

    • rui says:

      basta tirar a foto e eles analisam com API disponibilizada pelo país, não usam tretas de Face ID’s conseguem fazer isso com o jpg

  3. Redin says:

    Little Brother is watching you! LOL

  4. XneloX says:

    Vos que atualmente os pais não querem educar os filhos, tem de ser os governos a assumir esse papel.

    • Vitor Tavares says:

      Os pais não têm tempo disponível para ações “corriqueiras” como educar os filhos…esperam que alguém lance uma app que o faça! Entretanto as escolas e os governos que tratem disso…de vez em quando convocam uma manifestação nas redes sociais só para dizerem que ainda estão vivos!

    • Osgas says:

      -> Modo ironia ligado e a 100%

      E vai dai que o estado portugues introduz como disciplina aquela porcaria da cidadania (e igualdade de genero).
      Ando em pulgas para me inscrever a mim e a toda a famila na proxima manif LGBT, e ser parte do orgulho.

      Modo ironia desligado.

  5. jorge says:

    Grande china, as crianças sao domadas de pequeninos, nao como na tugolandia que os pais deixam fazer tudo e mais alguma coisa, depois de adultos viram malandros, vagabundos e muitos ladroes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.