Quantcast
PplWare Mobile

Bebé ainda no útero gravou um álbum através de MIDI biosónico

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Indignado says:

    Banda sonora para um filme de horror !!!!

  2. Vitor says:

    “Este” ainda não nasceu…que tal uma nova sinfonia de Beethoven ou Mozart “composta” depois de morrerem? O extraordinário é “isto” ser notícia e haver quem acredite nestas “tretas”…

    • Vítor M. says:

      Basta entenderes o que se apresenta com uma mente moderna e ter erudição. Isso é fundamental. Hoje a tecnologia surpreende todos os dias. Temos de estar preparados.

      • Vitor says:

        A primeira coisa que vou ter de entender é o que significa ter uma “mente moderna”…será o ter de acreditar em todas as “patranhas” que a toda a hora e todos os dias infestam as redes sociais e a comunicação social “especializada” em quase tudo e que têm como único (ou quase) objetivo gerar receitas e não informar? Se for esse o caso…vou continuar com a “mente antiga” que acredita em factos e não em propagandas ou artigos para “encher chouriços”! Abraço…

        • Vítor M. says:

          Logo à partida, chamar patranhas ao que se não conhece, é antiquado e de nível duvidoso e então aqui neste sítio, é completamente desadequado. Depois, o não ter conhecimento suficiente para perceber, não posso permitir que passe o ónus da ignorância para o outro lado, nem pensar. Isso é do seu lado, muita calma. Portanto, a intenção sempre aqui é informar, se navega por outros lados e está mal servido, meu caro, não temos culpa, modernize-se 😉 cumps.

  3. Bruno Mota says:

    O bebé não gravou nada. Alguns adultos é que gravaram os sons do bebé. O pequeno não teve voto na matéria.

  4. SANDOKAN 1513 says:

    Isto é cada uma.Enfim… ( ⁰͡ Ĺ̯ ⁰͡ )

  5. gr33nbits says:

    Que trip visual e sonora.

  6. estragador says:

    gente do futuro….

  7. xico says:

    O ridiculo nao tem limites nos dias de hoje

  8. Miguel A. says:

    Ou seja, os sons não são do bebé, visto que a informação MIDI foi endereçada para os sintetizadores que os pais escolheram. A informação MIDI que pode vir do útero transporta instruções que foram programadas pelos pais, a programação dos sintetizadores foi feita pelos pais, para ir de encontro aquilo que eles pretendiam… É um bom exercício na tecnologia musical, mas não passa muito mais daí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.