Quantcast
PplWare Mobile

Maioria considera que a eleição de Joe Biden será boa para a tecnologia

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Redin says:

    Ó pá. Para mim até o Tino de Rans faria melhor figura do que a Trump(a).
    Não sei se o Biden vai ser bom, não ponho a mão no fogo por nenhum americano, mas sempre acredito que o sentido de estado e a estabilidade mundial passa por uma figura com mais credibilidade do que a anterior.
    Um alivio que só vai poder melhorar mais ainda caso a justiça se lembre dos casos pendentes que ele tinha mas que não lhe podiam tocar. A começar já pela evasão fiscal dos impostos ate as fraudes nas empresas do casino, etc, etc.

    • acs says:

      ele foi investigado por todos os casos e nenhum andou para a frente. Nenhum presidente toma posse se tiver casos pendentes. São todos investigados.

    • jorgeg says:

      +1 inutil ignorante,… para de te humilhares!
      se tivesse um dedo de testa cultivavas-te e evitavas humilhar-te!

      • UnExpert says:

        Defendes tanto um homem que se passasse por ti na rus cuspia te no pés e seguia em frente…
        Depois de toda a polémica, incluindo o mitico “grab her by the…” Só mesmo na América (e só mesmo concorrendo com um Clinton diga se) é que alguém tinha hipóteses.
        Um bom empresário que soube ur vendendo e muito bem o seu peixe mas como homem e especialmente como o representante máximo do estado americano muito fraco mesmo, então a nivel de discursos e dos problemas civis…

  2. PGomes says:

    Depois da desgraça que foi o Trump, qualquer coisa é um upgrade.

    • RM says:

      +1
      Nunca na minha vida tinha tido algum interesse nas eleições americanas, mas desta vez queria ver se o Trump perdia. Que alívio 🙂

      • Robin says:

        Se ganha-se o Biden o alivio que tinhas era por pouco tempo e ias ganhar muito em nervos com o avanço da china, da Correia do Norte e da Rússia e com mafioso do biden no poder o mundo bem se podia preparar para uma 3º Guerra Mundial e não sou eu que o digo.
        Quem o afirma é gente bem colocada e mesmo dos democratas que votaram Trump o único com poder para impedir isso, e a vigarice feita pelos democratas nas eleições confirma o receio de muitos. Com o Biden os USA vão desaparecer como potencia mundial.

        • AD9 says:

          Já alguém te disse que davas para o stand up?
          De certeza que o homem que andou a fazer piadas/ameaças no Twitter enquanto negociava uma coisa tão leviana como armas nucleares com um ditador, de certeza que é o único que consegue travar a 3 guerra mundial. E essa não sou eu que digo é aquela misteriosa que nem menciona é a cereja no topo do bolo.
          Mas não te preocupes mais ou menos orgulhosos todos os americanos têm o sentido nacionalista lá em cima, os EUA não vao deixar de ser uma potência com ou sem Trumpete.

    • Robin says:

      Os Downgrades também são considerados upgrades.
      Antes um gajos sem habilidade politica e com tomates do que mafiosos manipuladores e corruptos como o Biden.

  3. AD9 says:

    Sinceramente, acho dificil que algum presidente se vá meter no “caminho” de alguma empresa tecnológica. Até pelos rendimentos que lá advêm. Se houver alguma mudança provavelmente será para tentar sacar mais dinheiro ou de facto haver mais controlo de resto não espero por grandes mudanças sequer.
    Quanto ao Trump, economicamente foi “spot on”, de resto nunca vi um presidente a conseguir piorar as coisas sempre que abria a boca ou metia o dedo no telemóvel, mas ai também vai de encontro ao que a administração republicana procurava, um boneco para ficar com as culpas do que corresse mal

  4. acs says:

    Os maiores investidores em Biden foi Silicon Valley. ele não pode nem vai tocar neles mesmo que continuem com monopólios. Se o senado tentar algo não passa pelo presidente. em todo lado é assim, quem quer ficar em paz tem de pagar os políticos.

  5. Ricardo Costa says:

    Depende da perspectiva. Se acharem que um mundo completamente controlado por tecnologia de um país que trata os seus habitantes sem qualquer respeito e que tem influência directa sobre as empresas que de lá saem é bom para a tecnologia…

    • AD9 says:

      A sério que passado um ano, vocês ainda não perceberam a jogada dos EUA? Depois de tanta conversa sobre a espionagem chinesa (um bocado irónico vindo de quem veio mas isso fica para outro dia) e continua com a lista negra apenas com 2 nomes??
      Quando bastava ter acrescentado o nome de uma empresa (BKK Electronics) para tirar o segundo maior chinês do ramo (OnePlus) e ainda cortava os pés a 4 outros em crescimento (OPPO, realme, vivo, iqoo).
      Mas passado um ano continuam lá os mesmos 2 nomes e aparentemente até estão a deixar as empresas voltar a negociar com elas. A curiosidade no meio disto tudo é que a ZTE é um nome minúsculo no meio destes contudo há um outro mercado que juntando com a Huawei dão cartas e podiam rivalizar com os americanos
      O pais da liberdade está se pouco marimbando se tem outro pais a espiar nos, eles querem é ganhar a disputa pelo 5G e garantir o cachê das arquiteturas.
      Pah é só uma teoria mas repito para mim é muito estranho que essa lista continue tão curta e com os nomes que são.

  6. Rogerio da Silva Matos says:

    SmartMatic que o DIGA.

  7. jorgeg says:

    Eleicao de quem??????????!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Quem e que foi eleito?????!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    link a confirmar que um dos tipos + corruptos da America foi eleito, link pf?

    O corrupto PM socialista Socrates ao lado deste e um menino de coro

  8. ZeDasCabras says:

    Já que o levaram ao colo..

  9. Jacinto says:

    Espera ai eu não sabia que o Biden era pra e o dono da Tesla, da Xiaomi ou da Samsung para ir dar um upgrade a tecnologia. Nem fazia ideia que a tecnologia precisava do presidente do States para evoluir. Essa e nova. Cada questão mais sem fundamento para ser colocada nesta pagina. Santo Ambrósio.

    • SSD says:

      Onde andaste nos últimos meses?
      Infelizmente o caso Huawei em que até empresas de Taiwan questionaram o governo sobre se podiam ou não vender componentes mostra bem a força e a influência que os States têm, até em empresas que nada têm a ver com eles.

      • Jacinto says:

        O que é que tem a ver a evolução da tecnologia com os embargos dos States. Olha que tu es de uma inteligência, do carassas. A huawei continua a produzir. Ficou parada foi? O pá vai bujiar macacos.

        • SSD says:

          Aparentemente já estou a bujiar um, que isso aí dentro também não dá para muito neh? Mas eu explico como se estivesse a falar com uma criança de 5 anos.
          Há muitos componentes num smartphone, geralmente nenhuma marca produz todos. Em específico muito poucas produzem chips, algo que por exemplo já faltou há Huawei para este último telemóvel, o Mate 40, em que só conseguiu produzir 8 milhões de telemóveis. “Só”, pq a serie mate também sempre vendeu muito bem, sendo que até o 30 que já veio sem os serviços Google vendeu á volta de 12 milhões.
          Ou seja a menos que a Huawei abra uma empresa de chips, algo que está a planear fazer mas vai demorar com certeza, neste momento a Huawei não tem chips para produzir novos produtos. Para além de não ter acesso a nenhum serviço Google.
          A longo prazo provavelmente até vai ser bom para a Huawei que vai começar a produzir os seus próprios produtos sozinha a curto sim é um problema e sim está no mínimo a limita la.
          Ah e já agora ó sr inteligente, caraças é com “ç”,

  10. eff says:

    O Trump era mau, o Biden é ainda pior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.