Quantcast
PplWare Mobile

Cara da Dogecoin vendida como NFT por $4 milhões

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Vx says:

    De certo nao serei o unico que nao identifica a utilidade das NFTs, vender imagens? Vão a google e sacam a imagem. Vender um tweet? Tiram print, o tweet está no tweeter, mas qual é a lógica disto?

    • Ci says:

      Qual é a lógica de pagar milhões por uma quadro de um pintor famoso se podemos ir à internet, sacar a imagem, imprimir e emoldurar? O valor está no contexto que cada um põe na coisa. E havendo dinheiro, há contexto para tudo acontecer. Nem que seja aparentemente entupido.
      Neste caso particular é uma imagem.

      Mas nao se trata de vender imagens. Trata-se de atribuir um token a algo e assinalar esse algo como único. Neste caso é uma imagem. Podia ser outra coisa qualquer tangível ou intangível. A tecnologia NFT tem a sua utilidade: atribuir um registo de propriedade a quem possui esse token. Mas claro, não significa que seja sempre bem usada. Aha.

      • xtremis says:

        Bom no caso de um quadro de um pintor famoso, há lá mais contexto: o quadro em si. Isso tem valor, assim como uma primeira edição de um livro famoso, ou a primeira impressão em vinil de um disco conhecido, ou qualquer outro artefacto físico.

        Agora uma imagem digital? Se eu pegar num jpg e fizer uma cópia, não há nada de diferente entre os dois ficheiros. Eu bem posso dizer à vontade “ah mas o ficheiro 1.jpg é o primeiro e eu sou a única pessoa no mundo que o tem”. So what? A pessoa que comprou lá o dodge, gastou 4 milhões para ficar a olhar para um ficheiro, que podia ter sacado da internet (se calhar até com mais qualidade). Sinceramente não vejo o valor (e atenção que valor é diferente de utilidade, que também não vejo neste caso).

        O problema é que toda a informação digital é “Non-Fungible”. Ou seja, o risco de desgaste do original da Mona Lisa, ou o manuscrito do Da Vinci ou uma primeira edição do White Album dos Beatles, não existe com um ficheiro digital, seja ele qual for. É só ter um backup algures (um backup idêntico, sem perda de qualidade) e pronto.

        Também não percebo a utilidade dos NFTs em si, especialmente quando são imagens, ou texto (por oposição a algo mais complexo, como um pedaço de código, ou algo assim mais elaborado). Para poder dizer que tenho o exclusivo da cara do dodge? Bom, nem isso, porque não fico propriamente com o copyright. Percebo o valor da blockchain (se bem que ainda me parece que faltam aplicações mais práticas, ou uma implementação mais concreta), mas os NFts parecem-me mais um “proof of concept”, ou um bom esquema para sacar dinheiro a quem o tem…

        Parece-me um bocado como aquelas apps que havia ao início na store da Apple, que custavam umas centenas (ou milhares de dólares) e a única coisa que faziam era mostar no ecrã a mensagem “I am rich”…

        • xtremis says:

          Ah e pelos vistos o César Mourão já entrou no jogo também, já tem o seu próprio NFT, que está em leilão para quem o quiser comprar: https://rarible.com/token/0x60f80121c31a0d46b5279700f9df786054aa5ee5:1018114?tab=bids

          Resta dizer que o preço mínimo são 3500 dólares, e que a “obra de arte” consiste em dois smiles com a máscara mal posta (deve ter um significado cómico extremamente profundo)… Quem quiser investir, força, ainda tem 16 dias e nenhuma concorrência (uma pechincha, digo eu)…

          • ervilhoid says:

            a utilidade que vejo, é que 1 quadro extremamente caro pode ser replicado e passa a ser como os jpegs que falas e em caso de roubo de uma obra dessas depois já é preciso peritos para verificar a autenticidade..

    • Elkido says:

      SÓ por ter um registo online de como o teu NFTs é mesmo teu….. mas pronto…. Eu me pus nos NFTs este ano e cheguei a vender gatos digitais Criptokitties na forma de NFTs baseados na criptomoeda Ethereum…o mais caro que vendi foi 320 dólares com 80% de lucro

  2. Elkido says:

    São os chamados contratos inteligentes na Blockchain em que registas Online um NFT em teu nome

  3. Manuel da Costa says:

    As máquinas promocionais aproveitaram o dinheiro passar a ser digital, lá vão de vender NFT, para que cada pessoa possa reclamar como sua, aquela obra de arte. Até no “onlyfans” já se vendem NFT de actrizes, ao estilo do que lhes pagavam para fazerem ensaios para revistas. Se elas ficarem famosas, por alguma razão, quem comprou aqueles NFT, poderá fazer muito dinheiro, se desapareceram à velocidade normal, é lixo informático.

  4. Abílio Portas says:

    Se eu fosse dono do cão ficaria chateado.

  5. Abílio Portas says:

    @Pplware, o que acham da ideia de criar um tópico no menu só para o Elon Musk?

  6. Abílio Portas says:

    Quando se fala de Tesla, SpaceX e Starlink acaba sempre por estar relacionado com o Elon Musk.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.