Quantcast
PplWare Mobile

Via Láctea pode estar cheia de civilizações mortas

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. César Oliveira says:

    Mais uma teoria materialista. Primeiro não existia nada. Agora já existem, mas estão mortas.

    • Vítor M. says:

      Mais que isso. Repara, o estudo levanta aqui uma probabilidade fabulosa. As civilizações que poderiam visitar-nos, ter tecnologia para comunicar de tão longe ou até viajar pelo espaço poderão ter desaparecido porque podem ter sido aniquiladas (por desastres naturais, asteroides, etc.) ou cometido “suicídio”. Depois, as civilizações que existirão, como a da Terra, são muito recentes, ainda com poucos recursos e ainda longe de poderem dominar os fatores limitadores da própria natureza. É interessante esta visão e faz algum sentido tendo em conta outros estudos (como o da sorte em existir vida na Terra). 😉

      • César Oliveira says:

        A sorte ou o usar são apenas expressões para tentar explicar o que não se conhece.

        Leiam o meu livro:

        Tudo ou nada: A Grande Descoberta

        O livro está publicado na Amazon

        • Vítor M. says:

          Pois claro que não se conhece, por isso se está a tentar descobrir. São estudo de probabilidade, estudos que poderão mostrar eventuais caminhos para uma linha mais segura de entendimento do universo. Obrigado pela sugestão.

          • César Oliveira says:

            Vitor, Probabilidades ? Qual é a probabilidade de todas as civilizações da Via Láctea exceto a nossa de estarem mortas ? 0% de Probabilidade.
            Veja o absurdo. Antes não existiam civilizações de outros mundos. Agora existem, mas estão todas mortas. Isso faz algum sentido, não, não faz. São mais teorias materialistas que apenas servem para fazer rir.

          • Vítor M. says:

            Mas onde é dito que todas as civilizações da Via Láctea exceto a nossa estão mortas? Raios, se lessem e pensassem, se calhar tinham ideias mais claras das coisas. Eu expliquei sob vários pontos de vista. Depois é contigo. Se te queres rir… sempre é melhor que chorar.

        • rjSampaio says:

          Mais um materialista… porque o livro não é gratuito?

          • César Oliveira says:

            Não é gratuito mas é quase.
            Muitas pessoas pensam que o que é gratuito não presta, então não é gratuito. Mas é quase.

      • César Oliveira says:

        Vítor, É aceitável que algumas civilizações estejam mortas. Agora que todas estejam mortas, isso já não é aceitável.

        • Vítor M. says:

          Não serão todas, até porque como expliquei, poderá haver várias, mais jovens, nas franjas da galáxia. As mais antigas, antes dos 13 mil milhões de anos, eventualmente era muito mais evoluídas, poderão ter sofridos dos fatores que as levaram à aniquilação. Mas não serão todas, eventualmente as mais evoluídas.

          • M.P. says:

            De vez em quando recebemos por cá umas visitas, os pilotos da força aérea de qualquer país podem confirmar. A menos que sejam prototipos militares / espionagem, terão então de vir de outro lado que nao este planeta.

          • Vítor M. says:

            Disseste bem, “a menos que sejam protótipos….” há coisas que são terráqueas e servem para tentar “enganar” o outro lado (digo eu).

          • Hélio Musco says:

            @M.P. duvido que sejam fora deste planeta essas “visitas”. O mais curioso é que antigamente havia muitos mais relatos de avistamentos de OVNIs ou algo sobrenatural. Hoje em dia, quando todos têm uma câmara no bolso, já não se vê/ouve nada disso.

          • César Oliveira says:

            E porquê só as mais evoluídas estariam mortas ?
            Não é porque viveram mais tempo que tem que estar mortas.
            Elas podem se ter espalhado pelo universo.
            E mais uma coisa, pode haver civilizações em que a curva evolutiva seja mais acentuada. O tempo de evolução é muito relativo. Vítor, o universo está cheio de vida. De vida inteligente e vida não inteligente.

            Todas as grandes verdades primeiro são negadas, depois são ridicularizadas e por fim aceitas.

          • Vítor M. says:

            A questão das mais evoluídas tem a ver com o tempo de existência. Segundo percebi deste estudo, em causa estariam civilizações existentes na primeira metade da vida da Via Láctea. Portanto, se se estima que a Via Láctea tenham cerca de 13 mil milhões de anos, estas civilizações poderão ter existido há 5 ou 6 mil milhões de anos. Eventualmente civilizações que terão existido durante 4 ou 5 mil milhões de anos.

            Segundo estimativas, a Terra foi formada há 4.5 mil milhões de anos e os primeiros seres vivos apareceram há 3,8 mil milhões de anos. Contudo, os cientistas acreditam que a espécie humana surgiu entre 125 e 250 mil anos e foi evoluindo aos poucos. Portanto, estamos ainda muito aquém do tempo de evolução e amadurecimento de outras civilizações que poderão ter sido aniquiladas.

            Apesar disso, podem existir muitas outras, eventualmente nas franjas da galáxia e não no centro desta (onde existiram as tais civilizações mais antigas e evoluídas).

            Sair de uma galáxia só por si é um feito incrível. Mas pode haver sim muito mais vida noutras galáxias. O estudo tem uma visão mais introvertida na nossa galáxia.

          • César Oliveira says:

            Sim, o universo está cheio de civilizações mortas.
            O universo está cheio de civilizações vivas.
            O Universo está civilizações. Ponto.

            Repara que eu não estou a criticar a publicação do pplware.

            Eu critico é esses estudos materialistas.

            Antes não havia civilizações no universo exceto a nossa.
            Agora já está cheio de civilizações mortas. Enfim, é para rir.

          • Vítor M. says:

            Certo, eu gosto é da crítica com fundamento, pelo menos com ideias interessantes. Porque razão os estudos são materialistas?

        • Bruno M. says:

          O artigo está claro, e passo a citar:
          “Nesse sentido, a haver outras civilizações na Via Láctea, estas são provavelmente jovens”

          portanto, não foram todas, mas outras, que possam existir, podem ainda ser jovens, mais antigas ou recentes que nós, com mais ou menos conhecimentos que nós, mas em termos galácticos, são jovens!

          A Humanidade é ainda uma criança no Universo 😉 – Isto é um facto!

          • César Oliveira says:

            Gean,

            Sim, espertos são os cães.

            Infelizmente os que se acham espertos estão por todo o planeta. Eu conheço Portugueses que se acham espertos. Tem muitos cariocas muito mais gente boa do que muitos Portugueses.

            Temos que parar com esse ultranacionalismo imbecil.

        • César Oliveira says:

          Hélio, isso que dizes não é verdade.
          Tudo continua a ser estudado, mesmo os fenómenos que tu erradamente catalogas-te de fenómenos sobrenaturais. Se são reais, não são sobrenaturais. São naturais.

          Procura por perceção extra sensorial.

          E avistamentos de OVNIS, continuam a existir sim.

          • Hélio Musco says:

            Eu não disse que não estão a ser estudado, eu disse é que antes havia muitos mais relatos.
            Sobre os fenómenos sobrenaturais, estava a referir-me por exemplo a espíritos, fantasmas, lobisomens, bruxas no céu, etc…se achas que isso existe, prova e passas a ser o homem mais famoso do mundo.

            Hoje em dia com muito mais “vigilância”, maior parte dos casos são desmentidos em segundos pois alguém na net tem explicação, ao contrário de há 50 anos que permanecia um mito/lenda na aldeia.

            Basta ler o milagre de Fátima para perceber que nos dias de hoje não teria o mesmo impacto que há 100 anos.

          • César Oliveira says:

            Não Hélio, continuam a haver muitos relatos. É só procurares bem.

          • César Oliveira says:

            Mas porque os espíritos seriam algo sobrenatural ? Quer acredites ou não acredites. A realidade é o que é. Os espíritos não são apenas a alma dos seres humanos ? O que isso tem de sobrenatural ? Nada.

            Se os espíritos são as almas dos seres humanos, tu próprio és um Espírito. Será que tu não existes ?

            Vais me dizer que só acreditas no que vês e ouves ? Isso é uma grande prova de ignorância.

            Há muitas coisas que existem e nós não vemos. Há muita coisa que nós vemos, e não existe. Há muita coisa que nós seres humanos não conseguimos ouvir, e que existe.

            Não é porque tu não vez algo que esse algo não existe.

            Podem existir estados da matéria que nós não conseguimos ver, mas que existem.

            O que isso tem de sobrenatural ? Nada.

          • rjSampaio says:

            Visto que nem consegues provar que existe tal coisa como alma, nem sei porque vais por ai.

          • César Oliveira says:

            RjSampaio, se o teu objetivo é massagear o teu ego pensando que és mais esperto do que os outros porque não acreditas nessas coisas. Continua.

            Se realmente quisesses estudar o assunto seriamente tu procuravas e encontravas as provas do que quer que seja.

            Mas como o teu objetivo é pareceres mais esperto do que os outros, continua assim que vais mal. Espertos são os cães. Mas tudo bem.

          • rjSampaio says:

            O meu objectivo era explicasses porque decidiste ir por ai.
            Mas sim claro, ataca o adversário em vez de defender a tua posição…

          • Hélio Musco says:

            @César Oliveira, como o outro utilizador disse, se não consegues provar não vale a penar continuar. Tiveste oportunidade para tal mas preferiste partir para o insulto.

            Como disse antes, se achas que essas coisas sobrenaturais são reais e não imaginação, saí do Pplware, apresenta provas à comunidade científica e prepara-te para seres mais famoso que o Einstein. Até lá não passa de pura fantasia.

          • César Oliveira says:

            RjSampaio,

            Não te considero meu adversário.

            Simplesmente é fato que tem muita gente por ai que se acha mais esperto do que os outros porque diz que não acredita nessas coisas.
            Só que espertos são os cães.

          • César Oliveira says:

            Hélio, eu não tenho que provar ou deixar de provar o que quer que seja.

            Tem gente que recusa sem estudar nada, que recursa porque se acha mais esperto do que os outros e enche o peito para dizer: “Eu não acredito nessas coisas”

            Tem gente que se recusa a aceitar a teoria da relatividade. Tem gente que se recosa a aceitar a lei da gravidade nem que uma maça lhe caia na cabeça. Simplesmente não quer.

            Qual deve ser a minha atitude para com aqueles que não querem simplesmente porque se acham mais espertos do que os outros. Simplesmente tenho que ignorar, e esperar que a vez dessa pessoa chegue para conhecer a verdade. E conhecendo a verdade, se libertará.

          • rjSampaio says:

            @César Oliveira
            tens razão, garantidamente não sou adversário…

            É que nem das luta…

          • César Oliveira says:

            RjSampaio, isto não é uma luta. Não é um ringe, não é um espaço para tu exibires o teu orgulho. Eu simplesmente tenho que ignorar e aceitar a tua visão acanhada, desprovida de estudo prévio. Um dia, chegará a tua vez. O orgulho vai passar.

            O orgulho é um véu que não deixa ver a realidade tal qual como ela é.

          • rjSampaio says:

            A conversa era mais curta se simplesmente em vez de teres atacado a mim, tivesses atacado o argumento.

            Vais dar uma única prova para a existência da alma ou vai continuar a dizer que os outros é que têm de estudar?

          • César Oliveira says:

            Quem pergunta quer saber o que não sabe. Quem nega não está aberto para saber. Devemos responder a quem quer saber. Quem só quer negar, devemos ignorar.

          • rjSampaio says:

            Negar?
            Mas eu quero saber, tu é que não queres responder…

          • Gean says:

            Pensei que espertos eram os cariocas do Rio de Janeiro. Mas dizes que são os cães. Interessante

      • Técnico Meo says:

        +11111

        • Sardinha Enlatada says:

          rjSampaio, ha coisas que so consegues entender e sentir com o coracao e nenhuma palavra servira para provar alguma coisa.

          • rjSampaio says:

            Isso é a descrição de fé… Tens fé nisso.

            Apesar de se saber que o coração não é o centro das emoções e que quando é transplantado, não trás consigo qualquer emoção ou sentimento.

            Estas livre de acreditar em coisas que não tens ponta por onde pegar…

          • César Oliveira says:

            Sardinha Emlatada, não percas tempo com quem está cego pelo orgulho.

            Eu entendo o que queres dizer, mas é como te digo, não devemos perder tempo com quem não quer saber. Quem quer apenas e só negar devemos ignorar.

          • rjSampaio says:

            Ui César, além de achares não responderes a perguntas, também dizes a outros para não o fazer…

            Estás a recrutar no teu culto?

          • César Oliveira says:

            RjSampaio, mais uma vez estás enganado.

            Isto não é algo contra ti. Nem contra ninguém. É só um fato. Não adianta responder a um ateu fechado no seu orgulho.
            Eu estou disponível para dialogar com um ateu aberto. Mas jamais o farei com um ateu fechado no seu orgulho. Recuso-me. Assim como também me recuso a dialogar com um religioso fanático. Recurso-me.
            É como digo, não é algo contra ti. Não é algo contra alguém. É somente um fato.

          • rjSampaio says:

            Ateu? mas quem é que é ateu?

            e estas a dizer fato??? mas tu sabes o que é um fato?
            porque não estruturas a tua frase assim.

            “eu acredito em X, porque Y, é um facto.”

            E ainda falas no meu orgulho??? tu recusas-te a estruturar uma frase com conteúdo, dizes “os outros não vêem” “fato” “realidade” etc etc, mas uma frase coerente de ponta a ponta não tens coragem de escrever? e a culpa é do meu orgulho???

  2. Spoky says:

    Ok, se ele diz eu acredito! Uma galaxia que é tão grande e vem com um pobre estudo destes. É de rir.
    Ao menos foi sincero e disse “provavelmente”.

    É obvio que existe vida fora da nosso planeta. Até chegarmos la, vai demorar algum tempo.

    • Vítor M. says:

      “[…]um pobre estudo destes.” Podes rir, mas estás longe de conseguir classificar este estudo como sendo rico ou pobre. Depois, tendo como base muita informação já captada pelos observatórios aqui na Terra e no Espaço, começa a ser possível muitos destes estudos com evidência interessante e em nada podem ser vistos como pobres.

      • Bruno M. says:

        Até as teorias de Génios que na atura pouca tecnologia e com bem menos conhecimento comparado ao de hoje, conseguiram prever muitas coisa que hoje, já foi provada!!!

        @Spoky, ganhaste o prémio de comentário mais ignorante do ano.

        • Spoky says:

          Obrigado, fico contente pelo reconhecimento e total dedicação.
          Com um ̶g̶a̶r̶g̶a̶l̶h̶a̶d̶a̶s̶ sorriso no rosto, é assim que eu estou neste momento.

  3. Reis says:

    Também o Pai Natal venera nessa zona.

  4. Online_fjo@hotmail.com says:

    Bom artigo

  5. Samuel MG says:

    Fogo!! Decidam-se de uma vez !! Existe vida noutros planetas depois dizem que não!! Parecem umas mulheres tanto gostam e passado 5 minutos já não gostam!! 🙁

    • Vítor M. says:

      Dizem que não? Lê antes de comentares 😉 o que é dito é que poderá haver muitas vidas alienígenas que foram extintas por vários motivos, vidas inteligentes muito mais antigas, milhares de milhões de anos mais antigas que a vida na Terra. E faz sentido. Depois é dito que podem existir outras civilizações, como a da terra, nas franjas da galáxia, mas são mais recentes, ainda pouco desenvolvidas.

      É importante ler, até porque está bem explicado e permite-nos vislumbrar o que ainda poderemos descobrir nas próximas décadas.

      • Samuel MG says:

        1. Usar equações para calcular a probabilidade de existir vida!? Francamente ainda não perceberam que o Universo tem as suas próprias regras e que as equações não servem de nada.
        2. Eles estão a comparar as civilizações extraterrestres à civilização humana ao considerarem:
        “…a tendência da vida inteligente para se aniquilar a si própria, seja através das alterações climáticas, dos avanços tecnológicos ou da guerra.”
        3. Deixem de jogar Homeworld e passem a estudar as regras do universo.

        • Vítor M. says:

          “Universo tem as suas próprias regras e que as equações não servem de nada.” Bem pelo contrário, se calhar importa sim perceber essas regras e as equações, a matemática, serve para isso mesmo.

          Estão a considerar uma civilização inteligente. É víável, tendo em conta a nossa próprias civilização.

          Passaste ao lado de uma grande carreira Samuel 😉 porque está em contra-mão com o que dizem os cientistas.

        • Toni da Adega says:

          E que tal começar a explicar quais quais as regras da física Teórica, que tentam explicar o universo, que estão erradas.
          Se estas equações estão incorrectas, qual é equação correcta que se deve utilizar?

    • Bruno M. says:

      Não se sabe se existem ou não!
      Há probabilidades e novos dados a emergir a passo de novas tecnologias e métodos de análise!

      Logo o que hoje é, amanhã deixa de ser!
      São probabilidades!

      1. Usar equações para calcular a probabilidade de existir vida!? Francamente ainda não perceberam que o Universo tem as suas próprias regras e que as equações não servem de nada.
      R: Em tudo o que foi atingido pela Humanidade foi devido às equações e à lógica de quem as fez.
      Sem equações era impossível fazermos as descobertas que fizemos até hoje, incluindo criar métodos de medição, calculo e de e para construção de aparelhos que nos permitam ver o que existe no Universo!

      2. Eles estão a comparar as civilizações extraterrestres à civilização humana ao considerarem:
      “…a tendência da vida inteligente para se aniquilar a si própria, seja através das alterações climáticas, dos avanços tecnológicos ou da guerra.”
      Tudo pode ser comparado! Muito diferentes, muito iguais, mesmo que sejam o oposto!
      São probabilidades, não se sabe, logo a nossa imaginação tem que funcionar, e é com ela que cada vez mais progredimos na tecnologia e chegamos mais longe!

      3. Deixem de jogar Homeworld e passem a estudar as regras do universo.
      R: Tens que sair dessa bolhinha só tua! E ler mais artigos da área para perceberes e entenderes.

  6. Sérgio J says:

    São bons argumentos que devem ser acrescentados à equação.

    Já li no passado num dos grandes livros de divulgação científica (não sei bem qual e já lá vão uns 25 anos que os li) que o centro da Galáxia não era um bom local para florescer civilizações pelos mesmos argumentos aqui apresentados e que nós aqui bem ao longe num ramo não muito denso temos melhores condições para não ser presenteados por catastrofes interestelares. Este estudo parece alinhado com essa corrente de pensamento.

  7. Gean says:

    Vejo essa história na série de ficção The Expansive da Amazon.

  8. Xnelox says:

    O que impediria civilizações evoluídas de colonizar outros planetas com capacidade de sustentar vida?

    Mas pronto, é um estudo de hipóteses.

    • IDroid says:

      Uma das teorias é que podem auto-destruir-se antes de terem capacidades avançadas de colonização de outros planetas.

    • Hélio Musco says:

      Tens o nosso caso como exemplo. Até aos dias de hoje houve milhões de guerras entre a raça humana, mas apenas uma (i.e. 2ª Guerra Mundial – foi apenas há 70 anos) mostrou-nos que temos o poder de nos destruirmos em pouquíssimo tempo.

      Há uma frase que demonstra bem isto que é assim: “I do not know with what weapons World War III will be fought, but World War IV will be fought with sticks and stones.”

    • Hélio Musco says:

      Tens o nosso caso como exemplo. Até aos dias de hoje houve milhões de guerras entre a raça humana, mas apenas uma (i.e. 2ª Guerra Mundial – foi apenas há 70 anos) mostrou-nos que temos o poder de nos destruirmos em pouquíssimo tempo.

      Há uma frase que demonstra bem isto que é assim: “I do not know with what weapons World War III will be fought, but World War IV will be fought with sticks and stones.”

  9. Luís says:

    Obviamente que irá existir vida noutro planeta que não o nosso, não quer dizer que sejam “humanos”, poderá existir outras formas de vida.. ou acham mesmo que num universo tão vasto fomos nós os abençoados para dominar o universo? Mais tarde ou mais cedo chegaremos lá com tecnologia, mas não será agora nem daqui a meio século.. esperemos pela tecnologia quântica e outras mais evoluídas para cálculos poderão acelarar esse processo

  10. Vitor Manuel says:

    Ah ah ah ah, já me puseram bem disposto… VOCÊS NÃO SABEM NADA e está tudo á frente dos olhos

  11. Almerindo says:

    Estudos que são feitos e probalidades … à imagem dos humanos , falham redondamente porque o que é desconhecido até agora equivale a 100% . Esta área é pródiga em teorias umas vão do não haver “outros” e estamos sózinhos, até estas mais recentes do terem havido e desaparecido… logo … concluam pois cada cabeça sua sentença

    • AD9 says:

      Não é bem assim, há uns entendidos que percebem um bocadinho mais por trás destes estudos.
      Agora não sabendo não passam de teorias claro, agora que é muito mais provável que exista vida para além do nosso planeta sim é. Ninguém está a falar de homenzinhos verdes com corninhos.

  12. Rato do Cáster says:

    Este artigo faz lembrar a historia da serie battlestar galactica !

    • Vítor M. says:

      As grandes séries de ficção cientifica são baseadas em muito do que foi descoberto e em muitas teorias que se desenvolveram através do estudo do Universo. A Galáctica, Espaço 1999, Star Trek, etc… trazem muitas “teorias em formato gráfico”.

  13. Há cada gajo says:

    A nossa civilização também está morta, nós é que ainda não sabemos.

    • NjsS says:

      Saber, nós sabemos… Mas não queremos saber, o dinheiro é mais importante que a sobrevivência até ser tarde demais.

      De entre muitos dos factores que nos podem matar existe um que até tem relógio.
      MCC Carbon Clock, faltam 24 anos, 10meses e 11 dias.

      • Há cada gajo says:

        Esquece isso. Não se trata de dinheiro. Não se trata de poluição. Trata-se de um processo natural. A nossa civilização como todas as hipotéticas civilizações que existiram vai naturalmente desaparecer seja porque motivo for.

  14. Rui says:

    A verdade é que ninguem sabe, porque nao se sabe muito bem porque é a que a vida aparece o que se diz é que se as condições ideais estiverem reuidas a vida acaba por aparecer portanto eu milhares de milhoes de anos em milhares de milhoes de planetes a probabilidade de ja ter existido vida é para ai de 99% tal como agr existimos nos e um dia vamos ser extintos se existe agr noutro planeta talvez sim talvez nao se alguma os vamos “conhecer” ou sequer saber da existencia provavelmente nao

  15. adbu says:

    Apanharam covid e acabaram 😀

  16. Euéquesei says:

    O que por aí não falta são extra terrestres…

  17. Miguel says:

    Pois pode, assim como pode não estar.
    Também pode estar cheia de restaurantes Alentejanos.

  18. AlexX says:

    Poucos devem ter reparado mas a Terra está cheia de civilizações mortas. Quantas, ninguém sabe. Mas continuam a desenterrá-las e sempre que algo é descoberto que não se enquadra com a narrativa oficial, é destruído, mantido longe da curiosidade comum ou o meu preferido, posto há vista de todos com uma teoria mirabolante sobre como esse algo terá sido concebido.

  19. Rafael says:

    Isto só mesmo em 2020, para acreditarmos já seja naquilo que for…

  20. João Ferreira Pinto says:

    A duvida será sempre algo que nos acompanha até termos a prova como São Tomé.Ver para querer.Isto trata-se de uma opinião veiculada através de uma investigação:Vale o que vale.
    Pessoalmente penso que a História do Homem na Terra está muito mal contada,e enquanto não houver a coragem e a mania de nos passarem atestados imaturidade,penso que andaremos sempre á volta do mesmo.Tenho pena porque seria provávelmente algo bom para a humanidade progredir de uma maneira positiva e focarmos a nossa atênção e energia na evolução sustentada e justa para toda a Humanidade.

  21. PeterJust says:

    Coloquemos isto nesta perspetiva, a nossa galáxia tem 150 a 400 mil milhões de estrelas, não se sabe bem pois o centro não é visível por causa de todas as estrelas que estão mais perto. Além da nossa galáxia há mais 2 a 3 triliões (3000000000000 acho que é isto, são 3 x10 elevado a 12), a estrela mais próxima do nosso sistema está a 4 anos luz, demorava 70 mil anos a lá chegar com a tecnologia actual, era ser muito arrogante pensar que só há vida inteligente neste planetazito que nós chamamos Terra durante toda a história do universo. Temos de ser humildes aqui e aceitar a estatística, somos uma completa insignificância neste universo (porque pode mesmo haver mais). É estatisticamente impossível haver apenas um planeta como a terra, deverão haver milhões deles, quem acha que estamos sozinhos, precisa de estar mesmo aliado da realidade, há que aceitar que não somos mesmo nada de especial, só mais uns átomos perdidos de um sistema muito, mas muito maior do que os limites da nossa imaginação.

  22. António Oliveira says:

    Também há um estudo recente e que segue o raciocínio desenvolvido em tempos por Carl Sagan, que prevê que por cada grão de areia na Terra, existam 100 planetas como o nosso no Universo…

  23. Paulo says:

    “Vida” como nós a conhecemos? Talvez.
    Outro tipo de “vida”? Talvez.
    Seremos sempre como uma formiga a olhar para um avião. As limitações impostas pela nossa natureza nunca conseguirão ir além de mera especulação.Por mais tecnologia que venhamos a desenvolver seremos apenas pó celestial envolvidos na nossa insignificante realidade. Um dia tudo terminará para começar de novo. Em quê?

  24. Sardinha Enlatada says:

    A existirem outras civilizacoes, talvez nao seja possivel haver misturas connosco, uma vez que estamos muito atrasados em saber amar o proximo. Algo tao simples que Jesus Cristo nos ensinou mas ninguem quer saber. Entao acho que deve ser por isso que ainda nao fomos contactados por outros seres. Seja la de que planeta eles habitem ou nao.

  25. Jmac says:

    Acredito que sim, é uma possibilidade. Acontecerá o mesmo na Terra, os humanos não tendo ´predadores´ definharão e ficarão burros ´estagnados´.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.