Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Novo teste de anticorpos com 99% de precisão aprovado para utilização na Europa

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Caros Silva says:

    Se fizer mesmo o que dizem, é uma excelente notícia. Mas só o tempo o dirá.

  2. David Guerreiro says:

    Só um aparte. Da forma como a notícia está descrita, parece que a Abbott é britânica, mas na realidade é norte-americana, sede em Chicago, Illinois

    • golo says:

      Está na noticia que a Abbott tem uma base no Reino Unido , logo não sei onde se pode depreender que a empresa é britânica…

      • David Guerreiro says:

        Por isso mesmo, há quem possa pensar isso. A sucursal do Reino Unido é que está a fornecer os testes, mas a sede é nos EUA.

      • Paulo Martins says:

        Não que faça grande diferença mas eu fiquei com a sensação que a empresa é britânica embora concorde que o artigo não refere que a empresa o seja. Embora não esteja incorrecto o uso de “base” para descrever eu creio que tantos os termos sucursal ou filial são mais claros para demonstrar que a empresa não é originalmente do Reino Unido.

        • David Guerreiro says:

          Tu, e muita gente ficou com a mesma sensação, daí a minha chamada de atenção. Claro que não faz grande diferença ser norte-americana, inglesa ou israelita.

    • AqueleAmigo says:

      +1
      Era importante realçar isto.

  3. Dark Sky says:

    Testes serológicos:
    “Podem surgir duas situações: a pessoa ter os anticorpos e não estar infetada, o que quer dizer que contatou com o vírus, eliminou a infeção e desenvolveu imunidade; ou a pessoa ser seropositiva, ter os anticorpos, e ainda ter o vírus – está em processo de eliminação do vírus.

    Dever-se-ia fazer a combinação dos dois testes: o de diagnóstico, que determina se a pessoa está infetada, e o serológico. Se for positivo para os dois, a pessoa tem de permanecer em quarentena, se for negativo para o primeiro e positivo para o segundo, a pessoa já está imune e, em princípio, pode regressar à vida normal sem ser um perigo para a saúde pública” – Pedro Simas, virologista do Instituto de Medicina Molecular https://www.sabado.pt/ciencia—saude/detalhe/covid-19-o-que-sao-e-para-que-servem-os-testes-serologicos

    Se tem anticorpos pode ainda estar infetado e transmitir a Covid-19. Já se fizeram uns milhares de testes serológicos em Portugal, não há propriamente assim uma grande novidade no post.
    P.S. É serológico e não sorológico.

  4. Backonline says:

    O teste só mostra que tem anticorpos!!
    Neste montento Não temos informação suficiente pra dizer que a pessoa está imune ou não. Nem garantir que é pra vida,6 meses ou 2 semanas.
    Mesmo que diga o número de anticorpos esse valor vale 0.
    O que quero dizer é que quando fazemos 1 exame ao colesterol o exame diz o valor e também diz que a cima de x valor é mau, neste momento não sabemos que valor é esse.

    Ou seja neste momento este teste serve pra dizer que a pessoa teve infectada com 99% de certeza ao contrario do teste normal que não procura por anticorpos e tem uma grande margem de erro.

    • Dark Sky says:

      – O teste diagnóstico diz se a pessoa está atualmente infetada – pode já ter estado e agora não estar (há também a questão dos falsos negativos mas não o consideremos agora).
      – O teste serológico diz quem tem anticorpos e por isso – este ou está infetada.

      Se deu negativo nos dois testes – tem anticorpos e não está infetado – a questão seguinte é saber se está imune ou não. E é aqui que se poderá dizer “Não temos informação suficiente pra dizer que a pessoa está imune” e se é “pra vida, 6 meses ou 2 semanas.” Mas também não é : “não se sabe nada, o teste não serve para nada” como sugeres.

      Os especialistas o que dizem é que, embora não haja informação definitiva sobre o vírus do Covid-19, do que se sabe dos outros vírus, a presença de anticorpos (em quem é já seronegativo) garante, quase a 100%, que ganhou imunidade. Se apertados por quanto tempo, dizem – pra vida … pelo menos um ano.

      Agora, esta coisa dos testes serológicos tem mais interesse para estudos epidemológicos, não propriamente para tomar decisões sobre medidas de controlo do Covid-19. Por esta altura haverá cerca de 2% dos portugueses que, se fossem testados estariam já imunes. Para essas medidas adianta muito saber quem são? Para grupos mais restritos, como é o caso do pessoal hospital, aí sim, adianta.

      • Dark Sky says:

        .. no terceiro parágrafo escrevi um erro: não é (em quem já é seronegativo) mas sim (em quem já é seropositivo)
        – Seropositivo – detetada a presença do anticorpo
        – Seronegtivo não foi detetada a presença do anticorpo
        (Daí o nome de “teste serológico” e não sorológico com está no post.)

  5. Binte says:

    Este parece mais interessante, mas ainda está em testes.
    Mais pelo facto de não precisar de análise num laboratório, é feita logo na máquina e não é aos anticorpos, por isso basta algumas horas de infecção para ser detectado.
    https://qlifeholding.com/en/news/qlife-enters-agreement-nordsjaellands-hospital-start-validation-covid-19-test

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.