PplWare Mobile

Apple quer tirar engenheiros à Qualcomm?


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Vitor says:

    “Resumindo, a Apple tem nas mãos o controlo do calendário de lançamentos, tem nas mãos os custos de desenvolvimento, da produção e tem nas mãos a forma de moldar também o mercado à sua própria vontade…”! Não tenho tanta certeza que seja mesmo assim…de qualquer forma vamos ver os próximos capítulos da “novela”!!

    • Vítor M. says:

      Pois, há coisas que temos de esperar para ver, contudo a história recente vai-nos dando algumas pistas. Dos grandes aos pequenos componentes, a Apple foi desenvolvendo tecnologias, patenteando novas abordagens e até, nalguns casos, comprou as empresas que possuíam as tecnologias que a Apple queria usar, como foi, por exemplo, o caso das duas empresas adquiridas para ter o Face ID proprietário.

      • Vitor says:

        Vitor M…estou de acordo com a (quase) a totalidade do seu comentário/resposta mas se fosse tudo assim tão fácil a Apple não seria a empresa com mais processos em tribunal por “assumir como suas” patentes que pertencem a outras empresas e tentar resolver grande parte desses processos com “ameaças” de mudar de fornecedores e/ou ir “roubar” parte dos cérebros dessas empresas apenas para as enfraquecer. Porque a Apple,ao contrário de outras grandes multinacionais,não tem a tradição de ir fazer a pesquisa e contratação de “promessas intelectuais” às universidades e depois promover a sua formação…prefere o “produto pronto” que existe nos concorrentes! Como não acredito que isso dure eternamente…espero pelos próximos capítulos! Abç.

        • Vítor M. says:

          Pode ser uma empresa com muitos processo em tribunal, mas seguramente não será a que perde mais, até porque muitos processos visam um aproveitamento, tudo serve para as empresas tentarem tirar “uns milhões de dólares” à Apple, mas poucas conseguem. Vê o caso da Samsung. Envolveu milhões de dólares, os tribunais deram razão à Apple. Mas há, claro, casos em que foi levada a tribunal, alguns pagou a quem de direito (como a Nokia, VirnetX… entre outras), mas muitas nunca deram andamento sequer.

          Cada vez veremos mais a Apple a fazer isso, a investigar, desenvolver e patentear para usar sem recurso a terceiros. O calcanhar de Aquiles neste momento é o 5G, mas a Intel poderá ser a parceira estratégica da Apple para contornar este problema. De resto, a Apple tem já ou tecnologia própria, ou de parcerias onde a própria Apple investiu capital. Sim, nem sempre corre bem. Relembro o caso da aquisição de uma empresa de ecrãs de safira, que a Apple comprou e fechou (embora tivesse ficado com as patentes que era algo que a empresa também queria).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.