Categoria: Hardware

Apple está a trabalhar num ecrã MicroLED para substituir OLED

Foi no passado mês de setembro, com o iPhone X, que a Apple lançou o seu primeiro smartphone com ecrã OLED. No entanto, a tecnologia não pára de evoluir e, aparentemente, a gigante de Cupertino já se encontra a trabalhar num novo tipo de ecrã, que poderá vir a substituir a tecnologia OLED num futuro relativamente próximo.

Tal como tem feito com outros componentes, parece que a Apple quer no ecrã ser também “menos dependente” de empresas proprietárias de certas tecnologias.

Imagem do MicroLED


É cliente NOS? Então conheça o novo router Wi-Fi 4.0

A NOS acaba de anunciar um novo Router de última geração Wi-Fi. O Router Wi-Fi 4.0 é o mais recente equipamento que a operadora pretende que represente uma grande evolução tecnológica. Além deste novo hardware, a operadora conta com os serviços online da página aminhanet.nos.pt que irá auxiliar os clientes a configurar e gerir o router, mesmo à distância.

Vamos conhecer mais sobre este novo router.


Hoje na História dos Computadores: A origem do nome Macintosh

Hoje relembramos as origens do nome Macintosh, que tem vindo a acompanhar a Apple desde há muitos anos para cá e que deu o nome ao computador lançado pela Apple em 1984. Mas há história mais antiga.

Fique a par do que aconteceu “Hoje na História dos Computadores, uma rubrica do Pplware, onde lhe damos a conhecer notáveis eventos que ocorreram na história dos computadores e software.


IBM anuncia grandes avanços em Computação Quântica

Os computadores quânticos ainda estão numa fase inicial do seu desenvolvimento. Apesar disso, várias empresas do ramo tecnológico, nomeadamente a IBM e a Google, já estão há alguns anos a fazer investigação nesta área.

A IBM anunciou grandes progressos naquela que é a corrida pelo computador quântico mais poderoso. Dario Gil, líder da divisão de computadores quânticos e inteligência artificial da IBM, anunciou que a empresa foi capaz de construir o primeiro computador quântico que usa 50 bits quânticos, também conhecidos por Qubits.


Primeiros chips ARM da Intel podem chegar no final do ano

A Intel é a mais poderosa empresa a fabricar processadores. Tem dinheiro, tem segmentos onde lidera, como no segmento desktop e portáteis, e tem uma tentacularidade global no que toca à utilização das suas tecnologias. Há, contudo, um segmento onde está com dificuldades em entrar: os dispositivos móveis. Depois de ter passado com pouco sucesso pelos dispositivos Windows Phone/Mobile e alguns Android, a empresa cancelou os SoCs Atom Mobile.

Agora, com possíveis clientes de outra força, poderemos ver os primeiros chips ARM da Intel até final do ano, segundo deu a conhecer a gigante americana na recente conferência ARM Tech Con 2017.


4 Mini-PCs por menos de 200€ a ter em conta

Disponíveis em lojas nacionais! Os mini-PC são hoje uma excelente alternativa aos grandes desktops que desde cedo nos habituámos a ver nas secretárias ou até no chão do escritório a roubar espaço. Sem gastar muito dinheiro é possível ter máquinas...