Quantcast
PplWare Mobile

Tags: menores

União Europeia investiga Instagram por uso indevido de dados de crianças

A União Europeia avançou com uma investigação ao Instagram por, alegadamente, a rede social apresentar um comportamento desadequado quanto aos dados pertencentes a perfis de crianças.

Em suma, a plataforma estaria a disponibilizar contas de empresas a utilizadores a partir dos 13 anos e, desta forma, expunha publicamente os seus endereços de e-mail e contactos telefónicos.


Maioria do conteúdo sexual de menores na Internet mostra meninas entre os 11 e 13 anos

É cada vez mais raro encontramos uma criança sem telemóvel, mas estarão conscientes dos perigos e riscos?

Conforme mostram novos dados, ainda há muito trabalho a fazer, pois a maioria do conteúdo sexual de menores encontrado na Internet mostra meninas entre os 11 e os 13 anos.


1 em cada 5 jovens são expostos a conteúdo sexual não solicitado na Internet

O conteúdo sexual “não solicitado” na Internet é uma realidade que está longe de ser eliminada. Embora alguns países, como o Reino Unido, estejam empenhados em afastar este tipo de conteúdos de quem não o solicita, há vários métodos pelos quais muitas pessoas sem escrúpulos conseguem assediar menores de idade e convidá-los a fazer parte desse tipo de conteúdo.

Uma investigação publicada no Journal of Adolescent Health, revelou que um em cada cinco adolescentes entre 9 e 17 anos de idade está exposto a material com conteúdo sexual não solicitado na Internet.


Portugal: e-mails de menores disponíveis na Internet

A segurança de dados pessoais é provavelmente um dos temas mais debatidos no mundo da Internet. Em Portugal têm sido reveladas algumas situações que mostram claramente a falta de cuidado no que diz respeito à proteção de dados.

Depois da notícia que denunciava a existência de um ficheiro com informações de 230 mil utentes do Serviço Regional de Saúde dos Açores, sabe-se agora que há uma listagem com informações de menores de Angra do Heroísmo disponíveis na Internet.


UE recua e não define idade mínima para aceder às redes sociais

O debate sobre a imposição de uma idade mínima para acesso às redes sociais e a grande parte da Internet dura há já muitos anos. Na tentativa de unificar e estabelecer uma lei transversal aos diferentes países que compõem a União Europeia, esta era uma ideia que estava a ser equacionada como real.

Mas uma nova decisão deita por terra toda esta ideia e delega aos países membros a definição da idade mínima para acesso às redes sociais e os modos como esta será feita.

europa_idade_social_1