Quantcast
PplWare Mobile

Tags: faturas

e-fatura: Nova versão Android já deixa que carregue as suas faturas sem NIF

O e-faturas é uma ferramenta que já todos nos habituámos a usar para gerir uma parte importante das nossas obrigações fiscais. É nesta app que podemos controlar as faturas que nos são emitidas e que vamos acumulando ao longo do ano.

Como qualquer ferramenta com este grau de importância para os seus utilizadores, tem de ser atualizada de forma constante. A mais recente novidade anunciada veio para a versão Android e permite aos utilizadores carregar as suas faturas sem NIF.

e-fatura faturas NIF app Android


Validação de faturas de 2022: Não se esqueça de o fazer

Como é normal todos os anos, por esta altura, alertamos para começar a validar as suas faturas. O prazo para validar termina a 25 de fevereiro e, como sempre, só serão consideradas as que tenham sido validadas.

Se tiver por agora um tempinho livre, saiba o que pode ir fazendo.

Validação de faturas de 2022: Não se esqueça de o fazer


Faturas em PDF aceites até 31 de dezembro para efeitos fiscais

Em março de 2021 o prazo de aceitação de faturas em papel foi estendido para 30 de junho, em maio para 30 de setembro, em julho para o último dia de 2021, em novembro para 30 de junho de 2022 e agora para o último dia deste ano.

As faturas em PDF, para feitos fiscais, passam a ser aceites até final de dezembro deste ano.


IRS: Último dia para validar faturas de despesas gerais familiares

Já viu as suas faturas de 2021? O prazo para os contribuintes reclamarem sobre os valores calculados pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) relativos às despesas gerais familiares, e que permitem uma dedução ao IRS até 250 euros, termina hoje.

Nesse sentido, deverá aceder ao Portal das Finanças para verificar as faturas. Caso não concorde, pode reclamar.

IRS: Último dia para validar faturas de despesas gerais familiares


NOS cobra 80 cêntimos pelo pagamento presencial de faturas

Atualização: O Pplware recebeu declaração de fonte oficial da NOS.

A Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor fez hoje saber que denunciou à ANACOM que tem sido cobrado aos consumidores nas lojas da NOS Comunicações um valor de 80 cêntimos pelo pagamento presencial de faturas.

A Deco considera que esta é uma prática “ilegítima”.

NOS cobra 80 cêntimos pelo pagamento presencial de faturas