PplWare Mobile

A Xiaomi vai subir os preços aos seus smartphones, mas há uma boa razão para tal!


Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Realista says:

    Na outra noticia desta marca eu tinha dito que mais cedo ou mais tarde eles iam alterar a politica de preços para cima… e pronto esta feito.

  2. Tiago Santos says:

    Então vão aumentar o preço para os utilizadores olharem para esta marca como prémium? Associam preços altos a qualidade? Discordo…
    Olho para samsung galaxy e iphones como uma tentativa de maximizar um produto “banal” para o preço pedido, comparativamente a todas as alternativas existentes.

    • Tiago Santos says:

      Deixo ainda uma marca que tentou o mesmo e falhou, Blackberry! Além disso as vendas nos ditos “top models” tem caido, se não me engano..

    • Toni da Adega says:

      Infelizmente sim, os utilizadores olham para o preço e associam preços altos a qualidade.
      Pode ser muito bom, mas se for barato a maioria das pessoas vai olhar poara aquilo como um “produto barato”. E algo barato é sempre associado a ser mau.
      Uns jeans de 10€ são considerados “baratos e rascas”, e uns “de marca” de 100€ são considerados premium e por vezes a qualidade é exactamente a mesma.

      • Victor says:

        Exemplos práticos? Isso não é verdade em nenhuma parte do mundo. Vais dizer que um Xiaomi, Meizu, Elephone, etc tem a mesma qualidade de construção de um Samsung, Apple, LG? Ou que a qualidade do audio e do microfone e restantes componentes são iguais?

        • SE says:

          Comparares na mesma leva Xiaomi, Meizu e Elephone mostra claramente que não conheces o mercado de telemóveis chinês. As duas primeiras são do melhor que podes encontrar e rivalizam taco a taco pelo menos com Samsung e LG. A Elephone é puro lixo eletrônico. Tenho um Mi Mix2s e muitos dos meus colegas aqui no trabalho têm Galaxy’s S9 e ficaram todos de boca aberta com a qualidade do Xiaomi quando lhes disse que era chinês, porque muitas das vezes mete o Samsung no chinelo

        • Jose says:

          So para te calar bem caladinho 🙂 nas grandes marcas pagas muitas vezes o nome, as peças da Samsung,Meizu,Xiaomi etc.. vêm todos da mesma fábrica

    • Realista says:

      A utilização da “desculpa” de ser premium é de facto uma desculpa esfarrapada e já se antevia a subida de preços. O CEO da Xiaomi já tinha referido que mantinha uma margem pequena no segmento dos smartphones de forma a que a marca ganhasse visibilidade e segmento de mercado.

      Para além disso a importância do segmento mobile tem decaído de ano para ano nos lucros da Xiaomi e de 2017 para 2018 os telefones desceram 4pontos percentuais quando comparados com outros produtos, para 67% (se a memória não me falha) e agora está na altura de os investidores ganharem o seu dinheiro com o segmento mobile.

  3. MACnista says:

    … já estava admirado!!!

  4. ToFerreira says:

    Marcas premium com preços a condizer não faltam. Onde a Xiaomi se destaca e é motivo de sucesso é a boa relação qualidade-preço, por isso duvido que esses 2 segmentos tenham grande sucesso.

    • Pedro says:

      Concordo, já temos Huaweis, One Plus etc a neste preço de gama médias (que honestamente de “médio” não tem nada)
      Se a Xiaomi for por este caminho é “mais uma”

      • ToFerreira says:

        Por outro lado, se duplicarem a margem de lucro, em vez de 500 passam a cobrar 550, também não é muito significativo, ainda fica longe da concorrência.

  5. Luis Silva says:

    Prontos primeiro foi para ver se conseguia consumidores, agora que já tê o rei na barriga, toca a aumentar preços……lá se vai o barato e bom

  6. Nuno says:

    é cada comentário que se lê… o que a marca está a fazer é o que reflete os valores do dia a dia, para um labrego um telemóvel que custe 300€ ou 400€ é uma merda, até pode ter melhores specs que um iphone ou samsung mas como o preço é muito mais baixo o gajo desconfia. Isto acontece todos os dias, “Quando a esmola é grande até o pobre desconfia”.

    • Ruben says:

      Disseste bem, mas isso é para os idiotas
      Eu vim da Apple e fui para a gama note, considerada média ou até baixa gama, gostei e percebi a qualidade da xiaomi, depois disso foi só subir, para a linha mi e agora mix
      De facto o preço qualidade é o que os diferencia e se há idiotas que olham a qualidade pelo preço e pensam imediatamente que é uma porcaria há outros que os têm e olham para os que são três vezes mais dinheiro e riem se dá estupidez com o devido respeito
      Aumentarem um pouco a percentagem concordo, mas acho que isso já o tem feito nos últimos anos, devagar
      A estes preços passa a ser mais uma no ramo dos telemóveis, esperemos que se apercebam disso e que ao menos os restantes produtos mantenham o preço

    • Miro says:

      Bom ponto de vista, um dos pontos eliminatórios na questão da compra de um smartphone, é o preço. Qual quer? O mais caro! Memo á labrego.

  7. João says:

    Marcas comerciais em que se compra gato por lebre…
    Os xiaomi incorporam versões mais baratas de chip7 qualcomm onde não é possivel fazer carrier aggregation da maioria das bandas ao contrário do que acontece com os rivais por exemplo da oneplus. E pior a marca não assume isso. Por isso é que depois quando se faz um speedtest são trucidados!!!

    • Ruben says:

      Talvez fosse verdade no passado antes das versões globais, penso que atualmente não seja verdade
      Eu não tenho nem tive problemas do genero, tenho 200mbs em casa e apanho os no tlm sem nenhum problema

    • Luis says:

      João há telefones da Xiaomi a 300€ com snapdragon 845, e tu falas assim? Eu tive um mi 8 lite e apanhava 350mb por wireless, num pacote fibra 400. Quando não se sabe mais vale estar calado

  8. Hugo says:

    Vendem lixo comunista!

  9. EacHTimE says:

    Quando ganham fama não conseguem resistir.

    Aumentar preços para as pessoas pensarem que é melhor… É triste mas infelizmente é capaz de ser verdade

  10. pH says:

    Acho que a maioria do pessoal que comenta aqui só olha para o o seu próprio umbigo e não tem em conta o que se passa à volta…
    Neste momento a Xiaomi cobra quase o preço de custo pelos seus telefones. Os 5% de lucro ainda não foram atingidos. Querem que as marcas produzam à pala?! Ou que os trabalhadores se alimentem a ar?!
    Além disso, uma das razões pelas quais criaram outras sub-marcas (Redmi, Pocophone), à semelhança do que fez a Huawei com a Honor e outras marcas chinesas, é como forma de diferenciarem os seus telefones Premium dos modelos mais baratos.
    Neste momento quem comprou Xiaomi e gostou, não vai deixar de comprar por acréscimo de preço, especialmente se tivermos em conta o que a concorrência cobra por produtos da mesma gama.
    Para os novos clientes, e tendo em conta o mercado, não me parece que vão deixar de comprar também, até porque quem quiser um telefone mais barato tem sempre oferta nas sub-marcas.
    Neste momento estão a apostar em levar a marca mais além e saírem do estigma de marca low cost. Para isso têm as outras sub-marcas.

    • gigbola says:

      Bahhhh, nao tenho muitos conhecimentos de contabilidade de gestão, mas tanto quanto sei, o custo final de um produtos engloba a mão de obra direta e indireta….
      Se eles apenas tem 5 de margem de lucro isso significa que têm uma boa fonte de financiamento de baixo custo…tipo estatal…

  11. ze says:

    3 marcas:
    – Xiaomi (Notícia)
    – Redmi
    – Pocophone

  12. Tiago says:

    E pronto. Lá terei de deixar de comprar produtos Xiaomi das gamas MI e MI Max.
    Foi bom enquanto durou, mas outras marcas virão que continuarão a trazer qualidade a preços justos.

  13. Miro says:

    Acho errado, começar com preços baixos, e agora que a marca está no top, aumentar. Nunca achei que a Xiaomi, praticasse preços extremamente baixos, outras marcas exageram no preço em relação á Xiaomi. Comecei por ser utilizador Samsung, mas não dá para acompanhar a marca, devido aos preços elevados. Gosto dos equipamentos da Xiaomi, simples, rápidos, e com qualidade, não fugindo da tecnologia atual e com preços que gostaria que se mantivessem.

  14. pedro says:

    … daqui a meia dúzia de anos tá igual á Samsung ou á apple com preços pornográficos … bye bye xiaomi !!!

  15. Filipe Mota says:

    A Xiaomi é perita em ter grandes specs pelo preço, mas basta ler as reviews dos produtos, que rapidamente se vê que o ecra é um lixo (e n estou a falar da resolução), a camara é má (e n estou a falar dos MP) e a qualidade do som e das chamadas o mesmo. Mas como o zeca só vê as specs que lhe aparecem à frente, são comidos de cebolada.
    Para alem disso tem sites e blogs a dar reviews falsas, incluindo a pplware. A titulo de exemplo, a camara do pocophone é um 10/10 e do mate 20 pro 9/10 (para o pplware). Pf…

  16. Ora ora says:

    Então está na hora de mudar de marca.

  17. Pensamento Positivo says:

    Caros: Que a Xiaomi tem crescido muito e muito rápido, sobre isso não há dúvidas nenhumas!… Mas… Tomara à Xiaomi ter algum produto que sequer se aproxime de um produto de desejo como o são os da Apple e os da Huawei com câmara Leica!…

    Certamente os preços irão subir um pouco… Até porque, ou é de só de mim, ou a Xiaomi neste momento não tem capacidade de produção para satisfazer a procura pelos seus topos de gama (o que também traz problemas reputacionais claros); mas essa subida terá de ser progressiva e consistente… Ao fim e ao cabo a Xiaomi ainda está longe de ter a projecção global de uma Huawei… Mas, muito longe mesmo.

    Termino apenas com umas perguntas, se calhar exemplificativa do que estou a dizer: Será que já resolveram o problema das actualizações não traduzidas? Será que já estancaram o problema das ROM’s “marteladas” de certos vendedores? Já acordaram para a vida e perceberam que se querem ser globais como a Huawei têm de ter uma ROM global que seja mesmo global? E assistência técnica autorizada, existe?

    Caso a resposta pelo menos à maioria destas perguntas seja não, então podem ficar descansados os fãs da Xiaomi por cá que vão continuar a ter os seus produtos a bom preço, ainda que um pouco mais caros. Só que consigam resolver o problema da adequação da produção à procura, nem pensarão 2 vezes em manter os preços relativamente estáveis. A Xiaomi ainda terá de comer muita farinha Maizena para chegar às de topo!…

    Tenham um bom fim-de-semana!… 🙂

  18. Fábio Antunes says:

    Trabalhadores da Indústria Têxtil no Vietname a serem assassinados pela própria polícia ao lutarem e se manifestarem por um mísero salário mínimo de 160 dólares e nós aqui a discutir quezílias e caganças de gastar 500/700€ em dispositivos que ao fim de 1 ano, se tanto, fartamo-nos e mandamos fora para serem enviados para países sub-desenvolvidos a fim de serem “reciclados”, vulgo lixo eletrónico.
    Só para colocar as coisas em perspetiva.
    Bom fim de semana e que a realidade e humildade nos acompanhe!

  19. Daniel says:

    A xiaomi tem telemóveis equivalentes em muitas caracteristicas aos topos de gama de outras marcas, mas a metade do preço. Os xiaomi não são melhores que os outros, mas sim, muito mais baratos.
    A Questão é que se a xiaomi quer ser uma marca de referência tem de ter equipamentos com características melhores que os outros, como fez a Huawei, e para isso, é necessário mais inovação, e componentes melhores, o que obrigam a aumentar o preço mesmo que a margem fosse a mesma.
    Na minha opinião a xiaomi quer que os seus topos de gama sejam realmente topos de gama, melhors que a concorrência, e que sejam vistos como topos de gama. Assim prevejo que nos próximos anos o preço dos xiaomi suba gradativamente, mas que a qualidade também suba.
    As outras submarcas continuarão a disponibilizar produtos de gama média e média alta a preços baixos!
    Além disso, por menos que gostemos, as empresas visam o lucro. Podemos descordar que as empresas tenham margens elevadas, mas até ao momento a xiaomi não pode ser acusada de nada disso, mesmo que quadroplique a margem!

  20. Cruz says:

    Xiaomi so o nome soa a chinezada barata.
    Deviam manter-se fieis ao que os fez famosos, telemoveis rascas e baratos pro desenrasca.

    • netdroid says:

      Eu era fã e continuo a ser de windows phone. Também tive vários Nokia, entre eles a “máquina N95” e o Lumia 930. Após este, tive o iphone 6. Detestei! Excepto na fotografia. Cheguei a atirá-lo ao chão. A seguir, resolvi experimentar o Xiaomi Mi Note 2, apesar de não ser fã do Android e porque estava em promoção por 200 €. Pois… tive que me render até agora, passado quase um ano. Que grande máquina. Em tudo. Apesar de ter boa qualidade fotográfica, peca em relação aos outros que tive. É que bater lentes Karl Zeiss e iphone, não é fácil. São, de facto, excelentes. No entanto, estou deveras contente. Se apanhar uma promoção do Mi 9… vou ser tentado a comprar.

  21. Vitor says:

    Não dou mais de cento e poucos euros por um telemóvel e já compro grandes máquinas, daí a cima e treta, esterco. Tenho gostado da TP link, muito bons e baratos. Boa sorte seus ricos.

  22. djo says:

    já q sobem os preços, ao menos que usem uma construção com menos s.a.r.

    • pedro says:

      uma construção com menos s.a.r. implicaria a adoção de método de construção bastante evoluído t.p.r.2. e isso iria encarecer ainda mais o produto, forçando-os a mudar o processo de capitalização b.b.r.1. para b.b.r.2., o que se reflete negativamente em bolsa.

  23. ajeiras says:

    Bem era uma marca de que estava a começar a gostar, assim vou voltar para a WIKO, pois tirando a XIAOMI foi o melhor telemóvel que tive, WIKO DARKFULL, tem quase 5 anos e ainda funciona na perfeição, e as suas fotos não ficam atrás do XIAOMI 20 lite comparando a idade dos dois.
    Quem tudo quer, tudo perde, a ganancia começa a falar mais alto.
    E já agora antes que me atirem pedras, samsung, iphone, etc, sim são boas marcas, mas EU não pago nomes nem vícios, apenas procuro qualidade a bom preço.

  24. PSantos says:

    Pouca gente precisa de um equipamento de mais de 150€…essa é uma das verdades. A outra é que o povo é um bando de parolos exibicionistas, armados ao c#####o, que se afirma com o equipamento que pode por em cima da mesa do trabalho ou do café…

  25. cabecinha pensadora says:

    e fazem muito bem a qualidade tem que se pagar

  26. Faamd says:

    Farto dos smartphones, LOW TECH, LOW TECH,LOW TECH!!! Nokia 105 e mais nada!

  27. Filipe says:

    Acho engraçado a desculpa que utilizam para aumentar os preços dos smartphones e consequentemente igualar (ou pelo menos tentar) os preços ridículos dos smartphones na Europa. Acho engraçado acima de tudo porque n é inteligente…. é só uma questão de tempo até outra marca chinesa alternativa começar a ganhar nome e vender os telemóveis igualmente baratos. A xiaomi não prima pelos preços baratos, simplesmente praticaram os preços que praticaram pelo simplesmente facto de que marcar de telemóveis alternativos baratos e bons na China é o que não falta. Daí a produção de um smartphone na China ser super barata. Vamos ver no que esta medida de “génio” vai oferecer à marca

  28. Sandro Castro says:

    Penso que um aumento de 10 a 15% seria justo, e o cliente fiel continuava a comprar.

    Agora se querem colocar os preços “parecidos” com os da concorrência, vamos ter telemóveis da Xiaomi perto dos 900/1000€, vão continuar a vender, mas vão perder mercado. Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.