Quantcast
PplWare Mobile

Toyota quer que o cliente pague taxas mensais para usar tecnologia inteligente nos seus carros

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. cK says:

    Boa sorye com isso, tendo em conta já a estupidez dos preços dos automóveis / combustíveis/baterias hoje em dia.

    • André R. says:

      Isso é porque ainda tens a oferta de veículos a diesel, gás, gasolina e elétrico “puro”. Quando venderem elétricos só neste formato, não tens alternativa senão acatar as condições, isto se quiseres ir passear de pópó…

      • Aster says:

        Mesmo nos carros actuais a gasolina..etc…..queres funções digitais extra…paga. Ex Mercedes oferece durante 3 anos uma planoplia de utilitarios app, no fim queres continuar a ter, paga.

    • Pedro F. says:

      A mercedes até para as rodas traseiras virarem cobra mensalidade…

  2. PGomes says:

    Grandes chulos.

    • Pedro says:

      Tu é que queres serviços de borla para sempre e eles é que são os chulos?

      • Luis says:

        Existe um novo mundo no capitalismo, a maioria do lucro passa a não vir do produto em si mas dos serviços que vêm agarrados a ele. Temos o exemplo da Apple, em que em algumas situações é escandaloso.
        Nos carros vai-se passar o mesmo, eles vêm com milhares de funções instaladas, mas se quiseres usar tens que pagar uma mensalidade… o que devia ser ilegal! Estas empresas estão a ter lucros brutais!! Não vai faltar muito que para usares o GPS tens que pagar…

        • João Ferreira says:

          Não pagas o GPS porque os estados unidos oferecem ao mundo. No dia que os estados unidos acharem que não querem dar borlix vais pagar nem que não queiras. Os satelites não se metem no ceu de sozinhos e de borla. Este pessoal que usa tudo de borla e pensa que as coisas se sustentam sozinhas, enfim. Num mundo que cada vez mais precisas de updates e correcções importantes na hora a subscrição vai continuar. Obvio que para conduzir o carro não faz sentido pagar uma mensalidade mas se quiseres por exemplo software de condução autónoma vais de certeza ter de pagar uma mensalidade pois é algo complicado e que precisa de updates o mais rápido possível e constantes. Isso ou tens de trocar de carro de 3 em 3 anos porque o sistema de condução autónoma já não serve. Como trocar de carro tão rapido não faz sentido, o modelo de subscrição vai avançar.

          • Luis says:

            O GPS é uma vantagem económica para o mundo e para os EUA, porque raio deve ser pago? Sem GPS não tínhamos a economia que temos hoje. Portanto está mais que pago.

            Se compro um carro que anda sozinho, fará sentido ter atualizações incluídas para os próximos 10 anos, pois a empresa já está a obter uma boa margem para isso mesmo. Muitas subscrições não passam de duplas tributações… devem ter aprendido com o estado Português.

          • Pedro says:

            Faço minhas as tuas palavras!…
            Ainda digo mais… nao é o meu caso mas preferia pagar uma subscrição mensal ao invés de estar a trocar de equipamento todos os anos para ter mapas atualizados!

          • Imf says:

            Normalmente os GPS de borla, são melhores que os pagos, falo do waze, maps, etc…
            Porque??
            Porque tu como utilizador tens as opções de contribuir com actualização, novas sinalética, novos sentidos proibidos, novas rotundas, etc.
            Claro que se es um daqueles que nao pagas nen queres contribuir para melhorar o sistema e o manter actualizado, é so porque es um relaxado, mas isso também se deve depois reflectir no teu quotidiano.

            Logo os GPS de borla sao de borla porque existem milhares de pessoas a contribuir para o manter indirectamente.
            Claro que tambem vendem os teus metadados, mas queres o que??? Refeições de borla?
            Se nao queres pagaaaaa €€€

          • João Ferreira says:

            lmf, sabes que esses gps que falas que são de borla são apenas os mapas e as informações. O conteudo é produzido pelas pessoas como é o youtube e o facebook mas adivinha como essas empresas ganham dinheiro para manter os serviços para as pessoas podere colocar conteudo de borla. Vendendo os teus dados.
            Sem os satelites GPS para te ajudar a localizar o teu dito gps de borla é completamente inutil. Neste momento tens o povo americanos através dos militares a pagarem biliões para darem acesso ao sinal GPS de graça. Não é por acaso que tanto a europa como os paises asiativos estão a construir contelaç~oes alternativas ao GPS porque se o exercito americanos quiser tira o GPS seja a que pais for. Se o povo americano farta-se de pagar impostos para manter o GPS podem podem cortar o serviço. Não confundas o GPS com mapas da google maps, apple maps ou google waze.

          • Pedro F. says:

            Não precisas dos estados unidos para ter gps e além disso eles não tem como lhe limitar o acesso…

        • Pedro says:

          Mas só pagas pelos serviços extra se quiseres… o carro continua a andar…

      • lapizazul says:

        Quando é a Tesla nem guinchas…

      • oh says:

        Serviços de borla?! wtf

        Eles já pagam um balurdio pelos carros e ainda querem subscrições?! Se tu não te importas de pagar, manda aí o nib e pagas todos os serviços de subsrição que eu tiver.

  3. mirtha says:

    ha malucos para tudo

    nao ha pessoal que consegue dar 1000€ por um telemovel? então

    • Pedro F. says:

      Mas não pagam mensalidade para ter cores no ecrã… Não pagam mensalidades para ter multi-touch… Não pagam mensalidade para usar todos os cores… Não pagam mensalidade para usar toda a RAM… Etc…

  4. Manuel da Rocha says:

    Nada de estranho…
    Com os a combustão basta construir e dar a garantia de peças defeituosas, e a empresa não tem mais preocupações.
    Com os eléctricos tem de manter o software, pelo menos durante a vida útil do carro (até 10 anos). O que obriga a pagar a equipas de software e serviços de internet, seguros.

  5. João Ferreira says:

    Se os serviço for condução autónoma, mapas actualizados faz sentido pagar por mês para que tenhas acesso a updates e à tecnologia de ponta. só paga quem quer. Se for coisas banais como radio, e merdices destas. Não obrigado.

    • Luis says:

      Não faz sentido nenhum…

    • Luis says:

      O hardware de condução autónoma, mapas, etc já vem incluído no carro, portanto pagaste por um hardware que depende que o software se mantenha atualizado.

      • Pedro says:

        Certo. Mas nada te impede de instalares o teu próprio software para o carro andar sozinho.

        Se não o fazes por não teres o software para o carro, paciência… só não entendo porque é que tem que ser a marca a investir continuamente para garantir funções para carros que já vendeu…

      • João Ferreira says:

        e achas que vão manter um software caro por muitos anos? No máximo dão-te 5 a 10 anos de actualizações de borla apenas para bugs ou problemas de segurança. Novas funcionalidades? Boa sorte. Compra o novo carro. Vais trocar de carros de 3 em 3 anos? É que no inicio todos os anos devem sair melhorias para tu e mais alguma coisa até a tecnologia estabilizar. Engenheiros não são pagos com bananas.

  6. Filipe says:

    Só temos de agradecer ao Elon por isto, pois a ideia de começar a cobrar por coisas standard nos veículos foi algo que começou na cabeça dele. Com os veículos eléctricos ao preço absurdo que estão hoje em dia, se aceleram para a cobrança de serviços é anunciarem a morte aos teoristas que querem colocar os veículos eléctricos no topo do mundo porque “ai o ambiente”. Os homens das cavernas também tinham fábricas e veículos poluentes? É que este tipo de alterações climáticas já acontecia antes.

  7. SANDOKAN 1513 says:

    Como ?? Só faltava agora esta. 😐

  8. Vitor Tavares says:

    Ainda não há muito tempo ao comentar um outro artigo aqui no Pplware (creio que acerca da Tesla) eu dei uma de “bruxo” e disse que não iria demorar muito a que isto fosse acontecer.E a razão é muito simples…com os automóveis a serem cada vez “conectados” e os condutores a dependerem do software instalado nos mesmos,é mais do que normal que tenham de existir de forma periódica atualizações desse mesmo software. Que eu tenha conhecimento não existem marcas disponíveis a pagar a engenheiros e programadores para que as viaturas estejam sempre atualizadas ao longo da “vida”…de “borla”. Vão se habituando…é o futuro já hoje!

  9. lapizazul says:

    O futuro será hackear todos os serviços que as marcas queiram vender em pacotes de subscrição. Felizmente o meu carro vem com tudo incluido e não vou fazer upgrade durante muitos e longos anos

  10. Bk says:

    A Toyota á anos que vem fazendo más apostas , primeiro foram mais de 20 000 milhões no hidrogénio e juravam a pés juntos que seria o futuro e agora nisto .O Hidrogénio aplicado no sector automóvel nunca será tão energeticamente viável como os electricos puros , porque a produção de hidrogénio , distribuição e alta perigosidade de explosão tornam os custos inviáveis.
    As actualizações de software essenciais e de todos os equipamemtos existentes na viatura quando da sua aquisição deveriam estar incluidas no carro pelo menos durante 10 anos , mais uma vez vão esticar a corda vamos ver o que dizem os clientes , é que no caso da Tesla já á muita contestação á situação semelhante .

    • João Ferreira says:

      Isso do hidrogénio já está a ser resolvido. Ve no google cenas sobre “solid hydrogen fuel cell”. As baterias para grandes quantidades de armazenamento são péssimas. Pelo menos a curto e medio prazo. Se precisarmos de armazenar o excesso de energia que as renováveis fazem quando ha vento a mais ou sol a mais para usar quando não há o hidrogénio será potencialmente melhor que uma bateria litio. A toyota não faz apenas carros. Além disso a toyota apostou e aposta nas duas tecnologias. Não esquecer que eles foram stackholders da Tesla durante anos. eles estão apostar em ambas tecnologias que tem os seus pontos fortes e fracos e nenhuma será solução para tudo. Temos barcos, aviões, fabricas, amazenamento de excesso de energia de renovaveis, etc… O futuro dirá mas neste momento não há certezas de como será.

    • Joao says:

      A toyota há anos que é dos maiores, se não o maior, fabricante de automoveis do MUNDO. Mas tu é que sabes como gerir a empresa… istohá com cada um..

    • Pedro F. says:

      Falar dos custos serem inviáveis quando um Zoe custa o mesmo que um Clio já com 200.000km incluídos com combustível, manutenções, etc não faz muito sentido…

  11. Luis says:

    Os carros vai ser como operadoras de TV de e NET, streaming, como os telemóveis. PC’s etc…
    Agora paga-se serviços mensalmente ao invés de compra única: Spotify, apps, office 365, etc
    … Basta que as marcas se combinem.

  12. Luís Silva says:

    Todos os dias assistimos a um fermentar de ideias com vista a assaltar os bolsos de um ser vivente 🙂

  13. jota says:

    A Toyota está a mandar-se pelo precipício abaixo, literalmente!

  14. KeyboardWarrior says:

    Blá Blá Blá, estou mesmo a ver na hora de escolherem o carro novo que vão comprar, vão mesmo deixar de optar pelo veículo A ou B porque não pagam mensalidades…..

  15. Tanso Mor says:

    Por isso é que eu só ando de transportes públicos pois assim não tenho que pagar nada mensalmen… oh, wait!

  16. RicM says:

    Por muito que seja válida a discussão do custo de atualização e correção de software instalado nos veículos, o que a Toyota está a pedir aqui é que o dono do veículo pague para que o seu carro se ligue a um servidor para confirmar que pode autorizar as ondas de rádio do comando para ligar o seu carro antes de entrar de lhe aceder fisicamente. Ora faz algum sentido que se pague uma taxa para utlizar ondas de rádio de proximidade?
    É mais uma empresa com cifrões nos olhos pronta a chupar tudo o que pode do cliente.

  17. Pedro Fernandes says:

    Aprenderam com os do PS, cobrar Taxas por tudo…. qualquer dia é por andar na rua 😛 estamos a gastar a calçada.

  18. Miguel says:

    Sou fã da marca Toyota pela sua fiabilidade (que já não é a mesma coisa), mas a partir de começarem com subscriçoes perdem o meu apoio

  19. Miguel says:

    Mania de que um carro é um Gadget!!!

  20. Sergiob says:

    Bicicleta e comboio serve perfeitamente (para mim que vivo no centro da Europa), mesmo em ferias.
    Mas pronto, por esses lados transportes publicos e coisa de pobre…. vaidades.

  21. Jorge Santos says:

    Desde que seja possível adquirir o carro sem a dita tecnologia, tudo bem. Passa a ser um extra.

  22. José Melo says:

    Esta política de pagamento de serviços, não é nova pois já é atualmente praticada pela Mercedes Benz, na qual o cliente paga uma assinatura anual para ter acesso a esse tipo de serviços.

  23. Roselio says:

    Mais a taxa de acelerador, taxa de travão, taxa de luzes nocturnas e a taxa de abertura da porta(taxa individual para cada porta e 50% de acrescimo para o porta bagagens)

  24. Luiz says:

    Tenham certeza: vai ser melhor pagar ! Ou entao seu carro vai parar para abastecer apenas nos postos que patrocinam a marca. Fará desvios para passar em frente a restaurantes patrocinados. Como alguem disse, tudo isso tem um custo e alguem paga… melhor que seja nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.