Quantcast
PplWare Mobile

Huawei Mate 50 Pro traz comunicações por satélite, batendo a Apple e toda a concorrência

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Historia says:

    a unica inovaçao que a apple ia apresentar hoje ja existe em android .qual vai ser as novidades hoje?todas as novidades ja existe nada novo.

    • iDroid says:

      Apresentam no mesmo dia, chamas a isso uma diferença de tempo remotamente significativa?

      • Historia says:

        Nao chamo diferença de tempo significativa mas era a unica coisa nova que a apple apresentava 1.mas isso é tudo relativo claro.

      • Ana Rita says:

        Mesmo dia? O Mate 50 foi apresentado ontem. Esteve em todos os sites menos aqui.
        No entanto de nada importa mais dis menos dia ou quem tem primeiro. Hoje os titulos podiam ser : “Finalmente Apple apresenta ecra perfurado copiando as principais marcas que o fazem ha anos” mas sera um titulo mais parcial

        • wu says:

          Essa conversa de copiar é ridículo, no mundo da tecnologia sempre foi e sempre será assim, uma empresa lança uma novidade e as outras aperfeiçoam, faz parte do crescimento e desenvolvimento da tecnologia.

        • Vítor M. says:

          Se a Apple não investisse na característica de comunicação por satélite, os outros não o faziam 😉 porque a Apple começou ainda nem se falava nisto. Mais uma vez vemos que lidera estas novidades.

          Quando se fala que a Apple vai fazer, os outros correm atrás. Que interessa lançar antes uma coisa que depois, vamos a ver, não tem o impacto na qualidade de utilização que a Apple consegue?

          E mais, como alguém disse, que interessa dizer que a Apple copiou isto ou aquilo se a Apple continua a ser a marca líder no segmento premium?

          Além disso, a Huawei não é concorrente da Apple, pode ser do segmento Android, mas nunca da Apple. Basta não ter o mercado americano.

          Apesar da Huawei ser uma marca de qualidade, continua a não ter impacto porque depende da permissão ou não da Google. Todo o mundo Android está debaixo do jugo da Google e isso nunca deixará nenhuma marca competir de igual com a Apple, porque estão sempre dependentes daquilo que a Google quer fazer.

          Hoje, mais uma vez, a Apple irá lançar os seus dispositivos e sem estar muito importada com o que os outros estão alcançar, até porque (querem apostar) vão vender milhões e oferecer aos seus utilizadores um conjunto de funcionalidades que nenhuma outra marca consegue. Por isso… quem gosta da Apple e tem produtos Apple está sempre um passo adiante, o ecossistema é único.

          • Helder Coelho says:

            “Quando se fala que a Apple vai fazer, os outros correm atrás.”
            Concordo ctg VitorM, mas no caso da NPU a Apple veio atrás da Huawei e não o contrario.
            Como já disse gosto muito da Huawei e Apple, não compraria outra marca! A espera do iPhone 15! 🙂

          • Vítor M. says:

            Vamos recuar um pouco atrás. A Apple foi a primeira empresa a usar nos smartphones uma arquitetura de 64 bits. Isto possibilitou um sem número de novos recursos. Anos mais tarde, a Apple lançou a primeira geração do seu Apple Neural Engine (ANE) como parte do SoC A11 que equipava o iPhone X. Isto em 2017. Contudo, esta tecnologia estava em desenvolvimento, com a equipa de Inteligência Artificial da Apple, desde 2015.

            A Huawei revelou em 2017 o Kirin 970, que foi o primeiro processador com tecnologia NPU a sair no mercado. Este processador foi revelado no dia 2 de setembro de 2017 e o iPhone X foi anunciado no dia 12 de setembro. Se não me engano, o primeiro Huawei a usar o Kirin 970 foi o Huawei Mate 10, que foi apresentado em outubro desse mesmo ano.

            Portanto, aqui não vejo a Apple a ir atrás da Huawei, bem pelo contrário. Até porque as patentes da Apple relacionadas com esta tecnologia, como é sabido, têm de ser apresentadas muitos anos antes da tecnologia ser aprovada e sair em produto final.

          • Zion says:

            Sendo um cliente da Apple e um entusiasta da tecnologia, fico sempre feliz quando sai uma novidade seja no mundo Android ou IOS, pois como consumidores finais só temos a ganhar, e espero que continue essa competitividade entre as empresas.

          • Vítor M. says:

            Sem dúvida. Mas é isso que digo desde… pelo menos há 20 anos. Quem ganha é o consumidor, isto é: nós.

          • Helder Coelho says:

            Complementando o que falaste muito bem.
            Sai primeiro o iPhone 8 (Setembro) e depois o iPhone X (Novembro) ambos com o A11.
            A Apple não anuncia o ANE no iPhone 8.
            Mas pronto concordo ctg @VitorM e com o @Zion, devíamos aplaudir a inovação de todos, a concorrência faz o consumidor ganhar alguma coisa

          • Vítor M. says:

            Exatamente, a Apple no iPhone 8 não referiu o ANE.

          • SANDOKAN 1513 says:

            “Todo o mundo Android está debaixo do jugo da Google…” Exactamente,Vítor Martins.

  2. B@rão Vermelho says:

    É uma pena o que fizeram a Huawei, bons equipamentos e atualmente com melhores updates.
    Este tipo de lançamento fiquei com a sensação que foi mais do, eu fui o primeiro, do que pratico.
    Em relação ao tlf em si, pelas fotos parece feio a parte traseira, mas é apenas a minha opinião e gosto pessoal

    • Brassousa says:

      Pena da huawei eu nao tenho esse mate 50 pro é tao feio que tem outra vez a notch quero dizer o iphone 14 ja deixou e o mate 50 tem outra vez a huawei aqui da Europa se foi

      • Tiago says:

        Lol. A Apple copiou mais coisas da Huawei do que o contrário. Carregamento de outros dispositivos por exemplo.

        • Brasssoua says:

          Nao a huawei e que copiou a apple o p20 pro foi o primeiro da huawei ter notch mas o mate 20 pro teve a notch mais grande

          • Castro says:

            ? O primeiro aparelho da Apple com um NPU ficou à venda em Setembro de 2017. O primeiro aparelho da Huawei ficou à venda em Outubro de 2017…

          • Helder Coelho says:

            @Castro

            Não querendo alimentar qualquer questão, porque gosto da Apple, mas…

            “A Huawei foi a primeira empresa de chips a anunciar um SoC com um NPU assim que revelou o Kirin 970 no ano passado, e a Apple providenciou logo em seguida o A11 Bionic, e assim as duas empresas se concentraram ainda mais no desempenho de IA com os novos chips Kirin 980 e A12 Bionic.”.

            Apple A11 Bionic – Launched September 12, 2017
            Kirin 970 – September 1, 2017 (launched)

          • Castro says:

            Helder Coelho
            vai ver quando é que os aparelhos ficaram disponíveis! anunciar é fácil, concretizar é que é complicado…
            E certamente parece óbvio que a Apple não “copiou” a ideia da Huawei com o NPU… o exemplo dado bastava para calar essa conversa

    • Zion says:

      Também acho que faz muita falta uma Marca como a Huawei no mercado Europeu.

    • Helder Coelho says:

      Uma pena mesmo… O lançamento foi uma inovação e aproveitar para picar, a Huawei está morta para o mercado europeu mas continua a fazer o trabalho de casa e a prova disso é o XMAGE que continua o legado deixado pela saída da Leica! Concordo a traseira podia ser mais trabalhada!

      • Brassousa says:

        XMAGE para mim e so marketing o mate 50 nao tem a melhor marca repito eu nao tenho pena da huawei porque eles sabem o que fizeram

        • Helder Coelho says:

          Também me ocorreu essa ideia, sou sincero, vamos ver… mas espero que não e que a Huawei continue a brilhar no campo da fotografia, porque não há concorrentes pelo menos a 5/6 anos para cá… Infelizmente.

  3. TugAzeiteiro says:

    Mais uma inovação extremamente necessária para o dia-a-dia…

    • Helder Coelho says:

      Pensa quem anda em alto mar, que se encontra num interior dum pais, antigas zonas de conflito sem infraestruturas (Síria e Afeganistão por ex.), …. etc

  4. Castro says:

    A questão que fica é, será que realmente podemos confiar neste tipo de tecnologia? Estamos na prática a dar a possibilidade de informação crítica passar directamente para redes de comunicação que o país não tem forma de controlar. Isto é o tipo de coisa que não deveria ser integrada em smartphones de forma generalizada.

    • Helder Coelho says:

      Quem não deve, não teme! big brother está ai, por isso… Quem se deve preocupar são os traficantes e afins e não o comum Humano… Mas ainda bem que as comunicações podem ser analisadas!!!!

      • Castro says:

        Segurança nacional não tem nada a ver com “Quem não deve, não teme”…
        e se há coisa que os últimos anos tem demonstrado é que a segurança informática e de infra-estruturas críticas afecta todos, cidadãos comuns ou não!

        • Helder Coelho says:

          Não estou a falar de segurança nacional porque se assim for estão “tramados” 99% dos países, porque só 40/50 países tem satellite próprio e nem sei se todos eles permitem comunicações….

          • Castro says:

            oh meu deus, a preocupação não é com toda e qualquer comunicação via satélite, é com a situação dum terminal (smartphone) com dados críticos poder comunicar directamente com um satélite sem controlo.

    • Keyboardcat says:

      Estes serviços têm que ser aprovados individualmente por os respetivos países. Da mesma forma que certas funcionalidades como ECG do Apple Watch não estão disponíveis em todos os países (embora o hardware suporte a funcionalidade).

      Telefones satélite não são novidade é existem vários serviços e modelos disponíveis no mercado atual. A única diferença é que o serviço agora vai ficar mais acessível a quem realmente precisa.

      • Castro says:

        Não estás a perceber o meu comentário… a possibilidade dos smartphones poderem enviar informação via satélite coloca a possibilidade dos dados serem enviados sem o conhecimento dos interessados por uma rede que não é controlável. Para que saibas isto faz uso dum chip próprio chinês para comunicar com aqueles satélites chineses, isto coloca na mão duma única entidade uma rede inteira que começa no próprio smartphone. A aprovação ou não torna-se algo irrelevante!
        Telefones satélite não são os smartphones pessoais em que se coloca e faz toda a vida pessoal e profissional… São opções de comunicação para uma tarefa específica. Imagina o que seria se todos os smartphones passassem a poder enviar informação do teu aparelho para os satélites sem tu saberes…

        • Keyboardcat says:

          É um ponto válido. Essa foi uma das razões de banir o equipamento Huawei em infra-estruturas de telecomunicações de certos países.

          Por enquanto os satélites BeiDou ainda não oferecem cobertura mundial. Mas isso vai acabar por mudar. Fica à descrição de cada um. Eu pessoalmente não uso equipamentos de empresas diretamente ligadas ao governo chinês. Mas por aqui parece não haver falta de seguidores do partido.

          • Castro says:

            foi exactamente esse exemplo que me veio à cabeça… Se existe uma preocupação com os equipamentos na rede, haver uma rede paralela é bem pior!

          • Drmarciosilveira says:

            E viva a concorrência! Prefere ser espiando pelos usa? Qual a diferença? Tenho um smartwarch da Huawei e é muito melhor que todos os outros com o novo sistema, compatível tanto co Android e maçãos

  5. Keyboardcat says:

    Taiwan não é território chinês.

  6. Drmarciosilveira says:

    E viva a concorrência!

  7. SANDOKAN 1513 says:

    A Huawei,em termos de vendas de smartphones,acabou a nível global no momento que o governo norte-americano lhe impôs certas sanções.E o não uso dos serviços da Google foi o prego final no caixão.

  8. PorcoDoPunjab says:

    Será este o tal que vai substituir o SIRESP, o tal sistema de emergências que só funciona em planícies e desde que os terminais não estejam a mais de 20 metros separados?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.