PplWare Mobile

Huawei terá colaboradores com ligações ao exército da China


Autor: Micael Pires


  1. João Reis says:

    Adeus Huawei. Foi bom conhecer te.
    Claro que haverá quem compre mas digamos que tudo o que for Huawei vai desvalorizar de forma vertiginosa.
    É uma questão de tempo. Para já pareceram quedas de 25% de faturação isto da empresa total. Vai continuar por aí abaixo.

    • João Reis says:

      Claro que vamos todos ficar a perder. Que fique bem claro. Huawei é a única concorrente a altura da Apple. Inova com preços mais baixos.
      Foram liquidados nesta guerra comercial.

    • Fulano says:

      Tirando aqueles que estão na Google, Microsoft e Apple que pertencem aos quadros do FBI, CIA, NSA, MI6, Mossad, etc, etc, este Balding é apenas mais um triste a querer protagonismo….

    • gemario says:

      Não é preciso ir longe se formos aqui ao nosso parlamento também temos muitos deputados com dualidade de trabalhos.
      De manhã se for preciso fazem a lei, de tarde estão nos seus consultórios de advocacia.
      Mas não percebo alguns estão preocupados com a Huawei e não preocupados com o que se passa em casa ?

  2. greego says:

    Sim claro,eu sou um deles… Narrativa duns hipócritas yankes.O mundo já se esqueceu da NSA e afins.

    • SergioFerreira says:

      O facto de haver e existirem NSA e afins, do lado dos Yankes, muda de alguma forma o que foi dito nesta notícia? Só pelo facto de não serem Yankes já têm desculpa de serem o que são e fazerem o que fazem, mas os Yankes não?!

      Vamos esquecer que o dito “Socialismo” já matou mais pessoas ao longo da história do que qualquer outro governo e 2 grandes guerras, todos juntos?

      E a seguir vamos confundir Capitalismo com Colonialismo e Mercantilismo e dizer que o capitalismo é o mau da fita em tudo e matou mais ainda!!??

      Se quer falar de “greegos” não argumente com Troianos!

      Cumprimentos

      • Nuno V says:

        Faz o favor e mostra-me uma fonte credível que mostre o número de mortes a que te referes.

        • SergioFerreira says:

          Podias procurar, não custa nada…mas dado que a procrastinação aqui é frequente…

          Tens várias fontes de historiadores, e não só, como por exemplo
          R. J. Rummel, com o livro Death by Government.
          Stephane Courtois, black book of Communism, Steven
          Stefen Kotkin, The Wall Street Journal

          …mas não só…

          O Victims of Communism Memorial Foundation, estima uma média de 100 milhões de mortes. Mathew White, 60M, se não me engano. Banjamin Valentino, mais de 100M.

          As estimativas variam, dadas as limitações das épocas em questão e dos próprios regimes que estavam em vigor que obviamente, censuraram muita coisa.

          E repara que mencionei acima as 2 grandes guerras, porque não as estava a incluir, apenas estava a referir-me ao PRC (China) e Soviéticos, mas se queres ver esses valores realmente inflacionados, podemos incluir os Nazis na equação. Sim, os Nazis!
          O partido Nazi era auto-intitulado de Socialista, o próprio nome (National Socialist German Workers Party) o afirma. O próprio Hitler era intitulado de Socialista, durante as suas campanhas e após as mesmas, por variadíssimas pessoas, inclusive pelo Ministro de Propagandas Nazi, Joseph Goebbels. Este último chegou mesmo a afirmar que preferia viver sob o Bolchevismo do que Capitalismo!

          Actualmente, dada a ascensão mais extrema do Socialismo no ocidente, muitos negam que os Nazis fossem Socialistas, pois obviamente para eles, é mais uma mancha para o nome Socialismo, na história. Estes afimam que seria impossível serem Socialistas ,dado que eram de extrema-direita.

          O curioso é que a extrema-direita e Extrema-Esquerda, na sua forma de actuar, são iguais. Ambas usam o totalitarismo e tácticas de censura fascista para poderem dominar. Aparentam revelar ideologias diferentes, mas na essência, ambas procuram o poder por meio da censura. Podemos ver actualmente a China e a sua Censura tecnológica em ascensão, para controlar o seu povo de forma absoluta, por exemplo.

          Se quiseres, podes colocar em causa as fontes, mas se assim o fazes estás a ser intelectualmente desonesto…pois então devias questionar tudo o que está historiado e que é falado…e irias concluir que então nada sabemos.

          • SergioFerreira says:

            Enquanto a minha resposta maior aguarda aprovação, deixa-me só sobressair que não sou a favor do Capitalismo também. Procuro apenas ver as coisas de forma crítica e imparcial. É mais fácil cair no dogmatismo ou no cepticismo, eu sei, mas como podem as pessoas criticar algo sem primeiro se informarem sobre ambos os lados?!

          • Nuno V says:

            Ou seja, apenas colocas fontes que são extremamente anticomunistas sem nunca teres procurado o contraditório. E quando me refiro a contraditório não me refiro a historiadores pró-comunismo, ou pró-socialismo. Historiadores como Robert Davies, Stephen Wheatcroft, Alexander Dallin,… A titulo de exemplo, as fontes que colocas consideram que o Holomodor foi uma limpeza étnica dos ucranianos, no entanto a grande maioria dos historiadores, não o considera como tal. Consideram sim que o governo de Stalin cometeu graves erros na industrialização da agricultura que culminou na morte de milhões. As fontes que mencionas, para vender a história, apenas mencionam as morte na Ucrânia, sem nunca mencionar que a vaga de fome também afetou outras áreas da União Soviética. As fontes que mencionas também apresentam valor inflacionados das mortes estimadas que ocorreram. E é aqui que se nota a diferença, as fontes que suportam este tipo de informação dominam a literatura popular, mas o mesmo já não se diz das publicações académicas. Se calhar é melhor obteres a tua informação da última.

            Pronto, a demonstração do teu desconhecimento político está completo. Nacional Socialismo, não equivale a Socialismo, mesmo que ambos partilhem uma palavra. Nacional Socialismo é uma ideologia de direita, Socialismo de esquerda. Não à muito por onde se pegue no teu discurso, pois não passa de uma conflação usada como falácia de ambiguidade, seja por ignorância, seja por desonestidade.

          • SergioFerreira says:

            “As fontes que mencionas, para vender a história, apenas mencionam as morte na Ucrânia, sem nunca mencionar que a vaga de fome também afetou outras áreas da União Soviética.”

            Portanto, se a vaga de fome também afectou outras áreas da União Soviética, mais mortes a considerar, obrigado por me ajudares!…mas ainda sobre esse assunto.
            Há muito pano para mangas sobre o Holodomor. Deves estar a querer esquecer o argumento de Estaline para “reclamar” o restante “grão roubado” ao povo Ucraniano.
            Deves estar a querer esquecer também que, em proporção, o número de mortes de Ucranianos foi muito superior aos restantes ex membros Soviéticos e da própria Rússia soviética. Mais ainda, no intervalo de 1926 a 1937, apenas o povo Ucraniano e Cazaque viu a sua população reduzir drasticamente (números oficiais do census)!
            Os Ucranianos oponham-se à coletivização e à rápida industrialização Soviética, em grande parte isto foi apoiado por grandes escritores, cientistas e outros intelectuais Ucranianos, que foram rapidamente sentenciados (soa-te a algum fascismo aqui??!!).

            Podes tentar argumentar que a intenção não foi a de matar intencionalmente os Ucranianos e que se tratou de uma tentativa de recolher recursos e que a fome em massa foi uma solução Universal de Estaline. Tens razão…mas considerando que deram menos prioridade às nações não russas, pertencentes à união soviética, é mais um exemplo em como quando as coisas apertam, “o nacionalismo social” se tornou real.

            Hitler disse:
            “we are socialists, we are enemies of today’s capitalism…and we are determined to destroy this system!”

            Também disse “You cannot be a true Nationalism without being also a Socialist; you others cannot be true Socialists without being also Nationalists”

            Há quem afirme que o Socialismo Marxista se foca na questão económica, mais especificamente na questão de propriedade, e que Socialismo Nacional se focou na etnicidade. Isso é apenas meia verdade. Socialismo, desde sempre em todas as nações em que existiu, foi uma variante adulterada do Socialismo Marxista, TODOS ELES, logo o alemão foi apenas mais um deles…mas todos eram socialistas.

            A única verdadeira diferença, entre Socialismo e National Socialism, é que a primeira quer aplicar os ideais de forma internacional enquanto que o Socialismo Nacional apenas o quer aplicar na sua nação, ou seja, esquece o que está no papel e considera apenas os factos reais dos acontecimentos históricos. Teoria há muita, mas na prática as coisas mudam radicalmente. Socialismo e Comunismo, no papel são verdadeiros paraísos, mas são Utópicos…na prática a história já provou variadíssimas vezes que só dá mau resultado.
            Aliás, se argumentares que Socialismo Nacional apenas se foca na supremacia da sua nação, então de que forma isso é diferente do Socialism da Ex-Uniao Soviética?!?! …e da China??!!…que na teoria afirma olhar além das suas fronteiras e tem preocupação com as restantes, mas, uma vez mais, na prática todos sabemos que tentam dominar o mundo com os seus ideais?!!

            É frequente a afirmação de que, na época Nazi, o trabalhador alemão rapidamente perdeu o direito de pertencer a um sindicato independente e que se tornou em mais uma “ferramenta” do estado…de que forma isso foi diferente da URSS e da China, mas também Cuba, Etiópia, Coreia do Norte, Venezuela e por aí adiante.

            És apenas mais um carneiro que não consegue pensar por si mesmo…se ainda hoje, com tantos exemplos de regimes Socialistas e Comunistas que aplicam a força do seu regime de forma fascista, não abres a pestana para o quanto ambos estão tão tenuamente ligados em inúmeras coisas, não há nada a fazer.

            Forneci as fontes que forneci, não porque elas são apenas anticomunistas, mas sim porque a sua visão é mais representativa da realidade. Denominaste as minhas fontes como más por serem anticomunistas, quando na verdade eles o são porque encontraram e apresentaram motivos para isso. É quase como quereres acusar um anti benfiquista de o ser, e isso ser depreciativo, porque não é do Benfica mas sim de outro clube qualquer.
            As fontes que forneci não são necessariamente pró capitalismo, apenas são anti comunismo porque têm noção da realidade.

            Curioso também que Stephen Wheatcroft e W. Davies não incluí os factos wue mencionei acima, nos seus trabalhos… já só por si também mostram tendencialismo!

            Outro aparte, repara em como o ressurgir recente do Socialismo nos paises ocidentais, vem frequentemente acompanhado de censura dos seus “praticantes”… procuram até censurar a liberdade de expressão de todos os que se a eles opoem…chegam a intitular-se anti fascistas (antifa) mas aplicam todos os métodos fascistas existentes!!! Mais uma prova em como Socialismo e Fascismo caminham de mãos dadas… são como um casal… são muito diferentes um do outro, um é masculino e o outro feminino, no entanto vão de mãos dadas e amam-se! Ambos, Socialismo e Fascismo, prometem prosperidade e segurança…mas forneceram miséria, pobreza e tirania. A única igualdade que viste nos regimes socialistas do passado foi no sentido em que a miséria do povo era igual para todos.

            Na realidade, quem aqui está a ser tendencioso e desonesto é só um de nós, e não sou eu!!

            Finalmente, pediste fontes para a minha afirmação, o resto é como disse no post anterior, a verdade pertence aos vitoriosos, logo, nunca na verdade temos a certeza de nada porque ela sempre é adulterada.

            Cumprimentos

          • Nuno V says:

            À pouco dei-te o beneficio da dúvida se estavas a ser desonesto, ou ignorante. No entanto, tendo em conta que começas o teu argumento com uma ofuscação como forma de uma falácia de espantalho, começo a pensar que te encontras na primeira categoria. Eu, em parte alguma, disse que a vaga de fome não afetou maioritariamente os Ucranianos. Neguei sim esta ter sido um genocídio, e citei apenas alguns dos historiadores, se quiseres tenho muitos mais, que vão contra a narrativa de Holomodor ter sido um genocídio.

            Como é que o Nacional Socialismo poder ser basicamente a mesma coisa que o Socialismo, se o primeiro rejeita o conflito de classes, igualdade universal,… pontos que são fulcrais no segundo? O termo Nacional Socialismo nasceu precisamente como uma conflação com o termo Socialista, numa tentativa de atrair pessoas que eram de esquerda, como os sociais democratas, socialistas, comunistas, anarquistas,… Daí os excertos que tu colocas. Vergonhoso que existam ainda pessoas, como tu, que desconheçam a história e façam uso da mesma tática de conflação para igualar os dois termos.

            “Denominaste as minhas fontes como más por serem anticomunistas, quando na verdade eles o são porque encontraram e apresentaram motivos para isso.” Lamento mas és um valente mentiroso, em parte alguma disse que as tuas fontes eram más. Disse sim que lestes as opiniões deles sem nunca teres considerado o contraditório, bem como o consenso dos historiadores. E quando a qualidade do teu argumento é esta ficamos por aqui, não lido bem com mentirosos.

          • SergioFerreira says:

            Ainda bem que leu com atenção o que disse, pois argumentou ao lado.

            Sobre o consenso dos historiadores, agora prove que existem mais que vão de acordo ao seu ponto de vista.

            Os que mencionou, tal como referi, ignoram por completo os factos que aconteceram na Ucrânia Soviética, e pelos vistos também o senhor o continua a fazer. Pode negar o que quiser, mas não vai mudar os factos por causa disso.

            E leia com atenção, pois não disse que Socialismo Nacional e Socialismo, eram iguais. Mencionei as diferenças e que todas as vertentes de Socialismo são variantes da Marxista.

            O senhor tem muito paleio, mas apenas teórico… claramente as suas tendências são bastante óbvias.

            Cumprimentos e resto de bom dia

          • Nuno V says:

            Tu disseste e continuas a dizer que o Socialismo Nacional é uma variante do Socialismo, como por exemplo, disseste, e eu cito:

            “O partido Nazi era auto-intitulado de Socialista”
            “próprio Hitler era intitulado de Socialista, durante as suas campanhas e após as mesmas, por variadíssimas pessoas, inclusive pelo Ministro de Propagandas Nazi, Joseph Goebbels.”
            “muitos negam que os Nazis fossem Socialistas”
            “Socialismo, desde sempre em todas as nações em que existiu, foi uma variante adulterada do Socialismo Marxista, TODOS ELES, logo o alemão foi apenas mais um deles…mas todos eram socialistas”

            usaste como forma que defesa da tua posição as citações de Hitler:

            “we are socialists, we are enemies of today’s capitalism…and we are determined to destroy this system!”
            “You cannot be a true Nationalism without being also a Socialist; you others cannot be true Socialists without being also Nationalists”

            Agora dizes que “todas as vertentes de Socialismo são variantes da Marxista.” Quando o Hitler renunciava o Marxismo:

            “Socialism is the science of dealing with the common wealth. Communism is not Socialism. Marxism is not Socialism. The Marxians have stolen the term and confused its meaning. I shall take Socialism away from the Socialists.
            Socialism, unlike Marxism, does not repudiate private property. Unlike Marxism, it involves no negation of personality, and unlike Marxism, it is patriotic… We are not internationalists. Our socialism is national. We demand the fulfillment of the just claims of the productive classes by the state on the basis of race solidarity. To us state and race are one.“

            “Your socialism is Marxism pure and simple. You see, the great mass of workers only wants bread and circuses. Ideas are not accessible to them and we cannot hope to win them over. We attach ourselves to the fringe, the race of lords, which did not grow through a miserabilist doctrine and knows by the virtue of its own character that it is called to rule, and rule without weakness over the masses of beings.”

            Tal como disse, o Socialismo Nacional, nega as bases do Socialismo, como a luta de classes, igualdade universal, o direito dos trabalhadores possuírem os meios de produção, a necessidade dos sectores fulcrais serem de propriedade publica ou coletiva,… Logo, não pode ser de qualquer medida ou forma uma variante do Socialismo, quando renega tudo aquilo que o Socialismo é.

            A título de curiosidade, Darwinismo Social e Social Democracia são a mesma coisa só porque têm Social no nome?

        • SergioFerreira says:

          “A título de curiosidade, Darwinismo Social e Social Democracia são a mesma coisa só porque têm Social no nome?”

          Não, não são! …mas são variantes muito afastadas do Socialismo Clássico. Repara que mesmo o Socialismo Darwinista queria aplicar os princípios base Socialistas, mas exclusivo a uma determinada etnia, por exemplo. O etnocentrismo era tão extremo que pegaram no conceito “da sobrevivência dos mais aptos”, Darwinista, e criaram a diferenciação extrema entre várias etnias em que umas seriam superiores a outras e essas superiores viveriam num Socialismo utópico (Hitler procurava isto)!

          Democracia Social tinha princípios Sociais Clássicos, mas numa tentativa de valorizar mais o factor político em vez do económico, pois procuravam não o fim do Capitalismo, mas sim um sistema capitalista mais equitativo. É de origem esquerdista com algumas vertentes posteriores já mais centristas, mas sempre com inclinação tendencialmente de esquerda, salvo algumas excepções. Como mencionei antes, uma versão deturpada do Socialismo Clássico.

          Daí que volto a frisar… não existem Regimes Socialistas iguais…nunca nenhum aplicou nada da mesma forma e mesmo o Socialismo Estalinista, que era Marxista, no fim de contas acabou por se revelar muito pouco Marxista ao dar predilecção aos Russos em prol dos Ucranianos (vê novamente os exemplos que dei que me levam veementemente a acreditar que se tratou de um genocídio, não és obrigado a acreditar, mas for the sake of the argument).

          Por algum motivo afirmei que no papel, na teoria, Socialismo Clássico (dito Comunista) e Fascismo são muito diferentes…mas na prática, dado que o Comunismo é demasiado perfeito para uma sociedade de gente imperfeita, o mesmo acaba sempre por ser deturpado e, infelizmente, acabam por ser praticados de forma totalitarista (fascista), como no caso dos ex soviéticos e da China Comunista. Falando ainda da China. Repara que o próprio Partido Comunista chinês tem uma orientação explicitamente pró-mercado Capitalista, ficando apenas atrás das suas ideologias Maoistas (mais uma oposição ao Comunismo Marxista, tanto no factor económico, como religioso).

          Ainda na caso do Socialismo Democrático, as suas crenças passam por evitar uma guerra ou actos mais violentos, mas sempre procurando a transição que tanto acreditam. Temos vários exemplos actuais…no fundo vemos a tentativa Marxista social menos violenta de tentar a igualdade…mas que, novamente, os seus praticantes caem na censura típica do totalitarismo fascista.

          Para ver se entendes a minha perspectiva. Para mim, e muitos outros, Socialismo Clássico é Fascista, mas Fascismo não tem necessariamente de ser Socialista. Daí a crença de que Nazis eram Socialistas, mas Darwinistas porque procuravam absoluta igualdade de uma etnia apenas, em oposição à equatitividade Económica do Socialismo Clássico.

          Há que diferenciar também Socialismo de Comunismo, sendo que, contrariamente ao senso comum, o Socialismo antecede o manifesto comunista.

          Socialismo Marxista era Comunista, mas Socialiamo mais actual já não é tão extremo de esquerda e eles gostam de se diferenciar por isso mas, continuam todos os Democráticos Socialistas, a ter princípios Sociais Clássicos, mas apenas deturpados para o lado político em vez do economico/social.

          Mesmo o Comunismo Socialista Soviético, falhou em alcançar o verdade princípio Comunista porque diferenças de hierarquias e classes ainda existiam, e por isso uma vez mais provaram ser Comunistas na teoria, mas na realidade a prática era feita de forma totalitarista. O próprio partido Soviético aceitou, em parte, que a União Soviética era governada por uma “Ditadura do Proletariado!” E acreditavam ser uma fase intermédia, na evolução humana, de chegada ao verdadeiro Comunismo.

          Dito tudo isto, acredito que um Socialismo Democrata, desde que bastante conservador, possa ser o melhor dos dois mundos. Nomeadamente, mas não só, na crença em como as pessoas merecerem todas as necessidades básicas e que todos merecem uma oportunidade igual de alcançar sucesso…mas é aí que sobressaio a parte conservadora. Tudo isso tem de ser por meio da Meritocracia e não da ideocracia… por algum motivo o Trump ganhou nos EUA. Porque a sua oposição eram todos um bando de idiotas que, facto real, acreditam que entradas na faculdade devem ser iguais para todos, mas em vez de igualdade de mérito, devem haver percentagens de ingressão iguais para brancos, pretos, amarelos, azuis e todas as outras cores. O resultado é jovens menos bem formados a entrar na faculdade, apenas porque são de etnias diferentes, com notas mais baixas e que vão forçar todo o sistema educacional a ter de baixar os seus padrões de ensino para poderem chegar a esses alunos menos bem preparados.

          Em Portugal, muito recentemente (e podes procurar por isso) já estão a querer fazer o mesmo e, para não variar, parte sempre de Socialista Democratas ou Comunistas.

          Creio que, com paciência, e apesar de crenças diferentes, o Nuno e eu poderemos chegar a algum consenso em algumas das coisas faladas, não?!

          Cumprimentos e resto de boa tarde

          • Nuno V says:

            “Creio que, com paciência, e apesar de crenças diferentes, o Nuno e eu poderemos chegar a algum consenso em algumas das coisas faladas, não?!”

            Impossível. Quando tudo o que dizes é uma deturpação absoluta da definição dos termos. Depois inventas termos, não existe Socialismo Darwinista, mas sim Darwinismo Social, mas o teu desespero de colar tudo ao Socialismo leva-te a estas falácias. Mas se achas que tens razão, se faz o favor mostra-me os académicos que suportam a tua posição, no que toca à definição destes termos. Até lá, passa bem.

          • SergioFerreira says:

            Passa tu bem. Olha se eu te for corrigir todos os teus erros de escrita e a seguir te julgar por base nisso.

            Vamos começar pela parte em que começaste um argumento com “À pouco…” …vamos então afirmar que falas mal, logo, as tuas afirmações são palhaçadas.

            Falas falas, mas não sustentaste uma única vez nada do que disseste. Defines Comunismo daquilo que leste, mas não consegues ir além disso. Mostra-me um comunismo que seja o que viste no papel, que seja tudo aquilo que descreveste sobre o Comunismo, na teoria. Não vais encontrar, e sabes porquê?! Porque todas as tentativas de comunismo acabaram Fascistas. Queres negar isso?! Prova! Tens paleio, não nego isso, e talvez consigas intimidar as criancinhas intelectuais com quem te dás, mas ficaste mal habituado. A chucha emburreceu-te e agora não consegues ter pensamento crítico, absorvido pelo teu próprio ego pedestalizado!

            Dei-te os dados para afirmar a minha opinião do genocídio Ucraniano, tu deste nada…apenas afimaste que existem mais que acreditam no oposto, mas nem isso substanciaste com dados que mostrem que há mais que apoiem a tua versão. Dei-te os dados que me levam a suportar que, volto a frisar, na minha opinião, Nazis eram sim Socialistas, mas absolutamente deturpados daquilo que o Socialismo Clássico é, tu deste nada!. Portanto, tens a tua opinião, eu tenho a minha..ambas estão abertas a discussão, mas não permites essa discussão porque apenas usas insultos afirmativos, misturados com meia de leite evasiva. De tudo o que afirmei, apenas mencionas o que disse e finges que tens o terreno moral para apenas precisares de me desmentir com falta de sustentação. Ignoras dados de census entre outros, mas dás nicles, nada, Zippo!!!

            A discussão de se O National Socialism Nazi era de esquerda ou de direita, ainda hoje, é tema de debate entre variadíssimos intelectuais, historiados e não só…quem és tu para chegar aqui e afirmar que a tua versão é absoluta. Tens direito às tuas opiniões, mas não aos teus factos…esses é que são absolutos. Se acho que que a minha opinião é absoluta, não, mas é a minha opinião. Respeito, claramente, não sabes ter e é por isso que ficaste ofendido por veres as tuas tendências ideológicas ofendidas…temos pena… aprende a argumentar mais com base na racionalidade, e lei do argumento e contra argumento, e menos com emoções, que só te fazem dizer coisas tristes.

            Gostes ou não, eis mais alguns factos sobre a Alemanha Nazi.
            Os meios de produção privada na Alemanha Nazi existiu apenas de nome, mas a substância real dos meios de produção residiam no governo alemão. Decidiam que métodos de produção e que quantidades deveriam ser produzidas, já para não falar para quem deveriam ser distribuídos e a que preços, e a que dividendos e lucros esses mesmos privados teriam acesso. Um princípio Socialista em prática. Discordas, substancia, nem que seja apenas com afirmações, mas não sejas é evasivo.

            Se não consegues percepcionar que anti-semitismo pode ser incorporado numa ideologia Socialista, então ainda és mais sem imaginação do que eu pensava. Socialismo Nacional Nazi era baseado em pseudo ciência, história revisionista, filosofia corrompida e mentiras descaradas…soa-te familiar…Partido Chinês e ex união soviética e demais Comunistas faziam e fazem o mesmo…pegaram no termo socialista, usaram e abusaram desse termo teoricamente, mas na prática usaram métodos totalitários. Discordas, substancia novamente.

            Tens inúmeros exemplos de anti comunistas que eram tendencialmente de esquerda, Socialistas assumidos. Na publicação anterior fiz questão de separar Comunismo e Socialismo, se é que leste sequer.
            E os anarquistas?? A grande maioria afirma ser Comunista, no entanto criticam a ditadura do proletariado e são um anátema da propriedade pelo estado e dos meios de produção. Mais um exemplo em como se pode criticar um ponto fortíssimo Marxista e ainda assim ter perspectivas objectivistas, ou então aqueles que afirmam ser Marxistas clássicos mas não discordam absolutamente que as pessoas devam ter bens materiais.

            Volto a mencionar o Socialismo deturpado actualmente a ser praticado. Onde se procuram igualdades por meio de ideocracia, em vez de meritocracia, onde procuram estabilidade financeira, em que todos recebem o mesmo ordenado, mas criticam se uns escolhem investir esse ordenado (porque já é demasiado capitalista o fazer) em vez de o gastarem imediatamente em coisas que retornem impostos para o Estado compensar or ordenados insustentáveis que querem pagar.

            Falas muito em académicos, mas não mencionas que muitos afirmam que o nível de repressão da União Soviética era a mesma da dos Estados Unidos durante os anos de McCarthy…o homem era extremo, era, mas comparar aos soviéticos, já é todo um outro nível. Grandes académicos esses. Ainda novamente sobre Soviéticos, sabias que existiam lá Movimentos Comunistas que eram em oposição ao partido Estalinista?! Sabias que existem libertários Marxistas?! ..e o Titoismo, que era Eslalinista/Marxista na sua essência, mas anti- Estalinista na prática.

            São casos e casos de Socialismo mal usado, porque Comunismo Clássico é impossível de se ter. Começa bem na teoria, mas acaba mal quando chega à prática.

          • Nuno V says:

            Eu sabia que não ias colocar um único historiador, ou cientista político, que concordasse com a tua definição de Socialismo Nacional e que este é uma versão modificada do Socialismo. Isto porque, basicamente, não existem, bem como tu sabes isso. Daí fazeres uso da lei de Brandolini como forma de um arenque vermelho, uma tática comummente usada por desonestos e mentirosos. Como disse antes, não gosto de desonestos, nem de mentirosos. Portanto, a nossa conversa fica por aqui. Nem te dês ao trabalho de escrever outra verborreia mental, que eu não vou ler. Passa bem.

  3. Jorge Gomes says:

    Isso ja todos nos pensavamos

    • Buckethead, o Grande, o Incrível, o Terrível. says:

      Eu é que falo bem. Socialistas e comunas é enviá-los a todos para Cuba, Coreia do Norte ou Venezuela.
      Nem que seja a tiro. Se é aquilo que desejam para Portugal, então que vão e levem as famílias para o paraíso.
      Até hoje ainda não encontrei um comuna que quisesse ir para esses paises e olhem que já fiz esta pergunta a vários. A resposta é sempre a mesma, aquilo está assim por causa dos americanos. Ridículo, só atrasados mentais.

  4. João M. says:

    Trabalhei numa empresa americana de consultoria (que faz consultoria a empresas de topo) em que um dos Chefes/vice pres. estava na empresa como também era um coronel ou qualquer coisa do género no exercito dos EUA… acho que isto é criar temas só porque é China.

  5. Fulano says:

    Tirando aqueles que estão na Google, Microsoft e Apple que pertencem aos quadros do FBI, CIA, NSA, MI6, Mossad, etc, etc, este Balding é apenas mais um triste a querer protagonismo….

  6. Fulano says:

    E eu por acaso até “só” conheço um americano que é da NSA e tem “emprego” a tempo inteiro na Apple….

  7. César says:

    Parece notícia do Correio da Manhã.

  8. Jorge Tomaz says:

    Não é apenas a Huawei, todas as empresas chinesas são controladas pelo partido comunista chinês. É uma ditadura que governa a China desde 1949, onde não existe liberdade de expressão, onde existe censura e controle férreo da internet e da população. Essa é a diferença entre a China e os Estados Unidos. Para quem defende a China , pergunte aos milhões de cidadãos de Hong Kong, que estão em manifestações para não perder os seus direitos e liberdades em 2047, quando termina o prazo , que tem como região autónoma. Hong Kong é apenas a região mais rica da China e das mais ricas do mundo. Mesmo assim não querem fazer parte de uma China Comunista. O mesmo aplica se para Taiwan. , Estado independente que a China , quer que faça de novo parte da China. Na região autónoma de Xinjiang de maioria muçulmana, milhares de crianças estão a ser retiradas dos pais, para receberem uma educação chinesa, onde estão proibidos de falar a língua original, ou praticar a religião. Os pais estão em campos de educação ( concentração). A China usa o tempo e o facto de ser a 2 economia mundial, para lentamente alcançar os seus objetivos.

    • Felipe Cardoso says:

      +1

    • AJCS says:

      Vem dúvida…

    • SergioFerreira says:

      +1 … Concordo

      O anti-americanismo das pessoas leva a que se sujeitem a extremos mais perigosos. Atitudes com muita falta de maturidade.
      Não é por um determinado fulano não gostar dos EUA que, automaticamente, devem passar a idolatrar A China e afins. Só revelam falta de personalidade, uma vez que não conseguem pensar e agir por elas mesmas, e precisam sempre de ter que idolatrar alguém.

      Somos todos indivíduos e na China eles negam isso em prol do Colectivo, mas um colectivo que muito em breve nem ter pensamentos de rebeldia poderão ter, pois serão monitorizados.

      O mesmo se passa com smartphones, parece que só existem Apples e Huaweis…abram a pestana e pensem de forma crítica!

      Existem muitas falhas e criticas no EUA, é verdade, mas a Liberdade de expressão ainda é real, se bem que está de cada vez mais ameaçada por causa de pessoas que acham que a segurança da sociedade vem dos Governos, quando na verdade começa na cultura e educação das pessoas. Auto intitulados anti fascistas que têm atitudes mais fascistas do que aqueles que censuram… é irónico!!

      Chegam a negar realidades e factos só para manterem a narrativa que lhes é mais comoda.

      A expressão “Hard times create strong men. strong men create create good times. Good times create weak men. And, weak men create hard times!” …nunca esteve tão certa, como actualmente.

      As pessoas são fracas e sem personalidade, e tempos difíceis vão chegar por causa disso!

    • David Guerreiro says:

      Ora essa é que é essa. Na China não existe um real separação entre o domínio público e o privado. Por isso qualquer empresa chinesa pode ter que dar algo ao Estado chinês se o mesmo o solicitar. Nunca uma Huawei iria bater o pé ao governo como a Apple fez nos EUA. Porque os EUA, quer se goste ou não, é um país livre, com liberdade de expressão. Choca-me o anti-americanismo e o idolatrar de um regime (o chinês), que mais atenta contra as liberdades básicas dos seus cidadãos.

    • pois says:

      +1

      Finalmente alguém com pés e cabeça.

  9. pauloj says:

    hehehe,… china lover e US haters aqui nao faltam,… parem e pensam e agradecam pois gozam de uma imensa liberdade gracas aos americanos e nao a china,…

    para os US haters pegai num avianzinho e virai para a China.

    Marselfie agradece

  10. Paulo says:

    Afinal não é cisma do Trump, é a realidade, que muitos gostam de esconder ou olhar para o lado.

  11. Jorge says:

    Quem fez crescer a Huawei foram os alemães da Leica, porque fora isso não passavam de uns tristes coitados, ja lhe tinha acontecido o que aconteceu a black berry, andaria hoje pelas ruas da amargura, o grande perdedor foi a Leica que lhes deu a tecnologia.

  12. BlackFerdyPT says:

    Tomem lá um estudo feito por um académico – cujo jornalismo é publicado em muitos jornais e revistas conhecidos, como o “The Guardian” e o “Le Monde diplomatique” – a explicar como a Google (que é quem faz o Android, em si) é uma empresa de fachada da CIA e da NSA: https://medium.com/insurge-intelligence/how-the-cia-made-google-e836451a959e

    Que as grandes corporações chinesas têm fortes ligações ao seu Estado, já as pessoas bem informadas sabem – pois, o regime chinês é melhor descrito como “nacional-socialista”.

    Agora, que a China fosse vender produtos com “portas dos fundos” incluídas, para serem usados na infra-estrutura de um país como os EUA (que toda a gente sabe que é mais avançado, no domínio dos computadores) a pensar que não iria ser apanhada a fazê-lo – ou, antes de tudo, que os EUA fossem aceitar comprar equipamentos para componentes tão importantes da sua infra-estrutura, a um regime estrangeiro e adversário, que não pudessem ou conseguissem inspeccionar…

    São notícias para quem simplesmente não para para pensar. E, que servem de cobertura para o que é obviamente uma guerra económica proteccionista, que os EUA não querem admitir como tal.

    (Não é verdade, Sr. Christopher Balding, de nacionalidade estadunidense?)

  13. Samuel says:

    Este estudo não tem a mão do Trumpolho mas sim da Apple pois foi esta empresa que começou tudo isto. A razão é que está a perder a cota de mercado para os PX da Huawei.

    • David Guerreiro says:

      Não era mais fácil atacar a Samsung? É que a Samsung está em primeiro…

      • Samuel says:

        Não!! Quem é que pagou a um certo deputado republicano para que ele dizer que a Huawei comprometia a segurança nacional e que tenta-se convencer o Burro do Trump?
        Quem é que tem tanto a perder e que tento poder nos EUA se a Huawei entra-se no mercado desse país? Quem é que está a perder receitas com a venda de smartphones?
        Resposta: A maçã mordida.

  14. poiou says:

    Para quê ir tão longe?
    Quando foi o caso das secretas, se bem se lembram também foi acusada uma funcionária da Optimus que era fonte das secretas. Se conseguiram uma funcionária como fonte, acham que não conseguem um quadro de topo?

  15. João Coelho says:

    Estamos a chover no molhado! Qualquer movimento dentro da China, passa sempre pelo aparelho! Não sejamos ingénuos! E não esqueçamos os”esquemas” da NSA para vigiar a Europa! Portanto o que há neste momento é só mais uma tentativa de evitar aquilo que já todos sabem, a China vai ocupar o lugar deixado vago pelos EUA enquanto lider mundial! E as telecomunicações é já a seguir!

  16. jimmypt says:

    De uns aos outros vá o diabo e escolha.Mas é óbvio que a china é muito mais perigosa.Basta ver o controlo económico que eles tem sobre alguns países ,nomeadamente em África.Por muito que não se goste dos EUA,o nosso estilo de vida e a maneira de ver ás coisas é mais parecida com a deles,do que propriamente com a China.

  17. Buckethead, o Grande, o Incrível, o Terrível says:

    Essa de criticar a Huawei por ter funcionários do governo ou das forças armadas é realmente de bradar aos céus.
    Se é só isso que têm a dizer então a Huawei é bem melhor que as outras…
    Em qualquer ramo de negócio tecnologicamente avançado, o governo, de uma forma ou de outra, está lá metido.
    Portanto, estar a acusar a Huawei de fazer o que todos fazem, é ridículo.
    Esse artista escritor de tretas por acaso já ouviu falar em nsa e prism? Se calhar não…

  18. Woot! says:

    Tantos iluminados “chineses” por aqui. Emigrai para a China.

  19. Pedro Silva says:

    Façam esse estudo em Portugal e vejam quantos deputados têm ligações a empresas privadas ….
    Isto acontece em todo o lado, não me venham com histórias

  20. Gervas69 says:

    Este estudo só é notícia por causa do caso Huawei, para mim é perfeitamente normal as grandes empresas terem nos seus quadros elementos ligados ao governo, tanto que tem as suas vantagens recíprocas.
    Neste caso deram-se ao trabalho de analisar mais de 5000 CVs da Huawei que trabalham ou já trabalharam lá e encontraram apenas pouco mais de 20 CV com ligação direta ao governo e pouco mais de 100 com ligações indiretas.
    Acho que é algo para alimentar a fogueira porque dado a dimensão da empresa na China até acho uma percentagem baixa, mas também não tenho dados comparativos porque quem se deu ao trabalho de fazer esse estudo específico também não as apresenta

  21. Joao Ptt says:

    Todos os grandes estados têm a tentação de andar a vigiar os outros e fazem tudo ao seu alcance para tal. E até os pequenos estados fazem todos os possíveis por vigiar os outros.
    Na China não disfarçam nada, o indivíduo individual é considerado sem valor, apenas interessa o colectivo… e depois tentam aplicar a mesma medida a todos… com resultados sempre maus porque cada um se desenvolve a ritmos diferentes, cada um tem qualidades diferentes, cada um procura coisas diferentes, cada um precisa de coisas diferentes. A China vai atingir um pico e vai desabar porque aquilo é errado… e o que está errado só pode durar um tempo (cada vez mais) limitado.

    Eu cá só me pergunto o que terá feito aquela malta que nasce lá pela China em vidas anteriores, porque certamente não será nada agradável de se viver por lá em muitos locais nem que seja só por causa da poluição que é tão extremamente grave que nem o estado se atreve a censurar tal tópico… porque uma enorme quantidade de políticos comunistas também estão passados com isso, e não sendo a maioria, são muitos os suficientes para que o estado em quanto “máquina” pelo menos não censure a informação como é costume em relação a muitas outras coisas.

    Quanto à Huawei (e todas as outras empresas) claro que colaboram com estado para permitir a espionagem, são obrigadas a isso mesmo que não tivesse na natureza das pessoas fazê-lo por auto-iniciativa. A desgraça é que em todo o lado é a mesma coisa, não há pais que se conheça onde se fabriquem dispositivos electrónicos similares onde os estados não pressionem seja por leis feitas à medida para exigir tal, ou através de acordos secretos ou mesmo com pessoal comprometido colocado internamente para comprometer a segurança e privacidade e vão até à intercepção de encomendas com destino ao exterior onde fazem as modificações consideradas necessárias para passarem a ter a capacidade de comprometer tais dispositivos que inicialmente seriam seguros.

    Enquanto nós as pessoas formos lixo, este mundo continuará uma porcaria só com perspectivas de piorar e muito.

  22. Jorge says:

    Tanto comentario inútil, a marca preferida das pessoas é o iPhone, muitos falam é com dores de cotovelo, depois dizem com o que tenho faço o mesmo, é como as calças Levis, camisas gant, Lacoste e outras, como carros, o presigo das marcas tem que se pagar, é como as bolsas das senhoras, mas uma grande marca a mulher parece outra, com os telemoveis é a mesma coisa, podem até ser da mesma matéria mas o logo da marca é outra coisa, paga-se.

  23. Buckethead, o Grande, o Incrível, o Terrível. says:

    Ora bem, vamos então falar da China e do seu sistema político, que aqui tanta celeuma tem causado.
    Como já referi por aqui variadíssimas vezes, sou visitante assíduo da China, dado a minha esposa ser de lá.
    Todos sabemos que o comunismo por onde passa só deixa miséria, basta olhar para o ex leste europeu como estava e como está agora , que por esta altura já todos nos passaram à frente, Venezuela, Cuba…
    O caso da China é muito particular.
    É um país imenso, com muitas etnias, que não morrem de amores uns pelos outros, com províncias maiores que vários países europeus juntos….
    O que os mantém unidos é o poder central forte, que dá relativa independência administrativa às regiões, mas a parte política é una e indivisível.
    O PC Chinês é omnipotente e não admite qualquer sublevação ou é logo exército para cima.
    O problema é, sem esse poder central forte, a China rapidamente entraria em colapso.
    Províncias inteiras a declarar independência, seria uma guerra civil difícil de imaginar.
    Seria muito mau para todos.
    Ter o PC Chinês a unir aquilo é um mal necessário.
    A outra alternativa seria o caos.
    É a minha opinião, gostaria de ler outras diferentes.
    Apenas uma adenda, existem milhares de dialectos, locais distantes umas poucas centenas de kms e falam dialectos que só apenas eles entendem.
    A gente olha para os chineses e diz que são todos iguais. Pura ignorância da realidade…

  24. mmoitas says:

    ena, os USA adoram ajudar o governo Chines com a OpenPower Foundation

    https://theintercept.com/2019/07/11/china-surveillance-google-ibm-semptian/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.