PplWare Mobile

Apple responsável pelo colapso nos smartphones premium


Fonte: Conterpoint Research

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Jorge says:

    Apple nao sabe fazer iphones ainda por cima com preços absurdos

  2. SSilva says:

    Eu falo por mim, tenho um iPhone 8 Plus e não sinto necessidade nenhuma de fazer upgrade para qualquer um dos modelos mais recentes. Se mais utilizadores pensarem o mesmo tendo em conta que o software é o mesmo praticamente talvez isso também explique a queda de vendas. Mas isto claro é só a minha opinião, não sou nenhum especialista neste tipo de analises 😀

  3. Cortano says:

    Se Apple é a líder de mercado, se a Apple vende menos porque o interesse é menor, é óbvio que o mercado global iria retrair-se.
    Se até há 2 ou 3 anos atrás uma maioria de utilizadores exclusivos da marca trocavam de iPhone todos os anos, hoje em dia isso já não está a acontecer – conheço alguns que eram dos que iam comprar um novo iphone assim que ficava disponível mas que deixaram de o fazer nestas versões mais recentes.
    Já não existe aquela loucura às portas das Apple Stores no dia do lançamento do novo iPhone.

    Estes clientes, por outro lado, não trocam de marca, por isso não há migração de quota de mercado para outras marcas (tirando na China, mas o motivo é diferente).

    Também curioso são os países onde a Apple é lider de mercado…

  4. Traveller says:

    A Apple era a maior quando tinha telemóveis diferente e á distancia conseguiam ver que era um Iphone que para o status é ótimo agora o iphone é praticamente igual a qualquer telefone de 100€ e já ninguém vais gastar 1000€ para ninguém conseguir distinguir que tem um iphone.

  5. Carlos Costa says:

    A apple chegou a ter coisas que justificavam o preço. agora não tem nenhuma

  6. TugAzeiteiro says:

    Está tudo explicado neste parágrafo… (já que quase ninguém se dá ao trabalho de ler o artigo):
    “Ainda de acordo com as várias agências de análise de mercado, existem vários fatores para esta quebra generalizada. Entre eles, temos o aumento da durabilidade e vida útil dos smartphones. Ao mesmo tempo, cada nova geração acrescenta menos inovação e diferenças face à anterior, ao passo que o seu preço vai aumentado.”

    • mlopes says:

      mas isso é assim em tudo o que é tecnologia. chega a um ponto em que os acréscimos/melhoramentos são marginais e depois, eventualmente, dá-se uma inovação radical e reinicia-se o ciclo.
      nos smartphones, não tem havido ninguém com uma invenção radical desde que a apple lançou os primeiros iphones

      • Mateus Pinto says:

        “não tem havido ninguém com uma invenção radical desde que a apple lançou os primeiros iphones”

        Deves ter estado na prisão nestes últimos anos e sem internet ou contacto com o exterior…

        Então para ti desde o primeiro ecrã LCD e resolução SD com câmara muito fraca até aos AMOLED QHD+ sem bordas, leitores de impressão digital no ecrã, câmaras 4K e ultra wide e até modo desktop DeX … não houve uma invenção radical? Bem, a verdade é que todos fazem chamadas e recebem SMS…

      • mavidoor says:

        eheheh, essa foi para rir.
        Ja agora…consideras o Face ID da apple inovador?

  7. Fixo says:

    O horror, a tragédia …
    No segmento premium, acima dos 400 USD (há um premium premium, acima dos 800 USD) a Apple baixou a quota de mercado de 51% para 47% – porque o prazo médio para a compra de um novo iPhone passou de 2 para 3 anos.

    Mas, em rigor, se a Apple praticamente só vende iPhones a partir de 800 USD, andar a fazer contas a partir de 400 USD não diz grande coisa.

    • Tuaregue says:

      tens a certeza que so vende apartir dos 800 USD?

      • Celso R says:

        Claro que tem, não se vê logo que ele é especialista.

        Claro que, pela lógica dele, a queda de 20% foi, praticamente, também só a partir dos 800 USD…

        Mas, pronto, deve ter sido só porque o pessoal usa os equipamentos por mais tempo….

        • Fixo says:

          É o que diz a fonte do post:
          “According to our analysis, the trend of users holding onto their iPhones for longer has affected Apple’s shipments. The replacement cycle for iPhones has grown to over three years, on an average, from two years.”

  8. Miguel says:

    Não vejo nenhuma novidade, todos os mercados são assim. A democratização da tecnologia faz os premium perderem peso, foi assim nos computadores, foi assim nos primeiros telemóveis, e é assim nos smartphone. É o mercado.

  9. Jorge Gomes says:

    Tenho o iphone SE atualizado, e enquanto funcionar nao compro outro telefone, hoje nem a apple, nem samsung nem huawei justificam os preços, altissimos que praticam, cada um compra o que gosta.

  10. David Guerreiro says:

    A OnePlus é que por este andar não vai longe. Os preços já começam a roçar o exorbitante. Este OnePlus 7 Pro de acessível nada tem. Eles agora lançaram este 7 Pro para testar as águas, se a receptividade dos consumidores for boa, já não teremos porventura um OnePlus 8, apenas o 8 Pro.

  11. Pedro Pereira says:

    “colapso nos smartphones premium”? uma quebra de 8% é um colapso?

  12. gemario says:

    A Apple a muito que deixou de evoluir e não justifica pagar mais por um produto que não acrescenta nada nos novos modelos a desculpa que usam para aumentar o preço é sempre o processador que é bionico na maneira como saca o dinheiro da carteira.

  13. Jorge says:

    Nem a apple, nem a samsung nem mesmo a huawei, justificam os preços, eu das 3 marcas prefiro a apple somente pela assistência pôs venda, que nenhuma das outras 2 têm, eu mandei mudar a bataria a um iPhone 4s porque a bataria inchou, e ele me deram 1 iPhone 4s novo, agora digam-me qual marca faz isso, outra coisa também compro apple porque moro em um país que me permite isso caso contrario teria de comprar uma outra marca mais barata, ou até mesmo o mais barato do mercado.

  14. Tiago says:

    Decidi mudar de marca, após praticamente 5 anos “fiel” à oneplus com um X e um 3T, e tendo anteriormente tido um galaxy nexus e um iPhone 4. A Huawei conquistou-me exactamente pelo lado que atrai muita gente, a fotografia sem descurar o potencial do próprio telemóvel. O mate 20 Pro é pela primeira vez um telemóvel que a sua bateria me dura perfeitamente para 2 dias da minha utilização normal. Mas o tema aqui é apple e a mesma anda a dar “arroz” aos seus fiéis desde o iPhone 6, o ios não tem por onde esticar e o design também acompanha a mesma tendência. Enquanto que o marketing funcionar e o status criado por se ter um também, a ver vamos se esta quota de mercado se mantém ou se vamos ver um crescimento de marcas que estão bem atentas aos conselhos e desejos dos seus consumidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.