PplWare Mobile

MIUI 11 pode estar a estragar a autonomia das baterias dos smartphones Xiaomi


Fonte: Reddit

Autor: Pedro Simões


  1. Kia says:

    Acontece volta e meia, quem usa os Xiaomi intensamente, aquela malta que não chega ao fim do dia com uma bateria nem deve notar, a outra malta com um perfil de consumo diferente nota logo a diferença com certas actualizações«

  2. Íngreme says:

    Sim, notei uma ligeira redução na autonomia. Houve coisas que tive de corrigir aquando da actualização para o Android 10 e MIUI 11, tais como desligar a permissão de início automático para os programas que não quero que iniciem automaticamente, já que com a actualização esta permissão foi ligada para todo o software instalado.
    Paralelamente a isso e independentemente da versão da MIUI há outros pequenos detalhes a ter em conta para a prorrogação da necessidade de ligar o aparelho ao carregador, tais como utilizar o wifi, ous dados móveis ou o bluetooth apenas quando fazem falta. E modificar algumas configurações também, mas para isso há no YouTube uma série de tutoriais (em Inglês e em Brasileiro) onde é referido o que se pode ou não modificar. Uma outra ideia com efeitos a médio e longo prazo e que é independente da versão do sistema operativo e personalização instalados, é a forma como se carrega a bateria e que contribui para a rapidez com que esta se desgasta e perde capacidade. Não deixar a bateria descarregar para além dos 20% e, durante a carga, desligar o carregador na fase de transição de carga a corrente constante para tensão constante (cerca de 80%) ajuda a prolongar a vida útil da bateria.
    Parece-me no entanto, e isso penso não ser configurável, que há um maior consumo de energia durante as chamadas; ou o rádio funciona com maior potência, ou o software não gere a energia de forma tão eficaz.
    Entretanto vai-se aguardando por uma actualização para correcção deste e de outros problemas. Mas aí é melhor mesmo esperarem sentad@s, a não ser que os vossos telemóveis ainda tenham menos de um ano e recebam actualizações de dois em dois meses.

  3. rui says:

    A primeira atualização que o meu Redmi Note 7 fez deu logo problemas. Tive de fazer reset de fábrica 2 vezes.
    Agora funciona bem e, tendo em conta o que me aconteceu, a minha vontade de voltar a fazer atualizações é zero.

  4. whatevs says:

    Isso foi logo a primeira coisa que reparei desde que recebi o Android 10 no meu 9 SE. Isso e várias incompatibilidades com dispositivos.
    Apesar de ser beta, o Android 10 já é atualizado desde novembro e até agora esses problemas não tem sido corrigidos.
    O Android 9 era bem melhor em termos de autonomia e não ser tão chato a pedir permissões para tudo.

  5. Proguy33 says:

    Até no meu Redmi 5 nota-se essa diferença para uma utlização média tinha que desligar o telemovel a noite que papava 10% de bateria. Voltei para o MIUI 10

  6. carlos says:

    Boas…Tenho um Pocophone f1 e ate acho que o nível de bateria melhorou muito ! 2 dias com uso intensivo. Sem razoes de queixa

  7. N1ldo says:

    Xiaomi só acumulando falta de otimizações ao longo dos anos, tempo bom que era só a linha Mi e mais nada, desde que começaram a lançar “diariamente” um novo telemóvel que a MIUI vem perdendo qualidade, só os fãs boys não vê isso. Nem otimizam a 9, vem logo a 10, nem otimizam a 10 vem logo a 11, daqui a poucos dias já vem boatos de miui 12.

    Possui vários, meu último foi o Mi6, estou a espera do Mi 10 pra talvez voltar pra marca.

    • Íngreme says:

      Acho que o problema reside aí, não só respeitante à Xiaomi, mas também a qualquer outro fabricante que queira conquistar o mercado com quantidade em vez de qualidade. Sempre ouvi dizer que a pressa é inimiga da perfeição e, para que seja possível lançar uma determinada quantidade de produtos num determinado espaço de tempo há coisas que forçosamente têm de ficar para trás, sendo os testes e as optimizações algumas dessas coisas.
      Notei isso no Mi 9, um modelo que em termos de hardware tem todas as potencialidades para ser excelente, mas cujo software deita quase tudo a perder. Fiquei com a ideia que pegaram no software de algum modelo anterior, deram “meia dúzia de marteladas” e puseram o modelo cá fora para cumprir calendário. E as actualizações foram semanais no primeiro mês, passando depois a ser de dois em dois meses. E em o modelo fazendo um ano, acabam.

  8. Leandro says:

    Aqui piorou bastante no meu 9T Pro.. conseguia usar 1 dia e meio e as vezes até dois dias.. Dps da atualização saio de manhã com 100% e já tenho que carregar antes de dormir.

  9. Alex Carvalho says:

    Com Poco F1 miui 11 e android 10 tudo normal ou talvez ligeiramente melhor. Também aproveitei a saída do update para instalar de raiz, e não obtive qualquer problema desta forma

  10. ze says:

    Chinesisses…. O barato sai caro e barato.

  11. Manuel says:

    Eu tenho o Xiaomi Mi 9 Lite com MIUI 11 e consigo dois dias de autonomia na boa, contudo ainda estou na versão 9 do Android. Portanto acho que o problema é relacionado com Android 10 e não com MIUI.

  12. Jorge Costa says:

    Tenham calma, logo logo deve sair uma actualização para resolver essa questão.

  13. João says:

    Tenho um Pocophone F1 cerca de 1 ano e meio noto alguma perda da autonomia . Não percebi se e do desgaste ou da nova versão…

  14. Miguel Costa says:

    Tenho um Xiaomi Mi9T, comprado via Hong Kong em Dezembro, com a versao MIUI 11.01.0, e desde a passada semana a duracao da bateria tem vindo a decrescer acentuadamente.

  15. Bruno says:

    Problemas todas as marcas dão. O “problema” aqui é a tão vasta gama de oferta que fragmentar de sobremaneira a atenção que a empresa consegue dar à todos os terminais nas várias gamas.
    Vai haver quem não note nada e vai haver aqueles que no próximo investimento vão pensar 2 vezes…

  16. Oxodor says:

    Aqui Redmi Note 4 Global, miui 11 e autonomia está igual!

  17. Johnny says:

    Debloat Miui 11…. 2 dias de uso, sem stress, Mi9T

  18. Ricardo Silva says:

    Tenho um Mi 9T novo desde terça feira, (28/01/20), que vinha com a miui10, ontem recebi a actualização para a miui11 e actualizei, ainda não notei nada de anormal em relação á bateria mas no meu Redmi 5 Plus a atualização para a Miui11 foi fatal! Quando antes conseguia quase dois dias de bateria com uso médio alto talvez, passei ter 8/10h de bateria, e a poupar bastante, sem poder ver o que quer que fosse na Netflix por ex.! Outro problema foi a partilha de ecrã que deixou de funcionar na minha TV Samsung com esta actualização, tanto no Redmi 5 Plus como no Mi 9T! Uma porcaria isto do Cast na Miui11!! Pura e simplesmente não funciona! Nem o dispositivo detecta.. Já me arrependi de ter feito a actualização e receio vir a ter problemas também com a bateria neste telemóvel que é novo!

  19. Vitor Paulo says:

    O meu MI9 T nunca atualizou para o Android 10, já procurei e diz que não há actualizações disponíveis do rom 11.0.1.0 que tem o Android 9.

  20. Renã says:

    Voltei para miui 10, pois na 11 o smartphone ficou mais lento

  21. Laércio says:

    Para quem está na miui11; em atualização, clique nós 3 pontinhos; download do pacote mais recente e instale de novo o miui11. Não precisa apagar o q tem no telefone. O consumo de bateria pelo sistema vai cair de 49% para 25% + ou menos. O meu é o mi9t.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.