Quantcast
PplWare Mobile

Facebook revolta-se contra as novas políticas de privacidade da Apple

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Marco says:

    Acho que vou mudar para a Apple…

  2. Bruno says:

    Azarinho!!!!!

  3. Joana Robalo says:

    Facebook a falar de privacidade e de chorar a rir. Mais uma razao para mudar para apple. Omios14 esta simplesmente fenomenal.

  4. ITzanas says:

    É por estas coisas que eu gosto do ecossistema da Apple, embora isto até poder ser uma fachada.
    O mais interessante é ver uma empresa que já se sabia que não queria saber da privacidade de ninguém dizer abertamente que quer rastrear os utilizadores e não virem as virgens ofendidas protestar sobre o assunto.

  5. PGomes says:

    Coitadinho do Facebook, que já não pode roubar os dados dos utilizadores….

  6. TS says:

    Facebook que morra

  7. FilipeB says:

    Convém não ser iludido. A Apple só está a fazer isto para ser ela (e apenas ela) a controlar o que os seus utilizadores andam a fazer. E eventualmente/provavelmente vender essa mesma informação (onde antes era gratuita) de volta ao Facebook e afins…
    Posso estar enganado, mas é assim que vejo todas as recentes manobras de controlo por parte da Apple. Como aumentar ainda mais os lucros?
    É que já não podem aumentar mais o preço dos iphones…

    • Njag says:

      Continua no Android

    • Tadeu says:

      lol! enfim… há pessoas que nem pensam no que dizem!! A Apple não vende dados ou informação a ninguém!

      • FilipeB says:

        Para mim, no campo da privacidade, Facebook, Google, Apple, Microsoft, etc., é tudo igual. Uns são mais óbvios que outros mas o que fazemos online, o que compramos, o que vemos, vale tudo muito €€€.
        Permite-lhes direccionar publicidade, ver padrões de consumo, analisar comportamentos, etc. etc.
        Qualquer empresa neste meio quer saber o que os seus consumidores/utilizadores fazem. Assumir o contrário no séc. XXI é por a cabeça na areia.

    • Ze says:

      Se olharmos ao modelo de negócio do Facebook e da Google é fácil perceber que a Apple é neste momento a escolha mais acertada a nível de privacidade. Enquanto o retorno financeiro do FB e Google está dependente da recolha de dados pessoais para direcionar publicidade, no caso da Apple esse retorno está apenas assente nos produtos e serviços que vendem. Num caso és o produto no outro vendem-te um produto.

      Se pode mudar no futuro? Pode, mas parece-me pouco provável a não se que a Apple também entre no negocio da publicidade. FB e Google estão no negócio da publicidade. Apple está no negócio dos produtos electrónicos de alta gama (ou de luxo se lhe quiseres chamar).

    • Raposao says:

      A receita da Apple é com dispositivos e agora está crescendo com serviços. Não com publicidade.

      • FilipeB says:

        Isso porque não podem aumentar mais o preço dos equipamentos. E fizeram bem pois estavam a ficar demasiado dependentes das vendas dos iphones.
        A Microsoft e a Google já tinham feito essa diversidade de rendimentos e é o melhor caminho hoje em dia para garantir a sobrevivência a longo prazo.

    • Rrrrrr says:

      Não digas parvoíces. Não sabes do que falas. Esse é sim o modelo de negócio da Google.

  8. Castro says:

    Não percebo nada disto, mas cheira-me que a maça (podre) vai sair a perder…. tanto mais que eles não tem 50 % dos sistemas operativos…. androides muito à frente nesta guerra, é ver vendas de aparelhos.

  9. ... says:

    Porque será que o Facebook não está contra a Google (android)?

  10. Cicrano says:

    Basta o Facebook remover as apps e todas a outras como o Instagram e a razia deixará a apple sem apps forçando os users a mudar.

    • Gondzilla says:

      Pessoalmente não me importaria nada com isso, passando o telemóvel a ser uma melhor ferramenta pessoal e de trabalho sem o lixo das redes sociais.
      E agora vou ali actualizar o meu iphone SE (versão 1) para iOS 14 e já venho.

    • Miguel says:

      Pode fazê-lo. Sem problema… As versões das aplicações continuam disponível através do Browser e, se quiser algo mais nativo, como já fiz em tempos para ler mensagens em anonimato, basta inspecionar os pedidos HTTP na Web e criar uma App clone das aplicações deles. Super easy!

    • Tiago Ferreira says:

      Até poderia fazê-lo mas existe uma maior perda para o Facebook, Instagram e WhatsApp do que diretamente para a Apple. Portanto Mark Zuckerberg nunca cairá nesse erro, pois sabe que teria mais a perder do que a ganhar, mesmo que as receitas da publicidade caiam 50%. Se a maior rede social deixasse de estar disponível no ecossistema Apple e afins, muito rapidamente empresas como a Google criava uma nova rede social baseada no modelo de privacidade que a Apple o assim exigisse, portanto o Mark Zuckerberg pode ser doido, mas não é maluco.

  11. Alfa says:

    Ai está a destruir o negócio do aproveitamento e venda dos dados das pessoas? Ótimo.

  12. Tadeu says:

    O que muitos não entendem é que a Facebook fornece serviços de publicidade a milhares de outras aplicações e ganha muito dinheiro com isso.
    É incrível ao ponto em que se chegou duma empresa ter o descaramento de achar que as pessoas não devem ter o direito e opção de decidir se querem ter os seus dados cruzados entre aplicações, só porque ganha muito dinheiro com isso… mais o descaramento de dizer que é por causa dos pequenos negócios ou programadores.

  13. Apple says:

    Parabens Apple!

  14. Paulo says:

    Nem acredito que vou escrever isto mas… concordo inteiramente com a posição da Apple!!

    Pena que outros não façam o mesmo!

  15. greego says:

    A Apple também quer comer do mesmo bolo… Qual privacidade, com a mentira tentas vender -me a verdade…

  16. Sardinha Enlatada says:

    E pelo que se tem observado nestes ultimos tempos os dados dos utilizadores sao uma corrida ao ouro do sec XXI.

  17. Joao Ptt says:

    Se o Facebook está abertamente contra porque prejudica o seu negócio, então parece que pelo menos nesse aspecto a Apple está no caminho correcto.

    A Facebook, já teve o seu próprio smartphone, pode voltar a ter, e assim espiar todos os que o utilizarem a 100% sem qualquer perigo de intervenção de terceiros para proteger os coitadinhos dos utilizadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.