Quantcast
PplWare Mobile

Portugal devolve drones para vigilância das florestas com falhas

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. aindaBem says:

    Ora ai está uma boa noticia para o povo portugues. Eu por esse montante comprava uns drones a serio, por muito menos….e que andam quase sozinhos. Enfim…….so roubalheira neste país.

  2. Luis says:

    Muitos países ricos usam o Impossible US-1 desenvolvido pela Airbus que custa $9500 para vigiar as florestas, têm alta autonomia, visão noturna, etc. Esse brinquedo comprado pelo governo que é muito inferior é tão caro porquê? Alguém meteu muito dinheiro ao bolso! Nunca percebo estes negócios!

    • k says:

      Claro que percebes. Está à vista de todos, foste roubado de novo pelos gajos do costume.

      Pelo menos está dependente deles entregarem um produto funcionar mas “O pagamento do valor em falta à empresa vendedora está dependente da entrega de todas as aeronaves em estado operacional”

      EM FALTA. Se já foi pago, sei lá, metade à cabeça e outra metade no fim, são 2.25milhões que já foram pelo cano. Ou seja, podiam e podem porque ainda não foi revelado nada contra, não ter feito corno e já encaixaram €€ suficiente pra pagar isto tudo muitas vezes: a usar o Impossible US1 a $9500 como unidade de medida, x12 drones, $114.000. Para 2.250.000€. Para não falar dos 4.500.000€ totais. Dass…

      Negociar com o governo portuga quando tens amigos lá dentro, é altamente lucrativo.

  3. André says:

    Ou podiam ter dado o dinheiro a uma universidade Portuguesa para fazer os drones. Fomentava a investigação e ainda ficávamos com um produto português de possível venda ao estrangeiro…

  4. Jorge says:

    O ministério publico pode começar a investigar..
    Corruptos..

  5. Antonio says:

    Porque não usar imagens satélite? Não é propriamente barato, mas esses drones também não.

  6. Claudio says:

    375000 euros por drone?…. Isso não é um tacho, é um trem de cozinha hahahah

  7. Luis says:

    O pessoal gosta é disto.. corrupção por todo o lado, mas melhor ainda é que vão facilitar ainda mais estes ajustes directos.. cheira mal por todo o lado

    • Samuel MG says:

      O não falta em Portugal é corrupção. O TC vai ter um Diretor-Geral que ajudou o Socrates a gamar nas PPP e tem um processo nos tribunais. Muda os governos mas vai-se a ver a farinha é a mesma.

      • António says:

        É verdade, a demissão do presidente do TC só por ter dito a verdade, que a corrupção grassa impune em Portugal, é uma verdade! Mas enfim, eu faria o mesmo, com povo tão cego a votar nos mesmos….é fácil ganhar eleições!

  8. ToFerreira says:

    Ajustes diretos à xuxalista.

  9. Wolf says:

    Fiquei desapontado.
    Estava entusiasmado pela opção tecnológica escolhida. Antecipava um portentoso e extraordinário salto qualitativo e operacional de todos os intervenientes. Pelos vistos, a montanha “pariu” um rato. As minhas desculpas pela linguagem despudorada! Mas nada comparada com as escolhas e “savoir-fair” dos tenores, perdão – decisores,
    independentemente das suas qualificações instrutivas e tecno-profissionais.
    Continuamos iluminados em trajectória drone. Falta acrescentar a IA e suporte Cloud. Neste contexto, a estratosfera.

  10. Je says:

    Neste universo incomensurável, o planeta terra é um pequeno grão de areia, e o homem é infinitamente pequeno, mas um monstro inigualável em maldade…

    “Não há tirania mais cruel do que aquela que é perpetuada sob o escudo da lei e em nome da própria justiça“. (Charles de Montesquieu [1689-1755])

     Um dia perguntaram a Mahatma Gandhi, quais são os factores que destroem os seres humanos?
    A Política, sem princípios; o Prazer, sem compromisso; a Riqueza, sem trabalho; a Sabedoria, sem carácter; os negócios, sem moral; a Ciência, sem humanidade; a Oração, sem caridade. (Mahatma Gandhi)

  11. Joao Ptt says:

    Pelo preço dos “brinquedos”, espero que tenham garantia de 41 anos, com troca gratuita em caso de avaria/ defeito não provocado de propósito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.