Quantcast
PplWare Mobile

A maior rede social descentralizada da internet explode depois da compra do Twitter

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Ze says:

    Mais vale não dizer nada, do que dizer asneiras.

    Lembrem-se que basta muito pouco para que os utilizadores abandonem uma plataforma que demorou anos a conquistar

  2. Pedro Mendes says:

    ahahahaha simplesmente ridiculo

  3. Tiago Rodrigues says:

    Um dos dias mais sóbrios da minha vida foi ter solicitado intervenção da CNPD para encerar todas as contas que detinha nas redes sociais…
    Foi há 2 anos!

    Ganhei paz, sanidade mental e tranquilidade.

    Mas não posso negar que por vezes sinto-me completamente fora do que se fala e diz…
    Mas vivo uma vida real!

    Cumprimentos a todos

    • Amilcar says:

      Porque foi necessário a CNPD intervir?

      • Vítor M. says:

        Boa questão, fiquei curioso também!

        • Tiago Rodrigues says:

          Simples:
          O direito ao esquecimento.

          Só com a CNPD é que se consegue obter os comprovativos da eliminação total dos nossos dados.

          • Tiago Rodrigues says:

            Mas mesmo tendo recorrido à CNPD / lei, não me garantiram que fosse possível um “ total esquecimento “.

            Mas caso alguém queira sair, aconselho recorrerem à entidade que regula, neste caso, à CNPD.
            Posso já adiantar que o maior entrave é a Google.
            Mas não é impossível!

            Boa sorte a todos

          • Vítor M. says:

            Mas foste tu que apagaste as tuas contas certo?

          • domdiego says:

            É bem possível. Criei uma conta no youtube assim que arrancou. Quando foi comprado pela Google, recebi um email para ler uma notificação de actualização das políticas da empresa. Basicamente exigiam que o email de contacto fosse gmail (o meu era hotmail). Pelo que lhes enviei como resposta: “Problema vosso, não vou mudar, e ainda vou eliminar a conta que tinha no gmail”. E assim fiz, a muito custo, para conseguir eliminar a tal conta. Sendo que o fiz em 2007. Pois o ano passado em setembro, recebi um email desses nojentos, no tal hotmail, a perguntar se aquele ainda era o endereço de contacto da tal conta gmail que eu já tinha apagado (e eles não), em 2007.

        • Tiago Rodrigues says:

          Sim, fui eu, mas os comprovativos válidos juridicamente foi a CNPD que os obteve sobre minha autorização.

          • Filipe says:

            Para que necessitas de documentos “válidos juridicamente” em como as contas foram apagadas? Vais colocar um processo em tribunal em cima das empresas todas? Ter outro endereço de email depois de apagar essas contas custa assim tanto?

  4. Godlike says:

    Já muitos tinham saído depois que o Trump foi expulso, só ficaram por lá perambular os esquerdistas fanáticos e trolls do porão.
    Se eles estão a fugir com o rabinho entre as pernas é um bom sinal.

  5. Godlike says:

    “depois das notícias da compra, o número de seguidores de contas como a de Katy Perry e Barack Obama diminuiu drasticamente”
    – Será que diminuiu porque os utilizadores saíram do Twitter ou será porque o Twitter está a fazer uma limpeza geral para remover as provas que os incriminam de uso de bots e shadowban (entre outras técnicas de censura) benificiam uns e prejudicam outros?

  6. Jane Doe says:

    “As notícias da compra do Twitter abalaram os funcionários e utilizadores da rede social, uma vez que Musk pretende que esta passe a ser uma rede social onde há “liberdade de expressão”

    Os “defensores da liberdade de expressão” a abandonar com medo á liberdade de expressão? Estranho, não?

  7. compro essa também says:

    Partilham …

    Soorrry !

  8. compro essa também says:

    HAHAHAHA !!!

    Não sabia que os extremistas das redes, das fake news, eram de esquerda, mas apostos que todos eles partilham o mesmo ADN, embora alguns só queiram regras para os outros…., o que é tipico em algumas mentes de ambos os lados, ou dos extremos radicais patológicos .

    Coitadinhos !

    Enfim.

  9. compro essa também says:

    Aliás , censura existe tanto à direita como à esquerda como ao centro, e o que não falta é historia sobre isso mesmo…

    Enfim.

  10. jack says:

    Alguns comentários por aqui são verdadeiras obras de Arte, tipo não sabes o que dizes, Volta botas, estás a fazer falta a alguns saudosistas, só que no tempo dele também não escapavam.Tristes

  11. SANDOKAN 1513 says:

    Nunca tinha ouvido falar desta rede social,a Mastodon. 😐

  12. Luís Costa says:

    Ui tadinhos deles, muitos abandonaram quando os wokes desta vida começaram com a censura e muitos foram para o gettr, agora não querem a liberdade de expressão? Cambada é o que são.. muitos irão voltar.. interessante que os que perderam mais seguidores são logo os que atraem mais estes malucos woke

  13. Carlos Santos says:

    E o pplware no mastodon, para quando?

  14. compro essa também says:

    Vá lá que o Tribunal Constitucional chumbou a proposta de lei dos metadados … podiam também acabar com as politicas abusivas quer nas instituições como na rede, isso é que era digno do nome que tem…

  15. andy says:

    Mastodon???? E porque não Telegram ou Signal?

  16. Carlos Seixas says:

    O Mastodon tem uma vantagem clara em relação ao Twitter: podemos alterar, partilhar, analisar e auditar o código do Mastodon, ao contrário do que sucede com o Twitter.

    Mas se há que esteja a substituir o Twitter pelo Mastodon em busca de liberdade de expressão, então essas pessoas estão completamente equivocadas! Em termos de liberdade de expressão o Mastodon e Twitter são equivalentes. A generalidade das instâncias Mastodon são geridas por lunáticos, radicais, fanáticos, fascistas, os quais são extremamente avessos à liberdade de expressão, sobretudo se as ideias em causa forem contra as suas próprias convicções… O Mastodon é, em geral, tão totalitário quanto o Twitter. E diria mesmo que sofre dos mesmo tipo de preconceitos e fanatismos… O pensamento e narrativas únicos são a norma, tanto numa rede social como noutra.

    Agora se há quem esteja a substituir o Twitter pelo Mastodon com receio de que no Twitter passe a haver maior liberdade de expressão, então trata-se de gente que só pode padecer de doença mental, talvez sadomasoquismo, ou algo do género. Isto porque, como é óbvio, é completa insanidade fugir-se da liberdade para procurar servidão. Mas tudo é possível, na verdade as redes sociais estão cheias de gente estranha, mentecapta, fanática, ultra sensível, preconceituosa, imatura.

    Para quem procure alternativas ao Twitter, e não sofra de doença mental, penso que a melhor solução é o Pleroma. O Pleroma tem inúmeras vantagens:
    – O Pleroma é uma rede social opensource, como o Mastodon;
    – Na esmagadora maioria das instâncias Pleroma respeita-se a liberdade de expressão. O Pleroma não é uma rede social totalitária e fascista, como são o Twitter e o Mastodon;
    – O Pleroma tem 3 interfaces gráficos, à escolha;
    – O Pleroma é muito leve, pelo que até num Raspberry ou equivalente podemos instalar um seu servidor, para alguns utilizadores;
    – O limite mínimo de caracteres, no Pleroma, é de 5 000, portanto muito maior que os 280 do Twitter ou os 500 do Mastodon. Aliás, o que não falta é instâncias Pleroma a permitirem publicações com 10 000 caracteres, 20 000 caracteres ou até mais que isso.
    – O Pleroma tem chat privado, entre os utilizadores, ao contrário do que sucede no Mastodon (o Twitter também permite chat privado, mas o do Pleroma é bem melhor).

    Nota: não entendi a alusão de um utilizador ao Telegram e ao Signal. O que é que uma rede social, seja de microblogging ou não, tem a ver com plataformas de mensagens instantâneas?

  17. ruben says:

    Bloquear contas que espalham ódio, desinformação e noticias falsas, não é censura, é um dever!

    • andre says:

      Na Rússia dizer que há guerra na Ucrânia é informação falsa e ódio contra a Rússia
      E esta eim?

      quem é a entidade omnisciente responsável por diferenciar informação verdadeira da falsa?

  18. compro essa também says:

    Parabens !

    Sr. Carlos e Sr.ruben.

    bem haja !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.