Quantcast
PplWare Mobile

Vídeo para provar que a Terra é redonda torna-se viral no TikTok

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. SANDOKAN 1513 says:

    Outra vez com estas teorias ?? Caramba,já cansa. 😐

  2. eu2 says:

    O vídeo não foi pra provar nada, é óbvio que foi para gozar com o argumento que a câmera faz efeito de olho de peixe.

  3. Bruno says:

    Realmente, não tendo dúvida nenhuma de que a terra é redonda (embora não perfeitamente esférica) este vídeo acaba por não provar nada, aquela câmara 360º apenas está a captar tudo à sua volta e claro ele tem céu a toda a volta

  4. Redin says:

    …ainda não chega… é preciso comprovar que ela é esférica. 🙂

  5. Ora ora says:

    Estão todos errados! A terra é triangular e côncava! 😀

  6. Dinis Domingos says:

    Quem provou que a terra era redonda foram os portugueses, primeiros a navegar sem vista de costa. Os mastros dos navios desaparecem como se o navio estivesse a afundar… Além disso Fernão de Magalhães, primeira circum navegação.

    • iDroid says:

      Os primeiros a provar foram os gregos.

      • Dinis Domingos says:

        Errado! Os gregos teorizaram que era redonda matematicamente e muito bem mas provar foram os portugueses…

        • rjSampaio says:

          ya, não, isso é conversa de flatearther.
          As contas batem certo e ninguém consegue disprovar entao é redonda, os portugueses fizeram uma demonstração pratica, que até podia ser mentira.

          E como disse abaixo, foi por Espanha e não Portugal, e fernão magalhes morreu no ano anterior e foi marcado como traidor pelos Portugueses.

        • Hélio Musco says:

          Os gregos (mais especificamente, Eratóstenes, ~200 a.C.) provaram que a Terra era redonda com a sombra que os objectos faziam.
          À mesma hora, o tamanho da sombra que os objectos fazem é diferente consoante a latitude do lugar. Só com isto, chega para provar que a Terra não é plana.
          Depois aplicaram a matemática para saberem o tamanho do planeta.

        • EDPRR says:

          Errado ! Eratosthenes demonstrou que a Terra era esferica, calculou o diametro da Terra, a inclinação do eixo da Terra e calculou a distância da Terra ao Sol e ainda inventou o 29 de Fevereiro ! Isto tudo no Seculo II antes de Cristo.

    • rjSampaio says:

      Visto existir barcos a vela antes de a 5000 BCE diria que alguem já tinha notado, e os gregos em 5CE
      também já o tinham documentado.

      efectivamente a nau de Fernão Magalhães fez uma demonstração pratica, mas também ele morreu no ano anterior logo, não foi bem ele, pior foram os portugueses considerarem ele um traidor.

      • JORGE FREIRE says:

        Magalhães já lá tinha estado antes quando morreu, só que tinha navegado por oriente,
        Quando foi em serviço de Espanha foi por ocidente como estava estabelecido.

  7. Ahdjskx says:

    “Os apoiantes destas teorias normalmente estão ainda associados a movimentos que também defendem outras teses não cientificamente provadas, muitas delas relacionadas com vacinas, o 5G e a COVID-19.”

    Ou seja, quem criticar as medidas tomadas ao COVID-19 bem como as borradas que têm sido feitos é automaticamente rotulado de terraplanista? Essa é boa.. até aqui não se aceita pessoas que façam contraponto?

    • Vítor M. says:

      Muitas delas, não a totalidade, mas sem dúvida que há movimentos que se associam a vários destes temas controversos. Por exemplo, os “terraplanistas” também podem estar ligados a movimentos contra as vacinas, mas não quer dizer que sejam apenas os terraplanistas a apoiar este tipo de movimento. E sim, podem fazer o contraponto, não foi dito que era proibido, foi dito que não eram cientificamente provadas.

      • Ahdjskx says:

        “foi dito que não eram cientificamente provadas.”

        O contraponto ao que tem sido feito ao COVID-19? Ou às próprias medidas que tem sido implentadas? É que o ónus da prova é quem as aplica… E muitas estão longe de cientificamente ter “provas” como os Confinamentos que se baseiam em modelos, não em evidências

        • Vítor M. says:

          Quando se fala em ciência, não pode ser pela crença, por isso é que se fala em cientificamente provado. As medidas tidas por organismos é uma coisa, as conclusões cientificas são outras. Não mistures.

          • Several Definitions says:

            Mmm… Qual é que é a diferença entre a teoria da relatividade e qualquer uma das 3 leis de Newton?

            É que a teoria da relatividade, nunca foi cientificamente provada (por isso é que te referes a ela como sendo uma teoria) e as leis de Newton foram.

            Agora pensa na quantidade de outras teorias com força no mundo científico que têm por base a teoria da relatividade que em 100 anos ainda não foi provada.

            Concordo contigo na parte da crença VS demonstração, mas infelizmente esse argumento não pega como acabaste de ver.

            O mundo da ciência é ambíguo. No ano em que supostamente se “observaram” as ditas ondas gravitacionais (não se observou nada, comparou-se um gráfico resultante de uma interferência do tipo Sigma 3 com aquilo a que se teoriza que seja o gráfico resultante de ondas gravitacionais por modelagem computacional) o prémio Nobel da física vai para…

            Descobertas teóricas sobre topologia… Só para situar, topologia é a ciência que estuda superfícies que se fecham sob elas próprias. Pensa num donut por exemplo. Ou num tubo de tórus.

            Dá que pensar não dá? O facto de se continuar a martelar numa teoria que tem mais de um século e carece de prova quando tens outros ramos de ciência que chocam com isto de frente. Nomeadamente a quântica com o já mais que provado fenómeno do entrelaçamento quântico entre partículas que prova que a troca de informação entre duas partículas ocorre em tempo real, o que deita por terra a teoria de que nada no universo se move a uma velocidade superior à velocidade da luz.

          • Nuno V says:

            Expeto que não. As três leis de movimento de Newton fazem parte da mecânica clássica Newtoniana, que é uma teoria cientifica. Uma lei é uma afirmação sobre a realidade que é sempre verdadeira em determinadas circunstâncias. Uma teoria é um campo de estudo, uma estrutura que possui todas as leis e factos desse campo. Da mesma maneira que a lei da gravitação universal está incluída na teoria da gravitação. Tal como as teorias da relatividade têm as suas próprias leis, sendo a mais conhecida: e=m*c^2

            E as teorias da relatividade, no sentido coloquial, foram provadas. Sendo que a primeira observação que suportava a teoria foi feita à mais de 100 anos aquando o eclipse solar de maio de 1919. Bem como tudo que é aceite no presente como sendo uma teoria na ciência foi provado no sentido coloquial.

            As ondas gravitacionais observadas não eram do tipo sigma 3. O que disseste não faz sentido. Sigma significa o desvio padrão. E a primeira onda detetada possuía uma significância de sigma 3, mas sim de sigma 5.1. Sigma 3 significa uma confiança de o resultado ser verdadeiro de 99,87%, no caso de sigma 5 a confiança é maior que 99,99%. E o prémio Nobel da física foi atribuído a Weiss, Barish e Thorne em 2017 precisamente pelo trabalho efetuado no observatório de LIGO.

            Topologia é um campo da matemática, não da ciência. A ciência pode fazer uso da topologia, como faz de calculo diferencial, vetorial, estatística,… mas continua a ser um campo da matemática. Nota-se que percebes muito sobre a matéria.

            Expecto que não podes usar as partículas emaranhadas para transmitir informação. A informação existente entre partículas emaranhadas é informação mutua. A transmissão de informação mais rápida que a velocidade da luz também não é permitida na mecânica quântica.

          • Several Definitions says:

            @ Nuno V Caríssimo…

            Se queres encapsular as leis de newton num campo teórico só porque te convém a nível argumentativo, be my guest. O problema é dizeres que e=m*c^2 é uma lei quando é uma normalização “dumbed down” e tentativa frustrada de “one size fits all” de (E/c)^2 – p^2 = (mc)^2 se p = 0
            Portanto podemos ir por aí se quiseres.

            Já agora, eu não disse que as ondas gravitacionais observadas eram do tipo sigma 3.

            Eu nem sequer disse que se observaram ondas gravitacionais em lado nenhum se tivesses não tivesses lido o meu post na diagonal.

            Disse sim que a leitura do gráfico produzido por uma das experiências (que na prática foi disso que se tratou), quando comparada com aquilo a que se esperava que fosse o gráfico das ondas gravitacionais era de sigma 3. E isso não foi nada que já não tivesse sido levado a cabo anos antes pelo Tevatron. Posteriormente é que houve uma leitura de Sigma 5.1 que ocorreu em 2015. Levaram-se meses a analisar os dados e a “boa nova” foi anunciada em Fevereiro de 2016, e em 2016 quem ganhou o prémio Nobel da FÍSICA, foram mesmo o Thouless, o Halden e o Kosterlitz “for theoretical discoveries of topological phase transitions and topological phases of matter” como podes confirmar aqui:
            https://www.nobelprize.org/prizes/physics/2016/summary/

            Volto a dizer, no ano em que foi anunciada a descoberta o prémio Nobel da física foi para descobertas na área da topologia, desta vez com matéria de facto para não vires para aqui atirar areia para os olhos do pessoal.

            Não percebo essa tua necessidade em distorceres o que eu disse só para saíres bem na fotografia… Já o fizeste em cima, fizeste-o relativamente isto que acabei de demonstrar e fizeste-o novamente quando disseste que a topologia é um ramo da matematica. O que é que interessa se é da matemática ou da ciência? À pala disto, três pessoas avarbataram um prémio nobel da… Pasme-se… FÍSICA. E já agora, a matemática é ela própria uma ciência, por sinal.

            “Expecto que não podes usar as partículas emaranhadas para transmitir informação. A informação existente entre partículas emaranhadas é informação mutua.”

            Here we go again… Se provocares alteração numa das particulas, isso repercute-se na outra logo há alteração de informação entre uma e outra. Se a informação é mútua, das 9 ás 5 da tarde de uma particula e depois da outra ou em leasing a 2 anos de uma delas, para o que estamos a discutir, não é relevante. Outro “ponto seco” argumentativo.

            “A transmissão de informação mais rápida que a velocidade da luz também não é permitida na mecânica quântica.”

            Errado… Isso é precisamente um dos pontos chave da quântica e é o paradoxo que choca de frente com a física clássica. A quebra da cadeia de Von Neumann que resulta no colapso de onda/partícula ocorre em tempo real. Para quem falou tanto do Bohr, Intepretação de Copenhaga diz-te alguma coisa? Ai especulou-se, depois apareceu o Yoon-Ho Kim em 1999 com a Delayed Choice Quantum Eraser e houve muita gente a ter de comer o seu arrozinho.

            Nota-se também que percebes a rodos daquilo que estás a falar, mas com spin doctors lido eu todos os dias.

          • Nuno V says:

            @Several Definitions
            As leis de newton estão encapsuladas num campo teórico, porque estas cumprem os requisitos para serem classificados uma teoria científica. Mais uma vês a palavra teoria na ciência não têm o mesmo significado da coloquial.

            E=m*c^2 é para objetos em repouso, a fórmula que tu referiste é para todos os objetos com momento p. Usamos a primeira apenas para calcular a energia relativa à massa em repouso de um objeto. Isso não significa que seja “dumbed down”. Tal como s=s0+v0*t não é uma versão “dumbed down” de s=s0+v0*t+1/2*a*t^2.

            Independentemente, esta frase que disseste “comparou-se um gráfico resultante de uma interferência do tipo Sigma 3” não faz sentido e o que escrevi mantêm-se. Os dados publicados referentes à deteção de 14 de setembro de 2015 possuem uma significância de sigma 5.1. E qual é o problema de terem recebido o prémio Nobel no ano a seguir? Será que Higgs et al também devem ficar chateados? Então coitados de Woodrow e Penzias que devem de estar a fumegar por terem recebido o prémio nobel 13 anos após a descoberta do CMB. Em parte alguma está escrito que os prémios nobéis são entregues no ano da descoberta. Isto é desespero argumentativo.

            Meu caro, a topologia é um campo da matemática, não da física. E da maneira que tu definiste a topologia “é a ciência que estuda superfícies que se fecham sob elas próprias” põe esta no campo da matemática. No entanto, o prémio nobel não foi atribuído à “Descobertas teóricas sobre topologia” como tu disseste, mas sim a “Descobertas teóricas nas transições da fase topológica e as fases topológicas da matéria”. Consideravelmente diferente. Mas típico uma pessoa que professa conhecimento que não conhece fazer este tipo de erros crassos. O meu erro foi confiar na tua palavra que o prémio era realmente de “Descobertas teóricas sobre topologia”

            Meu caro, foste tu quem trouxeste as partículas emaranhadas como prova que a era possível transmitir mais rápido que a velocidade da luz, mas na realidade tal não é verdade. E não é se procederes a alterar uma partícula esta repercute-se na outra. Deixa de obter a tua informação de mecânica quântica de Deepak Chopra.

            Mesmo nas interpretações em que o colapso da onda/partícula é instantâneo, a causalidade é sempre preservada, e logo não consegues transmitir mais rápido que c, incluindo os quantum erasers, Eberhard provou tal.

            Eu percebo alguma coisa, visto que estou de momento a terminar uma formação académica em física e já possuo uma anterior em astronomia. Passa bem.

        • Nuno V says:

          “É que o ónus da prova é quem as aplica…”
          Correto. E os múltiplos estudos científicos demonstram que as medidas tomadas, como confinamento, distanciamento social, entre outros são eficazes. Tens como por exemplo, um estudo publicado em junho, fazendo uso de dados até ao final de Maio, que analisa vários cenários do desconfinamento de Espanha. Um destes cenários previa para agosto uma segunda vaga. Mas claro que para ti é tudo coincidência que em agosto Espanha encontra-se com uma segunda vaga nas mãos.
          https://www.nature.com/articles/s41562-020-0908-8

          Portanto, quando dizes: “E muitas estão longe de cientificamente ter “provas” como os Confinamentos que se baseiam em modelos, não em evidências” cá digo que não sabes o que dizes. Primeiro, porque os modelos científicos são a ferramenta mais útil em toda a ciência. Estes permitem-nos modelar um sistema, fazer previsões do seu estado no futuro para para verificar a sua precisão. Quase toda a tecnologia que tu utilizas no dia a dia teve a luz do dia devido a modelos científicos. Um modelo na ciência têm que ser baseados em factos, se não os seus resultados não fazem sentido. Mas como os resultados dos modelos usados relativamente a esta doença são cada vez mais precisos, eu cá digo que falas pelo traseiro.

          Como disse antes, tu não estás interessado em criticas racionais.

          • Ahdjskx says:

            Claro como não há acordo partes logo para a ofensa :D.

            Vamos começar com cherry picking de estudos? Também posso por aqui muitos em contraponto.

            Uma segunda vaga em Espanha… UAU… uma vaga de casos… Andam a fazer testes em barda e ninguém faz a continha que com o numero de testes que fazem se traduz em imensos falsos positivos! É essa a segunda vaga… de fantasmas. A mortalidade é a mesma desde Junho, mas tudo liga a CASOS, quando isso vale 0.

            Modelos, são modelos. Basear decisões com bases em modelos com bases TOTALMENTE ERRADAS, como imunidade pŕevia 0, entre outras.

            Muitos não querem admitir. Os modelos estavam errados, os confinamentos não tiveram qualquer efeito (aliás foram aplicados depois do pico), as medidas não têm qualquer efeito comprovado… nada, é só… MEDO

          • Ahdjskx says:

            Mas claro, aplicar medidas despóticas mesmo que não tenham sentido algum… fantástico!

            Deita-se para o caixote do lixo décadas de conhecimento científico sobre este tipo de virus. Com modelos “da treta” que ignoram totalmente outras variáveis fundamentais socio-económicas, bem como o efeito que isto está a ter nos sitemas de saúde, inclusivé Portugal que está com excesso de mortalidade desde Junho!

            Mas claro, isso são outras variáveis… o que interessa é ter razão certo? Mesmo que morram mais pessoas!

            A Suécia tanto foi criticada e teve uma evolução idêntica a muitos outros países, sendo que COMO TODOS, teve problemas nos LARES onde mais de 70% dos óbitos têm origem… Mas o desejo que a Suécia fosse um desastre foi enorme para poder justificar a BORRADA de fecharem os países

          • Nuno V says:

            Consegues arranjar estudos que demonstrem o contrário? Ou estás simplesmente a acusar-me de fazer apanha da cereja sem qualquer fundamento? É que se for tal o caso, então estás a mentir.

            A Espanha anda a fazer testes em barda, expecto que não. Espanha até faz menos teste per capita que Portugal. Repensa lá novamente esse teu argumento e tenta outra vez.

            “Basear decisões com bases em modelos com bases TOTALMENTE ERRADAS, como imunidade pŕevia 0, entre outras.”
            Se faz o favor demonstra que as bases estão totalmente erradas. Tens algum estudo que demonstre tal? E sim, a imunidade prévia é zero, ou vais sugerir que as pessoas possuem anticorpos para uma doença que nunca estiveram expostos?

            “Os modelos estavam errados”
            Então como é que explicas este terem poder preditivo, e à medida que os dados são cada vez mais completos estas são cada vez mais precisas? Não sabes do que falas!

            “aliás foram aplicados depois do pico”
            Até pode ter existido países que tal tenha sido verdade, mas na maioria tal não é o caso. E nos países que falharam em tomar medidas atempadamente é o que se vê.

            “Deita-se para o caixote do lixo décadas de conhecimento científico sobre este tipo de virus.”
            Pena que a grande maioria das pessoas que realmente estudaram o tópico discordam de ti.

            “inclusivé Portugal que está com excesso de mortalidade desde Junho!”
            Mentira. A notícia do excesso de mortalidade refere-se a Março e primeira semana de Junho. Na realidade, mas semanas que se seguiram o número de mortes foi inferior ao de 2019 e 2018.

            “A Suécia tanto foi criticada e teve uma evolução idêntica a muitos outros países”
            Outra mentira. A Suécia, está em sexto lugar a nível mundial com a maior taxa de infeção per capita. E estão em 11º no que toca à mortalidade per capita. Será que gostas de estar sempre redondamente errado?

          • Woot! says:

            Nuno V,

            Podem não possuir anticorpos desta doença específica mas terem anticorpos de outras doenças que podem ajudar no combate a esta.

            Logo a imunidade pode não ser sempre 0 como estás a fazer transparecer.

          • Nuno V says:

            @Wott!
            No campo da virologia possuir imunidade contra uma doença significa possuir anticorpos que combatem especificamente essa doença. Aliás, uma das maneiras de testar se realmente foste infetado por uma doença é ver se possuis os anticorpos que combatem especificamente esta doença. Se não possuis os anticorpos para esta doença, não possuis imunidade contra esta.

          • Woot! says:

            @Nuno V

            Eu de virologia e imunidade não percebo rigorosamente nada mas se é assim como dizes porque é que andam a estudar o efeito das vacinas levadas anteriormente (para outras doenças) e o efeito das mesmas no COVID-19?

            Se a resposta é assim tão óbvia e não podemos ter anticorpos/resistência devido a anteriores vacinas ou exposição a outras doenças parecidas para quê gastar milhões neste tipo de estudos?

            A resposta que deste também seria a minha primeira resposta o ano passado pois era essa a noção que tinha mas com tudo o que já li e com os estudos que andam a ser feitos parece não ser bem assim certo? Ou tens outra explicação?

            Thanks.

        • Dav says:

          Os teus comentários são muito perigosos. Muita gente pode morrer por acreditar em coisas que escreves. Deixa as pessoas que estão dentro do assunto trabalhar e limita-te a seguir regras. Pessoas como tu apenas podem viver para isso, seguir regras, porque senão só fazem treta. No meu trabalho também fico aborrecido quando oiço disparates sobre a matéria e no teu acredito que seja o mesmo. Pensa nisso cada vez que pensares em escrever disparates sem nenhum fundamento válido.

      • Pirata says:

        é um comentário, errado, escusado e completamente desnecessário…

        • Vítor M. says:

          Há muitas pessoas com aquele tipo de pensamento, por isso é que existem aqueles eventos de queimar antenas que pensam propagar a COVID-19. Sim é errado mas existe… e parece que crescem este tipo de loucuras.

          • eu2 says:

            Não creio que terraplanismo tenha o quer que seja a ver com antivacinas ou 5G-COVID. São questões muito diferentes, e não há nenhuma razão para que alguém que tenha dúvidas acerca de uma tenha também acerca de outra. Não devemos colocar troll, piadas, desinformação, e dúvidas sinceras no mesmo saco.

          • Vítor M. says:

            Já falar de terraplanistas (terra plana) é trollar, o resto é mais do mesmo, 0+0=0.

      • Godlike says:

        Pois fica sabendo que as pessoas que são contra o Covid-19 e as vacinas pelo menos baseiam-se em factos e muitas até em experiência própria, já em relação à Terra Plana tens que te basear em experiências alheias, pois as chances de ires ao espaço observar a forma da Terra com os teus próprios olhos são mínimas.
        Felizmente e, diferente do que afirmas, a maioria das pessoas que usam pensamento crítico reconhecem que a Terra Plana é mais uma agenda para desacreditar as outras teorias.

        Não que isto faça diferença para o humano, no final do dia ainda somos aquela civilização vazia sem rumo viciada no consumismo e materialismo. Com a quantidade de lavagem cerebral que a pessoa comum recebe diariamente a maioria nem sabe por onde começar a procurar e mesmo que soubesse não aceitaria a verdade, nascendo daí a necessidade de culpar o sistema que tanto precisam, pois é mais fácil do que lidar com os próprios problemas.

    • Nuno V says:

      Se eu te disser que todas as pessoas de um grupo A também pertencem a um grupo B, isto significa que, logicamente, todas as pessoas do grupo B fazem parte do grupo A? Como por exemplo, todas os elementos pertencentes ao grupo de pessoas com menos de 20 anos pertencem ao grupo de pessoas com menos de 40 anos. Isto não significa que todas as pessoas que têm menos de 40 anos também têm também menos de 20 anos! Acho que deves voltar à escola para estudar matemática.

      A verdade é que os apoiantes desta “teoria” demente também apoiam uma miríade de outras “teorias” igualmente dementes, como o Covid-19 ser causado pelas antenas 5G,… E acreditar em “teorias” idióticas sobre o Covid-19, não equivale a fazer criticas racionais sobre as medidas tomadas a esta doença. Mas eu cá desconfio que não fazes criticas racionais, e daí a razão pela qual levaste a peito a afirmação em cima.

    • Woot! says:

      O artigo não fala das medidas contra o COVID-19 mas sim da relação do 5G e da COVID-19. E sim a maioria dos terraplanistas acredita piamente que o 5G e a COVID-19 estão interligados. Não podem ser burrinhos só para um lado, há que ser burro em todos os temas.

      • rjSampaio says:

        “E sim a maioria dos terraplanistas acredita”
        “Citation needed”

        • Woot! says:

          Citação para algo falso? Não me vou dar ao trabalho. Para mim os terraplanistas ou que quer que lhes queira chamar, para mim são trolls e uma só por si piada, tal como as teorias sobre o 5G e a COVID-19. Citação para quê? Basta tentares discutir com um energúmeno desses e percebes logo que nem citação nem treta nenhuma servem para eles.

  8. Ivo says:

    Não sei quem é mais besta, se quem fez o video para provar uma terra redonda, ou se quem fez a publicação a pensar que a terra era redonda por causa desse video. lol

    • wtv1234 says:

      O video é sarcástico. Ele tá a gozar com o tipo de argumentos que os “flatearthers” fazem. Noutro ele mostra que a terra é triangular lol

      • Vítor M. says:

        Ele não percebeu, mas não vale a pena tentar explicar, vai ser complicado. A vontade de dizer mal de quem escreveu é tanta que nem percebeu a ideia por trás do tiktok e por trás do post.

    • Sergio says:

      Falta um pouco de sentido de humor por esses lados, é um video engraçado para o efeito, cientificamente deve valer zero.. mas uma pessoas tem que levar isto na brincadeira

  9. Ricardo Santos says:

    Irão ser mais 6,1 Milhoes a acreditar que a Terra é Plana

  10. Alex says:

    Eu acho essas teorias da conspiração ridículas, mas este vídeo não tem evidência científica e não prova nada, é um efeito da câmara. nem foi feito alto o suficiente para se notar a curvatura da terra.

    • Ricardo Santos says:

      Embora seja crente do Globo, sim crente porque é preciso crer para ser a favor da teoria Globo,já me dei ao trabalho de ver todos os argumentos do Terraplanistas e eles não erram nos seus argumentos, já do lado da Nasa é uma comédia.

      • Abreu says:

        Infelizmente tenho 2 grandes amigos músicos que acreditam nessa teoria.. não vale a pena dizer ao contrário que eles não acreditam.. tem resposta para tudo

      • Woot! says:

        É preciso crer? LOOL às vezes não sei se hei de rir ou chorar.
        Os terraplanistas não erram nos argumentos? Basta-me um argumento “A gravidade é uma teoria”. Não a gravidade não é uma teoria, existe, ponto final e independentemente das parvoíces que tentem arranjar para justificar a gravidade com uma terra plana, são totalmente ridículas.

        Dizer que estão certos em todos os argumentos é de uma falta de noção brutal até porque todos eles obtêm o conhecimento dos mesmos videos do youtube que é sempre do mesmo conjunto de pessoas, os terraplanistas apenas repetem todo aquilo que ouvem.

        • Nuno V says:

          Eu até não discordo com a afirmação que “A gravidade é uma teoria”, pois é verdadeira. Não concordo é quando tentam equivocar o a definição do termo teoria quando usado na ciência, com a definição coloquial. A palavra teoria nas expressões “teoria da gravidade universal” e “teoria da conspiração” têm significados diferentes. No primeiro é um campo de estudo e uma explicação de um fenómeno do mundo natural (no caso da mencionada em cima, o fenómeno natural é aquilo a que chamamos gravidade), no segundo significa uma apenas uma conjetura.

      • Nuno V says:

        Não é preciso crer em absolutamente nada para saber que a terra é redonda. Existem várias experiências que qualquer pessoa pode fazer para determinar que a terra é, de facto, redonda. Os terraplanistas não tem um único argumento que aguente o mínimo de escrutínio.

        • rjSampaio says:

          Por acaso acredito que a maioria das pessoas ao serem confrontadas com algumas desses pontos não conseguem refutar.

          E provavelmente nem conseguem pensar em algo que prove que é redonda (tirando fotos do espaço e afins)

        • Abreu says:

          Já falaste com algum ?
          Eles têm teorias que levam a pensar.. tipo, pk ussam mapa da terra plana para a aviação? E muito muito mais.. e não são Trolls, a maior parte tem estudos e sabem bem o que dizem

          • Woot! says:

            Imagina um avião a despenhar-se e um piloto a ter que girar um globo em pleno voo. Epá não sei, mas não me parece muito viável… às vezes as explicações mais simples são as certas.

          • Nuno V says:

            Já falei com vários, tanto online (incluindo aqui no pplware), como em pessoa.

            “pk ussam mapa da terra plana para a aviação?”
            Simples,… não usam. Usam sim uma coleção de mapas impressos (ou em forma digital). No entanto, se pegares em todas as folhas e tentares fazer uma colagem do mapa da terra, mantendo todas as linhas de longitude e latitude alinhadas, vais notar que este afinal não é plano. A razão pela qual a aviação não usa um único mapa para navegação, é que para áreas pequenas a distorção é negligenciável. Se for do planeta inteiro a distorção é extremamente significativa.

            Lá por alguns deles terem estudos não significa que sabem bem o que dizem. Eu possuo estudoa, mas se estiver a falar de um tópico que me ilude posso estar redondamente errado.

      • Toni da Adega says:

        A única coisa que os Terraplanistas conseguem provar é que a terra não existe

    • Nuno V says:

      O vídeo é sarcástico, serve como forma de gozar quem acredita que a terra é plana, não para demonstrar que a terra é redonda.

    • eu2 says:

      Vá lá, haja alguém equilibrado na avaliação das coisas!

  11. OnlyAppleHaveTecnology says:

    “A curiosidade foi tal que o vídeo conta já com 3,2 milhões de visualizações, 6.1 milhões de likes”

    Tem mais likes que visualizações? Estranho não?

  12. Aquecimento Global says:

    Tudo começou com um meme no 4Chan… meu deus

  13. DB says:

    Isto prova que é redonda? um video em 360º ?, mesmo que fosse plana essa imagem era igual, haja paciência

  14. Vilna says:

    TikTok em alta

  15. George Orwell says:

    Questiono se muitas dessas mirabolantes teorias ( terra plana, Covid-19 by 5G, etc. ) não devem o seu crescimento à própria Ciência aparentemente paralisada com os mistérios da física quântica, atolada num realismo materialista e a carecer de um novo Albert Einstein, Ciência que tem vindo a alimentar especulações e crenças da mesma natureza, por exemplo as suspeitas dos cientistas de Harvard de que, cito, “há uma suspeita, agora levantada por astrofísicos que o objecto interestelar Oumuamua, apelidado de “Mensageiro das Estrelas” possa ser, afinal, uma sonda enviada intencionalmente por uma civilização alienígena”. Ler para crer em
    https://pplware.sapo.pt/ciencia/asteroide-oumuamua-podera-ser-uma-nave-alienigena-dizem-os-astrofisicos/
    Também a Nasa, na sua incessante obsessão por extraterrestre, parece ver “aliens” em tudo o que mexe em matéria de exoplanetas, pouco faltando para baixar ao nível Erik von Daniken, basta um sinal de rádio ou a descoberta de um novo exoplaneta e…. voilá, …. ALIENS.

    Convém não esquecer que, desde Aristóteles e durante dois mil e quinhentos anos a Ciência afirmou a tese do universo absoluto e eterno sem princípio nem fim, além da teoria geocêntrica da Terra, isto para não falar no espaço e tempo absoluto de Isaac Newton, e tantas inversões, inclusivamente no sec. XX onde até foi concedido um prémio Nobel a quem descobriu a lobotomia como prática terapêutica.

    Tenho para mim, que a melhor maneira da Ciência combater as teorias mirabolantes como a da terra plana, é abster-se de crenças semelhantes sem provas concretas, – quod erat demonstrandum – justamente a mesma metodologia dos terraplanistas. Se a Ciência persistir na mesma metodologia isso inevitavelmente conduzirá a uma confusão entre o científico e a crença, um niilismo de conhecimento que pode emparelhar com o relativismo de valores que grassa na humanidade.

    Sem valores e sem Ciência digna desse nome, o destino da humanidade está bem à vista. Tal destino é tão ou mais demonstrável do que todas as leis científicas.

    • Nuno V says:

      Desde quando é que a ciência está paralisada com os mistérios da mecânica quântica? Até é ridículo dizermos que precisamos de um novo Einstein para avançar com a mecânica quântica. Einstein foi um dos que contribui para o conhecimento que mais tarde culminou com a formação da mecânica quântica. Fez-lo explicando o efeito fotoeléctrico. No entanto, Einstein rejeitava várias factos, como por exemplo o emaranhamento quântico, bem como não estava convencido com as múltiplas implicações da mecânica quântica no geral. Teria mais lógica mencionares Bohr, ou Heisenberg, ou Born, ou Schrödinger,…

      “Ciência que tem vindo a alimentar especulações e crenças da mesma natureza, por exemplo as suspeitas dos cientistas de Harvard de que, cito, “há uma suspeita, agora levantada por astrofísicos que o objecto interestelar Oumuamua, apelidado de “Mensageiro das Estrelas” possa ser, afinal, uma sonda enviada intencionalmente por uma civilização alienígena”.”
      Citas mal, pois não foi os cientistas que disseram tal. Foi a notícia em questão. Se fores a ler o artigo original em parte alguma eles dizem que Oumuamua era artificial ou que suspeitam que é artificial. Os cientistas entretém a hipótese de este ser artificial, que é diferente do que os sites de noticias espalharam. Para registo, entreter a hipótese de um fenómeno novo ser de origem artificial, é perfeitamente normal visto haver sempre a hipótese de este ser de facto artificial. Agora haver a hipótese de algo ser de origem artificial e extra-terrestre, é diferente dessa origem ser provável.

      “Também a Nasa, na sua incessante obsessão por extraterrestre, parece ver “aliens” em tudo o que mexe em matéria de exoplanetas”
      Podes-me indicar onde é que a NASA fez isso

      A “ciência” na altura de Aristóteles em nada se assemelhava com a moderna.

      “isto para não falar no espaço e tempo absoluto de Isaac Newton”
      O nosso conhecimento vai expandindo e corrigindo-se à medida que vamos avançando. Mesmo assim Newton introduziu vários campos de estudo, desde a ótica à mecânica clássica que ainda hoje se mantêm tão importantes como na altura. Pergunta a algum engenheiro que traça rotas de satélites, de foguetes que vão explorar outros planetas (com a exceção de Mercúrio) que equações usam e vais reparar que são as de Newton. Mas correto, o espaço e tempo absoluto é errado. Mas se formos por esse caminho, as teorias da reatividade também estão erradas porque falham no centros de buracos negros e no inicio do big bang. Eu não considero as teorias da relatividade erradas, estas funcionam dentro dos seus limites, tal como a de Newton.

      Diz-me apenas uma única coisa que a quase totalidade da comunidade cientifica acredita que não é de facto demonstrável. Apenas uma.

      “Sem valores e sem Ciência digna desse nome”
      Aqui está o teu erro, a ciência é uma ferramenta, não têm valores.

    • George Orwell says:

      @ Nuno V
      Antes de mais, os meus cumprimentos uma vez que não é a primeira vez que dialogamos.

      Julgo ser preciso um novo Albert Einstein para resolver a complexa multidimensionalidade inerente a uma possível teoria do tudo e para a conciliação do infinitamente grande com o infinitamente pequeno regidos por leis diferentes que Hawkings tanto perseguiu mas não conseguiu finalizar, portanto, está muito longe de se resumir apenas aos mistérios Física Quântica e ao seu princípio da incerteza que continuam a intrigar e a desafiar os cientistas ao ponto de alguns se converterem em crentes no Divino ou sustentarem um idealismo monista, como é o caso de Amit Goswami.
      Niels Bohr viu taoísmo na física quântica ao ponto de colocar o símbolo tao no seu brasão

      Quanto ao seu desafio “Diz-me apenas uma única coisa que a quase totalidade da comunidade cientifica acredita que não é de facto demonstrável. Apenas uma “ ?
      Resposta : ALIENS e a TEORIA do TUDO, só para referir duas.

      Quanto às especulações alienígenas da NASA nem sequer precisamos de sair do PPLWARE, o Blog sobre tecnologia mais credenciado e premiado de Portugal. Conhece ? Então pode consultar em
      https://pplware.sapo.pt/ciencia/cientista-nasa-vida-extraterrestre-marte/
      Não me diga que é também falso ! Seria falsidade a mais para a boa reputação do PPLWARE que eu continuo a respeitar a ler. “Quod erat Demonstrandum” !
      E são estas “crenças” dos cientistas que abalam, e muito, a confiança na Ciência.

      Claro que a Ciência deve muito a um dos seus grandes génios que eu muito admiro, Isasc Newton. Mas eu não disse o contrário. Disse apenas, e reafirmo para que não me deturpe ou sobrem dúvidas:
      “Convém não esquecer que, desde Aristóteles e durante dois mil e quinhentos anos a Ciência afirmou a tese do universo absoluto e eterno sem princípio nem fim, além da teoria geocêntrica da Terra, isto para não falar no espaço e tempo absoluto de Isaac Newton, e tantas inversões, inclusivamente no sec. XX onde até foi concedido um prémio Nobel a quem descobriu a lobotomia como prática terapêutica.”

      Porém, diz Nuno V:
      “A “ciência” na altura de Aristóteles em nada se assemelhava com a moderna”
      Claro que evoluiu e muito, mal seria se não evoluísse, porém, ainda no início do sec XX e decorridos dois mil e quinnhentos anos vingava na Ciência concepção de Aristóteles do universo eterno sem princípio nem fim, abraçada pela Ciência desde o sábio grego até Georges Lemaître e Hubble.

      Finalizando, Valores são Valores, Ciência é Ciência, eu não disse que eram uma e a mesma coisa, disse sim que “sem valores e sem Ciência digna desse nome, o destino da humanidade está bem à vista. Tal destino é tão ou mais demonstrável do que todas as leis científicas “

      Aproveito a a ocasião para constatar que no presente estado da arte da evolução da Ciência, esta já produziu mais de quarenta mil “papers” sobre a COVID-19 muitos deles contraditórios entre si, a começar pelo uso ou não uso da máscara, pelas inflexões sobre o uso da cloroquina, a falta da determinação do reservatório intermédio, etc etc. , o que, combinado com a “crenças” em aliens e naves destes, tem vindo a colocar-se próximo do nível “científico” dos terraplanistas.
      Este foi o meu ponto.

      • Nuno V says:

        “Julgo ser preciso um novo Albert Einstein“
        Parece que estás a insinuar que as teorias da Relatividade simplesmente apareceram na cabeça de Einstein, assim como do nada, e que estas não foram a culminação de séculos de acumulação de conhecimento, não só científicos, como matemáticos. Não foram a culminação dos resultados de várias experiências como as de Michelson, ou dos resultados teóricos como os de Lorentz. A ciência constrói-se sobre o conhecimento que já se acumulou. Nenhum cientista pensa que o seu trabalho se aguenta sozinho. Este é resultado não apenas do seu trabalho, mas também dos seus predecessores. Como Chartres dizia: “we are like dwarves perched on the shoulders of giants,…” E isto não tira qualquer tipo de mérito a Einstein.

        Amit Goswami não era um cientista, era um professor, existe uma grande diferença. Não só isso,. este é um proponente de ideias pseudocientificas, refutadas por quem realmente faz uma vida a estudar a matéria. No entanto acho engraçado mencionares que a ciência está a puxar os cientistas para a religião quando, na realidade, é precisamente o oposto. Os estudos feitos à demografia dos cientistas no que toca à religiosidade mostram que, não só a a tendência dos cientistas serem ateus encontra-se em crescimento, como estes já são mais numerosos que os cientistas que acreditam em deus e representam o maior grupo demográfico.

        Bohr nunca viu mecânica quântica como uma tautologia, e usar o símbolo do taijitu no seu brasão, não significa tal. Isto é uma conclusão tua.

        “Resposta : ALIENS e a TEORIA do TUDO, só para referir duas.”
        Tas a ver como estás redondamente errado. Existem muitos cientistas que não acreditam que exista vida extra-terrestre. E mesmo os que acreditam, absolutamente nenhum deles diz que é um facto que existe vida extra-terrestre. Tudo aquilo que nós descobrimos até agora indica para que a vida surgiu no nosso planeta por meios naturais, isto significa que existe a possibilidade ter acontecido noutro sítio no universo. Mas é uma possibilidade, não uma certeza. Tenta outra vez.
        No que toca à teoria do tudo, mais uma vez estás redondamente errado. Primeiro a teoria do tudo é algo hipotético, uma teoria futura que explique todos os aspetos físicos do universo e que concilie as teorias da relatividade com a mecânica quântica. E nenhum cientista acredita que esta exista porque,… não existe uma. No futuro, quem sabe. E mesmo assim existem vários cientistas que acreditam que nunca iremos conseguir derivar uma. O futuro dirá. No entanto, continua a tentar.

        O pplware não é uma publicação cientifica. Nem sequer é um blog cientifico. Como tu disseste, é um blog de tecnologia. Queres que eu fique impressionado, coloca links de estudos científicos atuais. E não vejo o problema de um cientista acreditar que existiu vida em Marte, mesmo que o tópico ainda seja extremamente controverso. A maioria dos cientistas, se não a totalidade, acreditam em coisas que não foram comprovadas, afinal de contas somos humanos. Mas existe muita diferença entre o que acreditamos e aquilo que conseguimos demonstrar. Mas acho engraçado teres problema com cientistas que acreditam que existiu vida em Marte, mas não tens problemas com os cientistas que acreditam em um deus, embora nenhuma das hipóteses foi confirmada, e na realidade a primeira até possui mais factos que a suportem a possibilidade.

        “Claro que evoluiu e muito, mal seria se não evoluísse”
        Não foi só o nosso conhecimento que evolui, a maior mudança foi precisamente nas metodologias. Como se classifica algo como possivelmente verdadeiro. E tu estás enganado quando dizes que agora sabemos que universo teve um principio e vai ter um fim. A verdade é que não sabemos. Quase nenhum cientista acredita que o big bang representa o principio do universo. Representa sim uma mudança de um estado em que o universo era compacto e quente para o que vemos hoje. E Lemaître não foi o primeiro a ter proposto um universo em expansão. Essa honra pertence a Alexander Friedmann que o fez 5 anos antes de Lemaître. Friedmann morreu em 1925, dois anos antes de Lemaître fazer a sua publicação, e este derivou as equações de que agora chamamos, em sua honra, as equações de Friedmann.

        Eu por acaso afirmei que tu disseste que a ciência e valores eram a mesma coisa? Mentir é muito feio. Eu disse sim, que a ciência não tem valores, que é um ferramenta. Os valores da ciência são os mesmo que o de um martelo, ou seja, absolutamente nenhuns. As pessoas que usam a ciência é que possuem valores, tal como quem usa um martelo.

        Perfeitamente normal existir papeis que se contradizem, certamente que vão haver muitas retrações. Quando se está errado à que corrigir ou, se correção é impossível, à que descartar. Estamos a lidar com uma doença nova, a qualidade da informação ainda é muito fraca. Mas à medida que o trabalho académico evolui, as conclusões dos papeis têm convergido e não divergido. Os estudos mais recentes indicam que o uso da mascara é eficiente em abrandar (nota que eu disse abrandar, e não impedir) a transmissão do vírus. No que toca à cloroquina, esta até pode funcionar, como pode não funcionar. A informação que temos ainda não é suficiente para determinar tal. Mas tomar a cloroquina sem sabermos a sua eficácia, bem como os efeitos secundários pode ser perigoso. Por isso é que a comunidade cientifica têm a postura contra o uso da cloroquina. Quem está a puxar o uso deste medicamento de forma apressada são as companhias farmacêuticas americanas.

        “combinado com a “crenças” em aliens e naves destes”
        Quando não consegues separar entre o que a ciência realmente diz, com aquilo que um cientista pode acreditar, eu cá digo que o teu conhecimento sobre o que é a ciência coloca-te “próximo do nível “científico” dos terraplanistas” Eu cá sugeria a que escrevesses antes sobre um tópico que tu realmente percebas e deixasses a ciência para quem realmente faz ciência.

    • George Orwell says:

      @ Nuno V

      Concordo com uma boa parte do que disse, mas fico perplexo com algumas afirmações suas, a saber:
      – “Quase nenhum cientista acredita que o “big bang” representa o principio do universo”
      A sério ? Então Hawking e todos aqueles que partilham ideias idênticas, incluindo o reputado matemático Roger Penrose, Lemaître etc estavam errados. Hawking chegou mesmo a afirmar que antes do Big Bang era o NADA. Será que a matemática de Penrose não é exacta ?. Se, segundo a Ciência, o “big bang” não determinou, o princípio do universo, quem o determinou ? Se para si não foi Deus tenha a bondade de explicitar então a origem ou caracterizar o estádio do universo anterior ao “Big Bang”. Sou todo ouvidos.
      Esta sua afirmação é mais um caso que responde ao seu próprio desafio :
      “Diz-me apenas uma única coisa que a quase totalidade da comunidade cientifica acredita que não é de facto demonstrável. Apenas uma “ ?
      RESPOSTA : a existência universo anterior ao Big Bang veiculado Nuno V em nome da esmagadora maioria dos cientistas
      Um tiro no pé ?

      – “Amit Goswami não era um cientista, era um professor, existe uma grande diferença. Não só isso,. este é um proponente de ideias pseudocientificas, refutadas por quem realmente faz uma vida a estudar a matéria”
      Amit Goswami é um físico teórico especializado na física nuclear, pertencente aos quadros da University of Oregon Institute for Theoretical Physics desde 1968, ensinando Física há mais de 32 anos. Uma minudência de um suposto fazedor de pseudociência que deve ter enganado a Universidade de Oregon durante 32 anos, que não passaria pelo apurado pelo crivo científico de Nuno V, apesar deste considerar – e eu também – “perfeitamente normal existir papeis que se contradizem”. Pode Nuno V não partilhar os papéis de Amit, mas catalogar as ideias de um colega de pseudocientificas não dignifica a Ciência, antes constitui mais uma pedra na sua credibilidade.
      Por maioria de razão, não é de de espantar que Nuno V me recomende para “escreveres antes sobre um tópico que tu realmente percebas e deixasses a ciência para quem realmente faz ciência.“,( o que deve ser o caso de Nuno V, não o de Amit)

      Porém, a Ciência é demasiado importante para ser deixado aos apenas aos cientistas.

      “Quando se está errado à que corrigir ou, se correção é impossível, à que descartar” SIC
      Não possuo pretensões de dar lições a ninguém e seria fácil para mim usar isto para, retribuindo o o seu “panache”, imitá-lo numa tentativa de censura recomendando-lhe não escrever, – coisa que não me atrevo a nem nunca me atrevi a dizer a alguém – mas, apenas com a humildade de errante ser que sou, lhe digo que, a bem do seus trabalhos académicos, conviria rever o verbo haver.

      Finalmente, foi muito bem esgalhada a sua citação de Chartres “we are like dwarves perched on the shoulders of giants,…”. Não podia estar mais de acordo.

      • Nuno V says:

        Correcto, Hawking não acreditava que o big bang representava o início do universo. Hawking era precisamente um preponente de que o universo não tinha início, nem fim. Já ouviste falar na proposta de sem fronteiras do próprio Hawking?

        “Será que a matemática de Penrose não é exacta”
        Eu com esta bati com tanta força na testa que até doeu.
        Primeiro, Penrose não acreditava que o universo teve um início. Se lesses as suas publicações, nomeadamente aquelas que fez com Hawking saberias tal. Até se visses uma palestra deste a falar sobre se o universo teve ou não início tu saberias.
        Segundo, a “matemática” de Penrose não demonstra que o universo iniciou a sua existência aquando o big bang. Absolutamente ninguém pode dizer tal porque as leis da natureza, tal como as conhecemos hoje, simplesmente deixam de funcionar. Estamos a levar as nossas teorias para além do seu ponto de rutura. Enquanto não tivermos uma teoria que inclua gravidade quântica e unifique as teorias da relatividade e a mecânica quântica não podemos fazer qualquer tipo de previsão do que realmente aconteceu no momento preciso do big bang.

        “Se, segundo a Ciência, o “big bang” não determinou, o princípio do universo, quem o determinou ? Se para si não foi Deus tenha a bondade de explicitar então a origem ou caracterizar o estádio do universo anterior ao “Big Bang”.”
        Se o nosso conhecimento ainda é incapaz de fazer tal determinação, significa que somos incapazes de fazer tal determinação. Eu não tenho que explicar o quer que seja porque não estou a fazer qualquer tipo de afirmação sobre o que veio antes, ou o que deu origem a este universo. Tu, por outro lado, fizeste, ao introduzires deus na equação, o problema é não passa de mais uma forma do deus das lacunas.

        “Um tiro no pé ?”
        Parece-me a mim que foste tu quem deu um grande tiro no pé. Também é de esperar, o mais certo é tu nunca teres lido um único estudo científico de cosmologia sobre o big bang? Como tal ficas pela literatura popular.

        “Amit Goswami é um físico teórico especializado na física nuclear, pertencente aos quadros da University of Oregon Institute for Theoretical Physics desde 1968, ensinando Física há mais de 32 anos.”
        Não foi precisamente o que eu disse? Foi um professor, não um cientista? Isto é, se foi realmente um professor pois eu não encontro em parte alguma documentação oficial sobre este ter lecionado na universidade de Oregon, o que por si é suspeito. No entanto, se ele realmente deu aulas ou não é irrelevante.

        “Pode Nuno V não partilhar os papéis de Amit”
        Amit nunca escreveu um único papel numa publicação científica de mecânica quântica, seja esta revista pelos pares ou de acesso aberto.

        “Porém, a Ciência é demasiado importante para ser deixado aos apenas aos cientistas.”
        Claro, vamos deixar aos idiotas de não sabem fazer 2+2, ou aos espiritualistas que nunca fazem previsões para que as suas “hipóteses” sejam infalsificáveis. Mas se calhar a engenharia é demasiado importante para ser deixado apenas aos engenheiros, ou a medicina aos médicos,… Pois claro que não. Queres fazer ciência? Estuda.

        “Não possuo pretensões de dar lições a ninguém e seria fácil para mim usar isto para, retribuindo o o seu “panache”, imitá-lo numa tentativa de censura recomendando-lhe não escrever, – coisa que não me atrevo a nem nunca me atrevi a dizer a alguém – mas, apenas com a humildade de errante ser que sou, lhe digo que, a bem do seus trabalhos académicos, conviria rever o verbo haver.”
        Reclamar com a falta de um h, ao que isto chegou. Estou a escrever para um blog, não para uma publicação, peço desculpa se a minha leitura de prova é basicamente não existente. Mas não achas que é irónico estares a reclamar com um erro meu, e nesse mesmo parágrafo escreves “retribuindo o o seu”? Será que estás gago? E certamente que este não é o teu único erro, tal como de certeza que aquele que apanhaste não foi o meu único erro. Se não tivesses envergado pela argumentação dos erros gramáticos estes passavam-me despercebidos, apenas mencionando se o texto fosse ininteligível. Mas pronto, isto sou eu, não me encontro em qualquer tipo de aperto ou desespero argumentativo, ao contrário de ti.

    • George Orwell says:

      Se Amit Goswami não passa no crivo de Nuno V como cientista apesar de leccionar há mais de trinta anos nas matérias sobre as quais também produz livros escritos e de grande tiragem, seguindo tal lógica, muito menos passaria Einstein que era um modesto funcionário de patentes e não um académico quando produziu uma boa parte da sua teoria da relatividade.

      Parece que cientistas são aqueles que Nuno V quiser. Aliás, só pode escrever quem Nuno V aprovar como bem expressou usando argumentos de autoridade ao denegrir um colega e não a autoridade dos argumentos, o que é muito típico da censura ou da ignomínia por motivos ideológicos. E se as teses de Amit vierem a ser comprovadas e aceites ? Pode assegurar ou provar que não serão ? Entretanto já as deitou no index do caixote da pseudociência. Será isto ciência ?

      Não nos quis caracterizar o universo que defende antes do Big Bang. Limita-se a afirmá-lo, porque sim, e desesperadamente deturpa descaradamente Hawking e Penrose em benefício da sua tese, porque argumentos seus não … tem. É uma crença.

      Para que os leitores e os administradores do Pplware que nos lêm terem consciência da descarada deturpação de Hawking feita aqui por Nuno V, basta ler :
      https://pplware.sapo.pt/ciencia/stephen-hawking-pensa-saber-existia-do-big-bang/
      Ou será que o Pplware, mais uma vez também não escapará ao crivo de Nuno V. A culpa será do mensageiro ?. Mas ele vai fazer todas as piruetas para dizer que Hawking, não disse o que efectivamente e tão claramente disse e, curiosamente, já no final da sua existência, logo, a sua posição definitiva. E Nuno V ainda tem a lata de apelidar os outros de mentirosos.

      Há muitos cientistas que colocam a Divindade na equação coisa que Nuno V parece abominar, a começar pelo próprio Einstein com suas célebres afirmações deístas e públicas quando referiu :
      “Deus não joga aos dados” (a propósito da física quântica )
      “Acredito no Deus de Espinoza , que se revela por si mesmo na harmonia de tudo o que existe”
      “Quanto mais conheço o universo mais o compreendo com um produto de uma consciência”

      Niels Bohr, aderiu ao taoísmo.
      Existe até um reputado cientista convidado e director de mestrados tanto em Oxford como em Cambridge que afirma a sua crença no Divino com base na equação de Paul Dirac.
      Então no mundo da religião abraâmica que mais vem crescendo, o Islão, os cientistas crentes estão em larga maioria.

      Por mim pode refutar à vontade as frases de Einstein com outras do mesmo e deturpá-las assim como deturpa desesperadamente Hawking e Penrose só para servir o seu argumento, mas estas frases de Einstein não carecem da sua elevada interpretação porque são bem explícitas. Não precisa de bater muito com a cabeça como diz . Einstein errou na constante cosmológica mas pode muito bem ter acertado nestas ( e errado noutras) mas a verdade é que as pronunciou e conhece bem o significado da palavra “Deus”.

      A menos que prove que Hawking não disse aquilo que o Pplware tão oportunamente e bem transmitiu, não me interessa mais discussões com quem o deturpa . Acresce que não é sequer é capaz de fazer ou retribuir um cumprimento, rotula os outros de mentirosos ou de pseudocientistas, insinua doenças alheias, para não falar da recomendação (ou será uma ordem !) para não escrever. Nem os terraplanistas vão tão longe.

      Esperava-se muito mais de um cientista. Geralmente quem sente necessidade de recorrer a estes expedientes não está muito seguro da sua verdade.

      • Nuno V says:

        Eu não usei um único argumento de autoridade para denegrir ninguém, se soubesses o que realmente isso é. E mais uma vez tens que aprender a distinguir aquilo que um cientista acredita, daquilo que um cientista consegue demonstrar. Existem cientistas que acreditam em coisas absurdas, mas na altura que começam o trabalhar têm que deixar as crenças para trás e apenas aceitar aquilo que é demonstrável. E Amit nunca se deu ao trabalho de tentar demonstrar o quer que seja, se não teria publicado papeis científicos. Mas claro que não, é mais fácil escrever livros populares. E a tiragem dos livros é irrelevante. Ficaria mais impressionado com o número de citações em caso de este alguma vez publicar um artigo cientifico. E falas como se Einstein não tivesse formação académica. Ele nem sequer se graduou no que é agora ETH Zurich, nem sequer tirou um doutoramento na UZH. Daqui a pouco só falta vomitar a crença popular que ele era mau matemática

        “Não nos quis caracterizar o universo que defende antes do Big Bang.”
        Podias me indicar em que parte é que eu disse que existia um universo antes do big bang? A única pessoa quer fez qualquer tipo de afirmação sobre o que veio antes foste tu quando disseste “Se para si não foi Deus tenha a bondade de explicitar então a origem ou caracterizar o estádio do universo anterior ao “Big Bang”.” E eu respondi com : ”Eu não tenho que explicar o quer que seja porque não estou a fazer qualquer tipo de afirmação sobre o que veio antes, ou o que deu origem a este universo.“. À primeira vez chamei-te atenção e deixei passar, à segunda chamo-te de mentiroso.

        “Limita-se a afirmá-lo, porque sim, e desesperadamente  deturpa descaradamente Hawking e Penrose em benefício da sua tese, porque argumentos seus não … tem. É uma crença.”
        Para não me estares a acusar de deturpar quem quer que seja. Aqui tens o próprio Penrose a dizer que, não só o big bang não é o início do universo, bem como o universo sempre existiu.
        https://www.youtube.com/watch?v=J98aF22ErZc
        Isto não significa que existia algo antes do big bang, aliás a proposta de sem fronteiras diz claramente que não (embora Penrose acredita mais num universo cíclico). Estuda um bocado de física (especificamente mecânica quântica e relatividade) e matemática, não fiques pela leitura popular. Se um dia estiveres com capacidade para perceber, eu explico-te o porquê. Mas isto é uma proposta, entre várias outras, como o universo do nada de krauss, que tentam explicar como o universo apareceu, não são uma teoria como o big bang. E enquanto não conseguirmos unificar as teorias da física não passarão de tal. Por isso é que dizemos que na teoria do big bang, se leres os artigos recentes, nenhum destes trata o big bang como o inicio do universo.

        Ou seja acusas-me de recorrer ao argumento de autoridade e depois recorres a um argumento de autoridade de Einstein? Esta foi de explodir a minha cabeça. E é irrelevante o que Einstein acreditava, é sim relevante o que ele demonstrava. E Einstein acreditava no sistema filosófico de Espinosismo. Espinosismo não é uma religião, e a definição da palavra Deus em Espinosismo não é a mesma que a usada pelas religiões. Mas já não é a primeira vez que tentas passar Einstein como religioso e homem de fé em Deus, mais especificamente fé num Deus como o teu, no entanto é uma deturpação do que ele dizia. No nosso último “encontro” chamei-te à atenção que estavas a minar citações e coloquei-te textos inteiros de Einstein que deitavam por terra o que tentas implicar, e na altura desafiei-te a fazeres o mesmo. Na altura não o fizeste, e como estás a recorrer à mesma tática, lanço-te novamente o desafio. Mas eu cá acho que o resultado vai ser o mesmo.

        Taoismo não é uma tautologia, mesmo que certos aspetos desta o sejam. E a verdade é que não sabemos se Bohr era ou não um taoista. Bohr muito raramente falava sobre religião e filosofia. As pessoas que dizem que ele era tauista inferem porque este utilizou um símbolo e uma frase no seu brasão, e fez uma ou outra afirmação que podem ser consideradas taoistas, mas ele nunca o afirmou, bem nunca ninguém que conviveu com ele ou a sua própria família disse que ele era um aderente do Taoismo.

        “Existe até um reputado cientista convidado e director de mestrados tanto em  Oxford como em
        Cambridge que afirma a sua crença no Divino com base na equação de Paul Dirac.”
        Outra vez o argumento de autoridade. Lamento mas é ridículo. Se calhar devo de fazer o mesmo, vou começar a citar cientistas que são ateus, já que este tipo de argumento é permitido. Mais uma vez, não me interessa o que Ard Louis acredita, interessa-me o que ele consegue demonstrar. Quando ele fizer uma publicação cientifica a demonstrar que deus existe fazendo uso da equação de Dirac, aí falamos. Até lá não passa de uma crença pessoal, eu cá tenho a minha, muito obrigado.

        “Então no mundo  da religião abraâmica que mais vem crescendo, o Islão,  os cientistas crentes estão em larga maioria.”
        O problema é que no mundo do Islão os cientistas são, infelizmente, muito, mas mesmo muito poucos, agradece ao fundamentalismo da religião. Mas já agora, tens algum estudo sobre isto? E a diferença de percentagem entre cientistas religiosos vs a população em geral?

        “Esperava-se muito mais de um cientista. Geralmente quem sente necessidade de recorrer a estes expedientes não está muito seguro da sua verdade.”
        Fala a pessoa que acusa os outros de táticas que ele próprio é culpado.

  16. AlexX says:

    Imensos portugueses já trocavam ideias sobre a possível forma da Terra muito antes da Internet chegar às pessoas. Diria até desde há mais de 100 anos. E pelo mundo fora são milhões os que se mantiveram fiéis ao geocentrismo e nem devia ser necessária muita reflexão para concluir isso. Com esta prova irrefutável do Mark, cai por terra a minha ideia que vivíamos num cone tipo um pião lançado por Apolo…ou talvez numa cabaça de Ártemis, que cena..

  17. Eduardo says:

    O vídeo não prova muita coisa, mais fico me perguntando, temos de um lado a lua que dá para ver que é esférica, do outro lado um sol que é redondo, e alguns planetas que através de observatórios que são redondos, por que o planeta Terra iria ser diferente ? A NASA gasta tanto dinheiro por uma mentira ? A China que mandou varias fotos tiradas da Lua mostrando a Terra Redonda, estaria mentindo também? Acredito que esses terraplanistas estão é ganhando muito dinheiro com essas teorias, venda de souvenires, palestras e associações. Lei da oferta e procura.

    • Woot! says:

      Eles têm uma teoria para a lua que já não me lembro qual é mas da última vez que discuti com um ser dessa espécie e depois de ele me dizer a teoria da lua eu desisti.

  18. Jota says:


    TÊM COMPLICADA A COISA.
    É MAIS FÁCIL, FIQUEM CERTOS: A TERRA NÃO EXISTE

  19. Elfriede Nachman says:

    tik tok star

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.