PplWare Mobile

Tesla Model 3 pode ficar muito mais barato com actualização da política fiscal automóvel


Fonte: TIJD

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Carlos Mogas da Silva says:

    “Contudo, tal atualização provavelmente causaria algumas ondulações no mercado dos carros elétricos na Europa. Inegavelmente, esta jogada poderia levar a uma perda dos fabricantes locais. De facto, o trunfo maior das marcas europeias é o preço mais competitivo face à oferta da Tesla.”

    Temos pena? Façam elétricos da mesma qualidade? É para isto que serve a concorrência.

    • Vítor M. says:

      Verdade. A concorrência apura o negócio, a oferta e o preço. Mas há aqui um trunfo maior, no meu entender, provavelmente este tipo de iniciativa também vai obrigar as marcas a colocar mais elétricos no mercado. A oferta tem sido muito pouca e não é por falta de tecnologia, é porque ainda há muito motor térmico para vender e muitos litros de combustível para queimar. É uma balança complicada de equilibrar e a vinda dos elétricos veio pesar muito no prato adverso a grande parte das marcas.

      • TugAzeiteiro says:

        Exactamente Vítor, o problema das construtoras europeias é que se deixaram dormir com os eléctricos, continuaram à sobra da bananeira, que ó que têm feito nos últimos 20 anos… Se repararmos há 20 anos que vendem o mesmo produto, lá vão saindo com um design diferente, metem mais uns ecrãs e siga… (olhem o caso do Audi A4 que é basicamente identifico desde 2000….)
        Outro problema das construtoras actualmente, é que estão 7 anos atrasadas tecnologicamente face à Tesla. A autonomia do Audi e tron que acabou de sair é inferior à do Model S de 2012… e já tem um recall por risco de incêndio! O Jaguar i pace também tem uma autonomia reduzida…. isto para não falar que ambos demoram bem mais tempo a carregar que os Teslas, que é somente um ponto crítico juntamente com a autonomia.
        Vamos a ver como se porta o VW id3 em termos de autonomia/carregamento.
        Isto para dizer que o Tesla Model 3 nos EUA custa menos 10K que em Portugal… e quando os Teslas começarem a sair da linha de montagem com as novas baterias da Maxwell com autonomia bem superiores às actuais…. é bom que as construtoras europeias comecem a “dar à perna” se não querem ser uma NOKIA!

        • Cortano says:

          O mercado ainda vai mudar muito. Não tornes o que existe hoje como sendo o futuro.
          Está longe de o ser, mesmo o que a Tesla apresenta hoje em dia não é o futuro.

          E por aqui me fico.

          • Sergio J says:

            Concordo completamente com o teu comentário

          • Caetano says:

            Não é bem assim, se olharmos para trás vemos que os veículos evoluíram muito mas a sua propulsão continua a ser a combustíveis fósseis. Foi preciso um visionário acreditar piamente que podia mudar todo o mercado. Musk provou que era possível e mesmo marcas “velhos do restelo” tipo Ford e Toyota já apostam no eléctrico. Foi díficil mas vai mudar sim. Chega de depender apenas do petróleo.

        • jose says:

          E a Tesla está 30 anos atrasada no que diz respeito a carros.
          Nunca trocaria um alemão por essa porcaria com rodas, só quem nunca andou com um ou não gosta de carros é que pode falar bem daquilo como carro.

          • Paulo Santos says:

            Sempre tive “alemães”. Mas olha que o model S não lhes fica nada atrás. Veremos como se comporta com o tempo.

          • Carlos Teixeira says:

            Vê- se que nunca conduziu um Tesla. Tesla está a frente de todos 10anos e em tecnologia é uma eternidade.

          • Américo Manuel says:

            A maioria do pessoal k tem 1 tesla em casa deixou p trás 1 alemão

          • Pedro says:

            Esse comentário é ridículo. A tesla é das marcas que está 30 anos não atrás mas à frente de qualquer carro do mesmo segmento. Já por acaso conduziu um? Com tecnologia de ponta incluída, é das poucas que não lhe expreme o orçamento em extras! Enquanto que no seu preferido alemão paga mais não sei quantos euros para ter os bancos aquecidos, espelhos, luzes e som xpto etc etc. A tesla oferece uma experiência única de condução, com carregamentos gratuitos supercharger pela Europa! Arranje outra que faça isso! Realmente deve ser de há 30 anos atrás os negócios serem justos.

        • Pedravil says:

          Sem dúvida. Mas não basta ser apenas elétrico. A Tesla é tecnologia a vários níveis, é um tablet com uma carroçaria.
          Quanto a ficar mais barato… Duvido muito. A empresa vai absorver alguma da margem libertada pela redução ou eliminação da carga de impostos, é a minha convicção.
          Cumprimentos

    • rui says:

      que fabricantes locais de elétricos?
      Hyundai/Kia
      Nissan
      Mitsubishi
      é que de resto praticamente não há carros com esse nome 🙂

      • Filipe Ferreira says:

        Só para atualizar marcas europeias com veículos eletricos ,bmw ,renault ,peugeot ,vw golf,audi ,mercedes e até a fiat tem um 500 eletrico

        • rui says:

          estava a ser um pouco irónico, não referi europeias pois não têm elétricos a sério que compitam com carros.
          – bmw tem uma versão do i3 100% elétrica (preço caro sem grande autonomia)
          – renault sim tem o zoe, com preço caro comparando com nissan , hyundai e kia, mas das únicas que consegue entregar carros
          – Peugeot não tem, o ion é feito pela mitsubishi e não o querem vender nem ninguem compra novo
          – Citroen não foi indicado mas é igual à peugeot o mesmo modelo só muda o símbolo.
          – Audi ainda nem vê-lo, compra-se onde? para quando?
          – Mercedes idem “” nada ainda se está à espera
          – Fiat 500 só nos EUA para poderem vender carros a combustão na califórnia têm de ter um modelo 100% elétrico ou a hidrogénio
          – VW tem o e-golf e o eup, o e-golf já é qualquer coisita fraca disponibilidade e também caro para o segmento.

          Se quiserem comprar um carro viável com disponibilidade de entrega, tirando Tesla ou asiáticos só sobra o mal amanhado zoe, e caros mesmo os outros pagando taxa extra ao que parece. continuem à espera sentados

          • jose says:

            Eu diria o seguinte, a Tesla tem eléctricos mas não tem carros, as restantes têm carros que até têm baterias mas não são eléctricos.
            Chamar carro a um Tesla só mesmo para quem nunca teve carros a sério, e considerar isso como uma alternativa só mesmo para quem não gosta de carros.

          • Caetano says:

            Rui
            regista mais mini, smart ou porsche, assim por alto ainda me lembro da Volvo.
            Ainda ontem vi um Mercedes de cabo estendido.
            Não há marca que não esteja a desenvolver ou já tenha motores híbridos/plug in ou 100% eléctricos.
            E para o mês que vem aconselho-te comprar uns quantos jerricans e guardar para uma necessidade, ou terás inveja de um carrinho a pilhas, Zoe ou I3 que te levam a qualquer lado. Já os experimentaste, por acaso?

          • Tiago S. says:

            Caro Rui,

            – o BMW i3 nao é caro, é carissimo e conta com uma autonomia miserável. além de ter montadas umas rodinhas de bicicleta, aquilo com vento deve parecer uma pandeireita.
            – Audi e-Tron, 80 mil euros por um SUV com <300kms de autonomia
            – novo MB e-SUV: autonomia decente para o carro que é, preço astronómico como é apanágio da marca

            neste momento, a nível de propostas interessantes, acessiveis ao tuga classe média (com sorte) e com boa autonomia vejo duas: Hyundai Kauai Electric e KIA e-Niro. Ambos com uma autonomia de ~450kms testada e abaixo dos 40k euros.

          • Miguel Rebelo says:

            Santa ignorância … só o e-Golg vendeu até hoje mais unidades na Europa que todos os teslas juntos … e se juntar o e-Up então quase o dobro !!! Em termos de qualidade e acabamentos até um eGolf bate qualquer tesla … o i3 bate em vendas tambem qualquer coreano e tesla !!! Aprenda antes de falar !!!

          • Paulo Santos says:

            jose, aos afirmares

            “Eu diria o seguinte, a Tesla tem eléctricos mas não tem carros, as restantes têm carros que até têm baterias mas não são eléctricos.
            Chamar carro a um Tesla só mesmo para quem nunca teve carros a sério, e considerar isso como uma alternativa só mesmo para quem não gosta de carros.”,

            só estás a dizer disparates.
            Eu tenho alguns carros a “sério”: Z3, E220 cdi, E350 coupe, E300 hybrid e agora um model S e devo dizer que quem não percebe nada de carros a sério é você.

          • Miguel Rebelo says:

            Resposta ao tal “Tiago S.” que pelos visto deve ser vendedor de uma qualquer marcazena coreana
            – Primeiro, o Auti e-tron tem 430 KM DE AUTONOMIA E É UM CARRO VERDADEIRAMENTE PREMIUM
            – Segundo, o Audi e-tron é o SUV que actualmente mais venda na Europa, vendo 3 vezes mais que qualquer dos concorrentes
            – Tercerio, um desses coreanos de MUITO FRACA qualidade, sem qualquer equipamento, sem qualquer tecnologia, carrinhos pequenos do segmento D como o hyundai kauai e o ziazeco e-niro custam MAIS DE 47.000 EUROS !!!!

          • Paulo Santos says:

            Miguel Rebelo, quais as suas fontes sobre vendas de elétricos?

        • Miguel Rebelo says:

          Paulo Santos, ev-sales, carbasesales, é só ter o trabalho de procurar na net.
          Por exemplo, na Noruega que é de longe o maior mercado Europeu e o que dita as normas, temos:
          Vendas totais de VE da VW: 47 127
          Vendas totais da tesla já com o recente model 3: 43 588
          E isto sem contar com os carros eléctricos comercias da VW

          https://elbilstatistikk.no/?sort=4

          • Paulo Santos says:

            Sim, mas se considerarmos apenas 2019, o model 3 bate a concorrência.
            E vemos que nos premium, apenas o model S está no top 10.
            O mercado está a começar a amadurecer e a concorrência só vai beneficiar o consumidor.

            Quanto às autonomias, tanto o da Audi como o da Mercedes deixam muito a desejar. Esperava mais destas marcas.

          • Paulo de Almeida says:

            Paulo Santos , errado as vendas na Europa do model 3 e model x estão em forte queda, actualmente o premium mais vendido é Audi e-Tron (e estou a esticar a corda ao considerar um model s como premuim … o model s e x estão longe de ser um “premium” como o Audi ou o Jaguar)

            Vendas Noruega 2019
            E-tron – 2576
            I-pace – 2233
            Model X – 1320
            Model S – 887

          • Paulo Santos says:

            Paulo de Almeida, não conheço nem o Audi nem o Jaguar. Mas de acordo com o TopGear, a Tesla está um pouco à frente. E consideram o X um premium. Mas comparações há para todos os gostos.

            https://www.topgear.com/car-news/big-reads/ev-test-audi-e-tron-vs-tesla-model-x-vs-jaguar-i-pace

            E se formos para a autonomia, ninguém ainda bate a Tesla. E não têm as limitações de velocidade máxima que alguns construtores têm.

            Mas venha a concorrência que os consumidores agradecem.

  2. tmr says:

    Isto é tudo muito giro, a poupança, o ambiente etc…mas não se esqueçam de uma coisa, nem toda a gente tem garagem, não é a mesma coisa que um telemóvel!!!

    • TugAzeiteiro says:

      Há 100 anos atrás com o Ford model T também não havia uma bomba de combustível ao virar de cada esquina…. foram aparecendo com o passar dos anos, tal e qual como estão a aparecer os carregadores… há que dar tempo ao tempo! Os carros a combustão não vão todos desaparecer e serem substituídos por eléctricos num abrir e fechar de olhos… é algo que acontecerá com o tempo!

      • jose says:

        Já consegui ver os sinais nas estações de serviço “carregamento 20 min com oferta de café”..
        Enquanto a tecnologia não evoluir a massificação não passa de uma miragem.

    • rui says:

      é +/- como o telemóvel, também não era para todos ao início e até andava agarrado ao carro, depois começou a haver uns que podias trazer o matacão para casa, e mesmo quando se tornaram mais portáteis também eram preços de iphones.
      Não entendo criticar carros eléctricos que não são para todos que não têm garagem nem onde carregar como se não houvessem de gasolina à venda.

  3. Sérgio says:

    O Trump é maluco, é isto é aquilo mas lá vai levando a água ao seu moinho…

  4. alguem por ai says:

    isto é tudo muito giro mas la porque fazem atualizacoes fiscais,os preços nao vao ser mais baratos pelo menos em portugal,porque a ganancia é tanta,que é como as petroliferas tiram o imposto sobre os combustiveis e o preço mantem se.se baixam o iva na restauraçao os preços mantiveram se.porque ninguem abdica da margem,e quando a margem fica maior azar para o cliente final,que vai pagar a diferença à mesma.

  5. ToFerreira says:

    Vamos ver que imposto criarão em Portugal para “compensar” essa possível descida.

  6. Informático Amador says:

    Uma opção que se saúda, isto se não se criar imediatamente um imposto qualquer que relance tudo para a estaca zero. E multipliquem o apoio logistico seja em postos de abastecimento rápido, seja em boas condições para instalação de postos de abastecimento em condominios, parques de restaurantes/hoteis/parques de estacionamento, etc.

  7. Jorge Ribeiro says:

    Agora é que o serviço da Tesla rebenta!

  8. Esperto says:

    Pessoalmente a abolição dos direitos aduaneiros dos produtos fora da UE não é justa para os europeus pois estamos a introduzir no espaço europeu produto que gerou emprego no outro lado do mundo sem qualquer contrapartida.

    Os carros elétricos não tem capacidade de se implementar na totalidade soluçoes alternativas serão desenvolvidas nos próximos anos a par deste.

  9. Sergio J says:

    Isto é tão simples quanto isto. O estados vivem de granel. Em Portugal, como não temos grandes recursos naturais e a economia não é nenhum portento mundial temos de ir buscar o dinheiro à algum dinheiro. O imposto sobre os combustíveis nada tem a ver com ecologia. Portanto, mais ano menos ano os carros eléctricos também estarão sujeitos a impostos.
    E sim precisamos para educação, saúde, bem essenciais, infraestruturas, etc.

  10. Rui says:

    Muita gente a sonhar acordada!
    Meus caros, o estado depende dos impostos para dar à sua clientela (caso contrário e houvesse dinheiro, não tinhas os transportes públicos como estão, nem a saúde numa lástima).

    Aquilo que leio nas notícias é um agravamento dos carros mais poluídores. Não li em lado nenhum que nós vamos baixar os preços dos eléctricos, até porque estes já são muitíssimo beneficiados!!!! Desde apoios financeiros à compra de carros eléctricos, isenção do IUC, isenção do ISV e até dedução integral do IVA, acham que o governo vai dar mais o quê? Só se for isenção de IVA (no dia de São Nunca).

    O Centeno tem uma folha de excel à sua frente, se cada vez se vender menos carros a combustão em contrapartida dos eléctricos que quase não pagam impostos, são vendidos em maior quantidade, acham mesmo que vão continuar isentos de impostos muito tempo? Se metessemos o ISV + o IVA do ISV, no Tesla, este disparava uns 15 a 20.000€ no preço!!!!!!

    Quanto ao Tesla ou outros eléctricos fora da Europa, pagam apenas 10% de taxas aduaneiras!!!!! Realmente é um valor elevadíssimo!!!!!!!!! Basta o Centeno meter os eléctricos a pagar ISV e IUC como os outros automóveis e lá se vão os eléctricos!!!!!!

    • rui says:

      os elétricos só estão isentos de IUC de momento, se a insenção acabar caiem no 1º escalão. de ISV com as tabelas em vigor pagam 0€ pois é baseada em cm3 e emissões de co2. os hibridos é que têm desconto.
      Não entendo qual o problema de pagarem, os de combustão todos pagam e a malta continua a comprá-los porque haveriam de deixar de comprar eléctricos.
      E não digam que é o preço, porque há carros a combustão a 11000€ ou menos e há quem compre de 40 e 50 mil ou mais à mesma.

  11. António B says:

    Os principais beneficios fiscais para elétricos e híbridos plug-in são essencialmente para as empresas.
    Para os particulares, são limitados ou inexistentes.
    Mas a tendência de mercado já é clara e dentro de poucos anos vamos ter uma oferta muito ampla de elétricos 100%. Todas as marcas têm projetos ou modelos quase a sair.
    O lobi do petróleo já está a usar os seus recursos para investir na electicidade limpa, porque tem que continuar a dominar a energia.
    A mudança é lenta porque a economia mundial não absorve uma mudança radical de eliminação do petróleo, or exemplo em 5 anos. Mas certamente que daqui a 15 ou 20, vamos ter um contexto mundial de energia absolutamente diferente e milhões de carros elétricos a circular.

  12. Carlos Teixeira says:

    Valeu a pena guerra comercial de Trump. Para mandar vir qualquer coisa dos estados unidos pagava se sempre imposto de luxo e os produtos que iam da europa para usa não pagavam. Assim é muito mais justo, ele protege o país dele e nós deviamos proteger o nosso.

  13. Carlos Teixeira says:

    Valeu a pena guerra comercial de Trump. Para mandar vir qualquer coisa dos estados unidos pagava se sempre imposto de luxo e os produtos que iam da europa para usa não pagavam. Assim é muito mais justo, ele protege o país dele e nós deviamos proteger o nosso.

  14. tootall says:

    automóveis americanos , não obrigado.

  15. luis araujo says:

    Somos dois, e ao contrário desta malta toda que fala sem conhecimento de causa tenho eléctrico e não é uma miragem. Os donos de tesla que conheço, alem de todos serem financeiramente abonados, em off todos reclamam do veículo que é uma vergonha em comparação com veículos do mesmo valor. Fora os n problemas que precisam de meses para resolver. Não sei o que tão avançado a tesla tem, além do marketing, porque pouca indústria é tão fiável como a automóvel, e a tesla está muito longe disso, e os carros não se medem pela autonomia..se assim fosse.nao se vendiam Porsches nem Ferraris.

    • IonFan says:

      Não deve conhecer muitos donos de Tesla. Eu e todos os que escrevem no Tesla Club de Portugal estamos muitos satisfeitos com o produto. Têm defeitos sim (como todas as marcas), mas normalmente são estéticos e em nada afectam o desempenho das suas funções. Em relação ao avanço, realmente não sabe (está anos à frente de qualquer outra coisa), para não falar do marketing onde a Tesla não gasta um cêntimo, o que comprova a satisfação dos clientes que espalham a palavra. Em relação à fiabilidade, ainda não posso dizer nada, mas os dados dos carros existentes dão confiança.

    • Carlos Teixeira says:

      Conheço alguns donos de carros Tesla que dizem precisamente o contrário, estão satisfeitissimos e os que estão proximos também já querem comprar. Que tal?

  16. Bruno Pires says:

    Imaginemos Lisboa tudo com carro eléctrico… Miragem bonita mas de onde vem a energia toda para carregar os carros todos quando houver picos de tensão ???

    • IonFan says:

      Não preciso de imaginar. O meu Model 3 gasta 16kw/h aos 100km. Significa que para fazer 100km gasta a mesma energia de um aquecedor ligado à noite. Certamente a média diária de kms dos portugueses é bem inferior a 100km. Acha que a rede eléctrica não aguenta mais 1 aquecedor por cada casa?

  17. Miguel Rebelo says:

    Este artigo revela uma total ignorância e desconhecimento sobre a fiscalidade eléctrica e a forma como a tesla mete os carros na Europa, não existe qualquer imposto sobre os carros da tesla ne Europa !!! Logo não vão ficar mais baratos pois já não existe qualquer valor a abater !!!!!

    • Vítor M. says:

      Bom dia Miguel. Era bom era, mas pagam taxas aduaneiras e iva. 😉

      • Rui says:

        Vítor? Pagam 10% de taxas aduaneiras, apenas.

        Quanto ao IVA, ele é pago sobre todos os carros, eléctricos ou não, sejam eles feitos em Portugal ou na China. Na questão do IVA não estão em desvantagem nenhuma.

        Já agora, qual é a taxa aduaneira que paga um carro diesel importado para os EUA?

        Os carros eléctricos é bom reflectir nos apoios imensos que o estado dá, em comparação com um desgraçado que compra um carro a combustão de 10.000€ ou até em 2ª mão. Se for novo tem logo em cima o ISV e o IVA sobre o ISV e sobre o valor do carro, enquanto um pobrezinho dono de um Tesla de 60.000€, para além de ter um subsídio do estado para a compra do carro, não paga ISV, nem IVA sobre o ISV e nem paga IUC (as Câmaras não estão nadas contentes).

  18. Bengas says:

    Realmente, os Tesla têm alguns “tiques” estranhos para carros daquele valor. Mas MESMO ASSIM, não podia comprar nenhum carro com aquela qualidade ao preço do meu Model 3. Admito que haja quem não goste, quem não queira, e até com argumentos válidos que não apenas o complexo do velho do restelo. Se falam dos alemães (BMW, Audi e Merc) experimentem conduzir um Model 3 e depois venham com estórias de alemães. Uma década de atraso. No mínimo. Mas andam há oito anos a anunciar que “vem aí o Tesla killer”… AHAHAHAHAHAH!!!

  19. Marcio Costa says:

    Quando Portugal apostar no hidrogênio ai sim vai ser o futuro

  20. João Coelho says:

    Se assim for, será ótimo para o consumidor! O conceito europeu será sempre mais apurado que o norte americano! E não nos esqueçamos do que pensa o presidente do aquecimento global e sua indústria pesada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.