Quantcast
PplWare Mobile

Tags: União Europeia

TikTok poderá ser banido da União Europeia por conteúdo “potencialmente mortal”

A rede social TikTok é uma das mais populares da atualidade e, por isso, está envolta em inúmeras polémicas, tendo já sido banida, por exemplo, nos Estados Unidos, nalgumas instituições, nomeadamente governamentais. Os conteúdos que oferece através do seu algoritmo respondem de forma quase instantânea aos interesses do utilizador num determinado momento e muitos deles podem ser perigosos para os seus utilizadores.

Com vários jovens a morrer em todo o mundo por causa dos “desafios virais”, na União Europeia está-se a analisar a possibilidade de bloqueio da rede social por causa do seu conteúdo “potencialmente mortal”.

TikTok poderá ser banido da União Europeia por conteúdo potencialmente mortal


União Europeia quer ajuda para combater IPTV e transmissões de jogos nestes serviços

A União Europeia e as autoridades dos diferentes países da Europa têm apertado cerco a todos os serviços de IPTV que operam neste espaço. Querem que estes deixem de existir e que os agentes que operam os serviços legais parem de perder dinheiro.

Com esta missão em mãos, a União Europeia quer agora ajuda para combater IPTV e transmissões de jogos nestes serviços. Para o conseguir fazer e descobrir as formas certas, está a pedir a ajuda de todas as entidades que queiram contribuir para este movimento.

União Europeia IPTV Europa jogos


Microsoft pode receber um aviso “antitrust” da União Europeia pela compra da Activision

A compra da Activision Blizzard pela Microsoft por 60 mil milhões de euros é um assunto que já se arrasta há um ano e ainda não se vislumbra um desfecho para breve.

Continuam, no entanto, as investidas no sentido de investigar a fundo a legalidade desta aquisição e, mais recentemente, as notícias indicam que a Microsoft poderá receber em breve um aviso antitrust da União Europeia devido à compra da popular criadora de jogos.


CEO do grupo Renault considera que a Euro 7 é “potencialmente contraproducente”

A norma Euro 7 é resultado do empenho da União Europeia para a diminuição das emissões dos automóveis. Para o CEO do grupo Renault, esta poderá ser “potencialmente contraproducente”, se se mantiver com os parâmetros atuais.

Para o grupo, os próximos tempos serão de reorganização.

CEO da Renault Luca de Meo


Europa não tem baterias para a transição elétrica. Solução pode custar €100 mil milhões

Os objetivos estão definidos e as fabricantes estão, a passos (mais ou menos) largos a tentar estar à altura da sua concretização. Contudo, a transição elétrica implica uma grande capacidade de resposta em termos de baterias e a Europa não tem a quantidade suficiente.

A European Battery Alliance já fez a sua proposta e, a concretizar-se, o investimento europeu será chorudo.

Produção de baterias de carros elétricos