PplWare Mobile

Superchargers V3, painéis SolarCity e baterias: Tesla revela o futuro do carregamento


Imagem: Tesla

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. paulo says:

    O verdadeiro nome de Elon Musk é Jesus Cristo kkkk

  2. Pedro says:

    La está paga-se até o sol e o ar. Nada pode se de graça.

    • Paulo L says:

      Não sei o porque deste comentário, é normal que se pague pela energia solar, mesmo que o Sol nasça para todos, só alguns tem para investir em painéis, baterias, montagem e manutenção, pagar a trabalhadores, sim porque quem trabalha para o Musk tem o mau hábito de querer ser pago, não como nós que trabalhamos por amor à camisola e não cobramos nada no final do mês.

      Agora num tom mais sério, não estás completamente errado.
      Para o caso de não saberes, em Espanha, se montares um sistema de recuperação de energia solar, mesmo depois de comprares e pagares pelo equipamento, montagem, etc. Pagas uma taxa mensal ao governo, assim que ao que parece o sol não é gratuito.

    • Zé Pilim says:

      O sol e o ar é grátis! Agora ter carro com esse combustível tenta lá sózinho fazer em casa e meter no depósito….

      cada artrose inteletual…

  3. Miguel Rebelo says:

    Convém lembrar que actualmente (em função da ultima actualização) a velocidade de carregamento foi reduzida para metade para “poupar as baterias” segundo a tesla, o que resulta que depois dos 55/60% de carga a velocidade desce drasticamente para os 60KW … é TOTALMENTE mentira que carreguem 290 quilómetros de autonomia em apenas 15 minutos !!!!

    • milkshaker says:

      55/60% de carga já faz os 290 km, por isso não está errado.

    • IonFan says:

      Essa limitação foi apenas feita num conjunto pequeno de packs e todos mais antigos. Ainda este fim de semana carreguei 350km em cerca de 20 min. Ninguém me contou, aconteceu me a mim e vi com os meu próprios olhos.

      • Pedro Correia says:

        Já agora qual foi a potência de carga?
        É que fazendo uma média de 20KW/h/100Km, média um bocado otimista mas possível, para 350Km daria uma carga necessária de 70Kw/h.
        Ora para termos essa energia em 20 minutos (ou seja 1/3 de hora), seria necessária uma estação com potência de 210Kw, no mínimo, para termos 70Kw/h ao fim de 1/3 de hora.
        Portanto deduzo que terá sido feito o carregamento numa estação de 250Kw, correcto?

        • Paulo de Almeida says:

          Mas está na cara que esta tal “IonFan” nem sequer nunca se sentou dentro de um tesla, é um típico fanboy que vive num mundo de mitos … e como se pode provar nem sequer sabe mentir 😉

      • Paulo de Almeida says:

        Hahahaha … mas que grande TANGA !!! Meu caro, deu um tiro no pé … para esses km em 20 minutos nem sequer num carregador de 350kW da Ionity !!!!
        Qual é mesmo o seu tesla ????

  4. NM says:

    Lá cai por terra o argumento de muitos apregoam que para carregar os veículos eléctricos é a custa do consumo de combustíveis fosseis!!! é mesmo necessário?
    Só vai ser necessário se velha industria continuar a resistir aos novos tempos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.