Quantcast
PplWare Mobile

Roubar um Tesla “é muito simples” e a culpa é novamente da sua chave

                                    
                                

Fonte: Wired

Autor: Pedro Simões


  1. O novo do restelo says:

    Essa notícia já não é notícia. Há um par de dias receberam um update de software para resolver.

    • Vítor M. says:

      Sim, mas há muita gente que não faz os necessários updates em tempo útil. Provavelmente grande parte dos veículos ainda estão vulneráveis. A notícia torna-se muito relevante para mostrar como é importante fazerem as atualizações de forma rápida.

    • Vilna says:

      Mas só é noticia se for divulgada no prazo de 20min? Eu ainda não conhecia esta informação e agradeço ao pplware a divulgação.
      Relaxem o rim. Um blog é feito de noticias umas mais interessantes outras menos, mas é assim.

  2. TugAzeiteiro says:

    Todos os carros com estas chaves de acesso… não é problema dos Tesla!
    A diferença é que a Tesla já enviou um upgrade para corrigir enquanto as outras fabricantes não fazem nada, porque (e basicamente comparando com telefones), ainda estão na geração 3310 enquanto a Tesla já está na geração iPhone/Android.
    Por outro lado a Tesla já tinha a opção “PIN to Drive”, portanto mesmo com esse “problema” das chaves, ninguém levava o carro sem saber o PIN….
    Roubar um Tesla é muito simples? lol

    • Vítor M. says:

      Repara, ainda há dias foi em alguns segundos: http://bit.ly/2Pax8Ij essa do LOL é boa, mas se não fosse o sistema de tracking o LOL era jeitoso era 😉

      Além disso, o update é manual, provavelmente muitos dos utilizadores não o saberão fazer. 😉

    • Nicolas_RS says:

      Aqui temos um fanboy da Tesla! A Sorte da Tesla é que tem atualização de software dos seus carros, ao contrario dos outros, pois até mesmo problemas de frenagem tem. Precisa att para tudo, para concertar erros que outras montadoras não tem.

  3. Daniel Lopes says:

    Obrigado pela noticia, não tenho um Tesla, mas desconhecia que o problema tinha reaparecido.

    Para quem critica que não é noticia, tem bom remedio, passar ao lado e não bufar. Os homens estão a trabalhar, para vir aluados dizer o contrario.

  4. Carlos Silva says:

    Mesmo com o problema que a chave tinha, resolvia-se facilmente o problema colocando pin, como eu faço.

  5. censo says:

    Não se preocupem, fecha-se uma vulnerabilidade e abre-se outra.

  6. Nicolas_RS says:

    Essa Tesla é uma perola! Sempre vejo noticias deste tipo, uns tempo atras, vi outro problema de desempenho, a distancia para frear o carro estava bem abaixo do padrão da categoria e o divulgado pela marca, a revista responsável pelos testes enviou um comunidade e a Tesla atualizou o sofware, e voltou a ficar dentro do padrão.

    Vendem um carro carro quebrado e que precisa receber milhões de atualizações para ser corrigido, deste frenagem até segurança básica.

    • Carlos Silva says:

      Qualquer carro vem com problemas, a tesla faz uma atualização e o problema fica resolvido, nas outras marcas, o carro vem com o problema e assim fica ou tem de ser ir a uma oficina.
      Cada marca tem as suas coisas boas e más, a tesla entrou no mercado automovel à poucos anos é normal que possam surgir erros, marcas com mais de 50 anos tambem os têm.

  7. Dani Silva says:

    “Não é simples de executar, mas facilmente consegue copiar a chave de um Model S.”

    Afinal não é simples, mas é fácil?

    Estou completamente confuso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.