Quantcast
PplWare Mobile

República Checa lutará contra medidas da UE que proibirão os carros a combustão

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Joaquim says:

    A união europeia proíbe veículos a combustão, ou proíbe a venda de carros novos a combustão?

  2. Gabriel Allon says:

    Entao saiam da UE. a UE nao ´e s´o para quando convem

    • Adson Joan says:

      bem educado você…

    • kodiakshadows says:

      Não sejas idiota

    • Tiago says:

      A UE colocou um limite. Junto com isto prevê aprovar o Fit to 55, um plano que obrigará as pessoas dentro dos próprio país a usarem autocarro ou comboios, a comprarem carros elétricos, eletrodomésticos categoria A, construção de casas mais ecológicas e recurso às energias renováveis. Com isso, o preço dos carros normais, dos bilhetes de aviões, do turismo, da eletricidade, irá aumentar. O que será daquelas famílias que não têm posses para estas mudanças? Além disso, temos que pagar mais por um bilhete de avião, ou sou obrigado a fazer Porto Lisboa de Comboio só porque a União Europeia obrigou? E se a UE obrigar todos a serem vegetarianos? A EU está a cair no ridículo, está a crescer o sentimento anti EU em vários países. A própria Porsche que já lançou um carro elétrico espetacular está contra isto. Vamos assistir a desindustrialização da EU.

      • Rúben says:

        Assino por baixo, é ridiculo, temos muito população que não tem acesso aos transportes públicos e está longe de carregadores, etc se não tem condições em casa para o fazer estão tramadas. Além disso ainda não somos autosuficientes em renovaveis sem automoveis eletricos, eu quero ver quando for tudo eletrico e termos as centrais extremamente poluidoras e nós armados em parvos em que somos eco-friendly.
        Portugal e a UE não são só as grandes cidades e isso ja se vê muito com os impostos que é cobrar a cilindrada. Há sitios que um 1.0 de 70 só vai em primeira segunda.

      • Rui says:

        Apoiado!
        Também ando à “pregar” à bastante tempo contra este tipo de fundamentalismos sem sentido. A evolução tecnológica supostamente resolve estes problemas, não vão os políticos legislar artificialmente as nossas preferências, por acaba sempre por ficar tudo mais caro!!!!!

        Esta medida vai provocar a desindustrialização da Europa, ninguém tenha dúvidas.
        Já existiram disquetes de computador e a seguir vieram os CD, houve alguma necessidade de subsidiar os CD (muito mais caros no início) para as pessoas deixarem de usar as disquetes (muito mais baratas)?

        Fico espantado quando falam em transportes públicos, quando os mesmos só existem nos grandes centros urbanos. Quem mora no interior, sabe perfeitamente que se não tiver um carro para ir trabalhar, fazer compras, etc não sai de casa, porque fica tudo a dezenas de km!!!!!

        Já agora gostava de ouvir os experts sobre o aumento da factura de electricidade em 2022 em 10€ em média!!!!! https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/detalhe/bloco-quer-rever-remuneracao-das-barragens-e-eolicas-para-travar-bomba-relogio-nos-precos-da-luz

        • josé ho notário says:

          rui, também ando há anos a pregar contra estes fundamentalismos, mas ultimamente tenho claudicado … a maioria das pessoas agora estão formatadas depois de anos a ouvirem o que aquelas gentes de bruxelas lhes impuseram como sendo as verdades absolutas e nunca terem parado para pensarem por si … esta situação dos automóveis eléctricos é um exemplo disso … residimos num país periférico, sem transportes ferroviários e apenas com transportes públicos nas grandes cidades, portanto, a meu ver, não faz sentido banir-se de uma forma pouca democrática, e totalmente imposta, os veículos com motores de combustão

        • Miguel says:

          Fogo, exista alguém com sentido crítico!!!
          Essa dos CDS é mais ou menos o meu exemplo mais abaixo com os Vinyl

      • Miguel says:

        Nem mais, vai de acordo em parte com o que falei mais abaixo, não podemos simplesmente matar a concorrência para forçar a adopção de uma tecnologia, ou ela não precisará de evoluir para além do que falas e o problema ambiental que levara junto.

    • Grunho says:

      Exactamente, nem mais. Czexit!

    • Miguel says:

      Não… a União Europeia é uma União, não segregação. Esse pensamento egoista e separatista é tudo o que não queremos cá

    • jorgeg says:

      +1 comuna socialista que vive a custa da bazuca,… sai tu comuna vira para a ccp….

  3. AlexS says:

    Muito bem. Proibir veículos a combustão interna é mais uma das tiranias/negócios do momento.

  4. Reporter says:

    Tudo bem, desde que os meus netos ou bisnetos vivam obrigatoriamente com uma mascara de oxigénio nas trombas mas que possam conduzir um carro a combustão, a diversão é total..

    • AlexS says:

      Queres controlar os teus netos e bisnetos… e os dos outros.
      Haxe já pode ser…

    • josé ho notário says:

      isso é um cenário completamente apocalíptico e improvável de acontecer … cientificamente, não está provado que a raça humana esteja na origem do aquecimento global, nem que o esteja a acelerar … os tecnocratas de bruxelas (quase todos verdes fundamentalistas) querem subjugar todos os habitantes da europa à sua vontade, mas esquecem-se dos milhões de pobres que habitam essas terras e também que a poluição com origem no norte de áfrica (onde, por exemplo, se produz muita da electricidade consumida na península ibérica) chega facilmente às nossas casas … portanto, sejamos pragmáticos, não é com a utilização de centenas de milhões de automóveis eléctricos que vamos resolver os problemas existentes.

  5. Miguel says:

    Pessoal eu também não gosto destas imposições da EU, mas se pensarmos um pouco verificamos que algo tem que ser feito o planeta não aguenta mais.
    É o plástico que está por todo o lado
    A poluição do ar nas cidades já obrigam as pessoas a andar de máscara em algumas cidades mundiais
    São as águas contaminadas pelas descargas humanas

    E poderia continuar…

    • Miguel says:

      E para bem do ambiente esta não é a melhor forma…. já imaginaste onde vais por todos os carros térmicos? onde vais buscar baterias para os substituir a todos?
      Se o use case dos veículos electricos serve a todos? Vê o meu coment mais abaixo.

      • Mitra says:

        Ninguem vai proibir os carros termicos, simplesmente novos é que não. Os antigos vão poder circular na mesma.

        • Miguel says:

          A proíbição será efectivamente de venda, inicialmente!
          A retórica que os antigos poderão circular é verdadeira, durante um tempo indeterminado, mas a que custo? ou ainda não notaste o aumento do preço dos combustíveis?

          • Milhais says:

            Ao custo que as petroliferas quiserem, como e agora. Esse o o maior problema da Europa seres refem da importacao de petroleo, por isso muito melhor para nos se forem eletricos ou hidrogenio, pois todos os paises podem produzir sem depender de ninguem.

  6. Nocode says:

    Mas alguém tem dúvidas que os carros a combustão fazem mal ao ambiente? Dizerem que os elétricos também poluem,é óbvio que poluem na sua produção e na energia produzida para os alimentar, mas emitem zero emoções enquanto andamos. Pode não ser a cura do mal mas é um passo no sentido certo.

    Para os negacionistas de tudo,qualquer solução proposta por outros será sempre uma cabala, mas o que até à 2 anos os negacionistas diziam que eram os lobbies da indústria automóvel e dos combustíveis que nao permitiam avançar para os elétricos, agora quando isso já é uma realidade, tem que continuar contra algo…

    • josé ho notário says:

      mas alguém tem dúvidas que armazenar dados nas cloud ou minerar moedas digitais polui mais do que todos os automóveis ligeiros de passageiros que circulam na europa ? mas alguém tem dúvidas que o transporte marítimo é a 6ª maior fonte de poluição do planeta ? mas alguém tem dúvidas de … bem, podia continuar assim durante mais algum tempo, mas é óbvio que o teu discurso fundamentalista e fanático não ter permitirá perceber a finalidade das minhas palavras … continua a lutar contra os que viagem em automóveis com motores a combustão, a encheres as tuas clouds com dados inúteis, a importares bugigangas sem interesse desde um qualquer país da ásia, a alimentares-te com fruta importada por via aérea e refrigerada durante meses seguidos, etc. … isso é o que os tecnocratas de bruxelas te formataram para fazeres sem entenderes que está a cavar a tua sepultura.

      • Nocode says:

        Por acaso dou-te razão em tudo o que dizes. Acho que em momento algum me viste dizer que era a melhor solução.só disse que era melhor que a atual. Se feliz rapaz e deixa-me la estar fora da sepultura mais uns anos.

    • Miguel says:

      Lê o meu comentário um pouco abaixo.
      Concordo com os carros electricos, mas não desta forma. Não podemos simplesmente abandonar os térmicos, para bem dos electricos. Parece uma inconsistência, mas vê mais abaixo.

  7. FreakOnALeash says:

    Eles bem podem lutar, mas os construtores estão mais alinhados com o que o governo alemão diz do que o governo checo diz. Esta “afronta” aos ditames da UE não deve passar de narrativa de propaganda governamental na RC!

    • Rui says:

      Quem precisa de carro para se deslocar e não é rico, discorda totalmente de si.
      Você já alguma vez foi às compras? Você tem produtos de topo e tem também low cost, qual acha que se vende mais? E porque será? Acha que faz sentido impor o que quer que seja?

      • Milhais says:

        E achas que em 15 anos nao vais ter carros a 20k ou 25k? Sao 15 anos, nao e amanha, podes continuar a comprar o teu carro a combustao, se o comprares este ano possivelmente teras de trocar de carro outra vez, e poderas ainda comprar a combustao. Ou achas que os primeiros carros tb nao eram caros para o comum dos mortais e agora qualquer pessoa tem? E o mercado a funcionar.

    • Miguel says:

      Mas vocês ainda não perceberam que quem pagará a factura final são vocês?

  8. Miguel says:

    Para além disso, para bem dos eléctricos precisam de concorrência para evoluir.
    É necessário portanto deixar o mercado funcionar!!

    Hoje em dia os eléctricos já têm uma aceitação grande porque muita população já vê neles características do qual podem beneficiar no seu uso dia a dia. De certo que mais pessoas se irão juntar, desde que os eléctricos evoluam no sentido de colmatar os pontos negativos dos carros térmicos e melhorar a experiência de condução em todos os aspectos, desde a manutenção, consumos, até design, conforto e condução.
    Não é de todo positivo meter um deadline para acabar com a “concorrência”, porque será complicadíssimo produzir a quantidade necessária aumentando preços e por outro lado teremos demasiados carros para destruir. Perde-se o desenvolvimento nos carros electricos e perde o ambiente no final, se o mercado não funcionar como até hoje.
    Pensem um pouco no exemplo das Apps de música, MP3, CD e Vinyl. O mercado sempre funcionou, no início ninguém queria a evolução, mas com tempo e graças à necessidade de evolução graças à “concorrência” o “upgrade” venceu. Pelo menos os que mereciam, tudo sem bloquear os anteriores (ainda posso comprar um Vinyl)

    • josé ho notário says:

      parabéns pelo comentário sensato e ponderado … concordo plenamente consigo

    • Milhais says:

      a proibicao da venda e para 2035, qual e o problema de fazerem o deadline? Quem compra em 2035 vai poder continuar a circular. Em quase 15 anos muitas coisa vai mudar a industria esta toda ja a adaptar se nao vejo o porque desse alarmismo todo que tu estas a fazer. A comparacao do vinil para o CD nao faz sentido. Visto isto ser um problema de poluicao nas cidades, repito nas cidades ( nao falo do problema das poluicao no geral), capitais europeias que tem pessimos niveis de poluicao pela quantidade de carros e da escolha do diesel, ve o caso de Londres, ou mesmo outras cidades que ja limitam a idade do carro que pode circular nas cidades. E os carros a ICE nao vao por magia todos amontuar se a meia noite do ano 2035 num parte de sucata para serem abatidos. Muitos possivelmente vai ser exportados para outros paises que nao iram fazer a mudanca tao cedo.

      A industria automovel europeia ja comecou a acordar, em 15 anos muito vai mudar, muitas tecnologias irao aparecer, nao facam disto um alarme para o fim do mundo. Ainda mais que a Europa tem muito a ganhar em forcar esta mudanca por um simples facto de depende quase exclusivamente de importar combustível mas tem muito potencial para producao de energia “verde”. Vai ver se as cidades europeias nao vao comecar a forcar a instalacao de bombas de calor em vez do esquentador a gas.

      • Miguel says:

        O problema do deadline é perder o mercado livre, forçando a população a optar por veículos electricos. Se isto acontecer, a tecnologia vence sem mérito, não tem que ser melhor, basta ser como é agora.
        Basta investir no design e não em melhorar baterias, ou minimizar os impactos ambientais, por exemplo com alternativas combustível sintético, hidrogenio etc.
        No final, quem perde mais com o deadline é a população, em seguida são os electricos

        • Milhais says:

          Optar por veiculos eletricos pq? Nao ha varias empresas a investir em eletricos e em hidrogenio? Hyundai e a Toyota sao dois casos, nao vejo em lado nenhum a proibir novas tecnologias, a Porshe ja esta nos eletricos e esta a apostar nos combustiveis sinteticos.

          Eu acho que pessoas como tu estao a fazer mais alarido do que realmente e. Se comprares agora um carro a ICE acredita que vais trocar de carro primeiro do que os carros a coimbustao irao parar de circular na Europa.

          Investir em Design? Achas que os eletricos nao tem um caminho a evoluir? As pessoas so nao compram por causa do design, sinceramente nao entendo este ponto. Agora entendo o impacto ambiental, e o deadline obriga a isso, quantas tecnologias de diferentes baterias estao a ser estudadas neste momento?
          E mais o deadline tem outro beneficio para a Europa, forca as grande empresas a investir em R&D inves de ter o dinheiro parado em paraisos fiscais e ajuda a aparecer novas empresas no sector automovel. Ve o exemplo dos USA ou da China, quantas empresas ja nao apareceram nos ultimos 10 anos por causa desta tecnologia?
          Eu so espero que nos proximos 5 anos os carros eletricos possam estar abaixo dos 25k e eu serei dono de um, so o facto de nao ter de dar dinheiro a GALP e poder carregar o carro com os meus paineis solares, so isso e razao suficiente para os carros a bateria ter um grande fatia do mercado automovel mesmo que aparecam outras tecnologias.

        • Miguel says:

          As marcas Tesla, Renault, Toyota, Hyundai entre outros evoluiram porque precisam de vender e precisam de melhorar para conquistarem os clientes dos carros de energias térmicas.
          Já conseguiram uma boa quota de mercado mas ainda lhes falta evoluir muito, como seria de esperar.
          Não sou contra os carros electricos, já experimentei e não comprei porque não serve para o meu uso.
          Porque achas que os carros de energias térmicas evoluiram bastante nos últimos anos em termos de emissões? foi precisamente pela concorrência dos eléctricos e vice versa o dinheiro numa empresa nunca fica parado, o do CEO, do Manager e etc pode acontecer, mas as empresas nunca têm dinheiro parado, antes pelo contrário, esta é no fundo a unica parte que não concordo do teu comentário.
          A minha teoria é simples e não creio que seja infundada, para além dos outros tópicos que falei acima, também este do progresso do desenvolvimento dos EV. És livre de ter a tua opinião, assim como qualquer outra pessoa ainda por cima eu não trabalho no ramo, assim como tu (julgo eu)
          Sou adepto de oportunidades e liberdade no mercado europeu e acredito na concorrência e desenvolvimento

  9. Sergio says:

    Parece-me uma posição bastante egoísta, até porque temos o exemplo da Alemanha que ainda depende mais deste sector.
    O foco deste senhor e da união europeia deveria ser criar um plano de transição, com algum apoio comunitário, e transitarem para a produção de elétricos. Devia de ser para estas situações de apoio que a comunidade europeia devia de estar mais presente, mas a republica checa também tem que fazer por si.

  10. Miguel says:

    Ai o ambiente… como vai ser!!!!
    Entretanto a Nato:
    https://www.flightradar24.com/MMF99/2924e3ac

  11. Luis says:

    Têm muito tempo para se adaptar. A Skoda que não seja preguiçosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.