PplWare Mobile

Nissan apresenta o ProPILOT 2.0, o concorrente do Autopilot da Tesla


Imagem: Nissan

Fonte: Nissan

Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. ToFerreira says:

    Toda a gente preocupada que com os motores elétricos se perca a essência de um carro, enquanto algo mais que um simples meio de transporte, e eu preocupado é que as marcas estejam mais interessadas na condução autónoma do que no prazer de condução.

  2. José Pedro says:

    Tenho um Leaf com o Propilot e posso dizer que é uma maravilha. Claro que não faz tudo. Mas se formos a uma velocidade aceitável, sem pressas, a verdade é que se pode fazer Porto-Lisboa com poucos toques no volante.

    A parte melhor é mesmo no trânsito, porque o carro acelera e trava sozinho, faz as curvas, etc. Não tenho saudades dos tempos em que estava na ponte de Leça e ter de fazer ponto de embraiagem a cada 20seg para seguir o carro da frente. Uma maravilha.

    Torna a viagem muito menos cansativa, mas também é mais propícia a distracções (smartphone logo ali ao lado… é um problema e um perigo!). Mas estou muito contente. Uso diariamente.

  3. thievery says:

    já andei num tesla com isso e sou sincero, queria era que o carro parasse para sair, até suava das mãos!!!! é capaz de ser bom e de ser o futuro mas não é para mim, gosto muito de conduzir!!!!

  4. Alvega says:

    “Nissan apresenta o ProPILOT 2.0, o concorrente do Autopilot da Tesla”

    O TITULO ESTÀ ERRADO, deveria ser
    COMPARATIVO, entre
    Nissan ProPILOT 2.0, o concorrente do Autopilot da Tesla”

    Pois fazem uma noticia sobre a Nissan (caso RARO) , e colocam fotos e Liks da Tesla !!!
    Diria que é um 2 em 1, toca a faturar.

  5. Ricardo Monteiro says:

    Estou a pensar comprar o Leaf, era impecável que viesse com esta tecnologia.

  6. Xico says:

    Só a um pequeno senão qu se esqueceram e que o próprio presidente da VW admitiu a Tesla tem milhares de dados nos seus servidores dos anos que tem vindo a receber dos seus automóveis.dados esses que suportam a IA que dará sempre a vantagem á Tesla

  7. Condução (quase) autónoma says:

    Já muitas marcas têm sistemas parecidos. Para condução autónoma ainda falta muito, mas podem ser boas ajudas.

    Por exemplo, um Seat Ateca desde 2016 que pode ser equipado com tecnologia parecida.

    O meu é do ano passado e tem front assist, cruise control adaptativo, lane assist, aviso de trânsito no ângulo morto, aviso de trânsito cruzado à rectaguarda, lê os sinais de trânsito, etc.

    Ou seja, acelera, trava e faz as curvas sózinho (desde que a estrada tenha linhas). Isto pode ser bom em muitas situações, por exemplo, se alguém adormecer ao volante a viatura pode fazer as curvas e ao mesmo tempo emite sinais sonoros ao condutor e caso não acorde passa a fazer travagens, no limite chega a imobilizar a viatura com os 4 piscas. Também em situações de nevoeiro intenso pode ser muito útil, já conduzi nessas condições, o radar detecta os carros à frente (aparecem no digital cockpit) e automaticamente mantém a distância para esse carro, ao mesmo tempo o lane assist ajuda a fazer as curvas.

    Não sendo condução autónoma, acho que são bons auxiliares à condução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.